acompanhe o blog
nas redes sociais

23.2.11

Mansfield Park [Jane Austen]

Ed. Landmark, 1814
- 448 páginas:

MANSFIELD PARK é o trabalho mais autobiográfico de Jane Austen, refletindo o mundo de pretendentes religiosos e proprietários de terra, das caçadoras de maridos, dos esnobes e dos tolos do interior. As questões sociais também são discutidas, no romance, Fanny surpreende sua família adotiva ao levantar a questão sobre o envolvimento deles com a escravidão.
Jane Austen, como os seus personagens, cresceu em uma zona rural na Inglaterra entre a classe abastada e religiosa, cujos hábitos e negócios ela observava com perfeição. Por tudo isso adorei o livro, o único “detalhe” que me decepcionou um pouco foi a historia de amor dos protagonistas. Achei que a autora separou demais os personagens principais, cheguei a torcer para Fanny ficar com o Henry Crawford. Em compensação o Edmund, o grande amor da Fanny passa o livro todo apaixonado por outra. Neste livro Jane é um pouco mais ousada, mostrando através de personagens secundários, que as mulheres da época também sabiam ser “imorais” (normalmente, em todos os seus livros não rola nem um beijo).

A história já foi adaptada algumas vezes para o cinema e televisão:
  • Mansfield Park :: 1983 - BBC
  • Mansfield Park :: 1999
  • Mansfield Park :: 2007
Sinopse:

Com 12 anos, Fanny Price vai viver com os seus parentes ricos em Mansfield Park. Inteligente, estudiosa e uma escritora com uma imaginação irônica e valores éticos bastante seguros, aproxima-se bastante de Edmund, o único de entre os seus primos que partilha da sua paixão pelos livros. Fanny, que com a idade se tornou muito bonita e amável, depressa atrai as atenções de um vizinho, Henry Crawford. O tio de Fanny, Thomas, fomenta o relacionamento entre os jovens mas, para seu descontentamento, Fanny impõe a Henry que este prove ser digno do seu amor. Enquanto Edmund corteja a irmã de Henry, e a relação entre o dinheiro de Thomas e a escravatura do Novo Mundo se torna mais clara, Fanny tem de avaliar a índole de Henry e defender o seu coração e a sua orientação.


comentários pelo facebook:

7 comentários em "Mansfield Park [Jane Austen]"

  1. Poxa... Jane Austen com personagens "imorais" é algo para se conferir sem demora. Por suas resenhas vou aprendendo lentamente sobre esta autora e apesar de sua pequena crítica a respeito do amor dos protagonistas, percebi que este livro é diferente. Anotei esta dica.

    ResponderExcluir
  2. Esse por tudo que li aqui( e que minha mãe comentou comigo), parece ser um livro diferente, que talvez eu até goste rsrs

    ResponderExcluir
  3. "Mansfield Park" foi uma leitura interessante. Como sempre, Austen conseguiu me surpreender com sua ousadia, como você mesma comentou. Eu só achei que o enredo empacou em alguns capítulos e o casal... Não é um dos meus favoritos, apesar de eu gostar da Fanny, diferente das outras protagonistas dos livros da autora.

    ResponderExcluir
  4. Mansfield Park é uma das obras da Jane que não li ainda. Preciso ler.
    Gosto desta caracterização do momento histórico e cultural da sociedade. Mesmo que hoje nossa mentalidade seja outra, é legal perceber como a mulher era vista antigamente, como ela pensava e sonhava, como via o amor (mesmo que fantasiosamente, muitas vezes).
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Senti a mesma coisa que vc!! Quando li, eu torci pra Fanny aceitar se comprometer com Henry, pq eu achava muito fofo a insistencia dele! Só que me surpreendi no final, quando ela juntou Edmund com Fanny, porque pra mim, pareceu que ele viu a Fanny como "tapa buraco", já que a outra não o quis...
    Apesar de Edmund ser o grande amor de Fanny, ela não era o grande amor dele, o grande amor dele foi a Mary Crawford... ele casou com a Fanny pq os dois tinham personalidade parecida, e isso ajudaria a manter um bom casamento.. :/ Pelo menos, foi isso o que a história me passou...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariane
      Apesar de amar ler Jane Austen, este romance foi decepcionante, entendi o mesmo que você.
      abraços

      Excluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir