acompanhe o blog
nas redes sociais

20.4.15

A Joia, Vol. 01 - A Cidade Solitária [Amy Ewing]

Ed. Leya, 2015 - 352 páginas:
     Joias significam riqueza, são sinônimo de encanto. A Joia é a própria realeza. Para garotas como Violet, no entanto, a Joia quer dizer uma vida de servidão. Violet nasceu e cresceu no Pântano, um dos cinco círculos da Cidade Solitária. Por ser fértil, Violet é especial, tendo sido separada de sua família ainda criança para ser treinada durante anos a fim de servir aos membros da realeza. Agora, aos dezesseis anos, ela finalmente partirá para a Joia, onde iniciará sua vida como substituta. Mas, aos poucos, Violet descobrirá a crueldade por trás de toda a beleza reluzente… e terá que lutar por sua própria sobrevivência. Quando uma improvável amizade oferece a Violet uma saída que ela jamais achou ser possível, ela irá se agarrar à esperança de uma vida melhor. Mas uma linda e intensa paixão pode colocar tudo em risco…

Onde comprar:

VIVER COM A REALEZA PODE NÃO SER TÃO NOBRE E GLAMUROSO QUANTO PARECE...

A Joia foi uma grata surpresa para mim, já desacreditada em livros cujos protagonistas são adolescentes e normalmente muito chatos, pois Violet é uma exceção a regra, então para quem gosta do gênero fantasia, este livro torna-se uma agradável opção de leitura.

Desde o começo fiquei presa ao livro, visto que a autora vai nos introduzindo aos poucos no seu novo mundo, e a cada página ficamos com aquela vontade de ler só mais um pouquinho, para ir desvendando os mistérios que ronda a história.

Somos apresentados a Violet, uma menina de dezesseis anos que vive numa espécie de reformatório infantil desde seus doze anos quando foi separa de sua família para ser preparada para torna-se uma substituta. Ela que narra a história e por viver trancafiada e sem informações, não sabe nada sobre seu destino, nos levando a vivenciar junto com Violet suas descobertas e cada pedacinho de informação vai moldando seu conhecimento e o nosso.

Violet mora na Cidade Solitária, local dividido em cinco círculos, cada qual separado por uma muralha e todos, exceto o Pântano, têm apelidos relacionados com sua atividade. O Pantano é o círculo mais afastado e o mais pobre. Existe também a Fazenda, a Fumaça e o Banco. O círculo mais interno é a Joia, o coração da cidade, onde vive a nobreza. Violet nasceu no Pântano e alguns acham que teve muita sorte, afinal depois que completar dezesseis anos vai passar a morar na Joia, mas a menina não se sente assim tão afortunada, vive triste por ter sido privada da convivência com sua mãe e irmãos e principalmente de sua liberdade.

"Meu coração dá um salto quando percebo que só falta um círculo depois deste. Quanto tempo até chegarmos à Joia? Quantos minutos de liberdade eu ainda tenho?".

Muitas surpresas aguardam Violet na sua nova vida e eu não quero contar mais nada para não estragar o melhor do livro, que é justamente a descoberta deste novo mundo junto com Violet. Mas posso dizer que a cada página virada vamos nos envolver nos problemas de Violet, principalmente porque na Joia as aparências só enganam.

O livro trás um mundo fantástico novo, cheio de injustiças, intrigas, traições, maldades, onde nem todo mundo é o que parece. Mesmo em meio a todas as dificuldades ainda há espaço para a amizade e o amor. Mas a grande beleza de toda a história é a luta destes jovens por aquilo que acreditam.

"Acho que qualquer outra pessoa seria incapaz de entender por que ele faz o que faz, ou como consegue fazê-lo. Mas não eu. Eles pegaram alguma coisa dentro dele e quebraram, da mesma forma que tiraram alguma coisa de dentro de mim."

A Joia é o tipo de livro que continua na sua mente mesmo depois que você termina a leitura e agora estou esperando ansiosamente sua continuação.


Cortesia da Editora Leya

Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!

*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

15 comentários em "A Joia, Vol. 01 - A Cidade Solitária [Amy Ewing]"

  1. Oi, Gisela!
    Quando vi o lançamento desse livro fiquei curiosa sobre ele, e lendo sua resenha a minha curiosidade só cresceu!
    Gosto de narrativas em primeira pessoa, as emoções são mais intensas, e todo o suspense que é criado então, nem se fala! Quero muito ler esse livro. Com certeza essa série entrou pra minha lista de desejados!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. cara Gi, fica aqui pensando o que torna um livro ou uma saga algo "especial". daí suas próprias palavras vêm me socorrer: "...continua na sua mente mesmo depois que você termina a leitura e agora estou esperando ansiosamente sua continuação". se um livro faz isso com a gente, daí o autor pode se sentir bem afortunado, porque ganhou no mínimo um fã, alguém que irá comentar seu livro a todos que encontrar pela frente. lá vamos nós colocar mais um livro na listinha de desejados. bela resenha!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Gisela! O que mais me chamou a atenção nesse livro foi a capa, que achei muito bonita. E ao ler a sinopse também me interessei pela história. Parece ser uma ótima distopia, mesmo lembrando um pouquinho A Seleção. Achei bem legal que o leitor vai fazendo as descobertas junto com Violet. É muito bom quando as histórias nos transportam para junto do personagem. Assim que tiver uma chance, irei lê-lo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Gisela!
    Menina, eu comprei o e-book desse livro e ainda não li!!! Não consigo diminuir a pilha de livros kkkk

    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  5. Não tenho paciência para esse tipo de livro. Fico entediada rápido, mas que bom que você gostou.

    ResponderExcluir
  6. Olá, não sei se vou gostar, mas pelo que tinha lido, esse livro é tudo o que você mencionou mesmo, mas eu acho que é algo meio fora do meu gosto de leitura!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  7. Oi querida,
    Não conhecia esse livro mas ele me pareceu bem interessante em estilo Divergente com uma sociedade diferente e etc...Vou pesquisar mais sobre o mesmo com certeza. Valeu a dica.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Também tenho um pé atrás com protagonistas adolescentes,mas parece que aqui deu certo. O fato de poder conhecer o mundo de Violet é bacana. Aliás, como deve ser complicado criar um "universo". Se deu certo, então quero conhecê-lo".
    Além disso, esses valores importantes presentes na trama também me agradam!
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Primeiro vou tecer elogios a essa capa. Muito bonita mesmo. A editora mandou bem nesse quesito. Já em relação a trama, gostei de saber que, mesmo sendo uma protagonista adolescente, ela não é uma daquelas chatas e mimizentas. Isso já rende pontos positivos comigo. Essa dos leitores irem descobrindo o que está acontecendo junto com a protagonista também é um tiro certeiro. Enfim, fiquei bem curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. Muito legal saber que de acordo com a protagonista vamos sabendo o que acontece na história, achei tudo isso bem bacana, mas discordo em relação aos protagonistas adolescentes. Ao contrário, adoro os dramas deles, mas né. Cada um é cada um. E só pra não ficar sem dizer essa capa é muito linda.

    ResponderExcluir
  11. Nossa eu não dava nada pra esse livro e agora ele me surpreendeu.Parece ser incrível esse mundo que a autora criou,fiquei curiosa pra conhecer mais sobre Joia ,pântano e os demais lugares.A Protagonista não é insuportável o que uma benção nesses livros com jovens.A capa está maravilhosa e vou esperar a continuação sair pra ler esse livro.

    ResponderExcluir
  12. Gisela!
    Bom quando um gênero que já estamos cansadas de ler, nos surpreende.
    Realmente as protagonistas adolescentes já se tornaram cansativas, mas ver uma como Violet, é de surpreender de verdade, adorei!
    Sem contar que a capa é fascinante.
    “Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ahh, eu amo fantasia e este livro parece ser meu meu tipo de.
    Eu tb to meio casada de personagens adolescentes chatas e Violet teria tudo para ser, já que foi separada da família.
    Achei interessante esta separação entre as classes dentro da sociedade e sempre achei que os mais abastados fossem os mais "problemáticos" mesmo (estou sendo simpática, hehe).
    Curti muito a resenha, só não curti que nem continuação :/
    quero ler sim!!

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Faz um tempo que vi esse livro e quero muito ler a Violet me conquistou e a historia me pareceu muito bem escrita e com uma boa trama gostei de saber que o livro envolve o leitor do começo ao fim !!!

    ResponderExcluir
  15. Sempre achei essa capa bonita, mas não sabia que era do gênero fantasia.
    Também ando meio desacreditada de personagens adolescentes...

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir