acompanhe o blog
nas redes sociais

22.8.13

Apegados [Amir Levine e Rachel S. F. Heller]

Ed. Novo Conceito, 2013 - 304 páginas
      Cada vez mais fazemos uso da pesquisa científica para conquistar melhor qualidade de vida. Sabemos o que devemos ou não comer, conhecemos o tipo de exercício que devemos praticar e por quanto tempo devemos fazê-lo, aprendemos alternativas viáveis para conquistar o sono revigorante… No entanto, nossos relacionamentos amorosos, não parecem tão avaliados e estudados. Geralmente temos a sensação de que essa coisa de amor é um assunto da sorte. Em Apegados,  livro baseado nas pesquisas da Teoria do Apego, de John Bowlby, os autores revelam como compreender os mecanismos de afeição que se criam entre os adultos, o que certamente nos ajudará a encontrar e a manter o amor.

Apegados – Um Guia prático e agradável para estabelecer relacionamentos recompensadores.

....Mas será possível que a ciência explique por que algumas relações são produtivas e enriquecidos, enquanto outras nos deixam perturbados e alienados? Pode a ciência explicar como muitos criam vínculos amáveis sem esforço algum, enquanto outros têm que lutar tanto pelo amo? Para o psiquiatra Amir Levine e a psicóloga Rachel S.F. Heller, a resposta é um evidente “Sim”....

Qual seu tipo de apego? Essa é a pergunta que os autores Amir e Rachel fazem ao leitor durante toda a narrativa, baseado em pesquisas e no estudo dos mesmos eles descrevem três tipos de apegos: Ansioso, evitante e seguro.

Esse livro é interessante se seu foco é descobrir a qual dos tipos você tem mais haver, mas é bom lembrar que de acordo com os escritores a maioria da população é do tipo seguro, e que se você não faz parte desse meio deve tomar muito cuidado com sua buscar pela pessoa certa,  pois o tipo de apego que está mais frequente nas baladas e no dia a dia são os evitantes, que insistem em manter uma certa distancia em seus relacionamentos e são autossuficientes.

Essa é uma recomendação que os autores fazem ao tipo ansioso:

“Lembre-se: um sistema de apego ativado não é amor. Da próxima vez em que você sair com alguém e sentir-se ansioso, inseguro e obsessivo – só para ficar extasiado de vez em quando -, diga a si mesmo que é isso, muito provavelmente, um sistema de apego ativado, e não amor! O amor verdadeiro, no sentido evolucionário, significa paz mental. “Águas paradas são profundas” é uma boa maneira de caracterizá-lo.”

Pra quem gosta e precisa se entender melhor, sugiro a leitura desse livro. Agora, se você é mais seguro das suas escolhas, irá achar o conteúdo um tanto quanto “bobo”, já que pra você ele não irá agregar muito conhecimento. Os que acham que seus relacionamentos são complicados e que talvez o problema seja com eles, recomendo a leitura, pois os autores também ensinam a como diferenciar o tipo de apego do seu parceiro, o que irá te proporcionar uma definição melhor sobre quem é a pessoa certa pra você.

Participe da Promoção do livro: Clique Aqui.


Resenhado por:
Luana Miranda Rodrigues Analista de Sistemas – “Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história”. Bill Gates tem toda razão.

comentários pelo facebook:

25 comentários em "Apegados [Amir Levine e Rachel S. F. Heller]"

  1. Eu não gosto muito de livros tipo "auto-ajuda", mas ganhei um exemplar de Apegados e fiquei bem curiosa. Ainda não li e nem sei se vou curtir muito, mas sempre dá para tirar alguma coisa, refletir, etc.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li, mais estou curiosa a respeito dele. Gosto de livros que nos mostram algo mais e que nos quer dizer algo que possa melhorar nossas vidas e mostrar diferentes formas de se viver.

    ResponderExcluir
  3. Não li esse livro ainda, mas estou curiosa para saber ate onde a ciência pode explicar os dilemas do coração. Porque tudo bem quando os cientistas explicam como ter uma vida mais saudável ou sobre como determinada doença ocorre etc... Mas explicar como o amor acontece? Eu acho que para isso não existe fórmula ou estatística, porém estou pronta para ouvir as novas opiniões deste livro e quem sabe aceitar os seus argumentos.

    ResponderExcluir
  4. Vixe, esse tipo de livro não faz meu estilo não. O tema tbm não me chamou a atenção. A NC está diversificando cada vez mais seu catálogo, atingindo todo tipo de público, ponto para a editora, mas esse em especial não me interessa.

    ResponderExcluir
  5. É tipo um livro de auto-ajuda para encontrar a si mesmo né? Não é uma literatura em si, é?

    ResponderExcluir
  6. Hahaha, adorei! Gosto de leituras q exploram relacionamentos e tentam 'enquadrá-los', rsrs. Sempre gostei daqueles testes de revista, sabe? Aqui é uma leitura mais elaborada, baseada em estudo e tal, então vale, sim! Faltou, no meu entender, o modelo codependente, rsrs, super comum!

    ResponderExcluir
  7. Definitivamente não faz meu estilo. Não sou tão ligada assim à relacionamentos amorosos para precisar classificá-los. Como você disse, acho que esse livro não me agregaria muito conhecimento.

    ResponderExcluir
  8. Não é o tipo de leitura que eu passaria na frente de outras, porque não é um estilo que me agrada. Por ser baseado em estudos, pode ser que tenha coisas interessantes, mas no momento eu tenho preferido outros estilos.

    ResponderExcluir
  9. Achei legal o tema do livro e queria ler por isso. Não faz meu tipo, mas tenho aqui e espero que seja bom, é até legal...

    ResponderExcluir
  10. A proposta do livro é bem interessante, mas não do tipo de livro que me cativa! A capa é linda, tem um conteúdo aparentemente interessante, mas é o tipo de livro que: quem precisa, ler.

    ResponderExcluir
  11. Proposta interessante, mas não faz meu estilo. Não curto esses livros de ajuda, e nem coisas que classificam um relacionamento.

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bom?
    Passando para deixar um comentário rsrs
    Ainda não li o livro ,
    Não sei se me interessei muito por ele D:
    Beijos*-*
    Território das garotas
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Não é o tipo de livro que curto, e acho que seira daqueles que o achariam "meio bobo". Mas só lendo para saber, né!
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  14. Esse livro não chama nem um pouco a minha atenção, infelizmente =/ Não gosto de livros de auto-ajuda e não achei a premissa do livro legal... =/ Deixo para quem gosta desse tipo de leitura.

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  15. Ganhei esse livro em uma promoção esse mês, mas ainda não chegou!
    Assim que ler vou ver se mudo ou não de opinião ^^

    ResponderExcluir
  16. Olá Luana!
    Estou com esse livro em minha estante há muito, muito tempo, mas ainda não me deu aquele "clique" pra ler sabe...
    Curti sua resenha, mas acho que ele não será muito útil pra mim, rs.
    Beijos, ótima semana!

    @morenalilica
    Doce Insensatez

    ResponderExcluir
  17. Achei interessante a resenha,....torcendo

    ResponderExcluir
  18. Oi ! Curti a resenha mas ainda assim nao me 'empooolguei' pra ler esse livro :/ . A capa é mega fofa mas sim serei que lerei futuramente...

    ResponderExcluir
  19. Por ter um estudo por trás, acredito que a leitura valha a pena.

    ResponderExcluir
  20. Confesso que não tenho interesse por esse livro. Não sei se encaixa no gênero, mas ele me parece ser um auto-ajuda bem técnico.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  21. Sou uma pessoa ansiosa, e gostei mto da quote.
    Deu pra ter uma boa ideia da abordagem do livro.
    Deve ser uma boa obra,
    mas, não é meu tipo de leitura, no geral :)

    ResponderExcluir
  22. Nao curto esse tipo de livro, mas achei interessante o assunto do apego e das formas de relacionamento, ainda nao tinha visto isso nos livros. fiquei curiosa pra saber que tipo de apego tenho rs
    bj

    ResponderExcluir
  23. Eu tinha uma ideia totalmente diferente sobre este livro. Vou tirar já ele da minha lista de desejados, não é pra mim.

    Érica Martins
    Espiral dos Sonhos

    ResponderExcluir
  24. Não curto livros de auto ajuda e por que eu iria querer saber qual é o meu tipo de apego?....

    ResponderExcluir
  25. Eu acho que não vou gostar desse livro, serei do time que acha bobo, então não pretendo lê-lo.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir