acompanhe o blog
nas redes sociais

12.6.17

O Segredo de Heap House, Vol. 01- Crônicas da Família Iremonger [Edward Carey]

O Segredo de Heap House
Ed. Bertrand Brasil, 2017 - 384 páginas
Um livro espetacularmente esquisito, cheio de magia, humor astuto e personagens melancólicos e bizarros. Clod é um Iremonger. Ele vive nos Cúmulos, um vasto mar de itens perdidos e descartados coletados em Londres. No centro dos Cúmulos está Heap House, um quebra-cabeça de casas, castelos, cômodos e mistérios recuperados da cidade e transformados em um labirinto vivo de escadas e criaturas rastejantes. Uma tempestade está se formando sobre Heap House. Os Iremonger estão inquietos, e os objetos falantes estão gritando cada vez mais alto. Os segredos que mantêm a casa em pé começam a vir à tona para revelar uma verdade sombria capaz de destruir o mundo de Clod. Tudo, porém, começa a mudar quando ele encontra Lucy Pennant, uma órfã rebelde recém-chegada da cidade.


Onde comprar:

Cheios de regras e acostumados a fazer casamentos entre primos para preservar a linhagem, os Iremonger seguem suas vidas mais ou menos isolados do resto do mundo. Enriqueceram tomando para si o que os outros consideravam lixo e cobrando dívidas. Construíram uma mansão com pedaços de outros edifícios e se estabeleceram no meio dos Cúmulos.

E é nesse estranho lugar que vamos encontrar Clod Iremonger, um garoto adoentado, órfão de pai e mãe que mora com sua (gigantesca) família em Heap House. Ele tem quinze anos e meio e, se sente um pouquinho diferente do restante dos Iremonger. E de fato ele o é: Clod pode ouvir “as coisas”.

O Segredo de Heap House

Quando um Iremonger vem ao mundo, recebe um objeto de nascença, uma coisa qualquer que ele deve carregar consigo pelo resto da vida. Pode ser um relógio, um alfinete de gravata ou coisas mais estranhas como um fórceps, uma frigideira, ou um porta-torradas. Não interessa qual é o objeto de nascença, um Iremonger jamais deve se separar do seu. E Clod pode ouvir todos eles.

“Os Iremonger sempre julgavam outro Iremonger pela maneira como ele cuidava do se objeto pessoal, seu objeto de nascença, como era chamado.”

Em paralelo à história de Cloud, temos a narrativa de Lucy Pennant, uma órfã que vai morar e trabalhar em Heap House após os pais perecerem de uma estranha doença. Lucy é rebelde, questionadora e desconfiada. Vai tirar o sono de algumas pessoas na velha mansão e complicar um pouquinhos mais a situação.

O Segredo de Heap House

O livro alterna entre a narrativa de Cloud e a de Lucy, sendo um capitulo no ponto de vista de cada um, vez por outra intercalados com anotações ou narrativas de outros personagens.

A história é intrigante e te prende pela estranheza. Heap House, os Cúmulos e os próprios Iremoger são cheios de peculiaridades e segredos. Você está sempre sendo surpreendido por algo novo durante a leitura.

O Segredo de Heap House

A encadernação é muito bonita e combina muito com a história. No início de cada capítulo, tem uma ilustração do próprio autor, retratando algum personagem da trama (geralmente alguém que aparecerá no capítulo seguinte) e o traço é tão peculiar quanto a própria história. No começo e no fim do livro tem representantes da parte interna de Heap House para que o leitor possa se localizar.

A revisão poderia ter sido um pouquinhos mais cuidadosa (peguei dois ou três errinhos de português), mas isso não estraga a narrativa de forma nenhuma.

O Segredo de Heap House

O livro é a primeira parte da trilogia Crônicas da Família Iremonger e terminou com gostinho de quero mais. Já estou ansiosa pra ler as próximas parte dessa história e espero sinceramente que não demorem a ser publicadas!

O Segredo de Heap House

O Segredo de Heap House é deliciosamente estranho. Tem um arzinho de fantasia creepy que poderia facilmente ter saído de um dos filmes do Tim Burton. Os personagens são desajustados e esquisitos, cada um com sua peculiaridade. E são muitos! A família é imensa e a criadagem também. Talvez você leve um tempinho pra se ajustar, mas não se preocupe, você logo acostumará com toda essa esquisitice.

Meu objeto de nascença está excepcionalmente tagarela hoje e preciso descobrir qual o problema antes que as coisas se compliquem. Então, vou ficando por aqui. Te desejo ótimas leituras, que os objetos permaneçam em silêncio ao seu redor. Até a próxima resenha ;)


Andressa Freitas
Mineira, aspirante à escritora e estudante de cinema. Se pudesse moraria em uma biblioteca, como não posso, estou empenhada em transformar minha casa no mais próximo disso possível. Viciada em séries e filmes, adoro ler, comer e viajar. Nerd assumida, fotógrafa de profissão, amo aprender coisas novas e imaginar histórias alternativas pra absolutamente tudo.
Cortesia do Grupo Editorial Record
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

24 comentários em "O Segredo de Heap House, Vol. 01- Crônicas da Família Iremonger [Edward Carey]"

  1. Vou ficar imaginando agora uma pessoa levando pra cima e pra baixo um forcéps????? Preferia a frigideira.
    Amo fantasias e livros ilustrados mais ainda, bela resenha deu vontade de ler.

    ResponderExcluir
  2. cara Andressa, bati os olhos na capa e já imaginei um universo Tim Burton. desenhos estranhos, cores escuras. e é claro que isso atiça nossa curiosidade. sua resenha está redondinha, abrindo nosso apetite. parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Oi Andressa, essa parece ser uma história um pouco excêntrica, tanto que me fez lembrar superficialmente da Família Adams e fiquei estranhamente interessada haha. Não é o meu tipo de história, mas algo na descrição dos personagens principais Cloud e Lucy me despertou curiosidade. As ilustrações estão ótimas e contribuem pra estranheza tão interessante da história. Curti a resenha ;)

    ResponderExcluir
  4. Oi, Andressa. Menina, assim que vi a capa pensei "Esse livro parece ter saído de um filme do Tim" kk e você disse a mesma coisa! Amei esse jeito peculiar e estranho do livro, acho que é justamente isso que chama atenção na história. É meio mórbido e bizarro rsrs
    Beijo.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  5. Andressa!
    Como gosto muito de tudo que é diferente e estranho e ainda mais com ilustração, que tornam a leitura bem lúdica, claro que quero ter a oportunidade bizarra de ler esse livro.
    Desejo uma ótima semana e um feliz dia dos namorados!
    “Onde há estudo - há sabedoria.” (Textos Judaicos)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gosto de historias assim inusitadas, achei bem estranho o fato de todos terem um objeto de nascença ainda mais que pode ser qualquer coisa eu hein, ainda bem que na minha família não tem isso kkk. Deve ser uma leitura instigante que nos leva a querer ler logo para saber dos segredos.

    ResponderExcluir
  7. Boa noite!
    De fato o livro é bem estranho, hahaha, tanto as ilustrações quanto o enredo em si. Mas isso não é defeito algum, pelo contrário, me deixa motivo a conferi-lo, já que amo histórias com personagens peculiares e cheios de segredos. Lembra muito mesmo o Tim Burton.
    Essas ilustrações estão maravilhosas, deixa a história com um ar ainda mais sombrio!

    ResponderExcluir
  8. E bota livro estranho Andressa! A premissa já revela que é um livro esquisito, mas eu adorei haha
    Fiquei bem curiosa para ler essa história tão intrigante, esse enredo é bem peculiar mesmo, ainda mais com essa família Iremonger, que gente mais doida!
    Gostei que a narrativa é intercalada pelo ponto de vista do Cloud e a de Lucy, espero me surpreender com todos esses personagens cheios de segredos.
    Amo livros com ilustrações, e as desse livro são dignas dessa história tão inusitada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oiee, tudo bem? Amei sua resenha! Também li o livro recentemente e fiquei encantada com o ar sombrio e os personagens maravilhosos presentes nessa trama. Parece mesmo um roteiro escrito pelo Tim Burton, impossível não fazer essa comparação! hahaha Inclusive ele bem que poderia levar essa história para as telonas... daria uma linda produção! Quero muito ler a sequência <3

    Beijos!
    umaleitoravoraz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá Andressa!
    Eu adorei conhecer esse livro, nunca tinha ouvido flar dle, o que me chamou atenção claro foi o enredo, mas os personagens, esse lado bizarro e ao msm tempo bizarro, qro ler!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Olá Andressa ;)
    Ainda não conhecia o livro, mas achei que ele tem um quê de O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares, mas pode ser só impressão kkk devem ser essas ilustrações.
    Adoro esses livros de fantasia meio creepy, então muito obrigada pela indicação! Adorei essa história de ter que carregar um objeto de nascença, muito criativo do autor.
    Já add a lista de leitura!
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Parece justamente o tipo de livro que gosto, melancólico e envolvente com uma pegada mais peculiar.Achei as ilustrações maravilhosas e por algum motivo me lembraram do livro O Orfanato da Srta Peregrine para Crianças Peculiares.O enredo chamou a minha atenção. Dica anotada, espero poder conferir em breve.

    ResponderExcluir
  13. OI Andressa.
    Essa é a primeira vez que vejo falar do livro mas já estou encantada.
    Essa diagramação é linda e olha que nem curto ilustrações em livro, fiquei curiosa para ler justamente por ter uma premissa que não vejo muito nos livros que normalmente leio, esse vai para minha listinha sem sombra de duvidas.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Oi Andressa!!!
    Não sabia nada sobre a obra mas eu realmente me encantei com cada detalhe, achei bem diferente e me agradou, a família bem diferente e as ilustrações super linda, mas acho que seu ler vou preferir esperar todas as continuações.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Já faz um tempinho que esse livro está na minha lista de desejados. A premissa dele é muito interessante e lembra muito mesmo o estilo do Tim Burton (que eu amo) <3
    A resenha está muito boa e me fez ficar com mais vontade ainda de ler (:
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá! Adorei a capa, realmente lembra muito as obras do Tim Burton, ainda não tinha ouvido falar desse autor, mas parecer ser uma história com um estilo de escrita muito bom, e um enredo interessante, bem diferente de qualquer livro que eu já li.

    ResponderExcluir
  17. Adoro coisas estranhas com um toque sombrio,lembrei levemente de Desventuras em Série.
    A parte do objeto de nascença..que curioso,fiquei com vontade de saber mais!

    ResponderExcluir
  18. Eu não conhecia este livro, mas já adicionei ele em minha lista de leituras após ler sua resenha, achei bem diferente a parte que quando um Iremonger nasce recebe um objeto de nascença, e a história em si é bem diferente, gostei muito da diagramação do livro, por ter algumas ilustrações. Acredito que irei gostar muito de ler este livro.

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Que história estranha e ao mesmo tempo interessante. Não tinha ouvido fala do autor e nem de suas obras, essa seria a segunda a ler uma resenha. A trama do livro é bem diferente, o que realmente significaria esses objetos que os personagem leva consigo mesmo, fiquei basicamente me perguntando isso enquanto leia a resenha.

    ResponderExcluir
  20. De fato, vendo essa capa é impossivel não lembrar do Tim Burton. Bati os olhos nela e lembrei do Edward, mãos de tesoura. kkkk. Aparenta ser um livro bem gostoso de se ler com essas ilustrações que estimulam mais ainda a leitura. Fiquei curioso, anotei a dica.

    ResponderExcluir
  21. Vou ter que ser repetitiva: realmente lembra o universo do Tim Burton. Eu não consegui fingir que não vi similaridades com O Orfanato das Crianças Peculiares e eu amei esse livro, então imagino que eu vã gostar muito desse também. Gostei da edição, dos desenhos e tudo mais. Amei amei amei essa dica (ainda mais depois de ver a avaliação do skoob também), espero que eu goste tanto assim da leitura também.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Andressa!!
    Gostei bastante da resenha e ainda não conhecia essa história. Pelo que vi a edição está muito linda!! Adorei a indicação de leitura.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  23. Eu amei o detalhe sobre os objetos de nascença, e achei bem interessante essa esquisitice do mundo dos Iremonger, mas como O Segredo de Heap House é o primeiro livro da trilogia Crônicas da Família Iremonger vou esperar os próximos volumes serem publicados para decidir se lerei essa trilogia ou não.

    ResponderExcluir
  24. Oi Andressa,
    Só de ler a sinopse e compreender de que não se trata de livro comum, fiquei extremamente interessada, afinal de contas são as coisas entranhas que chamam atenção. A proposta do livro trás de uma forma diferente uma história triste de um menino que não se encaixa em sua família aliada a elementos fantásticos que combinam, perfeitamente, com o enredo. Cloud têm muito com o que lidar e ouvir as "coisas" deve ser difícil. Como não conhecia este livro, adorei esta indicação.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir