acompanhe o blog
nas redes sociais

22.12.16

Cartas de Amor Aos Mortos [Ava Dellaira]

Ava Dellaira
Ed. Seguinte, 2016 - 334 páginas:
      Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.

Onde comprar:

Todos nós temos demônios, temos marcas que ficam para sempre. Lidar com essas dores, nunca é fácil, me diga quantas vezes você tentou ignorar o sentimento para ver se ele simplesmente ia embora? Quando li a sinopse desse livro me vi maravilhada com a ideia que a autora teve. Mas quando entramos realmente na leitura, analisando todas as metáforas, sentindo absolutamente tudo, temos uma visão renovada. Um olhar para o mundo que transforma.

Tudo começa quando a professora pede para cada um escrever uma carta para alguém que já partiu. Lauren nossa protagonista, escolhe alguns famosos que marcaram época e morreram antes mesmo de suas histórias terem se concluído.

Em cada carta temos uma emoção diferente, porque acompanha as incertezas de Lauren e seu crescimento principalmente espiritual. Inicialmente vemos quão machucada ela está. Vou tentar transmitir de uma maneira bem vaga o que a autora conseguiu fazer com muita facilidade, entrar na cabeça de Lauren, e sentir como uma garota iniciando a adolescência, cheia de incertezas e pior, carregando o luto de sua irmã May, que se foi, assim como o divórcio dos seus pais logo depois e a partida de sua mãe para outra cidade.

Lauren sempre foi como um pássaro na gaiola, nunca realmente levantou voou. Quanto teve que lindar com o luto, as coisas se tornaram um pouco pior, pois a solidão veio junto. May era a inspiração de Lauren, era de certa forma uma obsessão, nunca realmente se achou tão boa quanto a irmã. Eram como duas faces da mesma moeda, a ingênua e a perspicaz, a medrosa e a corajosa. Lauren não consegue entender como a irmã sendo sua inspiração, sempre tendo certeza da vida, simplesmente foi embora.

Mas a pergunta é, o que acontecem com os seguidores quando a motivação, seu estimulo, já não estão mais lá? Difícil responder, mas o que eu aprendi com esse livro é que não importa se seu ídolo é famoso ou não, e sim o legado que deixou, entender que sempre serão apenas pessoas, que tem seus demônios, medos, frustações. Quando eles vão embora não significa que você tem que deletar tudo, como se não fosse nada, mas sim tirar tudo aquilo que deixou e seguir em frente, aprendendo cada dia mais.

Depois de ver o crescimento de Lauren, me vi de certa forma crescendo também, e tenho certeza que qualquer um que leu pode concordar comigo. O poder que ele tem, cada significado que encontramos nas entrelinhas, mesmo que à primeira vista não enxergamos é simplesmente maravilhoso.

O livro é narrado em primeira pessoa, mas o diferenciado é que cada capítulo é como uma carta direcionada a um famoso que já se foi, o mais interessante é como ele encaixa cada um, em um momento de sua vida, e como vemos de certa forma semelhanças e não apenas famosos e sim seres humanos.

O mais engraçado dessa história é que me apaixonei por cada personagem, e todo o seu tumulto interior, todo o drama. Desde a amiga louca, até ao garoto misterioso, cada um tem um poder de que é só dele.

Sinceramente não sei como a autora fez isso, a intensidade chega a transbordar das páginas, sim é um livro cheio de drama, mas é verdadeiro, e de certa forma polemico em muitos momentos. Acho que o poder que esse livro tem está relacionado a cada palavra que tem muitos significados, desde uma música citada, a pessoalidade de algum personagem, tudo é muito intenso.

Recomendo esse livro para todos! E realmente dou os parabéns a autora que trouxe uma complexidade que há muito tempo não via em livros desse século. É uma lufada de ar fresco. É tocar na alma, e jogar na cara que vai ter momentos que você vai ficar mal, e que vai aprender a lidar com isso da melhor forma possível. Aprender a ser forte em seus padrões.

 Cortesia do Grupo Companhia das Letras
Gabriele Machado
15 anos, paranaense, leitora compulsiva, apaixonada por cachorros, viciada em musica e seriados, junta todos esses adjetivos, PUM! Aqui estou eu, Gaby Machado. Uma sonhadora irreversível, desastrada, pavio curto, falo sem pensar, eclética para tudo! Apaixonada por uma boa dose de cafeína e minha princesa favorita é a Mulan, por quê? Mesmo sendo uma princesa não preciso do príncipe para se salvar.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

12 comentários:

  1. Oi Gabrielle, tudo bem?
    Sinceramente, desde que vi esse livro pela primeira vez, não tinha ficado animada para ler sabe. Nada nele, além da capa, tinha chamado minha atenção. Acredito que as resenhas que li até hoje sobre ele tenham uma parcela de culpa nisso, já que diferente da sua, não conseguiram transmitir para mj , a complexidade das coisas que a protagonista tem de lidar. Vou dar um chance para a obra.Gostei da sua resenha.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabrielle!!
    Comprei esse livro sem saber nada sobre ele, mais resolvi dá uma chance para essa autora que nunca li nada e para esse livro, em um primeiro momento achei o titulo muito diferente e não entendi, mais depois que comecei a leitura não consegui mais parar!! Super recomendo esse livro!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Gabriela!
    Acredito que esse livro seja uma verdadeira catarse para quem passa por momentos de perda e escrever cartas é sempre bem relaxante, uma verdadeira terapia.
    “O Natal não é um momento nem uma estação, senão um estado da mente. Valorize a vida.” (Desconhecido)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Oi Gabriele, tudo bem?

    Lembro de quando o livro foi lançado e fiquei mega curiosa pra ler, mas havia perdido uma pessoa querida na época e achei melhor ler depois, acabei esquecendo! Muito bom vc ter me lembrado dele! parece ser realmente um livro lindo!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi, Gabriele!
    Eu sempre vejo esse livro nas livrarias, mas nunca soube bem do que se tratava, então não havia me interessado muito por ele até agora. Depois da sua resenha, fiquei com a pulguinha atrás da orelha e espero ainda conferir essa história! Beijinhos, Beatriz.

    O Diário de uma Escritora Iniciante

    ResponderExcluir
  6. Eu já li esse livro, e tive o mesmo sentimento que você em relação a história, é de um sentimentalismo, uma intensidade, e a autora foi bem criativa, simplesmente adorei ter lido este livro.

    ResponderExcluir
  7. Faz um tempo que tenho curiosidade sobre esse livro,muito bom ver a resenha dele por aqui, Gabriele.
    Adoro cartas e a maneira como elas se conectam e a trama vai se aprofundando nos acontecimentos da vida da Lauren é interessante.

    ResponderExcluir
  8. Olá...
    Adorei sua resenha... Estou bastante curiosa para ler esse livro e pelo que você colocou, cada carta escrita por Lauren parece realmente trazer uma emoção diferente para o leitor... E acredito que cada famoso citado traz à nossa memória o legado que deixou aos fãs... Espero poder ler esse livro em breve...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  9. Oi, Gabi. Vi esse livro ontem na livraria mas fiquei com um enorme receio de comprar justamente por não entender bem o enredo. Não sei o que Lauren levará dessas cartas, será que o livro se resume somente nisso? Pois é, fiquei bem confusa e por isso desisti, mas eu quero dar uma conferida na história. Espero gostar tanto quanto você.
    Abraço! Leitora Encantada
    Participe do Sorteio de Natal, ainda dá tempo!

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bom?
    Amei a resenha, o livro pelo visto tem certa carga emocional, achei bacana a ideia de escrever cartas para pessoas que já se foram, pretendo dar uma chance ao livro.
    Beijos*-*

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Fiquei curiosa sobre esse livro, a sinopse dele logo nos chama atenção e lendo a resenha deu para cer como o livro e profundo, parece ser uma leitura bem emocionante e muito reflexiva, me deixando curiosa para poder ler e descobrir mais sobre essa historia !!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Gabriele! Já comecei a ler esse livro, mas parei. Talvez não estivesse no clima ou não tenha dado a devida atenção que ele mereça. Pretendo retomar a leitura em um outro momento e desejo e espero me emocionar com a história.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

 
Ler para Divertir © 2015 - Blog no ar desde 31.10.2010
topo giovana joris • design e código gabi melo