acompanhe o blog
nas redes sociais

26.5.13

O Advogado da Vida [Jean Postai]


Ed. Novo Século, 2012 - 416 páginas
       Quando começa o direito à vida? Essa pergunta fica quase impossível de ser respondida quando o médico Arthur G. é preso por supostamente realizar abortos ilegais em sua clínica. O advogado David é escalado para defender o caso, sofrendo a pressão da imprensa e da sociedade, que discutem se uma mulher tem ou não o direito de abortar e se o médico é ou não um criminoso. Em quais situações é permitido a mãe optar por dar ou não à vida a seu filho? Neste thriller jurídico, as perseguições, tramas e provas são misturadas a todo momento, criando um romance fantástico. Tudo isso para o caso ser julgado por sete jurados, que decidirão onde começa e até onde vai o mais fundamental dos direitos: o direito à vida.

Quando iniciei a leitura deste thriller jurídico, acreditava que tinha uma opinião formada sobre o direito da mulher decidir interromper uma gravidez não desejada. Mas a cada página virada, o autor nos mostra fatos que nos fazem parar e refletir a respeito deste tema tão polêmico. E isso foi o mais legal do livro, a sua imparcialidade. Surpreendeu.

Não pense que o livro é chato ou que o tema é pesado, porque Jean escreveu um romance como outro qualquer, recheado com todos os ingredientes que atraem o leitor, mas que vai além, porque nos leva também a analisar fatos, muitas vezes até chocantes, conduzindo-nos a rever conceitos sobre a legalidade do aborto e também alertando sobre uma realidade brutal que a meu ver é pouco discutida, muito polemizada e cheia de tabus.

Tudo começa quando um famoso repórter divulga uma matéria denunciando o renomado médico Arthur Galanidel de realizar abortos ilegais em sua clínica, inclusive em menores de idade. Arthur então é preso e escolhe seu sobrinho, David, que não vê a anos, para defende-lo. Acontece que David é um jovem advogado ainda em inicio de carreira e se aceitar a causa, vai ter que encarar no tribunal verdadeiros Tubarões do Direito, interessados em se promover as custas deste caso.

Depois de ler este livro, com certeza você não vai ser a mesma pessoa e uma pergunta vai ficar: Quando começa o direito à vida?  Então leiam este excelente romance e se posicionem sobre o tema.

Sobre o autor:
Jean Postai iniciou sua carreira no mundo jurídico aos 14 anos, trabalhando como office-boy em um escritório de advocacia. Após, foi estagiário de Direito tanto em escritório de advocacia quanto no Tribunal de Justiça e bacharel, até tornar-se advogado, pós-graduado em Direito Civil pela PUC-PR. Atualmente, é sócio do escritório Souza Postai Advogados Associados, em Joinville, Santa Catarina. Além da advocacia, é apaixonado por viagens, razão pela qual já viajou para todos os continentes do planeta apenas com uma mochila nas costas, com exceção da Antártica (que não vai sossegar até conhecer).


comentários pelo facebook:

20 comentários em "O Advogado da Vida [Jean Postai]"

  1. É bem bom esse livro mesmo não é? Super bem trabalhado e tudo mais, só que pra mim não chamou muita atenção...se ler algum dia vai ser de curiosidade mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Gisela!
    Gosto de thrillers jurídicos exatamente pelas reviravoltas, perseguições e provas que se alternam no decorrer da trama surpreendendo a todo momento.
    E a imparcialidade nesses casos é importante pq não se trata de "formador" de opinião.
    Vou anotar a dica.
    bjss

    ResponderExcluir
  3. Nossa, não conhecia o livro mas achei bem interessante a proposta. Gosto de temas que proporcionam reflexões importantes e também acho que todos nós deveríamos ter uma posição embasada em relação a este e outros temas.
    Mas acho que o mais bacana é o fato do liro ser um thriller jurídico, simplesmente adoro!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Não faz meu gênero, sei lá, o livro não me chamou a atenção e apesar de estar sendo super bem comentado eu não leria...

    ResponderExcluir
  5. O livro surpreende né? Quando comecei a ler, não dava nada por ele. Mas gostei bastante.

    Maay www.fomedelivros.com

    ResponderExcluir
  6. Esse livro parece muito bom. Nunca li algo que discutisse essa temática e fiquei curiosa sobre os argumentos apresentados.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Estou com esse livro aqui, recebi de parceria com o autor. Será uma das minhas próximas leituras.
    Gostei de saber que mesmo sendo um tema pesado o autor trabalha isso de uma forma legal.

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  8. Estudo direito, mas esse tema é realmente muito dificil de se posicionar, pois cada estudo sobre isso muda tanta coisa e as vezes sua opinião é tão insignificante perto da realidade da vida! Fico feliz que autores escrevam sobre isso, pq realmente ajuda a forma uma nova perspectiva!

    ResponderExcluir
  9. Me parece ser uma história muito interessante e realmente muito polêmica.Mas, eu não sei se eu leria, já que eu tenho ma lista de livros que eu tenho que ler.

    ResponderExcluir
  10. Oi Gisela!
    Olha, eu já tinha visto a capa desse livro em vários lugares por aí e ele não tinha me chamado a atenção porque a capa não é muito bem elaborada... porém, depois de ler sua resenha vi que é um estilo de leitura que gosto muito! Apesar de não gostar muito de coisas de justiça e etc, gosto de thrillers, suspense e de livros que nos fazem refletir e com certeza esse livro tem tudo para ser uma ótima leitura =)

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro mas o tema é bem interessante e sem dúvida, polêmico. É fácil dar uma opinião ou se posicionar contra ou a favor de algo quando não se tem todos os lados da história. Acho que cada caso é um caso. Se tiver oportunidade, gostaria de conhecer mais desse livro, com toda certeza.

    ResponderExcluir
  12. Sinceramente, não sei se lendo esse livro chegaria a mudar a opinião que tenho em relação a esse assunto. O que pegaria nesse caso é que o Drº Arthur foi acusado de VÁRIOS abortos, e não apenas um ou dois. Enfim, gostaria de ler pra tirar minhas próprias conclusões.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  13. Bom, é um livro bem diferente, que aborda um tema realmente polêmico. Eu tenho a minha opinião já formada a respeito do aborto, mas gostaria de ver se ela mudaria depois de ler o livro.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Bem interessante o livro Gi, a algum tempo atras ele seria bem util pra mim, ja que acho que no 2° semestre de direito meu grupo apresentou justamente esse tema, bem interessante. É um assunto super serio, eu não tenho um posicionamento formado sobre isso, é um tema muito relativo, pra uns a vida começa quando o feto é gerado, a partir da fertilização, pra outros a partir do momento em que acontece o parto, quando o bebe sai do útero, sem falar nos direitos da vida em potencial.
    Fiquei curiosa sobre o livro, ja virou desejado!
    Bj

    ResponderExcluir
  15. Achei o tema do livro interessante mas não despertou muito interesse em mim para lê-lo. Hum, se o livro seguir a lei atual do Brasil, então já sei o final do julgamento.

    Érica Martins
    Espiral dos

    Sonhos

    ResponderExcluir
  16. Não li nenhum livro desse gênero.
    Tem uma boa temática, esse assunto ainda é bem controverso. E em certos casos é muito dificil decidir.

    ResponderExcluir
  17. Esse não é meu gênero literário favorito, mas esse livro me despertou e muito o interesse, também tenho uma opinião formada sobre o aborto,e gostei de saber que o livro trata de forma imparcial,não vai tentar mudar a minha cabeça, o tema é muito polemico, mas parece que foi escrito de forma leve. Gostei muito da resenha.

    ResponderExcluir
  18. Nossa gostei em Gisela !
    Acho que nunca li nada desse gênero e fiquei intrigadíssima !

    ResponderExcluir
  19. Não fiquei interessada nesse livro, ele até parece ser bom, mas não faz meu estilo.

    ResponderExcluir
  20. Acho que o livro não mudaria minha opinião sobre o aborto, mas me interesso pelo assunto, quero ler (:

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir