acompanhe o blog
nas redes sociais

9.8.16

Over The Rainbow [Milly Lacombe, Renato Plotegher Jr., Eduardo Bressanim, Maicon Santini e Lorelay Fox]

Milly Lacombe, Renato Plotegher Jr., Eduardo Bressanim, Maicon Santini e Lorelay Fox
Ed. Planeta, 2016 - 224 páginas:
      E se a Cinderela se apaixonasse por uma garota, e não por um príncipe encantado? Ou se os irmãos João e Maria, homossexuais assumidos, enfrentassem a ira de uma madrasta religiosa que só pensa em curá-los? Ou, ainda, se a Branca de Neve, abandonada numa cidade bem distante de sua terra natal, fosse acolhida por... sete travestis? Pois pare de imaginar se os contos de fadas fossem revisitados e recebessem uma roupagem LBGTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Abra este livro e confira as clássicas histórias da infância de milhões de pessoas contadas sob a ótica de cinco autores que fazem parte desse universo, representado pelas cores do arco-íris. Ou melhor, contos de fadxs, como reza a nova norma de gêneros.

Onde comprar:


Releituras de contos de fadas clássicos sempre me chamaram a atenção, e, depois de ver esse projeto da Editora Planeta, recontando-os sob uma ótica LGBTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), minha curiosidade foi a mil, pois acredito que já passou da hora dessa temática deixar de ser "espinhosa/tabu". Esse livro conta com cinco histórias baseadas em contos de fadas bastante conhecidos por todos nós. São eles:

"Mais do que Manteiga com Mel" (Cinderela) - Foi um dos contos que menos agradou. Achei a ideia até interessante, o romance entre o casal protagonista foi satisfatório, pois não houve aquele "amor instântaneo", mas, por outro lado, achei a inserção de algumas coisas um pouco estranhas, principalmente as passagens um pouco mais "hots". Ficou um meio-termo que me incomodou. Faltou muito para ser um conto hot, mas, por outro lado, as poucas partes mais "picantes" me fizeram ficar com a sensação de que não estava lendo algo mais inocente/adequado para um público um pouco mais jovem.

"O Amargo da Intolerância" (João e Maria) - Junto ao anterior, foi um dos que menos agradou. Achei a trama um pouco sem pé, nem cabeça demais. O autor tinha em mãos vertentes muito interessantes (intolerância religiosa/bullying/violência na escola), mas acabou se perdendo um pouco nos desenvolvimento e desfecho da obra. Uma pena!

"Atormentado" (A Bela e a Fera) - Ficou na coluna do meio entre minhas preferências. A trama, personagens e narrativas são legais, mas extremamente clichês. Conto bastante previsível em todos os sentidos, e foi justamente por isso que ele não ficou entre meus queridinhos.

"O Loirinho de Joá" (Rapunzel) - Recebeu uma honrosa medalha de prata. Gostei da condução que o autor teve, e a trama também me prendeu. Talvez seja inocência minha, mas acabei sendo surpreendido com um fato ocorrido que gostaria que não fosse verdade, mas, paciência, não é?!?! (risos). Isso não tirou o brilho no geral.

"A Russurreição de Júlia" (Branca de Neve) - Foi, de longe, o melhor conto. Achei a escrita mais bem desenvolvida entre todos desse livro. A Lorelay Fox teve total domínio da trama e de suas personagens. Foi uma leitura super agradável, e fechou essa seleção com chave de ouro.

O que me agradou foi que, pelo menos para mim, o livro foi em uma crescente. Os dois primeiros contos foram interessantes, mas fui sendo fisgado mesmo a partir do terceiro. Mas, de longe, o último foi o que mais me agradou.

Em relação ao trabalho gráfico, a Planeta está de parabéns. A capa é bonita, e a diagramação interna é simples, porém agradável aos olhos. A revisão também está bem-feita. No mais, parabenizo a Editora por publicar uma obra como essa. Considero essas publicações de extrema importância, pois nos mostram um pouco todos os conflitos internos e externos que a população LGBTT sofre. Espero que não fique apenas nesse volume.

Finalizo a resenha indicando esse livro para leitores que se interessem um pouco mais sobre esse universo, ou que estejam a procura de algo leve para ler. É ideal para aquelas ressacas literárias que sempre temos.

Link no Skoob: https://www.skoob.com.br/over-the-rainbow-581186ed582572.html

 Cortesia da Planeta Livros Brasil
Nardonio Almeida
Pernambucano, formado em Artes Cênicas e apaixonado por teatro e livros. Descobriu-se leitor depois de um empurrãozinho de uma amiga. Virginiano, pé no chão e que adora a calmaria. Leitor de quase todos os gêneros literários. Afinal, quando a trama é boa, o gênero é o que menos importa.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

17 comentários:

  1. Olá, Nardonio.
    Releituras de clássicos são comuns; contudo nunca tinha visto uma com personagens LGBT. Isso dá um foco diferenciado para o livro e o faz se distinguir desse mar de obviedade. Mesmo que a obra tenha suas falhas em alguns contos, acredito que valha a leitura.
    Ótima dica.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de agosto. Serão dois vencedores e um deles levará um vale compras!

    ResponderExcluir
  2. Já tinha ouvido falar nesse livro de contos de fadas numa releitura LGBTT,é interessante trabalhar essa temática inspirado no universo mágico dos contos.
    Minha história favorita é da Bela e a Fera,mas pela resenha,vou prestar mais atenção no da Branca de Neve.Fiquei curiosa sobre qual é o fato que vc gostaria que não fosse verdade,de rapunzel :p

    ResponderExcluir
  3. Oi.
    Não conhecia esse livro e o tema a que tratava. Achei interessante, diferente. Uma releitura de clássicos bem criativa e com um tema atual. Com certeza uma leitura reflexiva. Gostaria de ler. Muito boa sua resenha. Bjos.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Nardonio! Não conhecia o livro e achei a proposta bem interessante. A literatura tem um poder enorme e é mto importante termos livros que abordam e que buscam provocar reflexões sobre gênero e sexualidade. Apesar de não curtir releituras de contos de fadas, fiquei curiosa pra fazer essa leitura.

    ResponderExcluir
  5. Oi Nardonio

    Eu tb adoro releitura de clássicos, mas esse com certeza foge do comum, adorei saber mais sobre o livro!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Oi, Nardônio! Querido, fico feliz que o tema comece a ter mais espaço. Assim como em diversos assuntos tabus, as obras vão surgindo e chocando, depois as pessoas vão acostumando com a ideia, afinal, vamos falar sobra a vida, não é? Sobre verdades, vamos esgotar esse assunto até que ele deixe de ser tabu. Vamos educar as crianças e os jovens para o respeito, acima de tudo. Os mais novinhos aceitam logo e bem a diversidade, os mais encriquilhados e inflexíveis é que precisam ser tratados, hahaha. Boa leitura, ainda que com as suas ressalvas. Vamos em frente.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Esse livro juntou duas temáticas que adoro ler: Recontagem de contos de fadas e histórias LGBT. Fiquei um pouco desapontada por você ter dito que dois dos cinco contos não são tão bons, e logo o da Cinderela :( minha preferida. Mas mesmo assim o livro parece ser interessante e pretendo ler assim que puder.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  8. Nossa adorei a temática do livro, acho muito legal cada vez mais os autores trazerem livros co a temática LGBT.

    ResponderExcluir
  9. Oie! Eu gostei dessa ideia, deixam ainda mais interessantes e beeeeem diferente do que estamos acostumados á ler... Qro ler com toda ctz!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Nardonio.
    Gosto de releituras e já li várias, mas é a primeira vez que a trama se remete a ótica LGBT. Já li alguns livros com essa temática e gostei bastante. Talvez por isso dê uma chance a esse livro. Apesar de não gostar muito de contos, fiquei intrigada.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. OI TUDO BEM..
    Nunca li nenhum conto e apesar de se tratar de conflitos que a população LGBTT sofre que e um tema que deveria abordar em mais livros,apesar disso nao leria o livro porque as historias nao me pegaram..
    Um abraço e muito sucesso :)

    ResponderExcluir
  12. Oiie, tudo bom?
    Achei bem diferente e interessante essas releituras, mas confesso que não leria, não por preconceito jamais, só que não é o tipo de leitura pelo qual eu estou acostumada, me entende? Tenho certeza que várias pessoas vão gostar dos contos, e que pena que teve alguns que não te agradaram tanto quando o da A Russurreição de Júlia.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  13. Oie, nunca li nada lgbt, e nunca tive interesse na vd(n é preconceito).. Mas esse livro parece ser bem legal, apesar de eu nunca ter lido nada de contos de fadas. Amei a resenha! Bjooss

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Eu sou uma pessoa que adora releituras de contos de fadas, mas confesso que a única coisa que me chamou a atenção nesses todos foi o da Branca de neve ainda assim não o suficiente para ler, mas irei repensar essa leitura com toda certeza.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  15. Dom!
    Fiquei bem interessada em ler essas releituras, devem ser bem atípicas e servem para abrir a mente dos mais preconceituosos...
    “O que importa afinal, viver ou saber que se está vivendo?” (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de agosto com 3 livros 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  16. Interessante os contos de fadas revista com roupagem LGBTT. Os livros do gênero são tão poucos. As releituras que já li foram decepcionantes. Apesar de não curti muito livros de conto, quero muito ler este. A capa do livro é bem feita.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

 
Ler para Divertir © 2015 - Blog no ar desde 31.10.2010
topo giovana joris • design e código gabi melo