acompanhe o blog
nas redes sociais

2.3.15

Graham - O Continente Lemúria [Vinícius Fernandes]

Vinícius-Fernandes
Ed. Selo Jovem, 2014 - 208 páginas:
      Peter Graham é um caçador de vampiros, mas não foi sempre assim. Antes era um rapaz homossexual que enfrentava as dificuldades de uma sociedade dividida entre a aceitação, o respeito e a repugnância à sua condição. Tinha amigos, amores, preocupações e medos como qualquer jovem, mas tudo isso ficou no passado. O novo Peter é frio e destemido a conseguir seu objetivo: aniquilar o maior número de vampiros possível. No entanto, tudo sofre uma reviravolta quando se vê obrigado a realizar uma missão à Família de vampiros que procura há muito tempo: caçar e matar um lobisomem. O que Peter não esperava era se apaixonar por ele e acabar por descobrir um segredo muito antigo que pode ajudá-lo em sua busca... 

Onde comprar:


Quando fui escolher o primeiro livro para resenhar da Editora Selo Jovem, o que mais me chamou a atenção inicialmente para Graham - O Continente Lemúria foi a capa, que achei muito bonita, depois lendo a sinopse, vi que se tratava de um livro de fantasia urbana, gênero que gosto, mas o que me fez decidir sobre a leitura foi o fato do personagem principal ser gay, isso mesmo, gosto de leituras onde o autor tem a coragem de desafiar os preconceitos sociais e apresentar ao leitor algo fora do sua zona de conforto.

E que bom que o livro atendeu minhas expectativas. A escrita do Vinícius Fernandes é bem fluente e direta (208 páginas), intercalando presente e passado, o autor começa sua obra nos apresentado Peter Graham, um garoto solitário e amargo, sedento de vingança, desejoso de matar todos os vampiros que habitam nosso planeta. Então, aos poucos, ficamos sabendo o que levou Peter a ser um caçador de vampiros (veja bem, o mundo ainda não sabe que estes seres hediondos existem).

“Essas criaturas malditas existem. São tão reais quanto qualquer pessoa. Elas existem, estão entre nós, e eu odeio todas elas. Quero vê-las mortas, torturadas, dizimadas. Estou aqui apenas para isso. Aniquilá-las uma por uma.”

O livro é uma mistura de ação com terror, não espere encontrar aqui vampiros romantizados, não é disso que se trata a história, esses seres são arrepiantes e merecem morrer. Alguns trechos são bem tristes, afinal a amargura de Peter não ocorreu a toa, e outros tratam das dificuldades do personagem em se assumir gay para uma família preconceituosa ou mesmo ir jantar com os pais de seu namorado. E não se preocupem, o livro não tem nada de obsceno ou imoral, tudo é transmitido de forma bem harmônica.

"Eu não estou chorando porque você é... gay. Estou chorando porque tenho medo de como as pessoas podem te tratar, de todo o preconceito que você vai sofrer na vida, Jordan. Por que você escolheu isso? Eu respondi: Mãe, isso não é questão de escolha. Eu nasci assim, é algo que não posso mudar. Está dentro de mim." 

A História se passa no Canadá, Peter é um caçador de vampiros, num mundo onde as pessoas não sabem da existência destes seres malignos. Ele pretende aniquilar todas estas criaturas, procurando, encontrando, planejando e matando-os à surdina. Mas nem sempre foi assim, Peter era um jovem como outro qualquer, estudava, tinha amigos e sua maior preocupação era assumir sua condição homossexual para sua família, afinal já tinha 23 anos e nunca teve uma namorada. Peter conheceu Jordan, vizinho de sua melhor amiga e os dois se apaixonaram. Jordan, filho único, apresentou Peter a sua família como seu namorado. Tudo estava caminhando perfeitamente bem na vida do rapaz, até que uma tragédia acontece e seu mundo desmorona.

É livro único, que mistura ação, aventura, vampiros, lobisomens, amor, preconceito e descoberta, numa história interessante e cheia de surpresas que prende o leitor do início ao fim.

Cortesia da Editora Selo Jovem

Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!

*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

22 comentários em "Graham - O Continente Lemúria [Vinícius Fernandes]"

  1. A capa é muito linda mesmo e pela sinopse já dá pra saber que o livro é bom.
    Gostei do autor falar de um assunto tão serio por meio da fantasia, fazendo do livro não só uma aventura e sim tambem um meio de reflexão.
    O preconceito infelizmente está presente, mas é bom que exite pessoas que usam seu talento pra de uma certa forma isso acabar.

    Achei muito linda a historia, um drama.

    ResponderExcluir
  2. Me conquistou mais pela sinopse. Achei muito criativa a história e era o que eu estava procurando. Adoro histórias com caçadores de vampiros e recomendo muito o livro Abraham Lincoln caçador de vampiros.
    Parabéns pela resenha, bem feita, organizada e nos deixa com água na boca.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que lindo deve ser este filme. Totalmente diferente dos que eu já tinha ouvido falar. Quero muito ler ele, por tratar de assunto que merece um grande destaque na sociedade atual, o homossexualismo. O autor foi bem criativo ao criar este livro, parabéns. Já ta minha listinha. Muito obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  4. livro interessante, temática antiga com enredo superatual. taí, pescou meu olhar!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Gisela.
    Acredito que tenho tudo para gostar desse livro. Gosto de fantasia urbana, gosto de vampiros cruéis e também gosto quando o autor quebra padrões, que, no caso, é a heterossexualidade. Provavelmente não será meu livro favorito, mas acredito que irei curtir muito a leitura.
    Excelente dica.


    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de março. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. A capa é linda, mas a sinopse não me agradou. Não curto livro de fantasia. Já li alguns livros desse gênero e não me agradaram.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Gisela! Achei bem interessante o livro abordar o preconceito. A história deve ter sido muito bem escrita. Gostaria muito de ler, não fosse por envolver vampiros. O gênero não é dos meus preferidos, mas a história em si, para quem gostar, parece valer a pena ser lida.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, tem bastante coisa num livro só, achei interessante. Não gosto de vampiros, para ser sincera, mas essa história parece ir além disso. Outra coisa que achei bacana foi o fato das pessoas ainda não saberem da existência dos vampiros e do tom de terror criado pelo autor.
    Fiquei curiosa e disposta a arriscar!
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Nossa, o livro parece ter tanta coisa pra pouca página! Parece ser bem legal. Gostei da mistura de ação com vampiros e da coisa de ser gay. Adoraria ler.

    ResponderExcluir
  11. Quando um autor sai da zona de conforto e coloca na história algo que (ainda) gera polêmica eu fico muito, muito feliz. Ainda mais quando é um autor nacional. O que também me chama atenção nesse livro é o fato de ter ação, terror e vampiros! Achei a proposta maravilhosa.
    Sua resenha ficou linda!

    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro, mas a sua resenha me deixou curiosa, ainda mais sabendo que ele mistura vários elementos e que é um livro único. Ultimamente são tantas séries que fico feliz quando acho um bom que não é não precisa de complemento. Já coloquei na lista.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nada que se passasse no Canadá, Gi.
    Confesso que fiquei bem curiosa para conhecer essa história e suas fantasias.
    Ação e muita adrenalina é uma pedida e tanto.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
  14. Genteee! Mais uma resenha de Graham do querido A. Wood (Aehhh Vini)
    Primeiro, o que me chamou atenção também foi a capa, muito bem trabalhada e bonita. Ai li a sinopse e não perdi tempo, fui comprar o livro. A fantasia urbana é algo que me chama atenção também, e posso dizer que o A. Wood fez um ótimo trabalho com a lenda no livro. Outro ponto em que dou os méritos ao autor é o personagem ser gay. Hoje o mundo cria muitos estereótipos e assim acaba denegrindo a imagem do homossexual. O autor passa esse fato na vida do personagem como algo natural, contribuindo assim, para a quebra do tabu de que gay é um ser efeminado. A maneira que ele escreve também contribui muito pra história. É intercalado presente e passado e isso faz com que o leitor queira saber o que leva Peter a se tornar um caçador. Enfim, vou parar pra não soltar spoilers. Só digo que, quero ler mais uma obra do autor...

    ResponderExcluir
  15. Gostei muito da capa e a sinopse me surpreendeu por ter um personagem homossexual, pois não vejo muitos livros com protagonistas gays, também gostei muito da sua resenha, fiquei com vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  16. Gisela!
    Já tinha lido algumas resenhas sobre o livro e vi a entrevista dele em um dos canais do youtube e fiquei interessada na leitura, primeiro pelos seres fantástico, principalmente os vampiros (que gosto sejam eles dos bonzinhos ou dos cruéis, como aqui) e depois porque gosto de autores audaciosos que abordam temos questionáveis como a homossexualidade. Imagina um caçador de vampiros gay? Deve ser o máximo!!

    Obrigada pela visita feita ao blog!!
    “A mulher é um efeito deslumbrante da natureza.”
    Feliz dia da mulher!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. A capa é muito bonita mesmo. Confesso que quando li a palavra "vampiro", dei uma travada, mas, depois que vi que de bonzinhos eles não tem nada, minha animação voltou. kkkkkk
    Achei legal o autor colocar um protagonista gay. Realmente vai contra a maré. Enfim, se tiver oportunidade, dou uma conferida.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  18. Fiquei bastante interessada no livro, gosto muito de ficção, e acho bacana o fato de o autor abordar o homossexualismo, pois é algo que a nossa sociedade ainda não compreende!! Acho importante que esse assunto seja discutido na nossa literatura também!!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  19. Para começar o livro tem duas coisas que adoro, vampiro e lobisomem. Gostei da capa e do protagonista do livro ser gay. Não é incomum hoje em dia encontrar personagens gay nos livros, mas é bem difícil encontrar um livro onde o personagem principal seja gay. Com certeza é um livro que irei ler se surgir a oportunidade.

    ResponderExcluir
  20. Bem ousado da parte do autor colocar um protagonista gay e ainda fazer essa mistura vampiros/lobisomens. Pela sua resenha parace que deu muito certo. Mas ainda assim não fiquei tentada a lê-lo. Não senti aquela atração pela história. Quem sabe eu mude de ideia.

    ResponderExcluir
  21. Não me interessei pelo livro...
    Mas ele parece bem diferente, e para todos os fãs de vampiros e lobisomens, é uma boa dica.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir