acompanhe o blog
nas redes sociais

17.8.20

Renegados, vol. 01 [Marissa Meyer]

Marissa Meyer

Cortesia da Editora Rocco

Existem várias histórias de amor entre inimigos e rivais tanto na literatura quanto no cinema. Mas, não me lembro de nenhum romance entre super-heróis e super-vilões. Essa é a premissa de Renegados, novo livro da Marissa Meyer, autora bestseller da série Crônicas Lunares.

Renegados
Título: Renegados
Autor: Marissa Meyer
Tradutor: Regiane Winarski
Série: Renegado
Editora: Rocco Jovens Leitores
Gênero: Ficção Romance | Super-heróis | juvenil
Páginas: 510
Edição:
Ano: 2020
Onde comprar: Amazon

Renegados é um grupo de humanos com poderes que estabeleceram a paz e se tornaram um símbolo de esperança e coragem, principalmente depois de vencerem o grupo rival, os Anarquistas.

“Todas as revoluções vêm com morte. Alguns precisam morrer para que outros tenham vida. É uma tragédia, mas também é a verdade.”

Nova é uma Anarquista, ou seja, uma das vilãs! Ela viu seus pais e sua irmã mais nova serem assassinados enquanto esperava que os Renegados chegassem para salvá-los. Ninguém apareceu e ela os odeia por isso.

Em busca por vingança, ela se infiltra nos Renegados e conhece Adrian. Ele não é apenas um Renegado, mas o filho adotivo dos líderes da equipe de heróis, órfão de uma das maiores heroínas que o mundo já conheceu. Adrian acredita na justiça e em Nova. É ele quem apóia a entrada dela para o grupo. O objetivo de Nova é espionar, descobrir os pontos fracos da organização para atacá-los em seguida.

A atenção de Adrian deixa Nova bem balançada, mas ela é leal a sua causa. Será que Adrian e tudo o que ela está descobrindo dessa antiga rivalidade entre Renegados e Anarquistas serão capazes de fazê-la esquecer de sua vingança?

“Como podemos esperar que as pessoas mudem se não damos uma chance a elas.”

Renegados tem muitos pontos positivos. Primeiro, a gente acompanha uma vilã, o que achei muito bacana. Segundo, a história é contada sobre o ponto de vista dos dois protagonistas, o que nos permite ver que nem todo mundo que está no lado dos Renegados é bom e vice versa. O livro também traz diversidade. Adrian é negro e seus pais adotivos é um casal homossexual. Os personagens principais não são tão maniqueístas como esperava em uma aventura/romance YA. O romance também é construído aos poucos, mas já estou “shipando” o casal!

O único ponto negativo é que os heróis e vilões têm seu nome como prodígios e como ser humano normal. A autora alterna, às vezes, entre esses nomes e fiquei um pouco confuso, mas apenas no início.

“Quem não tem medo não pode ser corajoso”

Este foi o meu primeiro contato com a escrita da Marissa Meyer e gostei muito como ela nos envolve com uma história cheia de adrenalina e bom humor, e com personagens carismáticos. O livro tem 510 páginas, mas a leitura flui muito bem. A Rocco está de parabéns pela diagramação, pela tradução de Regiane Winarski e, principalmente, pela capa. Achei linda!

Seja bem-vindo a Gatlon City, um mundo cheio de aventura, paixão, perigos e traições. Um ótimo início de trilogia. Agora, quero ler os próximos volumes, logo. Viu, Sra. Rocco?

Com amor, André

18 comentários em "Renegados, vol. 01 [Marissa Meyer]"

  1. Eu ainda não conheço as letras da autora,mas Crônicas é muito elogiada e sim, ainda pretendo ler todos os livros!
    Renegados chegou chegando com essa capa espetacular e com um enredo que traz isso da vilã sendo o centro de tudo, mas acabando se perdendo ao sentimento e isso é maravilhoso!
    Quase um calhamaço que pretendo muito ler sim!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Olá, André

    Não estou muito na vibe de ler um livro desse tipo, mas vou adicionar na minha lista para dar uma chance no futuro.
    Achei bem legal isso de acompanhar a vida da vilã, coloca muito em outra perspetivava, deve ser bem interessante.
    Parece um livro bem juvenil

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu achei a capa muito legal! Essa é a segunda resenha que eu vejo desse livro e confesso que gostei bastante. Primeiro que eu AMO tudo de super heróis, acho um universo fascinante e ver que tem um romance pra deixar as coisas mais fofinhas hahaha aí é que eu quero ler :)
    Já coloquei na lista.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Interessante a premissa! Uma história de amor e também ódio entre bem e o mal.
    Outra coisa que curti muito é o fato da protagonista feminina ser a vilã.
    Palmas para Marissa por essa criatividade

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li nenhum livro relacionado a heróis e vilões, e esse parece ter uma premissa muito interessante, principalmente por não acompanhar uma "mocinha", mas uma vilã. E ver se ela vai continuar com sua ideia primária ou vai mudar de ideia.

    ResponderExcluir
  6. Oi, André!
    Achei bem diferente que em Renegados acompanhamos uma vilã, sem dúvida ter o ponto de vista dos dois protagonistas é um ponto positivo, principalmente por conta disso, se eu fosse ler Renegados eu com certeza ficaria desesperada para saber os pensamentos do Adrian rsrs.
    Só não gostei muito de saber que o romance é construído aos poucos, mas entendo o motivo, afinal Nova veio para espionar, para gostar de Adrian e colocar sua missão de lado - se é que ela desisti de sua missão - ela teria que conhecê-lo melhor, assim como os outros Renegados.
    Como se trata do primeiro livro de uma trilogia ficarei aguardando os lançamentos dos outros dois livros para só então decidir se lerei ou não... Bjos!

    ResponderExcluir
  7. Olá! Um enredo um pouco diferente do que estamos acostumados hein, já estou aqui torcendo por essa “vilã”, comecei a outra série da autora e estou amando, espero ter a mesma experiência com esse livro, que tem essa capa maravilhosa.

    ResponderExcluir
  8. Ola André!
    Eu amei As Crônicas Lunares e quando a Rocco anunciou que iria trazer essa nova série da autora pra cá fiquei extremamente ansioso para conferir.
    E pelo visto Meyer nos introduz mais uma vez em um universo rico e muito bem construído, nos fazendo questionar a visão de o que é considerado bem e o que é considerado mal, essencialmente. Ademais, os protagonistas possuem uma bagagem que agrega profundidade para a trama, sem contar que toda essa representatividade que gira ao redor de Adrian é muito bem vinda e só eleva a qualidade do livro.
    Tomara que a sequência seja publicada logo!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Agora é oficial: preciso desse livro!
    Eu conheci a escrita da Marissa através de Sem coração, e gostei bastante. Saber que esse traz um romance entre vilão e herói é bem atraente, ainda não li nada do tipo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. André!
    Realmente nunca li nada que traga um romance entre heróis e vilões, deve ser bem diferente.
    No início da sua resenha, achei mesmo que era uma HQ, mas uma HQ em prosa, é a primeira vez que ouvi falar.
    Gosto quando o texto é mais descritivo, principalmente para mostrar a personalidade e as nuances das personagens.
    Se em momentos de ápice, já vale a pena a leitura, porque deve ser interessante acompanhar essa rivalidade entre os grupos.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  11. Olá André!
    Gatlon city? Adorei hahaha
    Também não lembro de nenhum nenhum romance entre herói e vilão, mas é uma combinação boa, né? Junte tudo isso escrito por Marissa Mayer e terá perfeição. Eu gosto muito da escrita da autora mas não estava por dentro desse lançamento. Gostei da trama e da representatividade dos personagens. Acho que a série tem tudo pra ser um sucesso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Aaaahhhhhh!!!! Ameiiiiii a premissa. AMOO fantasia e Meu Deus... Um romance entre heróis e vilões, já queroo, nunca li algo desse tipo, mas já adorei. Parece ser uma leitura incrível e aquela coisa de quem iremos torcer? Quero muito ler e já adicionei a lista

    ResponderExcluir
  13. Que linda a capa junto com os funkos. Não é o tipo de livro que costumo ler, assisto mais os filmes mesmo, mas parece ser bem interessante. Achei legal a história da vilã e também a diversidade abordada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. ola
    a capa é muito bonita mesmo e gostei da autora usar a diversidade no livro e fiquei curiosa para saber como esse casal se entendem já estão em lados opostos.

    ResponderExcluir
  15. Essa capa realmente é linda e a história então, amei saber que temos aqui a história de uma vilã, que, aliás, sempre ganham minha torcida. Ainda não estou familiarizada com a escrita da autora, mas espero em breve, já tenho até meu livro escolhido (esse aqui), só não sei se vou conseguir esperar pela continuação assim tão de boa.

    ResponderExcluir
  16. Oi, André
    Também gostei muito da capa, é linda!
    Já li uma resenha desse livro, mas não sabia da representatividade que tem nele, fico feliz por esse ponto positivo.
    Para um calhamaço desses ainda bem que a leitura flui, não li nada da autora espero mudar isso em breve.
    Gostei que a trama é narrada pelos dois protagonistas e que mostra que todos temos lado bom e mal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi, André
    A Nova parece ser muito forte e determinada, e tem seus motivos pra ser vilã.
    O Adrian parece bem legal e interessante também.
    Parece que terá reviravoltas eletrizantes.
    A escrita da autora dizem ser ótima, quero muito ler algum livro dela.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Não conhecia esse livro e achei muito legal a premissa, acho que vale a pena dar uma chance para a leitura. Mesmo não sendo tão meu estilo de leitura, vou conferir.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir