acompanhe o blog
nas redes sociais

3.3.14

Adeus à Inocência [Drusilla Campbell]

Adeus à Inocência [Drusilla Campbell]
Ed. Novo Conceito, 2014 - 272 páginas:
      Madora tinha 17 anos quando Willis a “resgatou”. Distante da família e dos amigos, eles fugiram juntos e, por cinco anos, viveram sozinhos, em quase total isolamento, no meio do deserto da Califórnia. Até que ele sequestrou e aprisionou uma adolescente, não muito diferente do que Madora mesmo era, há alguns anos... Então, quando todas as crenças e esperanças de Madora pareciam sem sentido e o pavor de estar vivendo ao lado de um maníaco começava a fazê-la acordar, Django, um garoto solitário, entrou em sua vida para trazê-la de volta à realidade. Quem sabe, juntos, Django, Madora consigam vislumbrar alguma cor por trás do vasto deserto que ajudou a apagar suas vidas?

“O que a vida espera da gente é um pouco de coragem ...”

Madora Welles sentia que era o tipo de garota que não teria sorte na vida depois da perda de seu pai, que cometeu suicídio, e com a pouca presença de sua mãe que estava perdida na própria tristeza. Madora se envolveu no mundo das drogas com influencia de sua amiga Kay-Kay. E quando um lindo salvador veio ao seu encontro se viu tão encantada com aquela personalidade que largou sua mãe e sua vida para sumir com ele.

Willis ex fuzileiro naval, com aspirações para a medicina, era o tipo de cara bonitão mas com um ar meio suspeito. Antes mesmo da sua formatura do ensino médio sua mãe caiu doente, e este se viu no dever de cuidar dela, acabou gostando da ideia de seguir os passos do pai, pelo menos na profissão escolhida, já que este não estava mais em sua vida. Ele tinha uma irmã Daphne que se envolveu muito nova com um motoqueiro charmoso, e ao olhos dele, sua irmã estava arruinada. Com isso em mente Willis colocou em sua cabeça que deveria proteger e purificar as garotas que ele considerava que estavam perdidas, e a primeira foi Madora.

Django acabará de perder seus pais em um acidente de carro e foi obrigado a morar com a tia em Arroyo. É um menino de 12 anos mas um pequeno gênio, com a irritante mania de saber de tudo. Ele ainda esta perdido na tristeza da perda de seus pais quando vê a oportunidade de ajudar Madora e seu pit bull Foo, que moravam no meio do deserto em um morro da cidade.

Madora acreditava verdadeiramente e cegamente que um dia iria de casar e ter filhos com Willis depois dele se formar na faculdade de medicina, mas então ele leva uma jovem grávida para o trailer do seu quintal, e a verdade berrante vem ao seu encontro e com a ajuda de Django, depois te tanto tempo, ela quase encontra a liberdade.

Um drama policial fácil e envolvente que mostra que a verdadeira liberdade esta dentro de si mesmo.

Cortesia da Editora Novo Conceito


Resenhado por:
Tainá Rodrigues Cunha, "Ler é uma forma de escape prazeroso da nossa realidade, onde se pode ser o que quiser e quem quiser. Livros são meus refúgios, esconderijos onde me sinto mais livre."

comentários pelo facebook:

21 comentários em "Adeus à Inocência [Drusilla Campbell]"

  1. A história parece ser boa, mas acho que a narrativa não deve ter contribuído muito.
    Geralmente acabo gostando desses dramas que trazem uma espécie de lição no final, mas não sei se curi muito a desse livro.
    De qualquer forma, acho que leria para ter uma opinião embasada.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Não li esse livro ainda, mas me pareceu ser bom. Porém como tenho muitos livros na lista, estou evitando adicionar mais. Quem sabe mais para frente?!

    ResponderExcluir
  3. Quando vi o livro e li a sinopse, imagine algo diferente. O enredo cativa, mas não me chama mais tanto atenção. Eu adoro dramas, adoro policiais, nunca li os dois juntos numa tacada só. Talvez eu curta ou não, mas acho que esse não me chamou atenção suficiente pra começar por ele. rs Quem sabe um dia, mas por agora sem pretensão de lê-lo.

    ResponderExcluir
  4. Nossa, adorei sinceramente. Parece que vai ser uma das minhas próximas comprinhas.

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita vontade de ler este livro. Já li resenhas super positivas e outras nem tanto.
    Gostei da premissa envolvendo a adolescência...
    Achei interessante.
    Parece um drama bem construído. Perda do pai por suicídio, mãe distante, amizade errada... e por ai vai.
    Espero que o final seja feliz... hehe.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Se fosse pela capa eu passaria bem longe desse livro, mas pelo que li da resenha me aventuraria a ler ele, porém também não é um livro que eu tinha ficado doido para ler, parece ser um drama bem díficil e a premissa é interessante, porém ainda faltou alguma coisa para me deixar curioso!

    ResponderExcluir
  7. Quando este livro foi lançado, eu fiquei bem interessada nele, depois meu interesse esfriou um pouco, mas mesmo assim ainda quero ler.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. sinceramente, nao tenho vontade de ler esse livro :/ acho q a historia deve sim ser linda e marcante, mas nao faz meu tipo de leitura! acho q deva ser bem triste e q chorarei.. nao estou com animo pra livros tristes agora nao!!

    ResponderExcluir
  9. Apesar de ter gostado da resenha não é o tipo de gosto de ler, prefiro algo mais descontraído!
    Mas quem sabe tenho a oportunidade de ler neh!

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas a história parece ser boa. Gostei da sua resenha, beijos

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um bom livro e algo que deve ser lido. Está na minha pilha de livros para ler. Espero gostar. :) Assim que ler, tento voltar aqui e comentar melhor pra gente poder comparar nossas leituras.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Esse tipo de livro não faz muito meu estilo e não gostei dessa capa.
    Gostei da resenha, mas não encontrei sua opinião =/

    ResponderExcluir
  13. Me lembrou alguma história... acho que é um livro. A capa nem o título me chamaram atenção, gostei muito da resenha, ficou leve. Não sei se leria, acho que seria um daqueles livros que quando os meus acabassem e eu não pudesse comprar novos eu pegaria para ler. Gostei do nome Madora UAHSUAS

    ResponderExcluir
  14. Fiquei interessada depois de ler a sinopse e sua resenha veio confirmar. Gosto desses dramas pessoais,histórias que se entrelaçam e surpreendem e sacodem o leitor. Anotado aqui.

    ResponderExcluir
  15. Confesso que a sinopse desse livro me ganhou, achei a capa meio sem graça, mas como gosto de drama, e esse livro parece ter bastante, pretendo lê-lo o mais breve possível, fiquei bastante curiosa sobre todos os acontecimentos na vida de Madora.

    ResponderExcluir
  16. A história não me chama muito atenção, apesar de ter o fator policial, que eu gosto. Mas é uma opinião puramente pessoal, já que não tenho lido e tenho até evitado muitos dramas ultimamente.

    ResponderExcluir
  17. Já tinha lido várias resenhas sobre o livro mas ainda não conhecia as motivações (loucas) de Willis para fazer o que fez.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  18. Eu achei a obra meio clichê, sei lá, não me cativou.
    Acredito que não tenha sido em vao que você tenha dado essa nota tão baixa ;)

    ResponderExcluir
  19. Já li algumas resenhas em relação a esse livro, e a metade era positiva, e a outra muito negativa. O que posso falar é que não me interessei muito por esse livro. Pode até ser que, algum dia, o leia, mas será em um futuro bem distante.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  20. quando vi o livro pensei "nossa, que capa linda". Mas foi só a capa que me chamou a atenção mesmo. Não gostei do enredo. Eu leria, mas não está na minha lista..
    bj, dréa

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir