acompanhe o blog
nas redes sociais

21.6.16

Você Se Lembra de Mim? [Megan Maxwell]

Megan Maxwell
Ed. Essência, 2016 - 496 páginas:
      Alana é uma mulher independente que não acredita no amor e tem na profissão sua única razão de viver. Jornalista freelancer, é enviada a Nova York para escrever uma reportagem sobre a metrópole, onde conhece o atraente Joel Parker. Quando ela descobre que aquele homem bonito e sedutor que tem lhe feito companhia nos últimos dias é um militar, como seu pai uma lembrança que ainda a assombra , a jornalista desaparece sem deixar vestígios. Apesar de resoluta em sua vontade de se afastar do capitão da Marinha americana para não repetir a história de sofrimento de sua mãe, ela não conseguirá aplacar o desejo de seu coração por Parker. Quem vencerá essa disputa entre razão e emoção? O passado de sua mãe irá assombrá-la ainda mais ou irá ajudá-la a esclarecer muitas questões mal resolvidas? 

Onde comprar:


Essa história se divide em duas partes, a primeira conta a historia de Carmem e a segunda de Alana.

A história de Carmen é uma homenagem da autora Megan Maxwell para sua mãe, então esta é uma linda história recheada de muitas emoções, além de ser verídica, porém como Megan mesma explica na nota da autora, ela deu uma romantizada, omitiu e mudou alguns fatos para não expor tanto a sua mãe. Sua proposta inicial foi perguntar a sua mãe o que ela achava de ter a sua história contada, porém com final feliz. Sua mãe gostou da ideia e aprovou o resultado. Já a história de Alana é de uma personagem fictícia.

Carmem é uma jovem de 20 anos que em um momento de crise na Espanha parte para Alemanha com sua irmã mais velha Loli, em busca de emprego e de novas oportunidades. No trem, elas fazem amizade com Teresa, uma espanhola que irá se hospedar na mesma pensão e trabalhar na mesma fábrica que as duas irmãs.

Na pensão elas conhecem Renata, uma alemã meio espanhola de sangue quente que fuma e usa calças compridas, mas com um enorme coração. E apesar das muitas diferenças e confusões, essas amizades permanecem firmes (ou quase isso).

Neste período Carmem conhece o cabo Teddy, paraquedista das Forças Armadas Americana que estão na Alemanha já faz algum tempo. No início ela não o suporte, pois o acha um imbecil, metido e convencido, mas depois de muita insistência de Teddy e de se conhecerem melhor, um belo romance se inicia.

Um romance avassalador que toma conta do coração dos dois. Sua irmã também se apaixona por outro militar, ambos muito apaixonados, ficaram noivos, marcaram as datas dos casamentos, mas antes da data prevista, Teddy é enviado para Guerra do Vietnã deixando Carmen grávida e sem saber o que fazer.

Trinta e cinco anos depois temos Alana, que cresceu ouvindo as histórias romantizadas que sua mãe sempre lhe conta sobre seu pai. Porém ao ver o sofrimento de sua mãe todos esses anos, Alana tem pavor de se envolver com qualquer militar. Sua mãe sempre procurou por respostas sobre o paradeiro de seu pai, mas pelo fato de não ser casada com ele, nunca as conseguiu.

Alana tem uma carreira promissora como jornalista numa revista e em uma de suas viagens para escrever sobre uma matéria em Nova York, com sua melhor amiga, ela conhece Joel Parker.

Tudo ia muito bem, até ela descobrir que ele era um fuzileiro naval da Marinha e parte em retirada, e o deixa falando sozinho, ganhando a partir daí o apelido de ligeirinho. Joel (ou Capitão América, como Alana o apelidou) fica sem entender nada, mas também não desiste de sua Conquista.

Depois de muitas outras escapulidas/fugas de Alana, ela decide conversar com Joel e explicar o seu pânico, mas sem revelar muita coisa, afinal que culpa ele tem de ser simpático, charmoso e de ela não gostar de militares.

"- Está vendo meu dedo? [...] Pois daqui para lá é seu espaço, e daqui para cá, o meu. Portanto, adeus, e não me incomode!"

Joel é lindo, encantador e move céus e terras para ver Alana sorrir e, por esse motivo, a paixão entre os dois é inevitável. A pressão pela profissão dele, o medo de que algo lhe aconteça, e saber que o momento da despedida está se aproximando, também não ajuda muito amenizar o sofrimento de ambos.

Alana cada vez mais envolvida, decidi que Joel é alguém por quem se vale a pena lutar e esperar. Por outro lado também, ela terá a oportunidade de conseguir descobrir o que realmente aconteceu com seu pai, utilizando-se dos contatos de Joel.

A questão agora é: Ela quer mesmo saber? Será que vale a pena descobrir se ele está vivo ou morto? E se ele simplesmente abandonou sua mãe, como ela poderá lhe dar essa notícia?

Megan Maxwell fez uma história maravilhosa, você percebe a cada página que ela escreveu com o coração, com a alma aberta. Comovente, sensual, romântico, dramático, divertido e emocionante, tudo na medida certa. Diferente de qualquer outra coisa que eu tenha lido da autora.

E para quem não gosta, fique tranquilo, pois este livro não é erótico.

 Cortesia da Planeta Livros Brasil
Adriana Macedo
Sou Adriana do blog Meu Passatempo blá blá blá moro em Vila Velha - ES. Troco qualquer balada pela tranquilidade do meu lar. Adoro ler, musica alta, series e filmes. Exatamente nessa ordem. Simples assim.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

9 comentários em "Você Se Lembra de Mim? [Megan Maxwell]"

  1. Olá. Linda sua resenha, bem explicada e deixando uma ansiedade para conhecer mais do livro! Sempre vejo comentários muito positivos sobre essa autora. Não sou muito fã de romances, mas a sinopse desse está bem interessante, talvez venha dar uma chance. Para os fãs de romance, com certeza uma bela leitura. Obrigada pela dica. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Gostei da divisão do livro, gostei do fato da história de Carmen ser uma homenagem, tenha certeza que deixara o leitor com uma montanha russa de emoções, já espero pelo final feliz, fico feliz de saber que esse não é um livro erótico, não gosto de livros desse tema, e como autora escreve vários livros assim pensei que faria o mesmo, o livro parece ser muito emocionante e as histórias de amor parecem envolver muito o leitor

    ResponderExcluir
  3. Olá, Adriana.
    Apesar de não curtir muito esse tipo de enredo, fiquei curioso para conferir um pouco mais sobre a Carmen. Deve ser interessante saber que alguns dos acontecimentos são reais. Isso me motivaria a ler a obra.
    Ademais, a possibilidade de abordar personagens com dramas familiares me agrada.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de junho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  4. Oi tudo bem..
    Eu sou doida com romances e sendo uma história baseada em fatos reais e que envolve amor com militares… Não apenas a parte boa do amor, mas também os sofrimentos que vêm com ele e com essa profissão (principalmente em períodos de gerra)…. Definitivamente é um livro que não posso deixar passar. ótima resenha..
    um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Eu adorei a sua resenha, gosto bastante de livro com essa temática e esse simplesmente não foi diferente, a capa é bonita e adorei saber que o livro é baseado em fatos reais.
    Bom Dia.

    ResponderExcluir
  6. Oii!
    Adorei o livro e a sinopse que me chamou bastante atenção. Qro mto conhecer mais sobre a história de Carmen e de Alana ainda mais baseadas em histórias reais...
    Parabéns pela resenha, tá mto boa!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Adriana! Um dos motivos que me deixou curiosa para ler esse livro é que não é erótico, como costumam ser os livros da autora. Também gostei muito de saber que a primeira história tem fatos verídicos da mãe da autora. Isso é bem interessante e esse diferencial me deixou ainda mais curiosa para conhecer o livro.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Assim que vi esse livro no lançamento gostei muito da historia mas não sabia que tinha uma parte que era baseada em fatos reais, gostei da historia e principalmente fiquei curiosa para saber mais sobre a historia da Carmem e do Teddy !!

    ResponderExcluir
  9. Que liindo! Ameeei!
    Ainda não li nenhum da autora, confesso que fiquei receeosa por causa dos eróticos kkkk mas esse parece ser mais romântico, fofo, gostoso de ler e com final feliz!!!
    Ah, também quero ler o que é baseado na mãe da autora =) maneiro!!!
    Amei a resenha, me deixou doida pra lê-lo kkk
    bjão
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

siga no instagram @lerparadivertir