acompanhe o blog
nas redes sociais

11.4.18

Príncipe Lestat e os Reinos de Atlântida - Série Crônicas Vampirescas [Anne Rice]

Ed. Rocco, 2018 - 480 páginas
- "Lestat de Lioncourt, está mais poderoso que nunca, e abriga dentro de si a força mística que anima todos os vampiros do mundo. Essa nova realidade perturba a sociedade vampiresca, inflamando velhos rancores e mal entendidos e provocando um clima de conspiração e paranoia. Em meio a isso, uma outra espécie de seres imortais, capazes de caminhar durante o dia, é descoberta pelos bebedores de sangue e encarada por eles como uma ameaça, causando alvoroço ao redor do globo. Esses seres misteriosos e milenares, intimamente relacionados ao próprio surgimento dos vampiros, nos levarão a conhecer uma nova camada da mitologia de Rice, anterior a tudo o que foi revelado até agora: a origem do espírito Amel, sua verdadeira natureza e sua vida pregressa na mítica cidade de Atalantaya, fundada por ele quando ainda era um ser de carne e sangue e destruída dez mil anos atrás. Resta a Lestat e a seus seguidores desvendar os segredos trazidos por estas recém-descobertas criaturas e restaurar o equilíbrio precário entre os bebedores de sangue e demais seres sobrenaturais do mundo todo. "

Onde comprar:

Príncipe Lestat e os Reinos de Atlântida é o décimo segundo livro das Crônicas Vampirescas, e, antes que qualquer coisa seja dita, é importante ler os livros anteriores, pois apenas assim é que se consegue conhecer quem é Lestat, e também entender o caminho que ele percorreu até este momento de sua história. A leitura deste livro sem o conhecimento de seus antecessores, no mínimo, empobreceria a história toda de uma maneira irreparável.

Para aqueles que não estão familiarizados, Lestat de Lioncourt foi consagrado Príncipe dos Vampiros depois que tomou de Maharet o Cerne criador dos vampiros, uma entidade antiquíssima chamada Amel.

Essa nova (e recente) realidade da sociedade vampírica começou de uma maneira conturbada, com velhos rancores sendo inflamados e reinflamados pelos acontecimentos dos livros anteriores, e, para piorar, uma nova espécie de seres imortais é descoberta pelos membros da corte, uma espécie tão poderosa e antiga quanto os vampiros e que são capazes de andar sob a luz do sol.


E é essa nova espécie, os replimoides, que amplia ainda mais a mitologia criada por Anne Rice. É por meio deles que Anne nos desvenda a origem do espírito Amel, sua verdadeira natureza e sobre sua vida antes de ele invadir o corpo de Akasha e dar origem aos vampiros, dez mil anos atrás, na lendária Atalantaya, a nossa lendária Atlântida.

Junto com essa nova espécie, há um novo perigo: o que acontecerá aos vampiros se Amel for retirado do corpo de Lestat? Como a espécie vampírica sobreviveria sem que seu Príncipe e o Cerne estivessem juntos?

Como fã das Crônicas desde sempre, só posso dizer que a simples ideia de não ter Lestat por perto me fez chorar de desespero.

“O mal é o que investe contra a vida (…) O mal é qualquer coisa que ataque a vida, fira a vida, sufoque a vida, destrua a vida. O mal consiste em causar dano a outra pessoa, infligindo-lhe confusão, sofrimento ou dor desnecessária. Todo o mal provém disso. Essa é a raiz de todo o mal.”

A narrativa de Anne, neste livro, ficou entre as peripécias do Príncipe Moleque, e as costumeiras divagações sobre assuntos espirituais/metafísicos. Particularmente, eu não gosto dessas últimas, acho que ela acaba se perdendo um pouco, a não ser, é claro, quando ela acerta na dosagem desses elementos. E, meus amigos, em Príncipe Lestat e os Reinos de Atlântida ela acertou em cada vírgula.

A narrativa é bem cadenciada e a progressão da história é apaixonante. Alias, ainda não encontrei uma pessoa que não se apaixonasse por Lestat. (A essa altura, vocês já devem ter reparado que sou muito suspeita para falar sobre essa série, certo?). Eu amo a Anne Rice e amo a maneira que ela tem de construir seu universo e de expandi-lo sem prejudicar o que já foi feito.


Luíza Thereza
Capixaba de coração e de nascença, Bacharel em Administração e apaixonada pela literatura desde o primeiro "Era uma vez". Fã incondicional da fantasia e apreciadora inveterada dos romances, os autores Anne Rice, J. K. Rowling e J. R. R, Tolkien ocupam um lugar especial em minha estante.
Cortesia da Editora Rocco
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

12 comentários em "Príncipe Lestat e os Reinos de Atlântida - Série Crônicas Vampirescas [Anne Rice]"

  1. Oi, Luíza.

    É de esperar que tais criaturas recém descobertas, de alguma forma, tragam estranheza e alerta constante, já que eles não são nada comuns como os outros vampiros... Trazendo consigo muito mais potência.

    P.S.: É preciso ter muita coragem pra ler uma série tão grande como essa! rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A coragem só leva ao segundo livro, o resto é necessidade e amor mesmo.
      uauahhuahauhauhauhauah

      Excluir
  2. Sou um grande fã de Entrevista com o Vampiro, mas ainda não li nenhum outro livro da Anne Rice. Embora tivesse conhecimento, não sabia que essa série já tinha tantos livros publicados. É uma excelente sugestão e ainda fico mais empolgado em saber da quantidade de volumes, sendo um assunto que me interessa muito. Realmente o interessante é pegar do início, afinal depois de tantos livros ficamos perdidos no meio de tantos acontecimentos. Gostei muito da capa do livro.

    ResponderExcluir
  3. Olá Luíza!!
    Nunca tinha visto esse livro, gostei mto de conhecer, sou apaixonada pelo gênero, a capa e o enredo em chamaram mta atenção viu, espero mto ter uma oportunidade de ler e conhecer a escrita da autora q eu tbm não conhecia...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi Luíza, conheço Anne Rice apenas de ouvir falar, mas sempre muito bem, as resenhas de suas histórias são sempre positivas e apesar desse universo não me chamar imediatamente pra leitura achei a resenha bem interessante e vou procurar saber mais dos livros anteriores e que são muito importante para compreensão deste para quem saber ler futuramente. ;)

    ResponderExcluir
  5. Sou meio avessa a séries grandes demais, mas não tem como negar que toda vez que lemos o nome de Anne, a gente já sabe que é coisa boa! Ow danada de autora que só trouxe coisa boa, ainda mais se tratando de criaturas sobrenaturais e seus amados vampiros.
    Lestat é um ícone no meio vampiresco e fiquei morrendo de vontade conhecer não só este livro, mas todos os demais!
    Quem sabe não consiga dar jeito nisso?rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Nunca ouvi falar das Crônicas Vampirescas,amo a editora Rocco,todos que me conhecem sabe que é minha editora amorzinha,não gosto de livros que falem de vampiros prefiro algo que condiz mais com a realidade algo menos fantasioso

    ResponderExcluir
  7. Oi, Luiza!
    Como não pretendo ler os outros onze primeiros livros das Crônicas Vampirescas, dificilmente eu lerei Príncipe Lestat e os Reinos de Atlântida, mas minha irmã é fã dessa série e vou indicar esse livro a ela, ela amaaaa Lestat e não tenho dúvidas de que ela ficará como você, desesperada se não houver o Lestat...
    Valeu pela dica. Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Oi Luíza,
    Como está lindo esse livro, preciso *.*
    Ah, o marcante Lestat de Lioncourt, quem ele não conquista?!Mas ainda não alcancei esse volume das crônicas vampirescas, na verdade faz um tempo que li, acho que preciso reler tudo para não me perder :( Uma pena, porquê já queria esse, fiquei curiosa com a inclusão de Atlântida.

    ResponderExcluir
  9. Olá Luiza.
    Não gosto de séries com taaantos livros assim, por isso nunca me interessei por ela, mesmo adorando vampiros.
    Eu provavelmente também me apaixonaria por Lestat, porque ele parece ser ao mesmo tempo um mocinho e um vilão, gostei do perfil dele.
    Fico feliz que venha te conquistado tanto os livros!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. LUÍZA!
    Um dos seres fantásticos que mais chamam minha atenção, depois dos anjos, é claro, são os vampiros e embora não tenha lido nenhum dos livros dessa séerie, fiquei com a maior vontade de conhecer, pois além de trazer uma nova espécia vampiresca, aborda esse lado mais mental, espiritual e metafísico.
    Bom domingo!
    “Violência gera violência, os fracos julgam e condenam, porém os fortes perdoam e compreendem.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA ABRIL – ANIVERSÁRIO DO BLOG: 5 livros + vários kits, 7 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  11. Acho que ainda não tinha visto nada relacionado a essa série. Não sou muito ligada em leituras com personagens sobrenaturais, mas pelo o que eu percebo a Anne Rice adora vampiros. Um dia estava no metrô e dei uma olhadinha pro lado para ver o que a moça do meu lado estava lendo e era um livro dessa autora, percebi que a escrita era bem mais antiga, com coisas como "falastes", "ouvistes", acho que ficaria meio confusa lendo. Não sei se algum dia vou ler algo da autora, mas tenho vontade de assistir Entrevista com o Vampiro.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir