acompanhe o blog
nas redes sociais

23.10.19

Rádio Silêncio [Alice Oseman]

Cortesia da Editora Rocco

Não tinha ouvido falar de Alice Oseman até a Rocco publicar Rádio Silêncio. Esta é a segunda obra da autora britânica. Um Ano Solitário, seu livro de estreia, que ainda não foi publicado no Brasil, foi comparado à O Apanhador no Campo de Centeio (um clássico americano) pela The Times.

Pesquisei um pouco pela internet e descobri que Alice Oseman costuma trazer muita representatividade em suas obras. Foi assim que comecei a viajar pelas ondas da rádio.

Título: Rádio Silêncio
Autor: Alice Oseman
Tradutor: Carolina Caires Coelho
Editora: Rocco Jovens Leitores
Gênero: Romance, YA, LGBTQ+
Páginas: 448
Edição:
Ano: 2019
Onde comprar: Amazon

“Olá, Espero que alguém esteja ouvindo...”

É assim que sempre começa Universe City, um podcast no youtube a respeito de um aluno detetive que usa terno e procura uma maneira de escapar da universidade infestada de monstros.

Frances Jeanvier é inteligente, melhor aluna e representante da sua turma. Ela já traçou seu futuro e precisa abdicar de muita coisa para alcançar seus objetivos. Frances vai estudar em Cambridge, conseguir um bom emprego e ganhar muito dinheiro. Essa é a sua fórmula para a felicidade. A única diversão que ela se permite é desenhar fanarts de seu podcast favorito, Universe City.

Um dia ela recebe o convite de Rádio X para fazer as fanarts oficiais de Universe City, no entanto, ninguém poderá saber sua identidade. Ela ficou em dúvida por um tempo porque seus desenhos jamais a levarão até Cambridge, mas ela acaba aceitando.

Aled Last era a sombra de Daniel Jun, outro representante da escola de Frances. Ela e Daniel sempre competem para ver quem é o mais nerd. Aled estuda em outra escola e nem parecia ter alguma personalidade. Ele só sorria e concordava com o que todos diziam. Mas, Aled é a brilhante mente por traz do podcast de ficção científica e drama.

“Eu me sentia a chata com meus amigos de escola. Eu era a Frances da escola, calada, obcecada por trabalhos e chata. Eu não era assim quando estava com Aled.”

Às vezes pode ser aterrorizante você mostrar quem realmente é para o mundo, porque... e se o mundo não gostar de você? Por isso, muitos jovens acabam se fechando e não escutando sua própria voz. Se fechando até não se importar com mais nada. Se fechando até... a depressão.

Rádio Silêncio faz uma grande crítica social ao sistema educacional que faz os jovens acreditarem que, se não tiverem boas notas, estarão destinados ao fracasso e à miséria. O estudo é muito importante, mas também é importante os jovens saberem que há vários outros caminhos na vida para a felicidade, além da Academia.

Alice Oseman começa contando uma história jovial despretensiosa, mas, à medida que a narrativa avança, o leitor percebe que os personagens sofrem mais do que parecem. O livro fala sobre descobrir sua própria identidade, a pressão para o sucesso e sobre diversidade na medida certa. Não pesa muito no drama.

A narrativa da autora é fluída, envolvente e os personagens são bem cativantes. Gostei muito de ver a amizade entre um menino e uma menina que não termina em paixão. Há um romance na história, mas esse não é o foco da autora. “A amizade é o um amor que nunca morre”.

“Sou só uma voz numa rádio, e pode ser que ninguém esteja ouvindo. Fico me perguntando... se ninguém está ouvindo minha voz, estou fazendo algum som?”

Com amor, André

comentários pelo facebook:

15 comentários em "Rádio Silêncio [Alice Oseman]"

  1. Um livro que fala sobre auto descobrimento, futuro, representatividade.
    É bem atual e os jovens leitores se identifam não é?

    ResponderExcluir
  2. Acabei conhecendo esta obra por uma vídeo resenha no Youtube estes dias e me encantei com o enredo. Como não conhecia o livro, entendi os motivos do título e já fiquei fascinada com isso.
    Mesmo sendo uma história mais voltada para o público juvenil,entendemos bem dessa pressão de uma sociedade inteira.
    É bem o que você citou, estudar é maravilhoso,mas viver também é!
    Quero muito poder conferir a obra o quanto antes!!!

    Beijo

    Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  3. André!
    Interessante ver um livro que aborda outras perspectivas que não a acadêmica para os estudantes americanos.
    Fico triste apenas em ver que o livro traza grande frustação para seus peresonagens, mas aí é que está o bom também, porque deve ser a realidade vivida por eles.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Olá! Parece ser um livro bem gostoso de ser lido, gostei de saber que a autora conseguiu construir uma história bacana que preservou a amizade entre os protagonistas, sem o peso do romance entre eles, e que faça uma crítica a essa pressão que os jovens sofrem para escolher o que farão para o resto de suas vidas.

    ResponderExcluir
  5. Olá! ♡ Eu adorei a premissa desse livro, a autora faz críticas sociais muito importantes. Estudar e ter boas notas é importante, mas isso não é tudo, notas ruins não definem quem a gente é, não seremos fracassados por irmos mal em algo. Eu me senti muito pressionada no último ano do Ensino Médio, pois eu estava tirando notas baixas em algumas provas, me sentia péssima por não ir bem em uma matéria, pois por mais que eu me esforçasse nunca parecia o suficiente. Demorou, mas eu percebi que aquelas notas não deviam me deixar para baixo, que eu não ia ter um futuro péssimo só porque não estava indo muito bem em algo. Eu entendi que eu precisava me esforçar e procurar melhorar, mas não devia me deixar ser colocada para baixo por não ser boa em determinada coisa, que não era errado ter dificuldade em certa matéria.
    Gostei da questão da amizade ser o foco principal e não o romance ♡
    Acho muito importante livros que falam sobre descobrirmos nossa própria identidade, com certeza vou querer ler este.
    Muito obrigada pela indicação, adorei a resenha!
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  6. Uau! Já quero fazer essa leitura.
    Já me chamou atenção por ser uma leitura que traz representatividade e críticas.
    Amo um bom romance, mas gostei de saber que nesse livro ele não é o foco.
    Sinto que vou amar a escrita da Alice.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Já amei o livro,mesmo sem ler. A gente se cobra demais e o preço é alto(ansiedade,depressão e ataques de pânico).Vou colocar esse livro na minha lista. A Rocco sempre arrasando nas publicações.

    ResponderExcluir
  8. Oi André,
    Também não conhecia Alice Oseman até este momento, mas que bom que estou sendo apresentada a esta obra, que inicialmente parece simples, mas aos poucos fui entendendo a mensagem que a autora queria passar. A nossa sociedade hoje determina muitos padrões e isso também inclui a formação acadêmica. Há muita cobrança, mas isso exige muito também e muitos não percebem isso. Achei muito relevante que a autora trouxe isso como tema de Rádio Silêncio. Gostei também de ela explorar o amor na amizade e mostrar isso entre um menino e uma menina.

    ResponderExcluir
  9. Também nunca tinha ouvido falar da autora. Bom saber que temos novidade e que a escrita dela é tão boa. Uma pena que uma autora que fale de problemas tão pertinentes tenha somente um livro publicado no Brasil.
    Apesar de ser um livro com adolescentes, gostei bastante da temática e fiquei curiosa para conhecer os dois amigos.

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Faz algum tempo que li algo que se passa no colégio, acho que depois que eu saí de lá, tava tão saturada, que não queria ver nada KKKKKK
    Não conhecia essa autora.
    Mas esse livro chamou minha atenção, fiquei com muita vontade de ler ele.
    E isso que você falou, de que não precisa tirar notas boas, para ter um futuro brilhante, é muito real.
    Obrigada pela indicação.

    ResponderExcluir
  11. Oiii ❤ O que mais chamou a minha atenção sobre esse livro é a crítica que ele faz sobre a pressão imposta aos estudantes de sempre terem notas altas, pois se não as obtiverem são fracassados.
    Bom saber que os temas são trabalhados no livro na medida certa e que ele também fala sobre se descobrir.
    Também me agrada que o amor nesse livro seja retratado em forma de amizade e não romanticamente, como acontece na maioria dos livros.
    Gostaria de fazer essa leitura.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  12. Ainda não conhecia a autora, mas achei bacana saber que ela apresenta em seus livros assuntos e discussões tão necessárias aos jovens, realmente não é fácil passar por todo esse processo de escolaridade, definir o que vamos ser quando crescer, ainda mais da maneira ultrapassada que ele é hoje.

    ResponderExcluir
  13. Oi, André
    Olha pela capa eu nem liguei para este livro, mas adorei sua resenha e já quero!
    Acho importantíssimo lembrar aos jovens que educação e aprendizagem é tudo de incrível, mas ninguém melhor do que ninguém por ter facul, ou por ter só notas altas.
    Eu fiquei superdepressiva quando estava na facul e não gostava do curso, foi um período horrível e demorei pra entender que eu tinha diversas possibilidades de escolhas que me fariam feliz e não precisa terminar o curso que me fazia mal.
    Vou querer lê-lo com certeza!
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá, André
    Não conhecia o livro é a primeira resenha que leio e claro que vai para a lista de desejos.
    Essa leitura irá inspirar leitores encontrar seus caminhos e escreverem seus sonhos.
    Quero ler em breve, beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi, André!
    Não conhecia esse livro da Alice Oseman, achei interessante essa história, acho importante outros autores escreverem sobre esse tema. Enfim gostei da indicação.
    Bjos

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir