acompanhe o blog
nas redes sociais

13.6.14

Por Toda a Eternidade, vol. 2 - Série Firefly Lane [Kristin Hannah]

Por Toda A Eternidade, vol. 2 - Série Firefly Lane [Kristin Hannah]
Ed. Novo Conceito, 2014 - 400 páginas:
      Tully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que perde uma pessoa querida. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir...  

Onde comprar:



AVISO: Se você não leu ou pretende ler o primeiro livro – Amigas para Sempre, não leia esta resenha. Este é segundo livro da série Firefly Lane, fechando a dramática história tão bem construída por Kristin Hannah. Os livros falam essencialmente da amizade entre Kate e Tully ao longo de três décadas. Imaginem todo esse tempo na vida de duas mulheres, desde a adolescência, cada uma construindo o próprio caminho, de mãos dadas e tão envolvidas, com direito a muitos sonhos, alegrias, conflitos, brigas e reconciliações.

(A partir daqui falarei sobre o livro, então, decida se quer continuar a leitura, pois há fatos importantes que são spoilers do primeiro livro).







As vidas das famílias Mularkey, Ryan e Hart mudam radicalmente com a partida de Kate. Sofrendo muito, os personagens se fecham no luto sem saber como lidar com a perda. Tully e Marah estão devastadas, perdidas na solidão e na depressão, afundando cada vez mais. Tudo desanda sem Kate por perto. Se no primeiro livro Kate parecia frágil e sem vida própria, sempre dedicada e colocando-se em segundo plano, aqui percebemos que ela era a sustentação da família e o apoio que Tully precisava para seguir em frente.

"As lembranças são o que somos, Tul. Por fim, esta é toda a bagagem que leva com você. O amor e as lembranças são o que dura." (Kate, p. 90)

Neste segundo volume, o foco são as três mulheres de diferentes gerações: Tully, Marah e Dorothy (a mãe hippie de Tully, que no livro 1 chamava-se ‘Nuvem’, mas neste livro 2 o tradutor manteve ‘Cloud’- preferi assim). Acompanhamos o amadurecimento de Marah, da rebeldia ao fundo do poço, e deste à busca por ajuda. A derrocada de Tully, dos holofotes da fama ao vício em álcool e remédios. E descobrimos, enfim, os tortuosos caminhos percorridos por Dorothy, que a levaram a abandonar a filha. Todas envolvidas em situações de extremo perigo. Preparem-se para revelações surpreendentes!

Gostei da estrutura narrativa, que alterna passado (em 2006, ano da morte de Kate) e presente (2010), além do uso de caixa alta para indicar voz elevada ou gritos na emergência do hospital. Achei genial a ‘volta’ de Kate, que dialoga e ainda guia a fragilizada Tully através de seus pensamentos, numa situação-limite muito importante da trama. Destaco ainda os discursos revezados das personagens, cujas falas e pensamentos em primeira pessoa são intercalados com a narração em terceira pessoa. É interessante ver um mesmo problema contado por personagens distintos, cada um oferecendo sua versão. Dessa forma compreendemos as dores, fraquezas e sentimentos envolvidos, dissolvendo qualquer julgamento e abrindo espaço para que possam se redimir.

Precisei de 300 páginas de leitura amarga e dolorosa para chegar, enfim, ao ponto alto da trama: quando Dorothy começa a contar sua vida, revelando tudo de uma vez, descendo garganta abaixo como uma dose dupla e forte de conhaque. Que surpresa o leitor terá quando Dorothy abrir a boca - e a vida! Se no primeiro livro ela ficou com a péssima fama de mãe irresponsável, aqui chegaremos ao seu coração... para perdoá-la ou crucificá-la de uma vez.

"Às vezes você simplesmente faz a escolha errada e tem de viver com isso. Você pode apenas mudar o futuro." (Dorothy, pp. 362-363)

Nem tudo é o que parece. O glamour e a fama cobram seu preço, assim como manter uma família íntegra requer envolvimento emocional e sacrifícios que nem todos estão dispostos a fazer. A necessidade de acertar as contas é fundamental para o desfecho desta história. A série fala sobre a vida, em suas cores nada sóbrias, a necessidade de perdão, de recomeços, de manter a esperança viva e sobre o que realmente deve nos unir: o amor.

“- Acho que você se surpreenderia com a facilidade com que uma mãe perdoa. A questão é: você consegue se perdoar?” (Dra. Bloom para Marah, p. 365)"

Com esta duologia, Kristin Hannah se consolida como uma talentosa autora, habilidosa para abordar temas delicados, cuja escrita engenhosa é carregada de emoção. As lágrimas são inevitáveis, caro leitor.


Cortesia da Editora Novo Conceito
Manu Hitz
Cearense, fisioterapeuta e mãe. “Eu não tenho o hábito da leitura. Eu tenho a paixão da leitura. O livro sempre foi para mim uma fonte de encantamento. Eu leio com prazer. Leio com alegria.” Ariano Suassuna.

comentários pelo facebook:

28 comentários em "Por Toda a Eternidade, vol. 2 - Série Firefly Lane [Kristin Hannah]"

  1. Dessa vez eu segui os conselhos e resolvi não ler o texto. Tenho esse livro, mas infelizmente ainda não consegui comprar o primeiro para poder ler em ordem. rs
    A autora parece muito competente mesmo, tanto na construção de uma trama sensível e carregada de sentimentos, quanto na formação dos seus personagens.
    Assim que eu ler, volto aqui para checar a resenha!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Era esse livro me me lembrou um outro. As capas são muito semelhantes. Não vou nem ler para não sofrer de spoilers.

    ResponderExcluir
  3. #Ana Paula Barreto e #Izabela Garcia fiz questão do aviso antes da resenha. É mesmo muito melhor ler em sequência, apesar de conseguir entender sim, só com o segundo. Mas muitos detalhes serão perdidos e o segundo livro corre o risco de não ser tão interessante sem os elementos do primeiro. Beijo!

    ResponderExcluir
  4. querida Manuh, mais uma pedrada né? livros em que o sentimento é exacerbado acabam nos atingindo de alguma forma, seja pela empatia criada com a personagem, seja por nos fazer recordar algo doloroso de nossa existência, ou até por nos lembrar de nossa natureza humana e finita. confesso que no primeiro volume suas palavras me encantaram, reservei um espaço para o livro, mas não havia um comprometimento meu. agora a coisa mudou, gosto mais quando o enredo passa por gerações, expõe as feridas, um nelson rodrigues mais ameno, mas não menos contundente. é assim que encarei sua resenha, com ressalvas ao primeiro volume. porém fui surpreendido mais uma vez por suas palavras, engolfado, afogado. essa dica é valiosa e agora, graças a você, esta autora foi realmente para a alça de mira!

    ResponderExcluir
  5. Já li Amigas para Sempre e estou terminando o Por Toda a Eternidade. O livro é muito interessante, pois mostra os sentimentos e conflitos na vida dos personagens, o que nos faz entender melhor as suas atitudes no primeiro livro. Ele mudou, totalmente, meu conceito sobre a Dorothy, sei que o que ela fez com filha não tem justificativa, mas fiquei muito comovida ao saber como foi a vida dela e tudo o passou.

    ResponderExcluir
  6. olá Manu, realmente a Kristin ja provou uma coisa: vai ler um livro dela se prepara para as lágrimas!
    é emoção na certa!!!! como disse na resenha anterior tenho esse livro, mas ainda não li pois estou esperando amigas para sempre e ler na ordem, assim é emoção dobrada!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Manu! :)
    Como não sou tão cri cri com spoilers não resisti e li a resenha mesmo assim haha :)
    "A série fala sobre a vida, em suas cores nada sóbrias, a necessidade de perdão, de recomeços, de manter a esperança viva e sobre o que realmente deve nos unir: o amor." AMEI AMEI AMEI! Já tinha lido sua resenha de Amigas para Sempre se me encantado, agora então quero muito muito muito ler! :)

    Um beeijo Lara
    http://meusmundosnomundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Esse livro está na minha lista para ser lido. Mas vai demorar um pouco para eu lê-lo, pois tem alguns na frente.

    ResponderExcluir
  9. Manu!
    Embora não tenha lido Amigas para sempre, já li Por toda Eternidade e deu para ler bem, mesmo sem ter lido o primeiro volume.
    É uma leitura dramática, sofrida, mas gosto da forma como a autora escreve e não achei o livro monótono, afinal, é um drama.
    Gostei mais uma vez da sua resenha.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho esse livro, Manu, mas olha só, não sabia que era sequência de Amigas Para Sempre. Então achei ótimo que você já avisou logo no início porque muitas pessoas dizem que certos livros não precisam ser lidos na ordem, mas eu ainda prefiro seguir a sequência para ter um melhor entendimento do enredo. Mas pelas quatro estrelinhas, já percebi que você se encantou mais uma vez com a autora.

    ResponderExcluir
  11. OI Manu! Eu ainda não li este aqui, estou no momento de leituras menos dramáticas, mas tenho certeza que vou gostar, esta autora sabe abordar as questões mais complicadas da vida em suas obras de maneira única, você acredita que está lendo algo real e mergulha nas emoções dos personagens.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  12. Oi Manu!
    Esse livro parece ter uma história bem tocante. Agora fiquei com vontade de conhecer a escrita dessa autora, adoro narrativas que alternam entre o passado e o presente!
    Beijos... Samantha Culceag.
    sopramenores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Manu
    Seguindo seu blog! Lindo ele! Estou com esse livro aqui, ganhei da Lygia do Brincando com livros mas fiquei sabendo que ele era continuação de outro aí estou esperando uma promo para comprar ele :( a história parece ser tão bonita.

    beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, Manu
    Quero muito ler essa série. Já tenho esse livro, só falta comprar o primeiro. Espero ler em breve, pois estou super curiosa.

    ResponderExcluir
  15. Oi Manu, eu não costumo me incomodar em ler spoiler, mas neste caso preferi não ler. Estou com muitas expectativas sobre o primeiro livro, e tenho medo de desanimar ou ficar mais ansiosa ainda lendo esta resenha sobre o segundo! kkkkk
    Com certeza preciso desta série. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  16. Eu amo muito Kristin Hannah!
    Essa duologia foi simplesmente lindo!
    Eu confesso que gostei mais de Amigas para sempre, mas esse também é lindo.
    Adorei ver a resenha aqui
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  17. Oi Manu! Tenho muita vontade de ler esses livros, mas são tantos que quero ler!!!

    Adorei sua resenha, muito bem escrita. Está de parabéns! *-*

    Beijos!

    albumdeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Manu!

    Li o primeiro livro e fiquei desanimada com alguns resenhas que li sobre este segundo livro, mas sua opinião me deu uma boa ideia do que esperar, de um modo positivo, pois suas palavras me deram um novo modo de ver Por toda a eternidade e acho que vou lê-lo em breve. :D

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  19. O primeiro volume me arrebatou profundamente,
    fiquei imensamente curiosa para saber as tais revelações de Dorothy, sério que Tully afunda a esse ponto? Pensei que não iria querer ler esse livro após a partida de Kate, mas pelo visto me enganei.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi, Manu! Menina, eu não dava nada por essa história. Juro pra você. E caramba, você conseguiu fazer com que eu pensasse mais a respeito dessa opinião. O livro aparenta ser muito bom, embora seja a continuação de Amigas Para Sempre, título este que ainda não li. Gostei da sua resenha, de qualquer forma (porque sou vida louca e a li sem conhecer a história do anterior). Parabéns!

    Um beijo enorme.
    Doce Sabor dos Livros - Aguardo a sua visita!

    ResponderExcluir
  21. Não irei ler a resenha pois estou lendo o primeiro volume agora.

    ResponderExcluir
  22. Manu, optei por não ler a resenha, ok? Mas já estou curiosíssima pelo seu último parágrafo. A Chrys e a Sara também falaram muito bem do livro, que choraram e tudo. Eu sou meio casca grossa, muito raramente choro na leitura.
    E, assim como disse na outra, ridículo cada editora publicar um livro da mesma série. ¬¬
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  23. Não li, Manu! Mas só pela sua nota final, eu sei que vale a pena! :)
    Os dois livros estão nos meus desejados mas confesso que só fiquei sabendo que era uma duologia pelos seus comentários no facebook. Estranho cada editora lançar um, né? Bom para nós leitores que não precisamos esperar o próximo! rsrsrs

    ResponderExcluir
  24. Não li o livro 1, mas concordo com você, a autora é talentosa e sabe como poucos desvendar a alma do ser humano, mostrando ele como realmente é, com suas qualidade e defeitos.
    Bjs, rose.

    ResponderExcluir
  25. Ai, Manu! estou louca pra ler essa duologia! Comprei o livro da Arqueiro pra poder ler o que a NC mandou. O primeiro livro que li da autora foi Jardim de Inverno, e não consegui segurar as lágrimas também não... pelo jeito esses dois vão me tocar tanto quanto ele me tocou, a escrita da Kristin é mesmo carregada de emoção!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Não li "Amigas para sempre" ainda e não por falta de vontade, mas porque tenho uma lista enorme de livros, hehe.
    Eu fiquei chocada co o baita spoiler na sinopse e confesso que isso me desmotivou no início.
    já li muitas criticas positivas sobre a estória destas amigas e quero em breve tirar minhas próprias conclusões.
    Imagino que vou me debulhar em lágrimas, hehehe.
    Bjs, Manu! Mais uma vez adorei sua resenha. Esperava 5 estrelas, mas 4 já dá muita vontade de ler ;)

    ResponderExcluir
  28. Manu, tenho esse livro aqui em casa, mas ainda não o li. Como pretendo lê-lo, preferi pular para os últimos parágrafos da resenha. Pelo que entendi, dramas e acerto de contas é o que não falta aqui. Vamos ver o que vou achar dele.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir