acompanhe o blog
nas redes sociais

24.12.18

Em Pedaços, Vol. 01 - Série Recomeços [Lauren Layne]

Ed. Paralela, 2018 - 245 páginas
- "Aos 22 anos, Olivia Middleton tem Nova York aos seus pés. Por fora, ela é a garota perfeita — linda, inteligente e caridosa. Mas por dentro ela guarda um segredo terrível: um erro que a afastou das duas únicas pessoas que realmente importavam na sua vida. Determinada a esquecer o passado, ela deixa Manhattan e vai trabalhar como cuidadora de um soldado recém-chegado da guerra. Mas o que ela não esperava era que seu paciente fosse um jovem enigmático de 24 anos tão amargurado quanto cativante. Paul Landon está furioso — com o mundo, com a vida, com o seu pai e, acima de tudo, consigo mesmo. Depois de sofrer na pele os horrores da guerra do Afeganistão, a última coisa que ele quer é a companhia de uma princesa nova-iorquina linda, mimada e irritante. A presença de Olivia parece tóxica para Paul, mas ele não consegue afastá-la, mesmo tentando muito. Por mais que lutem contra uma atração intoxicante, Paul e Olivia não conseguem se manter distantes. Agora, precisam decidir: eles vão ajudar um ao outro a curar as feridas do passado ou vão se manter, para sempre, em pedaços? "

Onde comprar:

Eu me apaixonei pela série quando li "Como num Filme", prequel que já foi resenhado aqui no blog. Apesar dos livros fazerem parte na mesma série, eles tem intensidades diferentes. "Como num Filme", que foi paixão a primeira lida, é leve e divertido, os protagonistas são umas gracinhas e te encantam. Já "Em Pedações" é bem mais denso devido ao contexto da história. Contudo ele conta com alguns pontos a seu favor, e um deles é ser uma recontagem moderna de A Bela e a Fera.

Todos nós conhecemos o contexto do conto, a "fera" é um personagem amargurado, pois num instante é um belo príncipe, que tem tudo que alguém possa desejar, e depois torna-se uma pessoa desfigurada, seu mundo encantado desmorona e ele se isola, até que volta a ter esperanças, quando uma doce mulher enxerga além de seu exterior.

E assim é Paul, nossa fera, filho de um magnata do ramo hoteleiro, um jovem que antes de se alistar para a guerra do Afeganistão era o garoto mais popular da universidade, quarterback, lindo e rico. Quando volta para casa é metade do homem que já foi, com uma perna danificada e o lado direito do rosto coberto de cicatrizes, e não só o seu corpo que está diferente, atormentado por pesadelos, ele nunca vai esquecer os horrores que viveu na guerra.

"Porque se meu pai descobrir como estou morto por dentro, não vai se contentar em contratar cuidadores para manter as aparências. Vai me internar em algum hospício onde os copos são de papel e os talheres são de plástico."

A bela Olivia é uma menina rica, mimada e fútil, mas que depois do término do namoro com Ethan, que, diga-se de passagem, foi por sua culpa, ela decide abandonar a universidade e cuidar de um veterano de guerra. Tudo isso não passa de uma fuga, uma maneira de se redimir de suas culpas.

Olivia só não esperava que seu veterano de guerra fosse um jovem de 24 anos, e que ela foi contratada como último trunfo do pai dele para desperta-lo para a vida, pois Paul vive sozinho num mansão, está se entregando a bebida e nunca sai de casa.

"Ficamos parados por alguns segundos, só nos encarando. Dois jovens mimados e em pedaços. Dois desastres."

Paul não é uma pessoa fácil, é lógico que ele se encanta com Olivia, contudo, quanto mais ele a deixa se aproximar, mais sente medo de ser rejeitado, afinal ele se considera um verdadeiro monstro. Assim quanto mais perto ela chega dele, mais ele tenta se proteger, com atitudes babacas, a fim de afasta-la.


Olivia por sua vez não sente repulsa pelo físico desfigurado de Paul, pelo contrário, eles soltam faíscas quando estão juntos, mas ela quer alguém que possa viver ao lado dela e não alguém que não quer mais socializar com outras pessoas. Enquanto Olivia tenta ajudar Paul, ela também quer se redimir de suas culpas.

"Me acostumei à crueldade nos últimos anos, mas tenho certeza de que acabei de extrapolar todos os limites. Mereço um tapa, mas o lampejo de dor pura em seus olhos é muito pior. Antes que possa me desculpar, ela já foi embora."

Mesmo toda a trama girando em torno do casal protagonista, a autora soube dosar muito bem, com uma história curta e focada. Paul é mesmo um fera, com suas doses de babaquice, mas logo depois cai na real e se arrepende. Como o livro é intercalado com capítulos na visão de Olivia e Paul, sabemos que ele mesmo se acha um imbecil.

Mesmo este livro tendo um final, fui dar uma espiadinha para saber se o próximo continuava com o mesmo casal de protagonistas ou se focava em outro, e para minha alegria, sim, o volume dois tem diferentes protagonistas, como gosto, assim a série fica dinâmica e sem enrolação. Tomara que o próximo chegue logo em minhas mãos.

"Ah, desculpa. Você queria me assustar com seus rugidos e seu modo de homem das cavernas? Achou que eu fosse desmaiar só porque me olhou com raiva?"

Perfeito para quem gosta de romance New Adult.

Clique na capa para ler a resenha do livro anterior:



Gisela Menicucci Bortoloso
Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!
Cortesia do Grupo Companhia das Letras
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

17 comentários em "Em Pedaços, Vol. 01 - Série Recomeços [Lauren Layne]"

  1. Oi, Gisela,

    Apesar de ser uma história clichê, é nítido a clareza que a autora teve em explorar os dramas pessoais dos personagens - com uma narrativa convidativa. Ainda mais por se tratar de dramas marcantes... O que deixa a leitura mais envolvente e de fácil apreço.

    Os personagens têm traços cativantes, apesar do Paul ter dificuldades em lidar com todas as suas feridas. Esse pequeno detalhe me mantém muito presa em um livro.

    Sei que vai ser uma leitura que eu vou curtir bastante.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gisela,

    Apesar de ser uma história clichê, é nítido a clareza que a autora teve em explorar os dramas pessoais dos personagens - com uma narrativa convidativa. Ainda mais por se tratar de dramas marcantes... O que deixa a leitura mais envolvente e de fácil apreço.

    Os personagens têm traços cativantes, apesar do Paul ter dificuldades em lidar com todas as suas feridas. Esse pequeno detalhe me mantém muito presa em um livro.

    Sei que vai ser uma leitura que eu vou curtir bastante.

    ResponderExcluir
  3. Olá Gisela!
    Seria esse livro a nova versão de Como eu era antes de você? O enredo me parece super familiar e se a autora soube construir bem a história ele tem tudo pra dar certo. Vejo que a protagonista tem um longo caminho a percorrer pra deixar as futilidades de lado. A alternância de pontos de vista nos dá as perspectivas dos dois personagens para conhecer mais profundamente seus medos e inseguranças. Pela resenha do outro livro da autora, vejo que essa série será muito boa, mal posso esperar as próximas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, a releitura em si é bastante ofuscada pelo fato de autora apostar no óbvio ao desenvolver uma relação conturbada no estilo Bela e Fera. Contudo, são as caracterizações bem feitas dos protagonistas que chamam a atenção, visto que autora teve o cuidado de aprofundar o humor de Paul a partir de sua experiência no Afeganistão. Pouco foi possível captar sobre a personalidade de Olívia, contudo acredito que a protagonista também demonstra um amadurecimento a partir do convívio com Paul. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Como fã de um bom clichê amoroso, eu estou doida para começar esta série. Desde o primeiro livro, as histórias remetem a essa coisa gostosa que é o amor e isso muito me interessa! rs
    Gostei muito de ler que a autora não se deixou prender somente no casal, mas também trouxe mais conteúdo e com isso, mais personagens!
    Amo a capa!
    E com certeza, espero ter e ler este e o livro anterior!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Me surpreendi com esse livro, mas não morri de amores.
    Não gostei do Paul, mas gostei muito da personalidade da Olivia.
    É uma história gostosinha, apesar desse lado denso.
    Quero muito ler o Prequel, acho que vai ser melhor.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Gi!
    Adoro livros do gênero new adult e também curto bastante livros que tem a premissa de conto de fadas, principalmente que é da A bela e a fera. E estou bem curiosa para fazer a leitura desse livro e também o prequel Como num filme.
    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Olá, Gi
    Estou amando ler as resenhas dos livros de Lauren Layne.
    Amo A Bela e a Fera e gostei muito de ser parecido com esse conto. Parece ser uma leitura apaixonante, estou ansiosa para ler a resenha do próximo livro.
    Gosto quando os autores insere personagens de outros livros nos livros seguintes e conseguimos saber mais sobre os personagens.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Gisela,
    Gosto muito dessa autora, então espero gostar desse livro também. Acho que vou amar esse, porque amo livros que mostra que os personagens são pessoas normais, que aconteceu coisas ruins na vida dele e mostra eles superando isso.

    ResponderExcluir
  10. Pronto! Assim que voce escreveu que o livro é uma recontagem moderna de A Bela e a Fera, já quiz começar a ler. Já coloquei na minha lista de desejados do Skoob e vou atrás dele para ler o quanto antes.
    Quero ler também para poder descobrir se eles conseguiram se unir e se esse amor foi uma cura para eles.
    Não me interessei pelo prequel, então vou iniciar a série por esse livro mesmo.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Já fiquei com vontade de ler o livro, afinal amo a Bela e a Fera e adoro acompanhar suas releituras, essa parece ser bem clichê, o que faz um bem danado para o coração, gosto que a escrita da autora seja fluída e que Paul seja uma fera que reconhece seus erros rapidamente, adorei que o próximo livro conte a história de um casal diferente.

    ResponderExcluir
  12. Oi Gisela,
    Sempre que falam que o livro é releitura de algum conto de fadas vou querer ler, pois adoro histórias assim. Romances com personagens marcados pelos horrores da guerra, geralmente, são bem interessantes e envolventes. As personalidades opostas e, consequentemente, os desentendimentos entre os protagonistas não são novidades em tramas neste estilo, mas isso não quer dizer que é algo ruim, pelo contrário, é algo que eu sei que funciona e no final vai me deixar bem satisfeita com a história. O dilema que Olívia enfrenta em querer ficar com Paul ao mesmo tempo que quer alguém para estar ao seu lado é algo bem real e achei bem interessante a autora trazer isso para o livro. Como fãs de recontos e de new adults, Em Pedaços é um livro que, com certeza, vou querer ler.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Gi
    Vc disse recontagem moderna de A Bela e a Fera?! Já chamou minha atenção ai u.u
    Pela quote da pra sentir que a Olivia possui personalidade forte, como a Bela deve ser.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Gisela!
    Eu já queria ler Em Pedações, e agora que descobri que a história é uma recontagem moderna de A Bela e a Fera, o meu conto favorito, agora é que quero mesmo ler a história de Paul e Olivia!
    Só espero que Paul não me tire do sério em relação as suas babaquices, mas pelo menos ele é ciente de que está agindo como um imbecil...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Oi Gisela!
    Preciso ler algo da Lauren! A Michele do blog adora os livros dela e você também. Como termos gostos parecidos. Sei que eu irei adorar eles!
    www.oquetemnanossaestante.com.br

    ResponderExcluir
  17. Quando eu comecei a ler esse livro eu achei que eu iria me deparar com o romance Digno das estrelas da sessão da tarde mas o livro venha cheio de surpresas com a narrativa deliciosa foi realmente a grande revelação essa altura pois os livros dela mesmo aparentando serem leves durante leves traziam uma carga muito grande de emoções e sentimentos

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir