acompanhe o blog
nas redes sociais

23.6.14

A Extraordinária Viagem do Faquir Que Ficou Preso Em Um Armário Ikea [Romain Puertolas]

Romain Puertolas
Ed. Record, 2014 - 256 páginas:
      A figura de um faquir está associada à meditação, ao treinamento e à magia. Mas, no caso de Ajatashatru Ahvaka Singh, é mais provável que o público se depare com truques e trapaças. A última de suas artimanhas foi convencer sua aldeia a pagar por uma viagem a França para adquirir a Camadepregösa, um modelo de cama de pregos vendida pela Ikea. Só que ele não contava em ficar preso dentro de um dos armários da loja. Nem que o móvel seria despachado para outro país. Assim, o faquir e seu turbante partem para uma aventura, ainda que involuntária, pelo mundo, fazendo uma horda de inimigos, alguns amigos e aprontando muitas confusões pelo caminho. 

Onde comprar:


O objetivo era bem simples: um faquir sai de sua pequena aldeia e vai até a França, mais precisamente até uma das lojas Ikea para comprar uma nova cama de pregos (inoxidáveis) e retorna em seguida para dar continuidade às suas funções.

Mas tudo saiu de forma completamente diferente do programado. O faquir em questão, na verdade é, digamos, um picareta, que em vez de pregos engole parafusos e porcas feitos de carvão (mais fáceis de engolir do que os pregos de verdade) e chama-se Ajatashatru Ahvaka (pronuncie "acha já a tua vaca"). Ele acaba preso dentro de um dos armários da loja, seguindo viagem da França para a Inglaterra. E esse é só o início das peripécias desse indiano e seu turbante.

O autor soube contar uma história inusitada de uma maneira muito inteligente e divertida, mas o enredo não se resume a Ajatashatru (pronuncie "achata o tatu"), seus trambiques e trapalhadas. O livro também trata de diferenças sociais, imigração ilegal na Europa e relações humanas.

Tem uma pitada de drama, uma pitada de romance, muita aventura e humor, e com todos esses elementos a narrativa se torna muito interessante e nada cansativa. Assim, podemos acompanhar a evolução do "faquir" como ser humano, a partir de pessoas que ele conhece durante essa viagem involuntária e que o fazem perceber que o mundo é muito maior e mais complexo do que aquele visto de sua pequena aldeia.

Eu recomendo a leitura para aqueles que querem ler um gênero diferente, com um texto inteligente e bem humorado. Em pouco mais de duzentas páginas temos uma história sobre o poder transformador da amizade e da fé nas pessoas.


Cortesia da Editora Record
Vanilda Procópio
Paranaense, administradora financeira e mãe. Não consigo imaginar minha vida sem os livros e leio por puro prazer, vivendo histórias e conhecendo novos lugares e pessoas a cada página aberta.

comentários pelo facebook:

15 comentários em "A Extraordinária Viagem do Faquir Que Ficou Preso Em Um Armário Ikea [Romain Puertolas]"

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha, mas não fiquei interessada pelo livro. Não faz muito meu estilo.

    ResponderExcluir
  3. O livro realmente parece diferente e inteligente, com uma pitada de humor e crítica social. E eu bem gosto desses aspectos de uma trama. Mas confesso que a premissa da história não me interessou.
    Então, no momento, não pretendo ler o livro.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Vanilda, querida, o título do livro me deixou interessada e bem curiosa sobre a trama. Imaginei logo que se tratava de um livro com situações engraçadas. Mas sua resenha trouxe um ponto importante que considero numa leitura: alguma reflexão, mesmo com a leveza do texto. Quando você cita: "o poder transformador da amizade e da fé nas pessoas" faz meus olhos brilharem. É muito bom quando uma leitura despretensiosa ainda oferece algo mais ao leitor.
    Bela análise!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Vanilda
    Adorei o título desse livro, chama muito a atenção, dá vontade de ler o livro. Apesar de ser um livro engraçado, também é reflexivo. Quero ler, com certeza.


    ResponderExcluir
  6. querida vanilda, realmente um enredo inusitado. precisamos de vez em quando sair do óbvio não é? procurar por autores e leituras que nos surpreendam, então bora encarar esta leitura no mínimo hilária. acertou em cheio na resenha, me deixou curioso!

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha ouvido falar deste livro e se o visse, a capa não é muito convidativa, acho que nem olharia do que se trata rsrsrs. Mas a estória parece legal, por causa das aventuras, mesmo assim não é o tipo de livro que gosto de ler.

    ResponderExcluir
  8. Já tinha visto a capa e tinha ficado interessada pela premissa. Mas agora ao ler a resenha, fiquei com vontade mesmo de ler esse livro. Parece ser bem gostoso de ser lido, com características bem legais. Humor, romance, aventura, tudo que gosto em uma leitura.

    ResponderExcluir
  9. Adorei... fiquei com vontade de rir só de ler a resenha. os nomes se pronunciam assim mesmo? hehehehe...
    Gosto de estórias que fogem do padrão, que não seguem a modo do momento.
    Acho que o livro envolve tantas coisas, que vai do humor a questões culturais.
    Vou add na minha lista.
    Parabéns pela resenha... Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Vanilda,
    Não me interessei pelo livro não, não é meu estilo de leitura :/ rs, mas com certeza já anotei a indicação.
    Beijos,
    Andréia, Starbooks

    ResponderExcluir
  11. Nossa que título diferente, os nomes dos personagens também são! Adoro historias bem-humoradas!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
  12. A história parece ser bem engraçada mesmo. A começar pelo nome dos personagens. Muito legal sua indicação Vanilda. Sempre que entro aqui no blog acabo lendo sobre livros que nem conhecia.

    ResponderExcluir
  13. Primeiro já achei o título do livro bem inusitado e divertido. O legal é que, mesmo tendo essa parte bem-humorada, a história acaba abordando alguns temas mais sérios. Outra coisa legal foi ver esse amadurecimento da personagem principal. Se tiver oportunidade vou dar uma conferida.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  14. kkkkkk um faquir picareta isso realmente parece ser muito divertido sem mencionar os outros dramas que você citou, sem dúvida nenhuma é uma leitura que eu quero fazer em breve.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  15. Apesar de achar interessante esse gênero diferente, não senti mesmo vontade de ler essa história. A capa achei bonita.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir