acompanhe o blog
nas redes sociais

30.3.11

Memórias de uma Gueixa [Arthur Golden]

Ed. Imago, 1991
- 460 páginas:

Nunca entendi direito o que uma gueixa fazia, se era uma “prostituta” ou não. Este livro nos transporta para o Japão do início do século e nos mostra, através de uma linda história de amor, a difícil vida das Gueixas e em geral, das mulheres desta época.
É um livro fácil de ler, que apesar da trajetória triste e difícil da personagem principal, é leve e divertido.
Achei que o autor fosse japonês, tamanho os detalhes da vida cotidiana de uma gueixa, mas ele é americano. O livro já virou filme, que também é ótimo.

“Memórias de uma Gueixa é um romance fascinante, para ser lido de várias maneiras: como um mergulho na tradicional cultura japonesa, ou um romance sobre a sexualidade, e ainda, como uma descrição minuciosa da alma de uma mulher já apresentada por um homem.” (fonte: Capa do livro).
Sinopse:

Seu relato tem início numa vila pobre de pescadores, em 1929, onde a menina de nove anos é tirada de casa e vendida como escrava. Pouco a pouco, vamos acompanhar sua transformação pelas artes da dança e da música, do vestuário e da maquilagem; e a educação para detalhes como a maneira de servir saquê revelando apenas um ponto do lado interno do pulso - armas e mais armas para as batalhas pela atenção dos homens. Mas a Segunda Guerra Mundial força o fechamento das casas de gueixas e Sayuri vê-se forçada a se reinventar em outros termos, em outras paisagens.


comentários pelo facebook:

7 comentários em "Memórias de uma Gueixa [Arthur Golden]"

  1. Eu também sempre fiquei me perguntando sobre o que realmente Gueixa se referia rsrs
    Acho que vou adquirir este livro, tanto por curiosidade, tanto pelo preço muito em conta que se encontra na submarino rs e por mais ainda, sobre querer ler um livro que tem tamanha referência sobre o Japão, que para falar a verdade, eu não sei quase nada sobre o País.

    ResponderExcluir
  2. é um ótimo livro, no ínicio tu realmente acredita que é um história verdadeira, mas é uma criação fabulosa de um esritor americano. A vida sofrida de duas irmãs que tem os caminhos separados, e uma delas se torma gueixa e a outra prostitula, ali se mostra a diferença entre as duas coisas, porém a vida de âmbas se torna dificil e pesarosa, a separação dos pais, a relação com o amor, ódio, inveja.

    ResponderExcluir
  3. Querida Gi, existem assuntos que me chamam a atenção: loucura, o mal no pensamento moderno e tudo o que se relaciona ao oriente. Sempre quis saber o porquê de tanto autocontrole destas pessoas nascidas do outro lado do mundo. Sei que para eles o caminho do meio é o correto, sempre o meio termo. Eu os invejo e saio lendo tudo a seu respeito. Em certa época me encantei com o livro "Corações sujos" destes japoneses que viviam no Brasil. Depois li Musashi, de uma época feudal, depois ainda li "Vento negro" em que se uniam história e fantasia. Tudo me deixa fascinado. Este livro também tenho, adquiri baratinho. Está lá pra eu ler e quero muito, só não sei quando, afinal de contas, como um bom viciado que sou, quando pinta promoção eu compro e vou empilhando.

    ResponderExcluir
  4. Finalmente eu li, adoreeeeeeeeeeei \o/

    ResponderExcluir
  5. Poxa, eu queria ler (a capa é linda), parece ser interessante =D

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse livro a bastante tempo e amei. Achei bastante emocionante, chorei muito em alguns trechos e torci muito por ela.
    A capa é maravilhosa.

    Também assisti ao filme, mas gostei muito mais do livro.

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir