acompanhe o blog
nas redes sociais

21.7.16

Silêncio [Richelle Mead]

Richelle Mead
Ed. Galera Record, 2016 - 280 páginas:
     Pelo que Fei se lembra, nunca houve um ruído em seu vilarejo — todos são surdos. Na montanha, ou se trabalha nas minas ou na escola, e as castas devem ser respeitadas. Quando algumas pessoas começam também a perder a visão, inclusive a irmã de Fei, ela se vê obrigada a agir e a desrespeitar algumas leis. O que ninguém sabe é que, de repente, ela ganha um aliado: o som, e ele se torna sua principal arma. Ao seu lado, segue também um belo e revolucionário minerador, um amigo de infância há muito afastado em função do sistema de castas. Os dois embarcam em uma jornada grandiosa, deixando a montanha para chegar ao vale de Beiguo, onde uma surpreendente verdade mudará suas vidas para sempre. Fei não demora a entender quem é o verdadeiro inimigo, e descobre que não se pode controlar o coração. 

Onde comprar:

Ei gente! Conheço o trabalho da autora Richelle Mead a um bom tempo, sendo inclusive fã de algumas de suas séries de livros. Por conta disso, sempre tive curiosidade de lê-la em trabalhos um pouco diferentes do que eu estava acostumada. E esse é exatamente o caso de Silêncio – publicado pela Galera Record – que logo de cara já chama muito atenção pela beleza da capa e por ela se remeter a cultura asiática.

Fei mora em um pequeno vilarejo - onde todos os habitantes são surdos – e faz parte do grupo de posição mais alta socialmente: os aprendizes de artistas. Atrás deles existem os ajudantes de limpeza e os mineradores. As castas são respeitadas e através delas que a quantidade de alimento é distribuída. Sua alimentação é conquistada através de uma troca misteriosa realizada por um cabo que liga o alto da montanha – onde seu vilarejo se encontra – ao chão, sendo que eles enviam minério e metais preciosos ao destino. Quando a quantidade de alimento passa a diminuir e sua audição misteriosamente volta, Fei sabe que alguma coisa está acontecendo de errado. E que precisa investigar imediatamente antes que a situação piore.

Eu realmente não sabia o que esperar de Silêncio; não havia lido a sinopse. Então, quando folheei o livro e notei que não haviam diálogos, logo fiquei preocupada. Depois que me inseri na trama e mergulhei no que a autora propôs, compreendi imediatamente. Todos os personagens se comunicam através de uma língua de sinais própria do vilarejo. Há muitas gerações atrás o último ouvinte viveu na região e nos dias em que Fei vive ninguém mais imagina o que é ouvir. A descrição da recuperação desse sentido pela protagonista é muito bacana. Ela passa a conhecer um novo mundo e nós passamos a conhecer junto com ela.

De imediato, achei a narrativa da Richelle Mead bem mais parada do que eu já havia lido. Velocidade comedida e sequências de cenas mais calmas. Tudo isso – claro – por conta da apresentação do mundo de Fei. E, de certa forma, pela cultura mais limpa, rígida e tranquila da comunidade asiática que ela propôs. Lembro aqui que é um mundo fantástico, então a história não se passa em um local que conhecemos.

A partir do segundo arco da história a leitura passa a desandar e ser muito dinâmica. Personagens diferentes passam a ter uma importância maior do que a inicial e acabamos descobrindo o que existe abaixo das montanhas. É tudo muito maior do que eu imaginei e a autora ganhou pontos comigo por isso. A narrativa é feita em primeira pessoa, sendo Fei a nos guiar pelas descobertas – grande parte delas feitas junto com o leitor.

Para quem é fã da autora, vale a pena conhecer essa nova pegada que ela trás para a literatura. E para quem ainda não conhece é uma ótima oportunidade. Personagem, trama e conflito crescem na medida certa e para melhorar, Silêncio é livro único.

 Cortesia do Grupo Editorial Record
Aline Polito
Fonoaudióloga, capixaba e leitora. Adora seriados, música, artesanato e deixa um pedacinho do seu tempo para se dedicar a blogar. Pretende viajar o mundo, ter uma pequena biblioteca e um telescópio. Sonhadora e inconstante.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

20 comentários:

  1. Oii Aline!
    Adorei sua resenha, confesso que tinha lido apenas uma resenha do livro, e parecia não me interessar tanto, mas agora fiquei bastante curiosa pra conhecer obras da escritora!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Embora não faça meu estilo a sinopse e a resenha me fizeram ter vontade de ler. Espero ler e gostar.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei curiosa pois gosto da autora Richelle Mead

    Blog LopesCa | Facebook

    ResponderExcluir
  4. Oi Aline, eu não conheço o trabalho dessa autora, mas pela forma como você colocou na resenha deve valer a pena ler.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    É a primeira resenha que leio desse livro e fiquei bem curiosa pelo desenrolar dessa história. E a capa está muito bonita. Gostei da premissa e lendo sua ótima resenha, fiquei com mais expectativa por tudo que essa série pode vir a oferecer. Já adicionado a minha lista. Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nada da Richelle Mead,esse lançamento parece uma boa oportunidade pra conhecer.
    A sinopse já chamou minha atenção,achei diferente esse vilarejo,quero me aprofundar na vida da Fei,bom ver a resenha positiva,espero ler!

    ResponderExcluir
  7. Oi. Nada nesse livro em chamaria atenção, até ler a resenha. Eu amei tudo! Estou saindo da zona de conforto, então o gênero não é meu favorito, mas eu amei a premissa. Vou procurar ler logo! Beijos.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  8. Oi Aline!
    Se tem uma coisa essa autora sabe fazer bem, é escrever... Já li algumas séries da autora e gostei bastante da sua escrita. Sendo assim fiquei muito empolgada quando soube desse lançamento. Achei a premissa de Silêncio muito interessante por abordar a cultura asiática. E fiquei curiosa pelo destino do povoado e pela jornada dos protagonistas. Mais um pra lista de desejados, rsrs.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Olá, Aline.
    Não me incomodo com o desenvolvimento mais lento, desde que seja para aprofundar o enredo, como parece ser o caso. Ademais, a premissa da obra é bem interessante e gostei da ideia de pegar certos aspectos da comunidade asiática.
    Ficarei de olho na obra e talvez compre.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de julho. Serão quatro livros e dois vencedores!

    ResponderExcluir
  10. Ola,
    Eu não conhecia esse livro da autora, é a primeira vez que vejo uma resenha desse livro, parece ser bom, eu li somente a série Academia de vampiros que é uma das minhas favoritas, irei tentar ler o livro, e que tenso um lugar onde as pessoas são surdas, espero poder ler em breve.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia a autora e sua forma de escrita, e fiquei muito curiosa por essa história. Nunca havia visto um enredo parecido com este e acho sempre bom ler histórias totalmente originais. Pretendo ler com certeza.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  12. Tenho muita vontade de ler esse livro!! Parece ser muito bom, e já vi algumas pessoas falando bem dele.

    ResponderExcluir
  13. eu só li dois livros da mead (a do sucubus) e achei bem legal
    fiquei super curiosa com esse livro: um local onde todo mundo é surdo
    deve ser bem diferente! começando a sua resenha eu tomei um susto: como assim não tem dialogos ai depois tá se todo mundo não ouve não tem como ter
    eu adoro livros de fantasia e esse parece ser bem diferente de tudo q eu li
    colocar na minha lista!

    ResponderExcluir
  14. Ainda não li nenhum livro da Richelle Mead, pensei até em ler Academia de vampiros mas ainda nao tive a oportunidade... Quanto a Silêncio, confesso que não fiquei interessada pela trama, e essa falta de diáligos no livro é pra mim um ponto bastante negativo, mas concordo com você, a capa desse livro é linda!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Que coincidência, também amei a capa e o fato da autora apresentar a cultura asiática, mas infelizmente ainda não conheço sua narrativa, a série anterior dela ainda está como desejada, achei bem inusitado a autora não colocar diálogos, mas espero que tenha recompensado com a língua de sinais própria do vilarejo, estou muito ansiosa para ler o livro

    ResponderExcluir
  16. Oiii
    Amo a richelle e to louca para ler esse,amei a capa e to super animada para ver como esse livro ficou o livro com a falta de diálogos deve ter ficado bem interessante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Adoro a escrita da autora e fiquei curiosa para ler a nova obra, principalmente pelo toque de cultura oriental. Achei muito diferente a criação de um povo surdo que recupera a audição. O livro me ganhou definitivamente quando fiquei sabendo que se trata de um único volume. A capa é linda. Já esta em minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Sou fã da Richelle Mead e estava na expectativa para o lançamento desse livro, com certeza a capa logo chama a atenção do leitor, mas ainda não sabia sobre o que se tratava essa historia e gostei bastante fiquei curiosa sobre como ele descrevera essa comunicação mas parece aquele tipo de livro cheio de mistérios, com certeza irei ler !!

    ResponderExcluir
  19. Sempre quis ler aqueles livros dos vampiros da Mead, porém, ainda não tive a oportunidade.
    Fiquei mais interessada ainda nesse Silêncio, to aqui, tentando entender como a Fei e o povo que vive com ela se comunica e o porque de não ouvirem antes, e agora passarem a ouvir, acho que tem algo de errado na comida!!!
    Quero ler, com certeza =D
    bjos

    ResponderExcluir
  20. Finalmente uma resenha positiva deste livro, amém! Juro que cheguei a ficar preocupada depois de certas resenhas que li por aí, mas depois de ler a sua consegui entender um pouco mais a história e o porquê algumas pessoas desgostam tanto dela. Não é que ela seja ruim, é só que ela é diferente daquilo que as pessoas estão acostumadas.

    Obrigada pela resenha, ela reviveu meu interesse pelo livro! <3


    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

 
Ler para Divertir © 2015 - Blog no ar desde 31.10.2010
topo giovana joris • design e código gabi melo