acompanhe o blog
nas redes sociais

10.4.15

Ladrão de Almas, Vol. 01 [Alma Katsu]

Alma-Katsu
Ed. Novo Conceito, 2012 - 432 páginas:
       No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila, mas no momento em que Lanore McIlvrae entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas e ele é, inexplicavelmente, atraído por ela... mesmo sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny fará qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto - um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua salvação depende totalmente de seu passado. 

Onde comprar:

O Amor Verdadeiro Pode Durar uma Eternidade... Mas a Imortalidade Tem um Preço

Li Ladrão de Almas a algum tempo, apesar de estar vindo a resenha-lo só agora, e a despeito do tempo, lembro-me claramente da trama e de seus personagens, pois foi um livro que me tocou. Gostei da leitura, de como foi conduzida pela autora e da caracterização dos personagens principais, que produziu um misto de sentimentos contraditórios, pois não são caricaturados como bonzinhos ou vilões, como normalmente acontece na literatura em geral, mas levam o leitor ora ama-los ora a odia-los.

O Livro inicia no século atual, sob o ponto de vista de um médico frustrado de uma pequena cidade, Dr. Luke Findley, que está no seu plantão noturno. Com a chegada de uma paciente ferida, escoltada por policiais ao hospital e acusada de assassinato, a vida deste médico será virada de cabeça para baixo. Isto porque Lanore McIlvrae não é uma pessoa como outra qualquer, cansada de sua atribulada vida, acaba tornado o Dr. Luke seu confidente, contando ao médico tudo que passou até chegar ferida ao hospital. Apesar de sua história ser inacreditável e fantasiosa, Luke acredita nas palavras de Lanny e resolve ajudá-la a fugir.

O livro entremeia passado e presente, vai descrevendo a fuga do hospital pelo casal, enquanto volta ao passado quando Lanny está expondo sua trajetória ao doutor.

Lanny nasceu num pequeno vilarejo no século XIX, de família pobre e sem possuir uma aparência glamorosa, estava destinada a uma vida medíocre. Mas Lanny não aceitava este destino e quando ainda era muito nova, apaixonou-se pelo garoto mais lindo, rico e poderoso de sua cidade. Jonathan, apesar de sua superioridade, acaba se envolvendo com Lanny, que faz de tudo ao seu alcance para conseguir fisga-lo. Aí já nos deparamos com atos extremos que nos fazem sentir raiva de Lanny. Jonathan é outro personagem dúbio, dono de uma beleza estonteante, ele sente que é superior as outras pessoas e apesar de sua consciência pesar, acaba sempre colocando seus interesses na frente dos demais.

Mas isso é só o comecinho de tudo, o destino separa Jonathan de Lanny, que vai morar em uma grande cidade, lá é envolvida em várias situações perigosas, até que acaba sendo apadrinhara por um milionário estrangeiro, introduzindo-a num mundo de sonhos e pesadelos.

Ladrão de Almas percorre dois séculos em suas descrições, uma história sobrenatural diferente que cativa o leitor, pois leva seus personagens a atitudes extremas em nome do amor! Será que é mesmo tudo válido na guerra e no amor? Faça seu próprio julgamento.

Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!

*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

15 comentários em "Ladrão de Almas, Vol. 01 [Alma Katsu]"

  1. Olá, Gisela.
    Eu tenho esse livro em casa, mas nunca dei atenção a ele. Nem sabia que essa era a premissa. Agora, eu fiquei com muita vontade de ler. Com certeza vai entrar na minha fila de leitura.
    Dependendo do amor e da guerra, talvez seja tudo válido. rs

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de abril. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gisela!
    Que interessante essa construção dos personagens, não serem totalmente vilões ou totalmente mocinhos. Achei que ficou uma característica bem real, né? Nunca me interessei em ler esse livro, e infelizmente isso não mudou. Gostei muito da resenha, mas a história em si não me chama a atenção. :/ Talvez lendo eu pudesse mudar de ideia...
    É muito bom quando um livro nos prende e consegue mexer com a gente. Que bom que a leitura foi agradável para você!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. cara Gi, realmente um livro que me atrai. a imortalidade do corpo ou da alma é pontapé inicial para estudos filosóficos e espirituais, algo que nos faz repensar conceitos e dogmas, não é aperitivo é prato principal. você foi concisa na resenha, fiquei tentando entender nas entrelinhas o que mais te tocou, vou precisar perguntar em off, porque você me deixou curioso demais. e tem mais - dois séculos de história! essa tal de imortalidade é mesmo o santo graal pra quem cultua a beleza, fez-me lembrar de "o retrato de dorian gray" do talentoso oscar wilde.
    bom... corri pra ver quem é autora e descobri que este livro é o primeiro de uma série que já tem mais dois livros e também mais dois livros extras.
    e tentando responder sua pergunta, mas levantando mais dúvidas: no amor não vale tudo não, mas não abriria mão de tentar o que estiver ao meu alcance :D
    bjos... resenha pra lá de apetitosa!

    ResponderExcluir
  4. Já tinha ouvido falar desse livro e na época não me interessei muito, porém lendo a resenha minha opinião mudou. Espero que a leitura seja tão prazerosa quanto a sua.

    ResponderExcluir
  5. Ei Gisela, adorei a sua resenha! Vi muitos comentários negativos sobre essa série (ou trilogia) e acabei não comprando o primeiro volume quando estava em promoção. Agora fiquei arrependida por não ter comprado, rs. Espero poder ler e tirar minhas conclusões, porque a história até que parece ser legal.

    Beijos, Gabi
    www.reinodaloucura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Heey Gisela!

    Todo mundo fala bem de Ladrão de Almas. Eu adoro a capa de todos os livros da série. Vou sim, dar uma chance. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá Gisela, tudo bem?
    Achei muito boa a premissa e a forma como a autora constrói os personagens, achei um ótimo livro também e recomendo muito a leitura para as pessoas com quem converso sobre livros!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  8. Quero ler esse livro há um tempão. A proposta da história é bem diferente e tem vários elementos que eu gosto. Mas confesso que o ponto que me parece mais forte é a caracterização dos personagens. Esse negócio de não ter um personagem completamente bom, ou completamente mau, é raro e fantástico.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi, Gisela!
    Sempre que leio sobre esse livro fico mais e mais curiosa sobre essa série...
    Acho bastante interessante quando os personagens não são totalmente bom ou mal, penso que assim deixa a leitura mais emocionante! Mais interessante ainda é a narrativa ora no presente e ora no passado!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Gisela!
    Já tive oportunidade de fazer a leitura desse livro e fiquei fascinada porque traz uma premissa em que acredito que é o além da vida e aqui no caso, tudo por amor.
    O passeio entre os dois séculos é um atrativo a mais, passado e presente se misturam e trazem um enredo fenomenal, um romance adorável.
    Boa Semana!
    “Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.” (Carlos Drummond de Andrade)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiii Gisela! Gostei muito do post!
    Li esse livro já faz um tempinho e AMEI.
    Confesso: também senti raiva da Lanny de vez em quando e achei algumas atitudes dos personagens bem "irreais" e extremas.
    O final foi bem "aaaaaaah quero a continuação!!!". Ainda não li o segundo mas já li resenhas positivas sobre ele.

    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. O que sempre me agrada nas histórias é quando os autores criam personagens que tem os dois lados bem definidos. São pessoas boas e más ao mesmo tempo. Isso dar uma proximidade maior com o real, apesar da trama ser de fantasia/sobrenatural. Só posso dizer que fiquei bem curioso pra ler essa trilogia.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  13. Legal estes personagens ambíguos... na verdade prefiro dizer que são realistas!
    Afinal ninguém é tão bom nem tão mal...
    Fazer qualquer coisa só vale se não prejudicar alguém inocente, hehe.
    Gostei muito da resenha e fiquei a fim de ler.
    Fiquei a fim de saber mais deste livro e do sobrenatural que ele carrega!

    ResponderExcluir
  14. Ai que capa mais linda. Também amei como a autora construiu os personagens deixando eles bem realistas, afinal vemos pouquissimas pessoas que são realmente muitos boas/sonsas kk
    Não gostei muito de saber do angulo sobrenatural dele, mas no demais ja amei.

    ResponderExcluir
  15. Já tem tempo que não veja uma resenha desse livro.
    Lembro que na época do lançamento nem todos curtiram a trama.
    Apesar dos elogios, essa leitura eu dispenso.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir