acompanhe o blog
nas redes sociais

22.8.18

Correio Para Mulheres [Clarice Lispector]

Clarice Lispector
Ed. Rocco, 2018 - 400 páginas
- "Correio para mulheres traz os conselhos e as dicas de Clarice Lispector publicados em diferentes colunas e veículos da imprensa ao longo dos anos 1950 e 1960 e organizados pela professora Aparecida Maria Nunes, doutora em Literatura Brasileira pela USP, nos volumes Correio feminino (2006) e Só para mulheres (2008). Agora num único livro, os textos, assinados sob pseudônimos como Tereza Quadros e Helen Palmer, ou ainda como Ilka Soares, famosa atriz de quem Clarice foi ghost writer, mostram a faceta de jornalista feminina da escritora, entrevendo-se, aqui e ali, pequenas pérolas literárias do estilo clariceano, além de traçar um singular retrato da sociedade da época."

Onde comprar:

Começo falando sobre preconceito e expectativa, eu criei uma expectativa errada quando li Clarice Lispector, e o meu “pré-conceito”, bem mal formado, diga-se de passagem, me fez ter uma visão errônea no inicio da minha leitura, mas logo coloquei os textos em seu contexto histórico e tudo ficou mais claro.

Estamos falando de pseudônimos da escritora e de textos que escreveu para coluna feminina, sobre beleza e a forma de agir da mulher, cuidar da família, de como educar seu filho entre outras dicas.

Vamos de passagens como:

“Não importa de que qualidade fosse, Um marido era o objetivo. Felizmente, isso passou.”

Como de perfumar:

“Uma gota atrás de cada orelha. Oura gota em cada pulso. Uma ou outra na nuca. Se quiser, outras duas no interior do cotovelo...”

A ilusão da generosidade:

“.. Quando estamos apaixonados, não amamos porque nosso carinho dá felicidade a outra pessoa, mas sim porque isto nos traz felicidade...”

O que os homens não gostam:

“Uma coisa é certa: nós, mulheres, desejamos e temos o dever de agradar aos homens. Ou, pelo menos, ao homem que amamos, não é verdade?...”

Correio Para Mulheres

O livro também reúne os textos de Tereza Quadros, Helen Palmer e Ilka Soares, pseudônimos que a escritora assumiu para uma clara separação entre essas publicações jornalísticas dos contos, romances e crônicas.

Os escritos têm características diferentes e sutis toques de Clarice Lispector como ficou conhecida, em algumas crônicas que se descobrem no meio de pequenos trechos que foram publicados apenas para fins jornalísticos.

Recomendadíssimo!


Tainá Rodrigues Cunha
Guarapariense, gastrônoma e apaixonada por todos os tipo de arte. Ler é uma forma de escape prazeroso da nossa realidade. Assim como as comidas que cozinho me alimentam o corpo, os livros alimentam minha alma.
Cortesia da Editora Rocco
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

22 comentários em "Correio Para Mulheres [Clarice Lispector]"

  1. Oi, Tainá,

    Por o livro ter um conceito um tanto quanto incerto, por enfatizar, de forma meio relativa dois conceitos opostos, não sei se eu iria gostar da leitura. É visível que a Clarice tentou atingir objetivos distintos.

    ResponderExcluir
  2. Tão gostoso poder chegar no blog e encontrar uma indicação destas! Clarice rompeu gerações e graças a Deus e muitos leitores, todas suas obras ainda são mencionada e até aplaudidas hoje em dia!
    Tive a oportunidade de conhecer este livro já faz um tempinho e apesar de achar bem diferente de todos os demais trabalhos da autora, é sim, um livro a ser aplaudido de pé!!
    Mais do que recomendado!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia a obra mas conheço claro a Clarisse e imagino que esse livro seja uma obra preciosa. Gostei da resenha e das passagens. Não conhecia os muitos pseudônimos dela e achei interessante a dica ;)

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto muito da escrita da Clarice, e acho legal ela ter essas vários outros pseudônimos.
    Ainda não conhecia este, mas já anoitei a dica.
    Ótimas passagens selecionadas!

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  5. Clarice sempre foi uma das minhas referências. Sempre achei o trabalho dela incrível. Ela tem uma escrita corajosa e única para mim. Tive a mesma reação ao me deparar com esse livro, mas ainda não li, espero muito fazê-lo.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Gosto bastante deste formato de livro que apresenta vários textos de um autor em fases diferentes de sua escrita, concordo que levar em consideração o ano em que os textos foram escritos é fundamental para o seu entendimento.

    ResponderExcluir
  7. Olá, sendo um ícone da literatura brasileira, é impossível não ficar com vontade de conferir essa obra de Lispector. Aqui a autora mostra mais uma vez seu estilo de escrita multifacetado, e sem medo de tocar em assuntos que à época a tornaram ao mesmo tempo famosa e temida. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Tainá!
    Fico feliz que tenha colocado seu preconceito de lado e tenha encarado esse belíssimo livro da Clarice, ela é fantástica, não é?
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Quero um dia conhecer a escrita da Clarice Lispector sim, quando tive a oportunidade não estava pronta para tal leitura, porém hoje em dia quero expandir meus horizontes, em especial com leituras classicas. Não sei se esse me interessa tanto mas um dia lerei essa autora com certeza.

    ResponderExcluir
  11. Olá Tainá! Uma vez tente ler um livro da Clarice - Laços de família - mas não consegui pela linguagem um pouco rebuscada. Sei que a autora é um ícone da literatura mas ada está cedo para tentar novamente. mas vou anotar a dica desse livro, que sabe a leitura rola né? Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Tainá,
    Pelos trechos parece bem diferente da obra da Clarice que li.
    Realmente o contexto é outro, não sabia desses três pseudônimos de Tereza Quadros, Helen Palmer e Ilka Soares.

    ResponderExcluir
  13. Clarice é simplesmente sensacional!! Amo as obras dela!! Parece ser muito bacana esse livro.. :)

    ResponderExcluir
  14. Oi, Tainá!
    Ah, eu quero muito ler Correio para Mulheres, amo os textos da Clarice Lispector, mas confesso que não conhecia esses três pseudônimos que a escritora usou para assinar seus texto...
    Mas enfim, valeu pela dica! Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Eu já tinha visto o livro na estante de uma livraria e o fato de ser Clarice despertou minha atenção, mas imaginava encontrar a Clarice dos trabalhos já conhecidos. Teria sido uma surpresa encontrar esses textos escritos sob pseudônimos. Como sou fã de seus contos e crônicas, acabei ficando curioso pelo livro.

    Evandro

    ResponderExcluir
  16. Oi Tainá!
    Adorei! Eu gosto mto da escrita da Clarice gostaria mto de ler esse livro, já vou colocar nos desejados!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. até hoje nunca nada escrito por Clarice Lispector,apesar de ser muito bem falada ainda não li nada dela.

    ResponderExcluir
  18. duas autoras que ainda não li nada delas é Clarice Lispector e Aghata Christie,apesar de querer sempre vou deixando pra depois.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Tainá!
    Que bom que você deu uma chance para esse livro da Clarice, sei que é um pouco diferente das outras obras da autora mais sempre é bom ler algo da autora.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Não conhecia a obra mais sendo de Clarice, imagino que deverá ser ótimos..E sempre maravilhoso algo vindo algo dela.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  21. Oi, Tainá
    Vi o lançamento do livro, mas não sabia que este livro era uma coleção das colunas que ela escreveu dando esse tipo de dicas entre outros assuntos.
    Quero ter oportunidade de ler este livro porque Clarice é maravilhosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Eu me lembro que quando anunciaram o lançamento decisivo eu fiquei muito curiosa em ler o mais rápido possível já que o livro é uma coletânea das colunas que ela escreveu mas atualmente já não estou tão empolgada com a leitura não sei o que foi que fez com que meu interesse caísse tanto

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir