acompanhe o blog
nas redes sociais

3.5.16

Tudo e Todas As Coisas [Nicola Yoon]

Nicola Yoon
Ed. Novo Conceito, 2016 - 304 páginas:
      Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa nunca sai em toda minha vida. As únicas pessoas com quem convivo são minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostuma com minha vida até o dia que ele chegou. Pela janela olho para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega observando-o e me encara. Encaro-o também. Descubro depois que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.

Onde comprar:


Lá Dentro Está Tudo Que Ela Conhece, e Lá Fora Tudo o Que Deseja

Tudo e Todas as Coisas é um livro lindo, com linguajar simples, narrado pela protagonista em forma de um diário, totalmente emocionante, que recomendo para todo mundo, jovens e adultos, mesmo sendo um livro Yong Adult, pois aborda um tema que é comum a todos: O Amor.

Parece simples e é mesmo, Tudo e Todas as Coisas nos mostra que não existe sentimento maior no mundo que o Amor, mas que este tem que ser dosado, pois senão pode ser tão destrutivo quanto o Ódio. Qual é o maior amor do mundo? Muitos acham que é o amor de Mãe, e perto desta data tão especial que é o dia das mães, nada melhor que o enredo deste livro, que nos envolve em um relacionamento mãe e filha, unidas por uma rara doença, conhecida como "doença da criança na bolha".

Resumindo, Madeline é alérgica ao mundo, vive desde sempre no seu quarto branco, onde a única cor vem das lombadas de seus livros, que também são seu único vinculo com o mundo exterior. Madeline nunca saiu de casa nos seus 18 anos de vida, as únicas pessoas as quais se relaciona são sua mãe, que também é a sua médica, e sua enfermeira.

Madeline tenta ser feliz em meio a sua tragédia pessoal, sua doença não tem esperança de cura, e ela passa seus dias sentindo falta de todas as coisas que são normais na vida de qualquer adolescente: a carteira de motorista, o primeiro beijo, o baile de formatura, o primeiro coração partido...


E por tudo isso e por todas as coisas que não tem, Madeline acaba sofrendo com a mudança de uma nova família na casa vizinha, que ela acompanha pela a janela do seu quarto, pois eles a lembram que existe um mundo lá fora, e ela passa novamente a ouvir todos os sons do exterior, tornando muito difícil para ela voltar à sua rotina normal.

"Quanto mais eu tento deixar o mundo do lado de fora, ele parece cada vez mais determinado a entrar."

Os novos vizinhos parecem uma família normal, uma mãe, um pai, uma garota um pouco mais nova que ela, a filha, e um garoto, Olly, alto, esguio, sempre vestido de preto. Madeline passa e vigiar os hábitos dos novos vizinhos. Quando Olly e sua irmã vão até sua casa para conhecê-la, são barrados pela mãe de Madeline. Mas como os jovens sempre conseguem fazer o que querem, mesmo quando proibidos pelos pais, Madeline e Olly viram amigos virtuais e passam a conversar pela internet. E Olly acende em Madeline o desejo proibido de ser uma pessoa normal.

"Por isso, eu não checo meu e-mail. De uma coisa eu tenho certeza: a vontade só leva a mais vontades. Não há limite para o desejo."

Lindo, tocante e comovente, o livro vai entreter a jovens e adultos sendo uma ótima opção para presentar as mães.

 Cortesia da Editora Novo Conceito
Gisela Menicucci Bortoloso
Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

18 comentários em "Tudo e Todas As Coisas [Nicola Yoon]"

  1. uauuuuuu que livro interessante Gi. confesso que fiquei empolgado pela resenha. é um livro que de cara eu não leria, talvez pela capa sem muitos atrativos. daí você detalha e coloca pra fora tudo de bom que o livro tem e eu fico assim como no livro, com o estômago cheio de borboletas (você foi muito feliz ao colocar este trecho).
    uma resenha precisa antes de mais nada ser fiel ao leitor e mais ainda, ter aquele toque que nos faz ler e nos empolga. esta tem tudo e de sobra 5 estrelinhas. adorei!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Gi.
    O livro me lembrou, apesar das muitas diferenças, um pouco de A Culpa é das Estrelas. Contudo, apesar disso, acredito que daria uma chance. Não curto muito leituras do estilo, mas como você afirma que é uma obra emocionante e tocante, fiquei tentado a ler.
    Ademais, quero conhecer um pouco melhor a Madeline.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de maio. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
  3. Gi, querida, gosto muito desses dramas adolescentes, de como eles têm criatividade e coragem para tentar mudar a realidade ao seu redor. Acho que vai nascer um amor entre Madeline e Olly, e mal posso esperar para saber o que os dois vão aprontar. Adorei a imagem do livro, de encher os olhos.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Gisela, estou lendo esse livro e amando! Torço pra que o final seja feliz. Gostaria muito que Madeline pudesse sair da sua bolha, mas é muito tocante ver que mesmo nessa bolha, o amor é capaz de fazê-la sentir tantas coisas e esquecer um pouco a sua condição.

    ResponderExcluir
  5. Oii Gi!
    Aaah esse livro! Tão lindo! Pelo menos o pouco da sinopse já me cativou...
    Tenho acompanhado resenhas sobre ele, e confesso que me emocionaram dmais!
    Qro lê-lo em breve!
    Parabéns pela resenha Gi!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Gi! Eu já li infinitas resenhas sobre esse livro e com certeza é um dos livros que mais quero ler esse ano. Sua resenha está incrível, até porque eu não tinha lido nada do ponto de vista da relação da personagem principal com a mãe, apenas do romance entre ela e Ollie.
    Beijos!
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
  7. Hey, tudo bom?
    Conhecia esse livro apenas pela capa, porque não procurei saber sobre o que ele se tratava. Confesso que me arrependo de não ter pesquisado mais sobre o livro, pois o enredo parece ser maravilhoso, sua resenha despertou minha curiosidade, estou com muitas expectativas para com esse livro. A personagem, no meu ponto de vista, parece ser do tipo que amadurece (um pouco, talvez) no decorrer do enredo. Pretendo ler esse livro o mais breve possível.

    ResponderExcluir
  8. Amo livros em que o personagem tenha algum tipo de doença. OK, isso ficou meio estranho.
    Mas é que na maioria dos romances a mocinha é linda, que se apaixona por um cara lindo, e tem um final lindo.
    Livros diferentes disso me atraem. Lembram de que as pessoas, a nossa vida não é assim. Nem sempre o final será um "foram felizes para sempre".
    Enfim, amo livros que dão esse baque de realidade é emocionam. Entrou pra minha lista, com certeza.

    ResponderExcluir
  9. Parece ser interessante o livro, mas não me vejo lendo ele no momento. Quem sabe mais para frente?!

    ResponderExcluir
  10. Oi Gi.
    Tudo e todas as coisas está na minha lista desde que foi lançado, cada resenha que leio me interesso ainda mais, deve ter sido difícil viver trancada em casa 24/7, estou muito curiosa para saber qual foi a solução que há autora arrumou para essa jovem casal.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  11. Gisela,gostei da resenha e dá imagem da página,senti o clima doce do livro.
    A Madeline parece uma personagem envolvente,essa situação com a doença rara é interessante,dá vontade de conhecer mais e ver as primeiras experiências.

    ResponderExcluir
  12. Gi!
    Ano passado recebi os primeiros capítulos desses livro pela editora, infelizmente minha parceria não foi renovada e não pude apreciar a leitura do livro completo.
    Parece bem tocante e fiquei curiosa.
    “A sabedoria não nos é dada. É preciso descobri-la por nós mesmos, depois de uma viagem que ninguém nos pode poupar ou fazer por nós.” (Marcel Proust)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Sua resenha está muito boa, eu estou a algum tempo querendo ler esse livro, e lendo um pouco mais sobre a história na sua resenha, só fiquei mais ansiosa ainda.

    ResponderExcluir
  14. Quero muito ler Tudo e Todas as Coisas, as resenhas que vejo aumentam cada vez mais minha curiosidade. A história pode ser simples e lembrar a muitos outros livros do gênero que abordam uma doença, mas creio que esse tem seu diferencial para tocar e emocionar tanto quem o lê.
    Abraços

    ResponderExcluir
  15. oie, ultimamente eu tenho me aborrecido muito com os YA que eu li. e esse eu achei interessante, mas algo me diz que é bem previssivel a história, além do que essa questão da doença me lembra um filme que o menino vivia dentro de uma bolha literalmente. ai eu fico dividida se eu leio ou não. o que ganhou pontos do eu ler foi o fato de você dizer que é uma história belissima. enfim valeu pela dica.

    ResponderExcluir
  16. Das várias resenhas sobre esse livro, cada uma percebo uma qualidade diferente. E é claro que a obra já está na minha lista de desejados, especialmente por saber que trata de um gênero que me atrai bastante. Sem contar que achei essa capa linda, além de todos os detalhes da diagramação, que imagino serem ótimos também. Só o fato de haver tantos elementos, como superação e amizade, já fazem com que eu fique ainda mais curioso.

    ResponderExcluir
  17. ADOREI saber que esse livro é tão bom quanto parecia. Fiquei muito curiosa para conhecer essa personagem que, infelizmente, tem alergia à vida. Que tristeza não poder sentir os pequenos prazeres que podemos viver. Mas gostei do enredo e da proposta da autora…

    ResponderExcluir
  18. Pela capa do livro, eu deixaria a dica passar fácil, mas sua resenha me deixou mega curiosa em relação a varias coisas. Primeiro em função da doença da protagonista e como é esta logística no dia a dia e claro, o romancinho que o livro traz. Espero poder conferir o mais rápido possível.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir