acompanhe o blog
nas redes sociais

21.4.16

O Primeiro Ultimo Beijo [Ali Harris]

Ali Harris
Ed. Verus, 2016 - 448 páginas:
      O primeiro último beijo conta a história de amor de Ryan e Molly, de como eles se encontraram e se perderam diversas vezes ao longo do caminho. Na primeira vez em que eles se beijaram, Molly soube que ficariam juntos para sempre. Seis anos e muitos beijos depois, ela está casada com o homem que ama. Mas hoje Molly percebe quantos beijos desperdiçou, porque o futuro lhes reserva algo que nenhum dos dois poderia prever... Esta história comovente, bem-humorada e profundamente tocante mostra que o amor pode ser enlouquecedor e frustrante, mas também sublime. Na mesma tradição de P.S. Eu te amo e Um dia, O primeiro último beijo vai fazer você suspirar e derramar lágrimas com a mesma intensidade.

Onde comprar:


Como se agarrar a um amor que está lentamente lhe escapando por entre os dedos?

Caramba que história... Meus parabéns Ali Harris, você me surpreendeu, após achar a trama um pouco cansativa por ir e voltar do passado ao presente, várias vezes, você conseguiu me deixar presa a história, e que história viu.

O que dizer desse livro? É uma grande história de amor onde dois jovens tão novos e tão diferentes vivem juntos altos e baixos de um namoro e logo em seguida de um casamento. Os dois são como imas que se atraem o tempo inteiro. Ryan, um rapaz de 17 anos, lindo e atlético, Molly, uma adolescente de 15 anos, esquisita e cheia de neuras, incapaz de acreditar no amor. Também tem a melhor “amiga” dela, a Casey, uma adolescente desmiolada e sem nenhum sentido de respeito e pudor, já que seus pais são separados e sua mãe cada dia tem um homem novo na cama.

Ry e Moll se afastam quando ela vai morar em Londres para estudar, mais nem a distancia diminui o que ele sente por ela, e ela não faz ideia, ainda de que não saberia viver sem esse homem. Os anos passam e uma férias em Ibiza faz o destino desses dois mudar. Começam a namorar, mais tudo é muito rápido e intenso para quem tem 21 anos e eles acabam indo morar juntos.

Molly com o tempo começa a ser “perseguida” pela sua própria consciência dizendo que essa não era vida que ela havia sonhando... E então vem o primeiro erro dela, a traição, mais logo em seguida ela se sente horrível, afinal o Ry não merecia isso. Os dois terminam da pior maneira possível, ela vive chorando e decide ir passar um tempo na Austrália, após ver o Ry beijar outra mulher na balada...

Nesse tempo, Molly tem uma conversar por telefone com sua mãe, na qual a mesma explica que o casamento dela com o pai da Moll é perfeito e que eles se amam, versão totalmente destorcida da que Molly havia criado quando adolescente. Sofrendo e sem saber o que fazer, pergunta a mãe como agir para recuperar o amor de sua vida... E então manda um e-mail para Ry, sem nenhum pedido de desculpas, apenas com a foto de um momento feliz dos dois e fica esperando a resposta, que não vem.

O tempo passa, ela volta pra Londres toda cabisbaixa,  apesar da viagem ter sido ótima e ter feito muito bem a ela, ainda faltava o principal, o Ryan. Eis a surpresa, ele está esperando por ela no aeroporto com um cartaz enorme dizendo que a ama.

O que posso afirmar: esse livro é um romance triste, muitas vezes somos tão egoístas em nossas escolhas que deixamos de viver ao lado de quem realmente amamos, não estou dizendo que devemos abrir mão dos nossos sonhos para viver um amor, mais sim que devemos tentar da melhor maneira não perder tanto tempo sem viver esse amor, porque hoje ele pode estar ao seu lado, mais e amanhã? Como vai ser? Eu não faço ideia e sinceramente não quero saber, tenho medo da resposta. Mais quero viver, amar e ser amada como Ryan amou Molly. Às vezes, a gente só valoriza quando perde aquilo ou aquele que amamos.

Confesso que os últimos capítulos foram lidos com lagrimas nos olhos e não tenho vergonha de dizer que não sei se seria capaz de fazer metade do que Molly fez, eu provavelmente surtaria e iria apenas chorar todos os dias.

Sugiro a leitura, venha compartilhar com a Moll e com Ry os momentos mais felizes e também os mais intensos.


 Cortesia do Grupo Editorial Record
Luana Miranda Rodrigues
Analista de Sistemas, "Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever - inclusive a sua própria história". Bill Gates tem toda razão.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

23 comentários em "O Primeiro Ultimo Beijo [Ali Harris]"

  1. Eu já vi vários comentários sobre esse livro, e de tudo que li, sei que ele vai me emocionar. Relacionamentos nunca são fáceis e se existe realmente amor, sei que tudo se conserta. Estou doida para ler esse livro, e espero que ele me cative tanto quando parece ter cativado você.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde, como vai?
    Venho tentando evitar livros que sei que irão me fazer chorar e me emocionar, mas sua resenha deixou um aperto no coração e uma curiosidade infinita;
    Linda!
    Beijos
    http://oreinoencantadodeumaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Miriã, estou bem obrigada, espero que encontre um tempinho para linda história.
      bjinhos

      Excluir
  3. Oie!
    Que lindo!
    Eu adorei a resenha! O amor sempre flando alto...
    O livro me conquistou, qro ler pra ontem!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. É a primeira vez que vejo falar desse livro mas tenho certeza que não será a última. Eu Amei resenha imagino o quanto deve ter sido difícil pra ela largar todos os seus sonhos para viver uma vida acomodada, mas as vezes para que tenhamos sucesso em um relacionamento temos que abrir mão de coisas muito importantes para nós.
    Gostei bastante do enredo descrito, preciso urgentemente desse livro.
    Boa Noite...
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. A sinopse cita dois filmes que adoro,o P.S. Eu Te Amo e Um Dia.
    Lendo a resenha realmente lembrei de Um Dia,não conheço a escrita do Ali Harris,mas espero que seja envolvente.

    ResponderExcluir
  6. Luana, fiquei angustiada só de ler a resenha! O que será que a Molly faz, fiquei super curiosa. Ainda não vi uma pessoa que não tenha se emocionado com esse livro. Quero muio ler. Os personagens principais já me cativaram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Andreza a Moll é uma mulher e tanto viu só te garanto isso.

      Excluir
  7. Olá, Luana.
    Molly parece ser uma incrível protagonista. Ademais, a premissa da obra parece ser bem interessante, além de trazer reflexões. Realmente devemos valorizar o amor, até porque não sabemos por quanto tempo o teremos.
    Maravilhosa dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  8. Fiquei curiosa com a história, gosto de ler romances de vez em quando, costumam ser ótimos. E esse, pela sua resenha, parece ser bem legal. Quero conhecer mais a história do Ryan e da Molly.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  9. Não li Ps: eu te amo e nem Um dia, é que eu evito ler livros que sei que me farão chorar, e se O Primeiro Último Beijo possuem a mesma fórmula prefiro não lê-lo também...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. O enredo me deixou muito curiosa e tenho certeza que também ficarei emocionada ao longo da leitura. Sem dúvida que devemos dar maior valor aos sentimentos e as pessoas que estão a nossa volta, porque depois pode ser tarde demais.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  11. De um tempo para cá tenho evitado ler romance. Sei lá... enjoei geral. Talvez mais para frente eu volte a ler, mas no momento não me vejo lendo nenhum.

    ResponderExcluir
  12. Gosto de livros que emocionam. Não sou muito fã de romances, mas a sua crítica me fez perceber que o livro vai além disso. Parabéns pela resenha.
    André Gama, do Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André vai além sim tem todo um X em questão e é isso que torna o livro bom porque me fez pensar em até qual ponto eu sou capaz de ir por amor, não apenas o Amor entre duas pessoas mais sim o amor de forma feral tipo o de mãe e filho, aquele que não mede limites para proteger e cuidar, e até abrir mão se preciso for.

      Excluir
  13. Oi!
    Quando vi esse livro no lançamento ele logo me chamou atenção mas não sabia que a historia era tão linda, profunda e emocionante achei interessante a autora mostras as varias faces que a vida pode nos levar e esse foi um livro que entrou na minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir
  14. Luana!
    Acrdito que o livro seja um daqueles delicinhas de serem lidos e de se guardar os protagonistas para sempre dentro do coração.
    “Muitas palavras não indicam necessariamente muita sabedoria.” (Tales de Mileto)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi! Quero muito esse livro, alem da capa linda parece ser aquele tipo de livro que te faz sorrir pela doçura e te faz chorar, sabe? hahah to bem curiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  16. Pessoas muito obrigada por todos os comentários, amo ler romances mais cada um pra toca de um jeito, alguns são bem água com açúcar outros são mais reais como O Primeiro Ultimo Beijo, ser lá pra mim tem livro que deixa sua marca e te faz sempre lembrar dos personagens, esse livro me fez lembrar também o Um Amor pra Recordar que também sou apaixonada. Bom como virão super indico, espero apenas que vocês se emocionem e se apaixonem por eles.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

siga no instagram @lerparadivertir