acompanhe o blog
nas redes sociais

21.12.15

Birman Flint e o Mistério da Pérola Negra [Sérgio Rossoni]

Ed. Chiado, 2015 - 383 páginas:
      Após mergulhar num mundo sombrio cercado por assassinos e traidores, Birman Flint depara-se com uma estranha verdade em torno de um antigo legado transformado numa maldição. A busca pelo misterioso artefato conhecido como Ra´s ah Amnui pode ser a resposta para a conspiração em torno do Czar Gatus Ronromanovich e sua família, conduzindo Flint por caminhos obscuros muito além da sua própria compreensão. Um artefato, uma estranha seita e um assassinato, todos eles interligados por algo que parece representar a chave deste misterioso enigma. Uma jóia, um objeto de rara beleza ocultando em si um passado sombrio, lançando nosso herói numa corrida contra o tempo para salvar a dinastia Ronromanovich do desastre iminente. 

Onde comprar:

Confesso que não me lembro o que me fez escolher esse livro pra resenhar, mas só posso dizer que meu sexto sentido deu um tiro certeiro ao escolhê-lo. Fiquei bem satisfeito com o que o autor Sérgio Rossoni apresentou nesse seu livro de estreia no mercado literário, afinal, temos mistérios, suspense, investigações tipo enigmas em busca de artefatos históricos, e a já conhecida guerra do bem contra o mal.

A trama é ambientada em um mundo fictício, mas o cenário, as personagens e os conflitos da região foram inspirados no Império Russo do período que vai desde 1613 até meados do Século XX. Percebemos o incrível trabalho de pesquisa realizado pelo Sérgio. Tudo está muito bem encaixado e embasado.

Um ponto bastante forte são as personagens criadas pelo autor. Cada uma tem personalidade muito bem definida. Sabemos quem são os mocinhos e quem são os vilões. Pelo menos, até agora, não cheguei a desconfiar de algum que irá “mudar de time”, mas, isso só saberemos nos próximos volumes da série.

A narração é feita em terceira pessoa, e ela não se prende apenas ao protagonista Birman Flint. Pelo contrário, somos brindados com uma visão geral dos acontecimentos. A escrita do autor é simples e de fácil entendimento, porém é rica em detalhes. Confesso que a achei descritiva demais, e não sou muito fã dessa característica. Prefiro um meio termo entre objetividade e subjetividade.

Na parte gráfica, a editora está de parabéns. A capa é bonita, e a diagramação interna é bem legal. Temos um desenho da Árvore Genealógica da família Ronromanovich e o brasão da família. Já no quesito revisão houve algumas falhas. Percebi algumas palavras trocadas e alguns erros de digitação, mas que não atrapalharam em nada no andamento da trama.

Indico para quem gosta de uma trama cheia de mistérios, aventuras e investigação do tipo enigmas, e para quem também aprecia narrativa ricamente descritiva.

Nardonio Almeida
Pernambucano, formado em Artes Cênicas e apaixonado por teatro e livros. Descobriu-se leitor depois de um empurrãozinho de uma amiga. Virginiano, pé no chão e que adora a calmaria. Leitor de quase todos os gêneros literários. Afinal, quando a trama é boa, o gênero é o que menos importa.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

13 comentários em "Birman Flint e o Mistério da Pérola Negra [Sérgio Rossoni]"

  1. Oi Nardonio! Sou fascinado por histórias de mistério e aventura. Cada cena nos deixa presos à história, de forma que o ritmo flui de uma maneira leve e chegamos ao fim bem rapidamente. Fiquei muito interessado por essa obra, não conhecia o autor nem a editora ainda. Mais um pra lista de desejados. Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Ei Dom!
    Livro feitinho para minha leitura: trama cheia de mistérios, aventuras e investigação do tipo enigmas, e para quem também aprecia narrativa ricamente descritiva.
    “Desejo a voce e a sua familia um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!” (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  3. Sua resenha está muito boa, esse livro tem diversos fatores que me deixaram curiosa e ainda fiquei interessada por ele ser de mistério, suspense e investigação e são coisas que adoro em uma história por esse motivo, pretendo ler esse livro.

    ResponderExcluir
  4. Oi Nardônio, tudo bem?
    Pela sua resenha este livro parece ser bem interessante.
    Apesar de ter ficado curiosa quanto a história, vou aguardar sua resenha do próximo volume para me decidir.
    Abraço.
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nardonio. Eu não conhecia este livro, mas o que me deixou curioso em relação a ele foi o profundo trabalho do autor para a construção da narrativa, baseando-se no Império Russo. Fico feliz em relação aos personagens, já que o autor não faz aquele joguinho de descobertas entre heróis e vilões. Uma boa pedida fantasiosa!

    ResponderExcluir
  6. Fiquei bem curiosa sobre o livro e sua estória. Espero ter a chance de ler e gostar da leitura.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, mas fiquei bastante curiosa. Possui elementos que costumam me atrair muito, adoro mistérios e quando há uma certa base histórica (que no caso serviu de inspiração para o autor), tudo torna o livro ainda mais interessante. Quanto aos personagens, por vezes gosto de personagens complexos e que me surpreendam, nem sempre isso de "bom ou mau" consegue me satisfazer, mas quando bem trabalhado pode ser apenas um detalhe.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Gostei da personificação dos animais,a trama cheia de enigmas e o cenário inspirado no Império Russo.
    Fui atrás de mais informações e vi que o autor,Sérgio Rossoni,é psicanalista,que interessante,duas profissões que admiro muito.Aumentou minha vontade de conhecer a obra.

    ResponderExcluir
  9. Gosto de livros que trazem trama cheia de aventura e mistérios a ser revelados...
    Acho que até hoje não li nada que trouxesse enigmas, me interessei para saber como funciona isso no livro.
    Achei a capa bem bonita, me deixou a impressão de algo leve e ingenuo.
    Gostei da ambientação... mostra que o autor fez um belo trabalho como um todo.
    Fiquei a fim de ler.

    ResponderExcluir
  10. Birman Flint e o Mistério da Pérola não me interessou. Gostei da época fantasiosa que o livro se passa, mas o autor não sabe explorar isso de uma maneira envolvente, ele descreve demais, coloca visões demais e personagens demais, o que torna a leitura confusa e lenta. A história tinha muitos aspectos para ser bom, mas não rendeu.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Ainda não conhecia a historia mas achei bem interessante, gostei do contexto histórico que ela trás e que temos mistério e investigação do tipo enigmas que ainda não li nada nesse quesito, só não gostei muito do livro ser muito descritivo que é algo que não me atrai muito em uma leitura !!

    ResponderExcluir
  12. Oi Dom!
    Já tinha visto esse livro por aí e até tem uma premissa interessante mas não chegou a me atrair totalmente e por ser uma série piora a situação rs
    beijos
    http://pobreleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito dessa capa, mas a história não me atraiu. Acho que por já ter lido ou visto alguma coisa que lembra essa sinopse. Que bom que num livro de estreia o autor conseguiu fazer você sentir isso tudo.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir