acompanhe o blog
nas redes sociais

9.1.15

O Inferno de Gabriel, Vol. 01 - Trilogia O Inferno de Gabriel [Sylvain Reynard]

Sylvain-Reynard
Ed. Arqueiro, 2013 - 511 páginas:
      Quando ainda era adolescente, Julia conheceu o homem dos seus sonhos. Gentil e carinhoso, ele a levou a um pomar abandonado e lhe apresentou a história de amor de Dante e Beatriz, despertando nela o interesse pela cultura italiana. Mas, ao acordar no dia seguinte, ele não estava mais lá. Sentindo-se abandonada e humilhada, Julia não contou a ninguém sobre aquele encontro e se esforçou para tocar a vida. Porém, jamais foi capaz de esquecê-lo. Anos depois, ela se muda para o Canadá, e despreparada para o que iria encontrar defronta-se com o passado. 



Onde comprar:




"Emerson é um Babaca" - bilhete enviado pelo aluno Paul Norris para a aluna Julia Mitchel durante a aula do professos Gabriel Emerson.

Assim começa o livro O Inferno de Gabriel, e sendo bem sincera, Paul tem toda a razão, Gabriel O. Emerson, professor da Universidade de Toronto e renomado especialista em Dante é um homem frio, egoísta, egocêntrico e sim, é um verdadeiro babaca.

Julia Mitchel sua mais nova aluna é uma moça tímida, que foi fazer seu mestrado em Toronto para fugir de um relacionamento amoroso que a estava desgastando emocionalmente. Julia tem alguns problemas emocionais, filha de pais separados, morou muito tempo com uma mãe alcoólatra, negligente e abusiva, sofreu com seus inúmeros casos amorosos, até que com a sua morte, passou a morar com seu pai. Por todos estes motivos, ela tem uma baixa autoestima, não é resolvida quando o assunto é amor e, portanto, aos 23 anos, ainda é virgem.

Mas Julia esconde dentro de si um segredo do passado, ela conheceu aos 17 anos o homem dos seus sonhos, que a fez sonhar com um tipo de amor que inspira a poesia e os mitos, fazendo-a querer ser a Beatriz de um belo e nobre Dante e viver com ele no paraíso para sempre. Por isso, Julia guarda a fotografia deste homem no fundo da sua gaveta de roupas íntimas e tornou-se inacessível para qualquer outro.

"- Vou ser expulso do Paraíso amanhã, Beatriz. Nossa única esperança é que você me encontre depois. Procure por mim no inferno."

Mas agora, estudando em Torando, conheceu o nobre e doce Paul, que a fez acreditar novamente nos homens e ainda está sendo atormentada pelo pretensioso professor Gabriel, que usa a sua sexualidade como escudo para se manter afastado da intimidade e do amor. Gabriel, através de sua fria fachada, esconde fatos que o atormentam e dos quais ele mesmo não se perdoa.

Além do desenrolar da história, o livro conta com vários trechos sobre a vida e a obra de Dante Alighieri, sua paixão pela bela Beatrice, que era sua musa e inspirou o personagem Beatriz da Divina Comédia.

O Inferno de Gabriel foi um boom literário, eu mesma cheguei a indicar a trilogia para amigos sem mesmo ter lido, somente pelas resenhas positivas que tinha visto a respeito da obra. Agora pude constatar que realmente vale a pena a leitura. Recomendo.

"A história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível."

Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!

*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

28 comentários em "O Inferno de Gabriel, Vol. 01 - Trilogia O Inferno de Gabriel [Sylvain Reynard]"

  1. Estou bem curiosa! Realmente o pessoal elogia demais a série e, com certeza, isso me deixa animada para ler.
    Apesar da premissa ser meio batida, pelo que percebo, o desenrolar é o ponto alto. Gosto desse aprofundamento nas personalidades e histórias de vida dos personagens. Isso torna a trama mais coerente, realista e interessante.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Gisela!
    Eu adorei o livro, a narrativa alternada entre o casal e a forma como o autor inseriu elementos culturais dentro da história. E, apesar de ser o primeiro livro de uma trilogia, curti o final pois não me senti no vácuo como às vezes acontece em livros que possuem continuação :)
    Beijos e Feliz 2015!!!
    Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    Esse livro não me agradou, a história não me encanto e além da sinopse se chamativa não me fez sentir o interesse pelo livro. Apesar de ser muito bem criticado, não leria.

    ResponderExcluir
  4. flor faz um tempo que li esse livro, mas me encantei!
    achei a história bem elaborada e o romance delicado, daqueles amores românticos mesmos!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já ouvi muitas críticas sobre esse livro, mas nunca dei atenção para ele. Agora lendo sua resenha senti vontade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  6. Gisela, querida, li opiniões diversas sobre a trilogia. No final das contas acabei ficando curiosa, porque pessoas que têm o goso literário parecido com o meu indicaram que valeria a pena. Sua resenha veio só para endossar o que eu já previa: vou acabar com Gabriel em minhas mãos, rs.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oi,Gisela.

    Você recomenda a leitura e eu ao contrário não recomendaria. Achei o livro muito parado e entediante. Por causa de Boom eu acabei comprando logo os três livros, no meio do ano passado li o primeiro e até agora não criei coragem de ler o segundo. Espero que ele consiga me surpreender e eu queria terminar a serie. Gabriel não me conquistou e a mocinha ser virgem não me agradou. Acho que é isso.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Sorteio Fim de ano

    ResponderExcluir
  8. Já vi falaram muito mal dessa trilogia Gisela, é bom ver que você gostou. Não parece ter muita novidade na história mas de primeiro momento parece interessante.

    ResponderExcluir
  9. Pois digo que sempre fui extremamente curioso com relação a esta saga, principalmente por comentários elogiosos a ela. Gente alucinada rsrsrs. Porém, eu sempre pedia pra não me contarem nada a respeito pra eu não me ligar no enredo, na minha ingenuidade eu pensava que o livro tratava mesmo de algo relacionado ao inferno ou algo desse gênero. Gosto de romances românticos e este vai pra minha listinha sem falta. Adorei a resenha querida Gi, você está se especializando em me deixar babando por um boa história de amor.

    ResponderExcluir
  10. Essa trilogia parece ser ótima, e cada resenha que leio dos livros me deixa ainda mais curiosa pra conferi isso tudo que dizem, já esta na meta de leitura pra esse ano.

    ResponderExcluir
  11. Esse livro não me desperta curiosidade, pois não curto esse tipo de livro.

    ResponderExcluir
  12. O enredo por si só me chamou minha atenção, parece ser bem bacana. Porém esse lance de mocinha tímida e virgem meio que me cansou, mas se um dia eu tiver oportunidade darei uma chance.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Julia não me pareceu uma protagonista muito carismática, mas o enredo do livro acabou me interessando. Eu também ando curiosa com obras inspiradas na obra de Dante Alighieri desde que li Abandono, da Meg Cabot. Bem, acho que um não tem nada a ver com o outro, mas enfim. Acho que você entendeu o que eu quis dizer.

    http://thefatunicorn.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Aaaaaahhhhh eu quero muito ler essa trilogia, vi muitos elogios, curti muito a sua resenha e espero em breve poder conhecer a obra melhor, muitas pessoas falaram mal do livro, mas eu não me desanimei, estou louca para viajar para o mundo do Gabriel.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  15. Giselle Nunca Li o livro ,Mas já ouvir falar muito mal dessa triologia , dizem que é tediante ,não presta ,Bom Eu nunca li ,Mas já que você leu e gostou que bom.

    ResponderExcluir
  16. Nossa, essa resenha me deixou com muita curiosidade de ler... Gosto de livros assim, cheios de mistérios, e também gosto quando colocam trechos de pessoas e acontecimentos reais.

    ResponderExcluir
  17. Essa trilogia nunca me chamou muito atenção! Na verdade nunca parei, até agora, para ler uma resenha ou até a sinopse de um desses livros. Agora, saber que você recomenda o livro fiquei interessada, pois confio em suas resenhas!
    Beijo
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Essa trilogia foi mesmo um boom literário. Confesso que a trama em si não me chamou muita atenção, mas essa parte de inserir um pouco da vida de Dante Alighieri e da "Divina Comédia" me agradou bastante. Não é algo que estou tão curioso pra ler, mas se aparecer a oportunidade, dou uma conferida.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  19. Haha, depois de ler a resenha do segundo livro que eu venho ler a resenha do primeiro, mas tá né?
    Você realmente gostou porque indicar livros sem lê-los é porque são muito bons. Muito legal contar trechos da vida e obra de Dante. Estou achando que vou ter mesmo qe ler essa trilogia rsrs.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  20. Oie
    Já li algumas resenhas positivas dessa trilogia, mas literatura hot realmente não é para mim... Fiquei curiosa sobre essa relação da história com A divina comédia, obra que tenho vontade de ler desde que estudei o Renascimento cultural no colégio, só não tive coragem ainda kkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Já li o livro e é ótimo =D
    Os personagens me agradaram bastante e a história? Bem envolvente.
    Espero que o segundo livro seja tão bom quanto esse.

    ResponderExcluir
  22. Oi Gi, quero ler esta série, e já comecei a procurar pelos livros, pois no momento estou apenas com o último.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  23. Oi, Gisela! A única coisa que me chamou a atenção no livro foi a referência que faz a Dante, pois tenho curiosidade em ler a sua obra. O inferno de Gabriel é um livro que não me interesse muito em ler, pois não curto o gênero, mas pela sua resenha parece ser uma leitura que vale a pena. Quem sabe se surgir uma oportunidade, eu possa lê-lo. :)

    ResponderExcluir
  24. Já li algumas resenhas e quando li que Gabriel tratava Julia de um jeito quando estavam juntos, sozinhos, mas na Universidade era como se não a conhecesse perdi o interesse. Pensei que fosse algo a ver com sua arrogância, por se achar o bambabam... e pensei que fosse um livro hot mesmo.
    Adorei sua resenha e agora quero o livro...
    O livro tá bem do jeito que eu gosto: romance, superação, segredos... e trazer um pouco de Divina Comédia aos leitores só dá mais crédito ao livro! Achei isso demais!!
    Só achei que a menina virgem tá meio manjado... desnecessário, hehehe.
    Vou ler!

    ResponderExcluir
  25. Eu ainda não tinha curiosidade em relação a série, mas agora conhecendo melhor a história me deu vontade de iniciar a leitura para conhecer melhor os personagens.

    ResponderExcluir
  26. Olá. O Inferno de Gabriel é uma obra cheia de pretensão e dúvidas e me fez lembrar da clássica cena do nosso pensamento divido entre o Anjo e o Diabo, no caso Paul e Gabriel. Gabriel é realmente um babaca e não mereceu minha atenção no livro. A protagonista me pareceu meio boba, mas ela amadurece durante a história.

    ResponderExcluir
  27. Nunca imaginei em ler a série de livros com o Gabriel, mas a sua resenha me despertou imensa vontade para a leitura. Gabriel é um babaca e bem possessivo como representa suas características. Júlia é uma moça que ainda está se descobrindo. Enquanto, Paul é um rapaz sensível. Uma bela combinação entre opostos para uma leitura incrível.

    ResponderExcluir
  28. Oi, Gisela. Em meu pensamento, O Inferno de Gabriel era um livro puramente sexual, mas é percebível que vai muito, além disso, o desejo é quem protagoniza a história e deixa uma dúvida e possível triângulo amoroso entre Gabriel, Julia e Paul. A história conseguiu me envolver principalmente por conta das amarguras de Gabriel.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir