acompanhe o blog
nas redes sociais

22.12.15

Confissões de Inverno [Brendan Kiely]

Ed. Arqueiro, 2015 - 224 páginas:
      À medida que sua família se desintegra, Aidan Donovan, um adolescente de 16 anos, procura consolo em estimulantes químicos, no estoque de bebidas do pai e nas atenções do padre Greg, o único adulto que realmente o escuta. O Natal chega e seu mundo entra em colapso quando ele reconhece o lado obscuro do afeto que o padre Greg lhe dedica. Enquanto tenta dar sentido à própria vida, Aidan conta com o apoio de um grupo de amigos desajustados: Josie, a garota por quem se apaixona; a rebelde e espontânea Sophie; e Mark, o carismático capitão da equipe de natação. Confissões de inverno mostra as formas pelas quais o amor pode ser usado como uma arma contra a inocência – mas também pode, nas mãos certas, restaurar a esperança e até a fé. 

Onde comprar:

Em Confissões de inverno, Brendan Kelly nos mostra um pedaço da vida de Aidan. Além do protagonista temos alguns outros personagens que têm papel fundamental na história: Temos sua mãe, que é ausente em sua criação; Elena, a empregada e por vezes substituta da mãe quando se precisa de "amor materno"; Padre Greg, amigo e o qual é chefe de uma sessão da igreja onde protagonista trabalha e Josie, Sophie e Mark, que são da mesma escola de Aidan que ao decorrer da história formam um laço de amizade.

Uma tragédia acontece e é noticiada nos jornais, porém, segundo Aidan, os jornalistas não sabem toda a história. O livro então é um flashback dos principais fatos (na visão de Aidan) que culminaram no acontecimento. Começando na ceia de Natal, ao longo do livro vemos um envolvimento do protagonista com drogas, bebidas e confusões, mas também com dramas de uma realidade bem densa que por vezes nos faz questionar se há realmente erro nas ações dele.

Narrado em primeira pessoa, o livro segue o mesmo molde de obras como "O Apanhador no Campo de Centeio","As Vantagens de Ser Invisível" e "Perdão, Leonardo Peacock" (embora sem ser tão envolvente quantos estes). Pode ser dificil de ler para alguns, mas é mais uma opção de leitura Young Adult.


 Cortesia da Editora Arqueiro
Marcus Vinicius Casoto Zeferino
Marcus Vinícius é maranhense por nascimento e capixaba por criação. Gosta de distopias, ficção cientifica, quebra-cabeças, estatísticas esportivas e café (não necessariamente nessa ordem). É professor de matemática e espera o dia em que essa disciplina será uma paixão nacional.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

14 comentários em "Confissões de Inverno [Brendan Kiely]"

  1. Li esse livro e lembrei bastante de As Vantagens também (um de meus livros favoritos). Achei o ritmo ótimo e conseguiu me prender do começo ao fim. O Aidan não foi tão bem construído, mas todos os dramas dele foram muito reais e comoventes. Dei 5 estrelas pro livro <3
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Marcus! Em Confissões de Inverno vemos um aspecto de sociedade bem real atualmente, o personagem Aidan retrata muitos adolescentes sem amor materno e a recorrência aos empregados mais próximos em relação a necessidades emocionais. Como consequência, o personagem se envolve com muitas coisas "proibidas". Estou extremamente curioso!

    ResponderExcluir
  3. Marcus!
    O livro aborda assunto bem pesados, mas necessários de serem discutidos.
    Gosto quando o autor usa do artifício do flash back.
    Parece um livro carregado de polêmica.
    “E que não somente o Papai Noel esteja presente, mas principalmente o motivo pelo qual o Natal existe: JESUS!” (Tamy Henrique Reis Gomes)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  4. Oi Marcus! É realmente difícil quando alguém precisa recorrer a tóxicos (drogas, álcool) para se livrar das mágoas do dia a dia. Quando isso acontece, é porque a pessoa já chegou ao fundo do poço. Assunto muito conveniente de ser discutido esse. Fiquei muito interessado pelo livro. Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Gostei da sinopse e a resenha contribuiu para que eu leia o livro.
    Não o leria, nesse momento, por se tratar de um livro dramático; porém quero ler ele futuramente com certeza.

    ResponderExcluir
  6. Esse livro parece ser muito bom, li As Vantagens de Ser Invisível e gostei muito, por esse motivo, fiquei curiosa em relação a Confissões de Inverno e pretendo ler, espero gostar da leitura.

    ResponderExcluir
  7. O livro me atrai muito, já li O Apanhador no Campo de Centeio e As Vantagens de Ser Invisível e gostei muito de ambos os livros, logo minha atração por esse foi imediata. Confissões de Inverno traz dramas densos e bem atuais, para alguns talvez não seja uma leitura muito fácil, mas quero muito conferir e tirar minhas próprias conclusões sobre a obra. Talvez comparações com outros livros sejam inevitáveis, mas espero encontrar algo nele que o diferencie dos demais.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Li os 3 livros citados como exemplos,"O Apanhador no Campo de Centeio","As Vantagens de Ser Invisível" e "Perdão, Leonardo Peacock",gosto desse estilo,pena que segundo a resenha,Confissões de Inverno não é tão envolvente quanto eles.
    Fiquei curiosa sobre qual é a tragédia que ocorre na história.

    ResponderExcluir
  9. Eu não fiquei interessada pelo livro, acho que as 3 estrelas e sua resenha contribuiram um pouco, além da própria sinopse que não trouxe nada que me deixasse curiosa.
    O livro parece ser um bom drama... adolescente que tem uma vida dificil, que se droga, bebe...
    Mas ao que parece ele não está sozinho, tem amigos e isso me soou como sua salvação.
    Fiquei curiosa para saber que tragédia foi essa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. (cont.) mas nada que me faça querer ler imediatamente.
      Gostei da sua resenha, bem simples, nada de muitas informações.
      Beijos

      Excluir
  10. Fiquei chocado com os temas polêmicos desta história. Aidan é um personagem com muitos problemas e dificuldades, não imaginei que ele sofresse esses abusos absurdos com o padre em que depositou toda sua confiança. Uma história muito pesada e polêmica. Quero ler.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    O livro parece legal e com um bom mistério, mas não me chamou muita atenção,acho que por a historia não ser muito o estilo que gosto de ler !!

    ResponderExcluir
  12. A história parece ser interessante mas acho que me faltaram informações além da sinopse pra saber se ficaria interessada mesmo ou não, mas parece abordar temas legais de serem lidos.

    ResponderExcluir
  13. Não gosto de livros Jovem Adulto deste tipo. O tema é bom para ser trabalhado de diversas formas, mas minha vibe agora é outra.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir