acompanhe o blog
nas redes sociais

5.1.15

As Lições de Chico Xavier [Marcel Souto Maior]

As Lições de Chico Xavier [Marcel Souto Maior]
Ed. Planeta, 2014 - 96 páginas:
      Quais as principais lições deixadas por Chico Xavier? O que mais me marcou? O que aprendi com a vida e a obra dele? Hoje sou menos cético? As respostas para as perguntas que costumam me fazerem palestras e entrevistas estão aqui neste livro. São lembranças e descobertas que me acompanham e que divido agora com vocês - espíritas e não espíritas como eu - nesta espécie de diário, coletânea de lições. Existe vida depois da morte? Não importa. 'O que importa é esta vida. Esta vida já dá trabalho demais.' Palavras de Chico Xavier, quando se aproximavam dele para pedir informações sobre vidas passadas ou provações futuras. O importante - e difícil - é saber viver aqui e agora.'  

Onde comprar:


"Existe vida depois da morte?
Não importa.
‘O que importa é esta vida. Esta vida já dá trabalho demais.’
Palavras de Chico Xavier, quando se aproximavam dele para pedir informações sobre vidas passadas ou provações futuras.
O importante - e difícil - é saber viver aqui e agora.“

Depois do sucesso da biografia As Vidas de Chico Xavier (2003) e do investigativo Por trás do Véu de Ísis (2004), Marcel Souto Maior traz para o leitor as respostas que costuma dar nas entrevistas e palestras por todo o Brasil. No pequeno e prático As Lições de Chico Xavier (Planeta, 96 páginas) o autor fala um pouco do que experimentou durante o trabalho para compor a sequência de livros sobre Chico e o que mudou em sua vida após o encontro com o maior médium espírita de todos os tempos.

Despretensiosamente, vai soltando nas poucas páginas fragmentos do que vivenciou ao longo do árduo trabalho de conhecer o homem por trás do médium, a personalidade do grande psicógrafo, a força que sustentava o Chico caridoso, as razões de seu desprendimento e dedicação à causa cristã.

"- Ajuda o outro e você vai estar se ajudando - recomendava às mães e pais atordoados, depois da morte de filhos. (...) Ao ajudar o outro, a pessoa sai do ‘próprio umbigo’, vence a paralisia e entra em contato com dores e necessidades, às vezes maiores do que a dela própria. Nesse instante, ela inicia uma nova etapa na sua vida, com mais sentido e menos dor.”

A princípio pensei que o livro fosse um pequeno compêndio de ensinamentos do gigante humilde da pequena cidade de Pedro Leopoldo, o Chico que todos conhecemos e aprendemos a respeitar. Mas o relato é um apanhado de lições apreendidas pelo autor enquanto descobria um pouco mais sobre a vida do médium, além da dúvida de permanecer escrevendo sobre o mineiro e sua importância para o Espiritismo no Brasil.

É saboroso para o leitor acompanhar momentos íntimos e reveladores como o choro “inconsciente” do autor e outros fenômenos que apontavam para o sucesso dos livros:

"Os fenômenos das 'lágrimas inexplicáveis' e da 'mão pegando fogo' - é assim que os intitulo hoje - ajudaram o jovem repórter cético a entender que estava entrando num mundo novo, o universo de Chico Xavier, e que era preciso percorrer este território com mais cuidado e respeito.”

Um fato interessante: Marcel inicialmente pensava em fazer apenas a biografia de Chico, mas foi conduzido a continuações do mesmo tema – o espiritismo - nas obras posteriores. Conta como tentou se afastar, mas recebia recados e outras manifestações de que estaria no caminho certo. O que ele chama de inexplicável ou imaginou ser coincidência, pela condição de jornalista que quer se distanciar do fato para manter uma imparcialidade jornalística, os espíritas e simpatizantes da doutrina de Kardec compreendem como algo natural e até mesmo corriqueiro.

Marcel reconhece que o encontro com Chico e a Doutrina Espírita promoveu mudanças em sua vida:

“O espiritismo aumenta, sim, a responsabilidade de todos nós diante da vida, ao nos tirar do próprio umbigo e nos colocar em contato com o outro. Estas são as principais lições do espiritismo pra mim. Hoje luto para ser menos egoísta e mais tolerante, apesar de não me considerar espírita.”

De acordo com o Espiritismo, quando um trabalho precisa ser feito, será feito, ainda que seja preciso substituir o convocado para o ofício. Marcel não fugiu à responsabilidade e presenteia os leitores com mais uma obra enriquecedora, recheada de fatos curiosos e até mesmo divertidos dos bastidores. Em suas conclusões, a certeza de que Chico Xavier cumpriu a missão à qual fora designado:

“Os céticos podem duvidar de tudo – da vida depois da morte, da sobrevivência do espírito -, mas não devem negar um fato: movido pela própria fé, Chico foi coerente do início ao fim de sua trajetória.”

Link do livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/14598ED473616


Cortesia da Editora Planeta

Cearense, fisioterapeuta e mãe. “Eu não tenho o hábito da leitura. Eu tenho a paixão da leitura. O livro sempre foi para mim uma fonte de encantamento. Eu leio com prazer. Leio com alegria.” Ariano Suassuna.

*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

26 comentários em "As Lições de Chico Xavier [Marcel Souto Maior]"

  1. Sei pouco sobre o Chico Xavier, mas parece que foi um homem fantastico!
    "O importante - e difícil - é saber viver aqui e agora." Parabéns pela resenha e pela escolha do livro.

    ResponderExcluir
  2. Oi Manu!!
    Bom, apesar de não gostar muito do tema, confesso que achei muito interessante a proposta desse livro. Chega a ser comovente ver como o autor foi influenciado ao fazer o trabalho bibliográfico.
    Isso mostra como a vida tem significado e valor (independentemente de ser o Chico ou qualquer outra pessoa). E que a morte, muitas vezes, não é capaz de apagar a importância e a relevância da vida de uma pessoa.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Manuh linda!
    mais uma vez arrasando na resenha! estou bem encantada, pois mesmo conhecendo a história do Chico nunca tive a oportunidade de ler nada dele!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Manuh <3

    Te confesso que não sei muito sobre Chico Xavier e o espiritismo porque eu nasci e cresci dentro de um ambiente evangélico, e só depois virei a ovelha negra da família e não não tenho nenhuma religião. Porém... em Dezembro comecei a escrever uma história (espero que se desenvolva HUAEHUAE) e uma das personagens irá conhecer o espiritismo, então essa resenha veio em boa hora pra eu ler e estudar sobre essa religião, pelo menos no básico e de quebra conhecer mais a história do Chico.

    ~nathália n.
    www.livroterapias.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bom?
    Gostei da resenha, o livro parece ser um tanto interessante, mas eu não pretendo ler o livro, pois não faz muito o meu gênero, e eu não gosto desses negócios de espiritismo, não é a minha praia, rsrsrs
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  6. Não curto espiritismo, até por que minha religião é contra. Por isso não leria.

    ResponderExcluir
  7. Que livro curtinho!
    Não tenho nada contra espiritismo muito menos contra o Chico, que pelo jeito foi uma pessoa muito bondosa, mas não é um livro que eu leria por eu não me interessar no assunto.

    ResponderExcluir
  8. Não tenho nada contra esse tipo de livro mas não é um gênero que eu leia. Gostei muito da resenha e das frases que você pegou do livro mas não tive interesse em ler.
    Beijo
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. querida Manu, tenho este livro e os outros citados, sou apaixonado pelo modo de vida dos adeptos do espiritismo, do desprendimento material. confesso que é a doutrina que mais me atrai. minha família italiana é extremamente católica e tenho inúmeros parentes ligados à igreja, padre e freiras. porém o parente que mais me encantava era um falecido tio que trabalhou junto a chico xavier em uberaba e por isso me sentia tão próximo. hoje me declaro alguém que acredita numa força maior que nos sustenta, sem uma religião definida e quero muito acreditar que há algo após a morte sim, senão nossa vida seria um tremendo nada. chico é uma lição de vida por si só, um ser iluminado que merece ser reverenciado por gerações, um ser humano a servir de espelho, de modelo, de fé. a dica é especial e ninguém melhor que você, que tem algo especial nas palavras, para nos mostrar como podemos ser pessoas melhores, mais preocupadas com o próximo. resenha fundamental para iniciarmos 2015 com o pé direito.

    ResponderExcluir
  10. Particularmente nunca tive vontade de ler esse livro, pra ser verdadeira nem sei o porquê. Mas pelo que li na resenha parece ser muito bacana, ver o quanto o próprio autor cresceu ao ver e acompanhar o Chico Xavier. Se tenho uma vontade é de ler mais sobre ele, que sem dúvidas foi um homem fantástico. Muita gente ainda, infelizmente, tem certo preconceito. Acho que esse livro seria ideal, como o próprio autor diz que não se acha ser espírita, no entanto o espiritismo engrandeceu ele como homem, seria ótimo pra rever certos conceitos.
    Ótima resenha, como sempre, Manu! :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Não sou espirita, mas gosto da maneira como os espiritas agem diante das dificuldades da vida e os poucos que conheço são mais tolerantes, amáveis e gostam de ajudar o próximo. Sempre tive vontade de conhecer mais sobre essa doutrina.

    ResponderExcluir
  12. Que linda resenha, Manu! Eu tenho vários livros sobre Chico Xavier aqui em casa, meu marido é simpatizante da doutrina espírita e sempre que pode acompanha o que sai sobre a vida e a obra de Chico Xavier, seja em livros, na TV ou Cinema.
    Independente de crenças, acho que Chico Xavier é uma unanimidade no que diz respeito a ser uma pessoa especial e iluminada. Bons exemplos nunca são demais!

    ResponderExcluir
  13. Adoro Quando Uma pessoa reconhece a cultura do nosso pais ,e empenham ela em algum marco historico ,gente o chico xavier sem dúvidas foi Um marco ,Super gostei .

    ResponderExcluir
  14. Esse tema desperta um pouco a minha curiosidade. Chico Xavier com certeza foi uma pessoa incrível e tem muitas lições para passar adiante. Livro bem interessante.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Manu.

    Nunca li um livro pro lado do espiritismo e tenho um pouco de receio. Conheço um pouco a respeito do Chico Xavier, mas eu não faria essa leitura.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Sorteio Fim de ano

    ResponderExcluir
  16. Parece um livro bastante interessante, mas não gosto de livro assim apesar de ser um livro sobre o Chico. Porém não irei adquiri-lo.

    ResponderExcluir
  17. Conheço pouco sobre o Chico Xavier e sobre a doutrina Espírita, mas tenho curiosidade em saber um pouco mais. O problema é que, como você deve imaginar, não é o tipo de livro que gosto de ler. Mas, como é bem curtinho, poderia até dar uma chance.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  18. Oi Manu!
    Eu quase não conheço a história de vida de Chico Xavier, também não sei muito sobre a religião espírita, mas tento compreender outras formas de ver o mundo sempre que tenho oportunidade e acho que iria gostar de ler esse livro. Talvez eu devesse começar com a biografia...
    Bjs

    ResponderExcluir
  19. Oi, Manu! Achei bem interessante o livro, independente da religião, acho que o mais importante é o que ficou para o autor, o seu engrandecimento.

    ResponderExcluir
  20. Bem, eu sou uma mulher de muita fé, mas o espiritismo vai em algumas questões contra o que eu acredito, por isso não me interesso pelo livro...
    Se fosse apenas algo como a frase na qual tu inicia a resenha eu leria...
    Afinal "O que importa é esta vida. Esta vida já dá trabalho demais."
    Pelos quotes eu percebi que de fato a religiosidade é abordada e não curto livros que tratem de religião...
    Enfim... valeu a dica!!

    ResponderExcluir
  21. Olá =)
    Não gosto desse gênero, vai contra tudo que acredito.
    Nunca leria.

    Que Deus abençoe cada um de vocês =)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Gosto muito de ler sobre Chico Xavier, acho muito interessante o espiritismo, li sua biografia e quero muito ler esse livro também!

    ResponderExcluir
  23. Sei que o Chico foi uma pessoa muito boa, mas não gosto de livros com espiritismo... Então provavelmente este não irei ler.

    ResponderExcluir
  24. O gênero espírita é pouco lido por mim, mas quando acontece costumo gostar bastante do apanhado geral do livro. As Lições de Chico Xavier me deixou bem curiosa devido à vida que o médium levou, suas lições e aprendizados. Muito legal!

    ResponderExcluir
  25. O Marcel Souto está representando bem o legado que Chico Xavier deixou para a humanidade, cheio de boas intenções e sempre à procura do bem, o médium deve relatar e vivenciar boas histórias. Espero que o autor do livro consiga passar sua mensagem.

    ResponderExcluir
  26. Oi, Manu. As lições de Chico Xavier não me interessou ao extremo, pois não tenho o hábito de ler livros espíritas. Lembro-me de ter assistido o filme sobre ele e ter gostado absurdamente. Então, esse livro vai para a lista de desejados, sim, mas não sei quando será lido. Creio que ele tem muito o que ensinar.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir