acompanhe o blog
nas redes sociais

17.11.14

Londres Chama [James Craig]

Londres-Chama-James-Craig
Ed. Fundamento, 2014 - 344 páginas:
      Quando o inspetor John Carlyle, do Departamento de Polícia Metropolitana de Londres, encontrou um corpo num dos quartos do luxuoso Hotel The Garden, ele jamais poderia imaginar que esse cadáver tivesse tantas conexões . E uma delas é com o Clube Merrion, um grupo elitista composto por nomes influentes da política. Prestes a ganhar as eleições para primeiro-ministro, o carismático Edgar Carlton se torna o próximo alvo do misterioso assassino, mas Edgar não pretende ficar de braços cruzados. Conhecendo o poder e a influência da família Carlton, o inspetor Carlyle tem que encontrar o assassino antes que ela destrua as pistas e faça justiça com as próprias mãos. 

Onde comprar:

Para quem gosta de romance policial essa série é uma ótima pedida. Se perca nas ruas obscuras de Londres com o inspetor John Carlyle e seu parceiro sargento Joe Szyszkowski, um pseudo polonês e segundo Carlyle, de polonês somente o sobrenome pois de aparência se passa como um típico londrino.

O autor conta a historia decorrendo o passado e o presente, contando recortes da historia de Carlyle e dos personagens do livro. Conta desde a formação do policial e seus problemas para se encaixar no sistema policial até o seu romance com sua esposa Helen. 

Nesta trama, o inspetor acaba se envolvendo com a elite de forma que não gostaria após encontrar um corpo num dos quartos do luxuoso hotel The Garden. O que de cara era um beco sem saída, acaba com tantas conexões poderosas que o coloca num jogo de poder em que o policial tem que aprender uma nova abordagem para chegar ao fim deste caso.

Um dos alvos envolvidos é o candidato a primeiro- ministro de Londres, Edgar Carlton, que por ser um homem de nome e poder acaba por interferir nas investigações, por estar perto das eleições, o que faz o trabalho de Carlyle virar uma corrida contra o tempo e uma guerra de poder que é gerada nas entranhas da política londrina.

Carlyle encontra seus alvos, mas deixa algumas pistas passarem por entre os dedos e acaba por perder o controle da situação. Mas esse policial honesto não vai deixar de brigar por seus princípios.

Londres Chama é o primeiro volume da série sobre o inspetor John Carlyle, um homem honesto, mas de humor ácido. 

"Um alucinante thriller policial com assassinatos, mistérios e muita guerra pelo poder."

Cortesia da Editora Fundamento

Guarapariense, gastrônoma e apaixonada por todos os tipo de arte. Ler é uma forma de escape prazeroso da nossa realidade. Assim como as comidas que cozinho me alimentam o corpo, os livros alimentam minha alma.

*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

13 comentários em "Londres Chama [James Craig]"

  1. Não conhecia o livro e como alguém que adora livros policiais, fiquei animada. Gosto muito de duas coisas que essa história nos apresenta: a mistura de presente e passado na narrativa, e um caso que envolve política.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu sou completamente fã de romances policiais desde que li Sherlock Holmes pela primeira vez. De lá pra cá, sempre fico procurando algum exemplar do gênero para devorar. Esse me parece bastante interessante, acho válida a escolha dos autores de construírem uma saga em cima de apenas um investigador, como em Alex Cross, por exemplo. Gostei da trama do livro, apesar de não ser muito curiosa com relação a narrativas que envolvam política.

    ResponderExcluir
  3. Adoro livros desse gênero. E esse e deixou bem curiosa por envolver a vida do protagonista de diferentes formas. Vou adicionar a lista e talvez eu leia futuramente.

    ResponderExcluir
  4. Adoreeeeei! Super vai para minha lista de desejados no skoob! Sempre fico "caçando" indicações do gênero *_* e realmente parece ser muito bom! E eu amo política! <3
    Ótima resenha!

    Beijão!
    Livrofagia || Fanpage

    ResponderExcluir
  5. Não sou fã desse gênero literário, mas achei que a história parece interessante e com muita ação, mesmo assim não foi o suficiente para que eu me interessa-se em ler o livro.

    ResponderExcluir
  6. Sou fã do gênero e acredito que iria gostar bastante da temática do livro, embora sua nota não tenha sido tão agradável quanto imaginei. Mas vou querer ler a obra, sem dúvidas.

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de romance policial, e um policial honesto é sempre bom de se acompanhar. Me interessei pela série.

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros desse gênero e quando nas tramas rolam esses jogos de poder, fica melhor ainda. Outra coisa que gosto são personagens irônicas e sarcásticas, com direito a tiradas bem inteligentes. Anotei a dica aqui.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro livros policiais, mas este, em especial não me apresentou nada novo.
    De repente nos próximos a estória fique mais interessante, de repente apresentando algum segredo ou drama do personagem... eu espero, hehe.

    ResponderExcluir
  10. Eu não gosto muito desse gênero literário, mas minha irmã adora, então ja sei que posso indicar pra ela, ja que o livre é tão intenso!

    ResponderExcluir
  11. Amei o fato desse livro se passar em Londres, pois é uma das cidades que amo e morro de vontade de conhecer... Mas a história em si não me interessou... Não sou muito fã desse estilo literário, e esse não me apresentou nada que viesse a me intrigar para saber o que acontece... Talvez eu leia mais pra frente, mas atualmente não faz meu gênero...
    Kisses =*

    ResponderExcluir
  12. Adoro livros policiais, não sabia que a editora tinha lançado esse. Isso de passado e presente me lembrou a série True Detetive. Espero que seja tão boa quanto.

    ResponderExcluir
  13. Este livro deveria vir com a classificação de 18+ estampada na capa, não gostei do livro, o autor conta a história de todos os personagens detalhadamente (até demais), até o vendedor do café tem a sua vida detalhada, o investigador Carlyle precisou de ajuda de "amigos" feitos ao longo de sua carreira, amigos esses que muitas vezes não tinham nada de honestos, algo contraditório já que o inspetor pregava a justiça, e também precisou muita da ajuda do acaso para chegar ao término do caso. A história começa a ficar interessante nas últimas 100 páginas e chega um momento que quase entrei em êxtase com o desenrolar do livro, porém se não houvesse todo os detalhamentos de personagens, e fatos passados o tema principal seria bem curto, não chegaria nunca a 342 páginas, não gostei principalmente disso, sobrou detalhes e faltou conteúdo na história. Mas essa é minha opinião. Podem ser que vocês gostem.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir