acompanhe o blog
nas redes sociais

12.4.16

Driven #1 [K. Bromberg]

K. Bromberg
Ed. Universo dos Livros, 2015 - 400 páginas:
      Rylee Thomas está acostumada a ter sempre o controle. Agora, porém, ela estará frente a frente como único homem capaz de convencê-la a abrir mão desse privilégio... Em um mundo cheio de mulheres prontas a fazer qualquer coisa em nome do desejo, Rylee sempre foi exceção à regra. Assim, ela apareceu como um desafio na vida do belo Colton Donavan, um piloto profissional habituado a conseguir exatamente o que deseja. Colton é um bad boy impulsivo, sempre testando limites, uma bomba prestes a explodir. Rylee havia construído um mundo seguro, com disciplina e cuidado, longe de homens como ele. Colton não pode dar a segurança que Rylee precisa, e ela também se sente incapaz de satisfazer um homem tão intenso. Mas Colton balançará a vida de Rylee como uma tempestade: tirando-a do controle.

Onde comprar:

Aqui temos a historia de Rylee uma mulher forte que tenta levar a vida da melhor forma possível e Colton, um piloto bad boy lindo, que tem como lema “O prazer para enterrar a dor”.

Rylee é uma mulher altruísta, linda, e nem um pouco disposta a levar desaforo para casa. Ela trabalha em uma empresa que ajuda promover eventos e arrecadar fundos para obras sociais e especialmente para o orfanato que ajuda à administrar. E quando se trata de defender suas crianças, é uma verdadeira leoa.

Rylee já passou por muita coisa ruim e tem seus próprios demônios para aniquilar. Mas numa certa noite, ela se depara com uma situação nada corriqueira, que vai virar sua pacata vida de cabeça para baixo. Tudo se transforma, e ela tenta passar pelo problema de cabeça erguida, sem ter seu orgulho devastado.

Num evento beneficente, certos acontecimentos a levam a conhecer o bad boy Colton, e se a primeira impressão é a que fica, essa não foi das melhores. Porem ele a induz a aceitar um desafio, que ela muito relutante aceita, já que com isso, vai gerar uma grande doação para suas crianças.

Colton é um grandessíssimo FDP. Lindo, rico, arrogante e famoso. Que tem exatamente todas as mulheres aos seus pés. Exceto a que ele deseja neste exato momento. E como não poderia deixar de ser, um NÃO é com certeza um grande desafio.

“Você vai aprender que, às vezes, não estar no controle pode ser extremamente libertador”

Ele está acostumado a tratar as mulheres como objeto. E tem completa aversão a relacionamentos a longo prazo. Foi adotado aos 8 anos de idade e esse período de sua vida é um grande mistério, até mesmo para seus pais. A única coisa que se sabe, é que esse período foi extremamente traumatizante e que o deixou marcado para o resto da vida. Como ele mesmo diz: Sua bagagem cabe em um boing 747.

Mas depois de tudo o que Rylee já passou, ela não quer um relacionamento com prazo de validade, ela quer um relacionamento de verdade. A química entre os dois é impressionante. E apesar de Calton ser um babaca em 80% das vezes é impossível não torcer pelo casal.

A Autora conseguiu colocar fatores no livro que te impedem de largar a leitura até o ultimo capitulo, e ainda ficar ensandecida pela continuação. Este livro é muito intenso e mexeu totalmente com as minhas emoções.

Ele é totalmente narrado por Rylee, porem o segundo e o terceiro livros, tem capítulos narrado por Colton e isso é completamente perfeito, pois entender o que se passa pela cabeça daquele imbecil é essencial. E o melhor de tudo, além do livro ser muito bem escrito, a Rylee não é mimizenta \o/ .

Sobre a Autora.
K. Bromberg é autora best-seller do The New York Times e do USA Today. Ela escreve romances bem atuais que misturam delicadeza com muita sensualidade. Bromberg gosta de criar heroínas fortes, além de seus heróis problemáticos – que nós amaremos odiar e odiaremos amar. Driven é o primeiro volume da série de mesmo nome. A Universo dos livros também publicará: - Fueled (volume 2) - Crashed (volume 3) - Raced (volume 4).

 Cortesia da Editora Universo dos Livros
Adriana Macedo
Sou Adriana do blog Meu Passatempo blá blá blá moro em Vila Velha - ES. Troco qualquer balada pela tranquilidade do meu lar. Adoro ler, musica alta, series e filmes. Exatamente nessa ordem. Simples assim.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

15 comentários:

  1. Oii!
    Adorei a sinopse. A impressão que tive foi que Rylee representa mtas mulheres por aí segura de si e que se faz de forte e tira de letra qqr coisa q vier...
    Gostei mto!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Adriana,

    Adorei o enredo e os personagens parece ser apaixonantes! Gostei! Vou conferir depois!

    Bjs, Michele

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Gostei da personagem forte. E também do bad boy com um passado difícil que com certeza contribuiu para Colton ser assim, tratar as mulheres como objeto e fugir de relacionamentos. Será que ela vai conseguir colocá-lo nos eixos? Hehe E é muito importante a visão dele nos próximos volumes. Não sei se leria, mas parece ser um bom livro. :)

    ResponderExcluir
  4. Gostei da personagem forte. E também do bad boy com um passado difícil que com certeza contribuiu para Colton ser assim, tratar as mulheres como objeto e fugir de relacionamentos. Será que ela vai conseguir colocá-lo nos eixos? Hehe E é muito importante a visão dele nos próximos volumes. Não sei se leria, mas parece ser um bom livro. :)

    ResponderExcluir
  5. Olá, Adriana.
    Pelo que vi na resenha, os personagens, basicamente, são os mesmos de outros livros do gênero, só que com outra roupagem. A premissa parece ser exatamente a mesma.
    Por não gostar muito desse estilo, não leria a obra. Porém, deve agradar quem gosta desse tipo de romance.
    Boa resenha.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  6. Já tinha ouvido falar nesse livro.
    Má Má em.Má não me chamou a atenção não, achei muito clichê ou previsível, não sei se esse fato se deve a eu está passando pela crise da meia idade literária, mas o livro não despertou minha curiosidade não.
    Gostei do livro falar sobre causas sociais, é bom as pessoas saber o quão necessitadas são essas causas.
    Os personagens parecem ser fortes, o enredo parece bom, em outra época esse livro com certeza estaria na minha lista, mas no momento não é uma leitura a considerar.
    Boa Tarde.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Confesso que achei a premissa extremamente clichê, bem comum em livros eróticos. A narrativa da autora parece bacana, mas não agradei-me com os personagens pela sua resenha. Enfim, raramente me interesso por livros desse gênero, mas esse não me atraiu. Abraços :)

    ResponderExcluir
  8. Esse tipo de livro não é muito minha praia.Livro clichê não me atrai muito e a premissa me deixou bem desanimada. Não leria o livro.

    ResponderExcluir
  9. Gostei da resenha! Só o fato da personagem não ser mimizenta já é um grande sinal. Adriana me fazendo ler livros de mulherzinha (como diz Gisela) mais uma vez... Kkkkkkkk
    Beijos,
    André Gama, do Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  10. Esse não é exatamente o tipo de livro que eu costumo ler, mas achei o enredo interessante, posso vir a ler um dia. Fiquei curiosa com o que acontece com a Rylee e o Colton, que claramente é um babaca kkkk mas imagino que a autora tenha feito os leitores gostarem dele.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  11. Que bom que a autora te deixou ensandecida pela continuação,quando não conseguimos largar o livro é muito bom.
    Pela descrição da Rylee do Colton,não parece uma leitura que faz meu estilo.

    ResponderExcluir
  12. Oii, to me sentindo meio por fora aqui nos comentários as pessoas não gostam de livros de fantasia e ficção cientifica no geral e eu não gosto desse tipo de livro da resenha. Da mulher boazinha coitada e do cara bad boy, bonito mas idiota argh que agonia só de pensar, não quero ler mesmo!

    ResponderExcluir
  13. Oi Adriana, não conhecia o livro, mas gostei do enredo, ainda mais porquê adoro este gênero de leitura. Já estou anotando sua dica.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Até agora só vi comentários positivos sobre esse livro o que me deixou bem curiosa para ler, gostei da historia e mesmo me lembrando outros livros parece que a autora consegue colocar um algo a mais nesse livro me deixando bem curiosa e gostei da Rylee pois parece uma personagem forte e determinada !!

    ResponderExcluir
  15. Adri!
    gosto quando a protagonista é forte e não é chia de mimimi..
    “Muitas palavras não indicam necessariamente muita sabedoria.” (Tales de Mileto)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

 
Ler para Divertir © 2015 - Blog no ar desde 31.10.2010
topo giovana joris • design e código gabi melo