acompanhe o blog
nas redes sociais

23.4.17

Sorteio: Sou de outra Época


Sorteio: Sou de outra Época

Em parceria com nove blogs, o Seja Cult organizou um sorteio especial romances históricos. São 10 livros divididos em dois kits. As regras são simples, mas leiam com atenção, inclusive o regulamento.

Boa sorte a todos e participem muito!!!!

Prêmios: dois vencedores vão levar cinco livros cada.

Regras: Nenhuma entrada é obrigatória, mas a sorteada em cada kit será conferida.


Kit 1

Pode beijar a Noiva: No Universo da Literatura
Quando a Bela domou a Fera: Ler para Divertir
Segredos de um Pecador: Estante Diagonal
A dama de Papel: Maluca por Romances
Ousada Debutante: Escuta Essa

21.4.17

Promoção #225: Coleção Completa A Garota do Calendário

Sorteio A Garota do Calendário

Ler para Divertir está sorteando a Coleção Completa A Garota do Calendário (12 livros) e mais os seis primeiros marcadores da série.

O Sorteio está sendo realizado pelo Instagram do Blog.
Válido até 19/05/17

Regras e Inscrições em:



Linhagens, Vol. 02 - Série Uma Geração, Todas as Decisões [Eleonor Hertzog]

Eleonor Hertzog
Ed. Letra Impressa, 2013 - 700 páginas:
      E se você descobrisse que a Terra guarda grandes segredos? E se esses segredos fossem poderosos o suficiente para modificar o rumo de nossas vidas? Laços se estreitam, conflitos irrompem. Erros foram cometidos e o tempo está acabando. Nada é o que parece ser. Segredos emergem de Casas e Linhagens. Peggy corre grandes riscos e as consequências das próximas decisões podem colocar tudo em jogo. Os Melbourne mais uma vez terão que provar sua capacidade de resolver problemas. As consequências de cada decisão afetarão o Universo inteiro... Caberá apenas a Uma geração... Todas as decisões! 

Onde comprar:


POSSUI SPOILERS

Linhagens, segundo livro da série Uma Geração Todas as Decisões, inicia-se do momento exato em que Cisne parou. Agora sabemos um pouco sobre o que Peggy de fato é e de onde veio, mas ao mesmo tempo em que sabemos disso não sabemos quase nada, parece que essas pequenas informações foram apenas um paliativo para aguçar mais ainda nossa curiosidade sobre essa menina tão travessa e poderosa.

Iniciando a leitura nossos personagens estão indo para uma ilha cheia de focas coletar algumas informações, mas antes de chegar nessa ilha, que fica perto de Senira, cidade atlanti muito importante, Peggy sente perigo com a ajuda de sua sensibilidade. Nessa ilha ocorre algumas coisas que colocam nossa protagonista em perigo ameaçando não só sua própria vida como a vida de seus irmãos. O pior de tudo é que isso não afetou apenas quem estava na Terra, mas também a mente de Peter em Tarilian, pois ambos possuem uma espécie de ele mental desde pequenos.

O Dr. Henry fica desesperado e vai a Tarilian o mais rápido possível. A Casa de Merine está temerosa em relação ao estado dos gêmeos Peter e Loon já que ambos possuem um elo mental desde criança e algumas curiosidades a parte que eles mesmos conseguiram disfarçar criando uma camuflagem para enganar seus pais e avós. O problema é no momento em que Peggy “explodiu” nos acontecimentos da ilha perto de Senira o elo mental que ela possui com o gêmeo Peter provocou reações em adversas e proporções preocupantes ameaçando a vida de muita gente. E até mesmo os doutores Melbournes cogitam sacrificar a vida da filha adotiva para salvar a todos.

Para nos situarmos melhor: esse elo existente entre Peter e Peggy é algo tão poderoso que até os doutores não sabem explicar a complexidade dele. Criam hipóteses e possíveis soluções para resolvê-los e nada parece adiantar muito para resolvê-lo. Entretanto Dr. Henry é especialista em elos mentais, vindo de Kreganian onde todos são gêmeos, os elos mentais surgem a muito e ele vem estudando-os ao passar dos anos. Com uma ideia fixa tenta por fim no dilema: Sacrificar sua filha, ou tentar um novo caminho?

"A Terra é um refúgio para todos aqueles que perderam seus mundos - é o lugar para onde vão raças, Linhagens e Casas que não têm mais para onde ir, Um paraíso é lindo; um refúgio é insubstituível e precisa a todo custo, ser protegido". 24

Em outro ponto de vista somos apresentados a mais personagens do Toque de Reunir, como o Anton que é um alienígena e acaba indo morar na casa da Cheli, e Anton acaba ficando parte do tempo trancado no quarto sem entender nada da Terra e estanhando tudo. Até que Cheli acaba acalmando ele com beijos. E um casal começa a ser shipado. As cenas são boas e divertidas equilibrando o livro na medida certa.

A estória continua se desenrolando e vamos conhecendo as historias de vida de alguns personagens como o Giles que amadurece muito e tem funções de extrema importância. Eleonor aos poucos foi nos explicando de forma mais clara cada um, e inserindo mais personagens, tornado a trama mais rica de detalhes e muita coisa a ser explorada.

“Independente do motivo da perda de seu mundo, todos os exilados recebiam uma nova chance na Terra. Traziam a genética de suas raças, traziam sua cultura, suas Linhagens e Talismãs. Alguns se reestruturavam e reconstruíam suas Casas. Outros mantinham a cultura e os Talismãs, mas o tempo passava e esqueciam que havia uma Casa a restaurar. Diversos chegavam tão debilitados que sua identidade se perdia. Mas todos, sem distinção, eram integrados ao vasto, complexo e absolutamente único ecossistema mental da Terra. Essa integração sempre tinha acontecido de forma suave e natural. Sempre. Até a chegada de Atlantis.” .27

O foco central é Tarilian e a Casa Merine. Sutilmente vamos conhecendo melhor e esclarecendo algumas duvidas sobre esse mundo tão misterioso. Desde a sua criação e os dias atuais. A forma que a escritora trabalhou isso é digno de aplausos. Uma cultura rica, grandiosa e que enche os olhos de quem lê.

Descobrimos mais coisas dos irmãos Melbournes e mesmo assim Hertzog deixa nos ar mais milhões de duvidas sobre cada um. Essa família misteriosa que não deixa escapar nada. Como leitor fico curioso e quero saber mais e mais, mas se descobrimos uma coisa, outra surge de imediato.

Infelizmente ainda não chegamos não tão famosa Escola Avancada de Champ-Bleux, o que me frustrou quando estava chegando ao final do livro e ainda não tínhamos visualizado ela. Mas o que a autora fez com o fim é desejar morte súbita, que reviravolta e que BOOM ela deixa no ar que meu Deus. Espero ter logo o terceiro livro em mãos porque não me aguento.

Se ainda não conhece a série, por favor, corra e compre logo esses livros, são incríveis e não se arrependerão nem um pouco.

Clique na capa para ler a resenha do livro anterior:

Cisne
Douglas Brandão
Geminiano, formado em Magistério e futuro professor de História. Mora na Bahia e louco por livros. Um pouco ciumento e orgulho. Fanático por Harry Potter e chegou a receber o apelido de "Vírgula" por sempre dar uma opinião ou comentário, porque sempre usa "Entretanto", "Contudo" e "Todavia" por ser sempre "Do Contra". Sincero ao extremo e venho para compartilhar meu gosto de leitura com vocês.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

20.4.17

[Bookserie] Engenharia Reversa: Parte XXXI - Invasores Devem Morrer

André Luis Almeida Barreto


Engenharia Reversa


Parte XXXI - Invasores Devem Morrer


A medida em que a nuvem de fumaça se dispersa, o estrago provocado pelo impacto do Fantasma torna-se mais visível: a maioria dos tanques e robôs de combate foram destruídos, mais da metade dos soldados morreram e os que sobraram se arrastam pelo campo desolado, somente um punhado de robôs ainda está de pé. A onda de choque varreu os bairros periféricos da cidade, provocando desabamentos e avariando vários imóveis, o granito, que antes parecia indestrutível, não aguentou o turbilhão de energia liberado pela explosão do reator da nave.

Na sala de comando, dentro do fortificado Ninho do Gavião, os monitores são tomados pelos dados de telemetria, pela lista imensa de baixas e por mensagens desesperadas dos militares em campo. Os homens do coronel Fabrício tentam disfarçar o crescente pânico, afinal, nenhum deles chegou de fato a entrar em combate. O coronel observa atento os monitores, recebendo cada chamado dos homens em campo. Ele sabe que não pode deixar transparecer o mínimo de insegurança, precisa ser o exemplo para seus homens.

Maestro, Bel e Davi olham para os monitores como se esperassem por algo, compartilhando da mesma torcida, a torcida de que, finalmente, Amanda tenha morrido. Maestro está visivelmente ansioso, pois o sinal que instalará no sistema dá Rainha de Fogo havia desaparecido, então, para a completa decepção do deletador, o sinal reaparece com força total. Bel e Davi notam a transformação no rosto do homem, e Davi perde o interesse na transmissão funesta, mas Bel continua olhando, cada cena a deixando mais triste por dentro, até que ela vira o rosto, perdida no chão.

O coronel Fabrício remove os fones de ouvido, seu rosto está pálido, mas ainda assim ele é a cara da autoridade, se aproxima dos regentes, em posição de respeito:

- Perdemos noventa e cinco porcento do segundo batalhão. O coronel Savastti, bem como todos os seus oficiais, morreram na explosão. Boa parte das guarnições da muralha foram perdidas, os danos na fortificação são irreparáveis - ele faz uma pausa -, vamos ter que reconstruir. Aproximadamente cem civis estão feridos, e já foram encontrados os primeiros corpos. Além disso, a nave invasora destruiu um veículo striker identificado como Lobo do Deserto, que era justamente o veículo em que eles viajavam!

"Minha nossa, ela destruiu o Lobo! Será que... será que Samuel está vivo?" - indaga Bel.

"Provavelmente, não. Uma pena, mas ele sabia dos riscos. Nossas chances ficaram ainda menores" - responde Maestro.

Bel fica transtornada, Davi exibe uma expressão de tristeza.

"Como se já não bastassem tantas mortes" - lamenta a biocomputador.

"Não foi culpa sua. Amanda o matou, Amanda matou todos esses homens" - consola Maestro.

De repente um forte rangido corta o ar, e um dos regentes se eleva acima dos outros, transtornado, ele fuzila os prisioneiros, encarando-os com seus olhos leitosos.

- Não podemos arcar com mais nenhuma baixa! Devemos banir esses forasteiros. Ela - aponta para Bel - não é uma dádiva que caiu aqui por acaso, venerável Sharem, essa coisa é a emissária da desgraça, e a portadora da morte, a responsável por toda essa destruição! Baní-los para a Terra Maldita, é o que devemos fazer.

- Prezado Gotlieb - diz Sharem, agora tão elevada quanto o regente do comércio - se descobrirmos os segredos dela, ataques como esse jamais aconteceram; se descobrirmos os segredos dela, poderemos aprimorar nosso exército e expandir nosso território. Mas, se nos livrarmos dela, continuaremos estagnados no mesmo patamar.

- Sharem tem um ponto - concorda Baltazar, o regente da sociedade.

- Como vê, Gotlieb, são dois votos a um. Não haverá banimento - conclui Sharem, altiva.

Um pico de raiva irrompe no rosto do coronel Fabrício, e ele não consegue se conter:

- Veneráveis, perdão, mas não posso ficar calado diante da carnificina que acabamos de presenciar...

- Eu tentei te avisar, coronel - diz Bel, olhando para Fabrício.

- Cale-se! Devemos executar todos os prisioneiros! As mortes de tantos não pode ser em vão! - afirma Fabrício.

Subitamente, um novo alerta invade a sala, voltando o foco para os monitores. Um dos operadores amplia a imagem, revelando o que parece ser uma mulher vestida em uma armadura negra. Ela se move vagarosamente porém com determinação, se aproximando dos robôs de combate sobreviventes.

- Minha nossa! Como ela sobreviveu a queda? - indaga um dos operadores.

De repente, a invasora empreende uma corrida em direção aos robôs, uma espécie de lâmina brilhante pode ser vista projetando-se de seu braço direito, e com ela, a mulher desmantela os mecânoides de combate, um a um. Soldados desnorteados abrem fogo, mas os primeiros tiros são detidos por algum tipo de escudo energético. Insaciável, ela avança contra o punhado de homens e os trucida com sua lâmina, só parando quando o último tem o tronco partido ao meio.

Os operadores parecem não acreditar nas imagens que acabaram de ver. Os homens do coronel Fabrício são tomados pelo medo, e ele, por um ódio crescente. Sharem explode em fúria:

- Coronel, reúna todos os batalhões! Destrua aquela mulher imediatamente, invasores devem morrer!

- Vocês não fazem ideia do tamanho da encrenca em que se meteram - diz Davi, atraindo os olhares assustados dos soldados, mas sendo ignorado pelos regentes e pelo coronel.

- Imediatamente, venerável - responde Fabrício. Ele sinaliza para alguns homens que o acompanham para fora da sala, mas muitos soldados ainda permanecem, incubidos de vigiar os prisioneiros.

Assustado, Maestro estabelece um link de comunicação com Bel.

"Nosso tempo acabou. Se a situação se complicar, destrua os sistemas, cause o máximo de confusão que conseguir. Eu vou dar um jeito de te tirar daqui, você e o Davi."

"Maestro, eu tenho uma ideia. Quando entrei nos sistemas, detectei uma vasta malha de torres de comunicação."

Bel e Maestro cruzam olhares.

"Por favor, continue" - responde o deletador com interesse crescente.

"E também detectei que o Brasil está próximo. Posso enviar um pedido de ajuda, eles poderiam enviar uma nave para nos resgatar, será possível?"

Maestro quase deixa escapar um pequeno sorriso.

"Excelente ideia, mas garante que a transmissão não será interceptada?"

"Sim, eles nunca vão descobrir."

"Perfeito. Você terá que utilizar meu código de acesso, diga também que Nova Esperança está sob ataque da VNR."

Bel concorda com um leve balançar de cabeça. Em instantes recebe o código de Maestro. Segundos depois entra no sistema de comunicação, onde o fluxo de dados está quase derrubando a coisa toda. Rapidamente ela localiza o terminal de uma antena, esconde seus passos e entra no transmissor, o sistema é antigo, mas a arquitetura não mudou muito ao longo dos anos. Ela envia a mensagem para o circuito, se surpreendendo com a facilidade. A resposta não tarda a chegar, traduzida em uma voz masculina que ecoa na mente de Bel: "Alfa Congo vinte e três, mensagem recebida. Ficamos contentes em receber sua resposta, tenente Pedro." Bel fica animada, talvez, em fim, eles vão escapar de Amanda. "Então Pedro é o nome dele.", ela sorri.

"Sua mensagem foi transmitida, tenente Pedro" - diz Bel, olhando para Maestro com curiosidade, alheia a tensão que toma conta da sala.

O coronel desce as escadas correndo, deixando seus comandados para trás. Ao chegar ao pátio, encontra um pequeno de grupo de jipes e caminhões. Com um pulo ele embarca no jipe da frente.

- O quinto e o primeiro batalhão estão seguindo para a zona de combate, senhor. Os outros batalhões estão sendo mobilizados - diz o soldado ao volante do veículo.

- E os esquadrões de caças?

- Abastecendo. Devem decolar a qualquer momento.

- Ótimo. Leve-me para a zona de combate imediatamente!

***

Amanda estanca, em meio aos corpos e pedaços de metal, ela se apoia nos joelhos e respira fundo. Confere os dados da armadura: energia em sessenta por cento, recarregando a taxa de dois quilowatts por minuto. Olha em volta, vê o sol ganhando força no céu sem nuvens, paredes de fumaça se erguendo cada vez mais altas. O barulho do fogo queimando madeira, plástico e borracha a envolve por completo, e, ao longe, os alarmes ainda gritam pelas ruas. Ela ativa seu sensor biodigital, e com ele esquadrinha a cidade buscando pelo peculiar padrão de ondas emitido por Bel. Então o sistema aproxima sua visão de uma grande torre localizada a quilômetros de distância de sua posição atual, o sensor indica a presença de vários seres vivos no lugar, e um pequeno quadrado verde marca um deles em especial, indicando que o alvo foi localizado.

Começa a se mover velozmente em direção a cidade. Pega o rifle de assalto de um coldre nas costas. Automaticamente a arma se ativa, reconhecendo o DNA de sua dona. Então, a uns quatrocentos metros das primeiras construções, seu radar emite um sinal de alerta. Por entre os prédios uma linha de blindados se revela, o som dos motores ganha volume, encorpado pelo ruído das lagartas mecânicas percorrendo o piso de granito. Atrás dos blindados, o contingente de dois batalhões de infantaria, dois mil e trezentos soldados, reforçados por duzentos robôs de combate e veículos lançadores de mísseis. Como se fosse uma única criatura disforme, o exército se movimenta de forma a envolver Amanda, a engoli-lá, executando uma grande manobra de flanqueamento. Então uma esquadrilha de helicópteros de guerra surge sobre o contingente, dois caças supersônicos cortam o céu, passando pela esquadrilha e executando uma passagem rasante sobre a Rainha de Fogo.

Os sinais de alerta pipocam por todo o campo de visão de Amanda, forçando-a a desligar os alarmes. Ela examina o inimigo; o exército é tão grande que quase preenche todo o horizonte a sua frente. "Primitivos, mas são muitos", pensa.

Então, subitamente, as tropas param de se mover. Um dos helicópteros se aproxima, abaixo dele, um alto-falante é ativado:

- Você violou um pacto de cem anos. Entregue suas armas e prepare-se para ser rendida. Caso contrário, sentirá a fúria da Divisão Gavião.

Amanda aponta seu rifle para a aeronave, destrava, atira. O projetil atinge o alvo em segundos, explodindo o helicóptero no ar, mas dando tempo suficiente para a grito de desespero do oficial que deu o aviso ecoar até os ouvidos dos milhares de soldados.

https://www.facebook.com/engenhariareversalivro

IR PARA O PRIMEIRO CAPÍTULO
Para navegar entre os capítulos clique sobre os botões "Anterior" e "Próximo" disponíveis logos abaixo.

[Anterior] [Próximo]

André Luis Almeida Barreto
Aspirante a escritor, inquieto por natureza, ainda tenho vontade de mudar o mundo ou pelo menos colocar um monte de gente para pensar. Viciado em livros, games, idéias loucas e sempre procurando coisas que desafiem minha imaginação.

19.4.17

Amor Imenso [Penelope Ward]

Penelope Ward
Ed. Essência, 2017 - 272 páginas:
      Desde garoto, Justin amava Amelia, que odiava Justin desde que ele se mudou para a casa vizinha à da sua avó, em Rhode Island. Não, nada disso. Amelia também amava Justin, mas um mal-entendido o fez pensar que a garota mais incrível do mundo não correspondia ao seu amor e, pior, o odiava. Os anos se seguiram, e os dois tomaram caminhos distintos até que o destino – e um empurrãozinho de Nana, avó de Amelia – os reuniu novamente na casa onde se conheceram quando eram adolescentes. Obrigados a compartilhar o mesmo espaço, Justin – que aparece na casa de praia de Nana com a namorada – e Amelia vivem como cão e gato. Orgulhosa, a princípio ela não dá o braço a torcer ao amor que sempre sentiu pelo vizinho e reluta o quanto pode contra os encantos de um Justin, agora, mais maduro e.... muito mais atraente. Será que ambos resistirão à paixão e ao desejo que os incita desde a adolescência?

Onde comprar:

Essa é uma das historias mais linda e emocionante que já li. Justin é sensacional. E Amelia e ele juntos faz você acreditar que tudo na vida tem um motivo e que simplesmente tudo vale a pena. Eu nunca tinha lido nada da autora, e já virei fã de carteirinha dela. A escrita é fantástica e envolvente. Amei...

A família de Justin se mudou para casa ao lado da casa de Nana, a avó de Amelia. E como os pais do menino trabalhavam, a avó dela tomava conta deste adorável garotinho e dela. Com o passar dos anos os dois se tornaram melhores amigos e confidentes, a única coisa que deveriam, mas não confidenciavam, é que um era totalmente apaixonado um pelo outro.

Quando se tornaram adolescentes, aconteceu um coisa que acaba com essa amizade. Ela por ser imatura e ele por querer sempre protege-la acabam se distanciando e desfazendo essa bela amizade, se tornando inimigos mortais (ou quase isso). Ele permanece no mesmo lugar, mas ela vai morar com o pai em outra cidade.

" - ... obrigado por ter me ensinado que às vezes o que mais tememos é justamente aquilo de que nossa alma mais precisa."

Depois de uns dez anos, quando a avó de Amelia morre, deixa a casa dela de herança para os dois, metade para cada um. Amelia aproveita suas férias e o fim de um relacionamento conturbado, e vai tomar passe de sua parte, depois de dias de paz e tranquilidade ela é abordada dentro de casa por uma moça muito linda e simpática, Jade, uma linda atriz e namorada de Justin.

Porém, enquanto as duas conversam amigavelmente, Justin já chega agredindo verbalmente Amelia, e a guerra entre os dois começa. Existe muita raiva e muita magoa entre eles, mas nada que o tempo não possa resolver.

Amor_Imenso

Justin é um cara lindo, compositor e músico talentoso, todo tatuado e que já está cansado de ser abandonado por aqueles que ama. E por isso ele jamais gostaria de rever Amelia, seu amor da adolescência. Mas quando ele recebe a notícia de que recebeu de herança parte da casa onde viveu a grande e a melhor parte se sua vida, ele precisa ir até lá. Só não contava encontra Amelia lá, no mesmo período que ele.

" - Você estava sempre lá... até que você não estava mais. Perder você me ensinou que eu não posso contar com ninguém além de mim mesmo. Formou o que eu sou hoje... e isso não é necessariamente uma coisa boa."

Os dois brigam muito, mas Amelia e Jade viram grandes amigas. E com a obrigada convivência os dois vão deixando as diferenças para trás. Relembrando e superando as dificuldades do passado. Trazendo de volta aquela amizade há anos perdida. É claro que com a amizade vem a atração, o sentimento e tudo mais. Mas o respeito e admiração deles por Jade os impede de terem algo mais que amizade.

"Eu nunca te odiei. Eu não podia odiar você nem se eu tentasse. Acredite em mim, eu tentei."

A grande questão é que o destino tem reservado para Amelia e Justin uma surpresa / cilada / consequência que pode uni-los ou separá-los de uma vez por todas.

 Cortesia da Planeta Livros Brasil
Adriana Macedo
Sou Adriana do blog Meu Passatempo blá blá blá moro em Vila Velha - ES. Troco qualquer balada pela tranquilidade do meu lar. Adoro ler, musica alta, series e filmes. Exatamente nessa ordem. Simples assim.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

18.4.17

Sete Minutos Depois da Meia-Noite [Patrick Ness]

Patrick Ness
Ed. Novo Conceito, 2016 - 160 páginas:
      Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida. A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido. O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade.

Onde comprar:


O livro nos trás a história de Conor, um menino de 13 anos que está passando por problemas em casa e na escola. Para piorar a situação, ele tem tido um pesadelo recorrente, que o tem assustado bastante. Ele acorda sempre gritando quando esse pesadelo vem, e a hora é sempre a mesma, 00h07. Um dia, quando ele acorda, um monstro está no jardim da sua casa, mas o que ele encontra é completamente diferente do que imaginava. A partir desse dia, a vida de Conor começa a mudar, e quando ele descobre o que o monstro veio buscar, é quando percebe que as coisas que virão a seguir, estão longe de ser o que ele queria.

“Histórias são o que há de mais selvagem – disse o monstro com um estrondo. – Histórias perseguem, mordem e caçam.”

Conor é uma criança apaixonante, aquele tipo que faz com que a gente queira protegê-lo de tudo de ruim que está acontecendo na sua vida. Ele comete alguns erros durante o caminho, mas são erros que o faz aprender, e consequentemente, nos faz aprender também.

Não posso falar muito da história, pois ela é curta, e qualquer detalhe pode estragar a experiência da leitura. Comecei sem saber muito do enredo, e fiquei muito feliz com isso. Se você também tiver a oportunidade de ler sem saber do que se trata, faça isso.

Sete Minutos Depois da Meia-Noite

O monstro da história é diferente do que imaginamos e ficamos tão surpresos quanto Conor, ao mesmo tempo que nos surge uma curiosidade de entender o seu propósito e saber mais sobre o pesadelo que assombra Conor há tanto tempo.

É uma história simples, com um significado enorme, e eu recomendo a leitura para todos. Você vai se emocionar bastante e perceber um pouco como o ser humano funciona. Vai se encantar pelo Conor e sofrer junto com ele quando as coisas não vão bem. É uma leitura para se guardar, absorver tudo o que tem a nos mostrar.

A ideia desse livro veio da autora Siobhan Dowd, que faleceu em 2007. Apesar de eu não ter lido nada dela, tenho certeza de que ficaria satisfeita com o que Patrick Ness criou, assim como eu fiquei, e espero que vocês que pensem em ler, fiquem também.

O livro foi adaptado para o cinema, e apesar de não ter conseguido assistir ainda, vi boas críticas. Caso você tenha lido ou assistido, conte nos comentários o que achou. Beijos e até a próxima.

 Cortesia da Editora Novo Conceito
Gabriela Erler
Gabriela do blog Reino da Loucura, ou simplesmente Gabis. Germiniana, 22 anos, capixaba. Viciada em livros, séries, músicas e maratonas literárias. Apaixonada por azul, roxo e inverno. Formada em Pedagogia e se tudo der certo, futuramente Psicologia. Uma garota um pouco estressada que morre de medo do futuro.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

17.4.17

Um Instante de Felicidade [Federico Moccia]

Federico Moccia
Ed. Planeta do Brasil, 2017 - 352 páginas:
      NICCO O italiano Nicco enfrenta a passagem da adolescência para a vida adulta com muito mais sofrimento que seus amigos. Sua namorada terminou tudo com ele com um “sinto muito”, sem dar nenhuma explicação, e seu pai acabou de morrer. Como o “homem da casa”, ele precisa cuidar da mãe, que se entrega à tristeza pela morte do marido, e das duas irmãs que não conseguem se acertar com seus respectivos companheiros. Para dar conta de tudo, ele se divide entre dois empregos. Em meio a esse turbilhão de emoções e acontecimentos, Nicco conhece uma encantadora turista americana nas ruas de Roma e percebe que a vida é curta demais para ser desperdiçada com lamentos sobre o passado. Com a bela Ann, ele embarca numa aventura romântico-gastronômica pela Itália e redescobre seu norte com instantes de felicidade.

Onde comprar:

Falar desse livro pode não ser uma tarefa das mais fáceis, mas prometo tentar! Já tinha ouvido falar do Federico Moccia e das suas histórias mas nunca tinha lido nada dele, então tentei começar por Um Instante de Felicidade: a capa linda e a sinopse me venderam uma história de amor leve envolta pela atmosfera romântica da Itália. Tinha tudo pra ser perfeito, mas…

A narrativa começa com Nicco, o protagonista, levando um baita pé na bunda de sua namorada (agora ex) Alessia. Os primeiros capítulos se desenrolam então em Nicco curtindo uma daquelas fossas pós toco enquanto alguns acontecimentos secundários se passam à sua volta.

Um_Instante_de_Felicidade

Até aí tudo bem, só que depois disso a coisa degringola um pouco e vemos algumas coisas que podem incomodar alguns leitores tanto quanto me incomodaram: a história toda ganha um tom muito (é muito mesmo) sexista, além da fossa de Nicco, que parecia até fofinha no início, se tornar praticamente uma obsessão!

Nicco juntamente com seu melhor amigo Ciccio tomam uma série de atitudes que dificultam a missão de criar empatia pelos personagens. Da metade do livro pra frente parece que algo vai mudar quando eles encontram as duas amigas americanas e partem para a suas “aventuras” com elas. Só que as duas personagens então que deveriam ser a salvação do romance se mostram apenas estereótipos do que um adolescente acha que seria uma mulher legal.

Um_Instante_de_Felicidade

A estrutura de escrita do Federico é muito boa realmente, é leve e tem uma pegada mesmo cinematográfica, o que me leva a acreditar que a história de Um Instante de Felicidade funcionaria bem melhor como um filme que como um livro, desde que esse filme não fosse categorizado como romance, porque a grande questão do livro é que é uma história até legalzinha, mas não entrega o que vende.

Acredito que se a proposta fosse de relatos descontraídos das aventuras amorosas de dois amigos (bem babacas), aí sim, eu esperaria exatamente o que foi entregue. Então, se você quiser lê-lo, saiba o que esperar.

 Cortesia da Planeta Livros Brasil
Laiara Dias
Baiana, criada no Mato Grosso, casada com um mineiro e cai de paraquedas nas terras capixabas. Viciada em Youtube e Netflix, chocólatra assumida, devoradora de chick-lits. Amo um bom romance açucarado e não resisto a um toque de pimenta na literatura, nem a uma colher de farinha no prato. Choro a toa, rio alto, e não consigo decidir entre ser ogra ou princesa! Muito prazer, essa sou eu!
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

14.4.17

Promoção #224: Esvaziando Minha Estante - Parte V

Seis livros da Jane Austen

Esvaziando Minha Estante
Parte V

No sorteio dos meus queridos livros usados deste mês trago a minha primeira coleção dos livros da Jane Austen. Foi lendo estes livros que me apaixonei pela autora, alguns cheguei a ler várias vezes. Espero com este sorteio que mais um leitor, assim como eu, conheça e se apaixone por esta grande escritora inglesa do século XIX.

Um único ganhador vai levar de presente os 6 livros da coleção Jane Austen e ainda alguns bottons e marcadores.

Regras

1. A Promoção é válida até 05 de maio de 2017.
2. O sorteio será pelo Raffecopter, a partir de 06 de maio de 2017.
3. O(a) ganhador(a) deve residir em território nacional.
4. É obrigatório deixar um comentário nessa postagem indicando sua participação.
5. Depois de comunicado, o ganhador têm o prazo de 7 dias para enviar os seus dados completos de endereço para o e-mail: lerparadivertir@gmail.com. Após o envio dos seus dados, o blog terá o prazo de até 30 dias para o envio dos livros.
6. Depois de postado, o blog enviará para o ganhador o código de rastreio e não será responsável em caso de extravio por parte dos Correios.

Lista de Prêmios

Verifique abaixo o estado de conservação dos livros. Por estarem muito tempo guardados na estante, alguns apresentam manchas escurecidas nas bordas.

Jane Austen

Orgulho e Preconceito
Razão e Sensibilidade
Emma
Persuasão
A Abadia de Northanger
Mansfield Park

Mais Bottons e Marcadores

Inscrições

a Rafflecopter giveaway

13.4.17

A Morte do Cozinheiro [Allan Pitz]

Allan Pitz
Above Publicações, 2010 - 80 páginas:
      A morte do cozinheiro já deve ser considerada uma das obras literárias mais intensas e atuais sobre a dor de cotovelo e o ciúme. De forma singular o autor nos guia sem medo até o amor doente de Luiz Aurélio e as psicoses novas da recente solidão induzida. A derrota do ”eu” exaltado, o abandono, e a morte que pede lugar ao descontentamento puramente egoísta caminham livres. Vemos um jogo de querer e não poder, que desenrola o frágil espírito do ser humano desiludido de amor. Usando a mescla de linguagens necessária em sua abordagem diferenciada, Allan Pitz atormenta os corações abalados neste livro memorável e instigante, fazendo enxergar com outros olhos a parte considerada cruel de uma trágica história romântica.

Onde comprar:
Mercado Livre

Confissões de um matador

Assim dizia o consagrado dramaturgo William Shakespeare – “Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente.” – frase propositalmente colocada na abertura de um dos capítulos deste livro:

“É verdade, eu matei o cozinheiro. Em momento algum deste livro negarei que matei o sórdido cozinheiro com minhas próprias mãos de escrever versos.”

Assim iniciamos a leitura de A morte do cozinheiro (Above Publicações, 80 páginas), sem preâmbulos, sem meios-termos. Allan Pitz nos lança sem piedade no universo confessional de Luiz Aurélio, que vai perdendo lentamente a sanidade por conta de um amor abortado ou não correspondido.

Todo aquele que já perdeu um grande amor sabe o quão dolorido é navegar de volta à vida cotidiana. Em tempos de internet é mais difícil ainda, já que sofremos com a alegria do outro expressa em fotos e sorrisos:

“Eu via as fotos cínicas e sentia falta de mim nas imagens bobas cotidianas... sempre estavam em lugares lindíssimos, aprazíveis, verdes, festeiros; eu habitava um lugar tosco e mal acabado, um quartinho sofrível e úmido como meu rosto choroso... Eles eram felizes! Felizes, diziam as vozes! Como eu queria voar para longe daquele lugar de tantas lembranças sofridas, o cheiro dela ainda impregnava as paredes mortas de esperar por nada...”

Neste livro em primeira pessoa (narrativa sempre arriscada, ponto para a coragem do autor), o narrador dialoga o tempo todo com o leitor que, mesmo não estando desavisado se espanta, vai forçosamente tomando parte de lembranças doloridas que forjaram sua psique.

“Um namorado de infância, calhorda em vestes falsas de cordeiro que a matou sob a ponta de uma chave de fenda afiada, umas quarenta estocadas na barriga, dizia o jornal popular. As lembranças mortas voltaram vivas com a certeza da morte...”

São inúmeras citações – Machado de Assis, Nelson Rodrigues, Dalton Trevisan, Edgar Allan Poe. É preciso estar atento ao humor e à cultura de Pitz, para saborear a obra em toda sua plenitude e profundidade.

“O que seria dos pecadores sem os exemplos a saltarem dos livros?”

O livro é curto, um núcleo pequeno de três personagens, uma novela. Porém, cheio de páginas intensas com linguajar ao mesmo tempo urbano e culto, e me arriscaria a dizer “poético”.

“Nunca saberei se as verdades foram ditas ou se somente os venenos foram depositados, mas eu não poderia permitir que a sonhada noiva virginal de outrora fosse tratada como um animal abatido por aquele ser humano tão vulgar...”

No centro deste enlace dramático temos Carmen que, como na ópera Bizet, enfeitiça nosso narrador com seus encantos para depois trocá-lo, devido a algumas circunstâncias explicadas segundo a insensatez do narrador, por um grosseiro e insignificante cozinheiro.

Mesmo se sentindo superior ao cozinheiro, nunca deixa de se colocar um degrau abaixo de sua musa:

“Linda! Perfeita! Sobre mim não vale muito descrever, basta que se diga que estava acima do peso e usava óculos fundo de garrafa... Calvície chegando rasteira... Clichê, não? Mas é verdade, não posso faltar com a verdade neste livro. Eu nunca detive nos punhos a força da língua maldita. Quem me dera a força da língua.”

De certa forma é neste momento que começamos a nos identificar com o personagem tão humano, falho e muitas vezes explosivo, que consegue transmitir através da língua sua força, mas não o faz com atos. Deturpa a narrativa em busca de uma justificativa que o redima:

“Nas brigas de escola, nos campos de futebol, no sonho de ser esportista, ser pintor, aprendi a perder impecavelmente; sou um excelente perdedor, sabiam? E um mentiroso também, para compensar as mazelas de não ser nada de nada, apenas um apaixonado pela boa ficção em busca de manada amiga, integração.”

Enfim, este livro é puro deleite. Pitz deixa fluir sua criatividade sem se preocupar com normas ou possíveis críticas e por isso mesmo é feliz na escolha de seu caminho.

Espero ansioso por um romance de fôlego, com muitas páginas, repleto de personagens tão complexos quanto o narrador Luiz Aurélio. Vida longa a Allan Pitz!
Rodolfo Luiz Euflauzino
Ciumento por natureza, descobri-me por amor aos livros, então os tenho em alta conta. Revelam aquilo que está soterrado em meu subconsciente e por isso o escorpiano em mim vive em constante penitência, sem jamais se dar por vencido. Culpa dos livros!

12.4.17

Afine A Forma Em 15 Minutos [Joe Wick]

Afine A Forma Em 15 Minutos
Ed. Rocco, 2017 - 224 páginas:
      Com mais de 900 mil exemplares vendidos no Reino Unido, Afine a forma em 15 minutos se tornou o livro de receitas de maior sucesso da última década no país. O nome (e o corpinho) por trás do fenômeno é Joe Wicks, personal trainer e consultor de nutrição online que tem mais de 1,7 milhão de seguidores em seu Instagram e apresenta o programa The Body Coach no Channel 4 britânico. Contrário a dietas de baixa caloria, que nunca funcionam a longo prazo, Wicks criou um programa de alimentação e exercícios fácil de ser seguido, com receitas variadas e saborosas que podem ser preparadas em apenas 15 minutos. “Mesmo sendo muito ocupado, o fato é que você pode assumir o controle e encontrar um quarto de hora para preparar suas refeições e emagrecer. Isso não é uma dieta rigorosa – é um estilo de vida que transforma o corpo e a maneira de se alimentar para sempre”, afirma. 

Onde comprar:

Uma coisa que já aprendi nos meus vários anos de vivencia é que não existe fórmula milagrosa para emagrecer. Temos que ser realistas, para emagrecer é necessário esforço, perseverança e determinação, pois a única fórmula existente é matemática: Quantidade de calorias ingeridas - quantidade de calorias gastas.

No meu caso, sempre falta um pouco de esforço, ou determinação ou perseverança, por isso já desisti de dietas há muito tempo (mas ainda vivo iniciando regime nas segundas e parando na terça.). Se você me perguntar quanto preciso emagrecer, a resposta é: 3 kg, afinal toda mulher, por mais esbelta que seja, precisa emagrecer 3 kg (não sei quem inventou isso mas é absolutamente verdade).

Mas como disse, já larguei a neura de lado e agora procuro apenas melhorar a qualidade de minha alimentação, porém sempre esbarro em alguns obstáculos: Não gosto de cozinhar, não tenho tempo para cozinhar uma alimentação mais saudável. Por isso, quando vi este livro, o que mais me chamou a atenção foram os "15 minutos". Hoje em dia quem não sofre do mesmo mal que eu? Falta de tempo é fator sine qua non na vida de todos, depois do advento do telefone celular e da internet.

Então, quando alguém anuncia "Receitas e exercícios de 15 minutos para manter a saúde e a forma" quem não fica com os olhinhos brilhando?


Joe Wicks é nutricionista e personal trainer. Percebendo que o maior obstáculo das pessoas para se alimentar corretamente e fazer exercícios é o "tempo", desenvolveu apetitosas receitas, simples e fáceis de fazer. Começou divulgando-as pela internet. Aos poucos seu público foi crescendo e ele fez disso seu negócio, criou o programa "90 dias para mudar e se manter em forma" (90 Day Shift, Shape and Sustain).

"A boa notícia é que pelo meu método você não se priva dos diferentes grupos de alimentos, nem passa fome como na maioria das dietas. Faço uma abordagem completamente oposta a isso, incentivando-o a pensar de forma diferente e a mudar de conduta. Quero que você se alimente mais e mostrarei como pode nutrir o corpo de maneira adequada, queimando gordura e adquirindo massa muscular. Quanto mais massa muscular você ganhar, mais eficiente será o seu metabolismo - o que significa que você poderá se dar ao luxo de consumir ainda mais alimentos. Que vitória!"

Até aqui nada de novo, e não existe mesmo nada de extraordinário, pois como já falamos acima, emagrecer não é mágica. De forma simples e direta, Joe Wicks expõe porque ele acredita que seu método pode dar certo e depois nos apresenta suas receitas.


Eu particularmente só li o livro, ainda não fiz nenhuma das receitas, portanto não sei se elas realmente são fáceis de fazer. Percebi algo que não gosto muito em livros de receitas estrangeiros, que são referencias a alimentos não muito comuns aqui no Brasil, mas isso acontece só em alguns casos, portanto acredito que não será prejudicial no todo. Por outro lado, as fotos nos mostram alimentos que parecer ser bastante apetitosos.

Quanto aos exercícios, ele apresenta o método HIIT de treinamento, que diz ser muito eficaz para queimar gordura. Aqui são mostrados alguns exercícios que podem ser feitos com fotos explicativas.

"O método HIIT envolve breves explosões de máximo esforço, seguidas por períodos de recuperação (ou descanso) de baixa intensidade, ou seja: 20 segundos de trabalho, acompanhados por 40 segundos de descanso. É só repetir a sequência por 15-20 minutos e pronto. Tarefa concluída."


No fim Joe nos apresenta uma tabela semanal com sugestões de alimentação e exercícios. E um lembrete:

"Perder gordura exige tempo, dedicação e perseverança. Você pode e vai emagrecer - é só trabalhar árduo e se alimentar à maneira do programa Afina a forma em 15 minutos."

E aí, quem se habilita?

 Cortesia da Editora Rocco
Gisela Menicucci Bortoloso
Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

11.4.17

Cisne, Vol. 01 - Série Uma Geração, Todas as Decisões [Eleonor Hertzog]

Série Uma Geração, Todas as Decisões de Eleonor Hertzog
Ed. Mundo Uno, 2015 - 724 páginas:
      Unificada e em paz, a Terra se dedicou à ciência e à exploração espacial, descobrindo Tarilian, um planeta habitado inesperadamente próximo. As relações entre os dois mundos iniciaram corteses, mas rapidamente uma rivalidade inútil se estabeleceu, minando a amizade entre terráqueos e tarilianos. Um infeliz incidente diplomático piorou ainda mais as relações interplanetárias; a solução para o impasse se encontra no Cisne, um veleiro movido a energia solar que é um dos mais avançados biolabs flutuantes do planeta. O Cisne é também o lar da família Melbourne: os pais, Doris e Henry, são os biólogos marinhos responsáveis pelo barco; os filhos são sua irrequieta tripulação. Sem saber que fazem parte de uma geração que decidirá o futuro do mundo inteiro, agora os jovens Melbourne precisarão dar o melhor de si para melhorar as relações entre Terra e Tarilian. 

Onde comprar:

Cisne, um monstrinho de mais de 700 páginas, primeiro livro da série Uma Geração, Todas as Decisões, se passa num futuro distópico onde nossa Terra está unificada e em paz, e desde então passamos a nos dedicar a ciência e exploração espacial, e inesperadamente encontramos um planeta chamado Tarilian, com uma população curiosa e muito a si descobrir. Contudo nosso foco principal está situado no mar e especificamente num veleiro solar intitulado Cisne, onde um casal, Dr. Henry e Dra. Doris, e seus inúmeros filhos, dedicam-se a vida a preservação marinha e a assuntos escondidos por baixo de sete chaves.

"Teo e Ted eram os gêmeos mais velhos, com dezesseis anos; depois, vinha outro par de gêmeos, Tim e Tom, com 15 anos. Pam era a seguinte com quatorze, Lis tinha treze, e depois vinha uma pausa de cinco anos (nos dias de tédio, os filhos se divertiam especulando o que teria acontecido naqueles anos para os pais não terem procriado o filho anual) e vinha o caçula, Bobby, de oito anos. Peggy tinha quatorze anos como Pam, e havia se entrosado perfeitamente com eles desde o primeiro dia."

A descoberta de Tarilian deu-se por diversas pesquisas, e descobriram que ele fica atrás do sol e na mesma linha de rotação da Terra por isso nunca se encontraram. Depois da descoberta os mundos decidem manter um contato diplomático, intercambio e tudo mais, mantendo uma paz universal, contudo uma rivalidade boba permeia os povos ameaçando as relações interplanetárias.


Nossa estória inicia-se com nossos tripulantes ansiosos para os resultados dos exames da Escola Avançada de Champ-Bleux , uma escola especializada por formar os melhores cientistas, biólogos do planeta, e estão apreensivos porque são exames difíceis e não dá pra imaginar quais são os critérios para se passar. Em contra partida vemos que o Dr. Henry e a Dra. Doris estão envolvidos em outras coisas importantes ao qual envolve sua filha adotiva Peggy. Peggy é uma personagem que de inicio se mostra misteriosa, inocente, mas que o leitor acaba duvidando dela. Ela possui poderes que nem ela mesma sabe e seus pais tem a missão de trabalhar eles com ela sem que os irmãos saibam.

“- Cisne de água doce é um nome esquisito para um veleiro oceânico. - Ah, é que, quando o vento enfuna as velas, quando estão todas erguidas, e todas refletindo o Sol, parece que o barco é um enorme, lindo, fantástico, maravilhoso cisne de prata! riu Anita, toda feliz.”

O Cisne acaba recebendo uma missão de levar a foca dourada, que estava em risco de extinção, para seu habitat natural, e com isso acaba recebendo dois repórteres que irão cobrir toda a jornada. Um repórter é de Tarilian e o outro da Terra, pois ambos os planetas possuem um sistema diplomático de intercambio para que suas culturas possam ser mais trabalhadas e compreendidas. Nessa viagem diversas coisas acontecem que deixa nós leitores boquiabertos e nos perguntamos o que que autora que nos mostrar, onde ela quer ir, e quando percebemos o queixo cai por completo.

Não sei muito bem se consegui traduzir o cerne do livro em si pra vocês, pois com tantas informações de um novo planeta, com o sistema de intercâmbios de ambos os mundos, e uma família de cientistas num barco aparentemente não parece ter sentido algum, mas Eleonor Hertzog vai nos mostrando uma originalidade e uma fantasia com distopia incrível.

Depois dos resultados dos exames de Champ-Bleux onde todos os filhos passaram, os pais se preocupam cada vez mais de algo maior estar acontecendo, levando em conta todos os outros que passaram nos exames também. Ansiando um possível Toque de Reunir que não ocorria há algum tempo, o Dr. Henry decidi investigar os bastidores desse “fenômeno” e entramos num emaranhado de segredos entre povos de Tarilian, de outros planetas e do povo Atlantis ao qual ficamos cada vez mais curiosos e afim de resolver esses mistérios muito bem guardados.

Eleonor criou algo palpável, mesmo com todas essas informações, pois sentimos veracidade nos fatos apresentados, pois as leis criadas tanto de preservação de espécies, relações interplanetárias, impressa, leis do espaço dentre diversas coisas foi tudo muito bem descrito, chegando a parecer real. Ao longo da leitura tudo vai se encaixado e vemos a ligação da família Melbourne com tudo como se tudo tivesse começado dela, e ao mesmo tempo que tudo se encaixa novas peças de um quebra cabeças se monta atiçando o leitor por mais e mais.

Os personagens são bem desenvolvidos, a construção do enredo é extremamente inteligente, e a junção de fantasia com distopia deu mais do que certo. Eleonor é uma escritora talentosa e merece sucesso imediato. Não me canso de indicar essa série tão fantástica. Leiam.
Douglas Brandão
Geminiano, formado em Magistério e futuro professor de História. Mora na Bahia e louco por livros. Um pouco ciumento e orgulho. Fanático por Harry Potter e chegou a receber o apelido de "Vírgula" por sempre dar uma opinião ou comentário, porque sempre usa "Entretanto", "Contudo" e "Todavia" por ser sempre "Do Contra". Sincero ao extremo e venho para compartilhar meu gosto de leitura com vocês.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!
 
Ler para Divertir © 2015 - Blog no ar desde 31.10.2010
topo giovana joris • design e código gabi melo