acompanhe o blog
nas redes sociais

7.12.16

Winter, Vol. 4 - Série Crônicas Lunares [Marissa Meyer]

Marissa Meyer
Ed. Rocco, 2016 - 688 páginas:
      Bestseller do The New York Times, a série Crônicas Lunares conquistou os leitores com sua releitura high-tech de contos de fadas tradicionais. Depois de Cinder, Scarlet e Cress, inspirados, respectivamente, nas histórias de Cinderela, Chapeuzinho Vermelho e Rapunzel, Marissa Meyer entrega a eles o último capítulo da série, em que reconta a história de Branca de Neve com tintas distópicas. Na trama, a princesa “Winter” vive subjugada por sua madrasta, Levana, que inveja sua beleza e não aprova os sentimentos da jovem pelo amigo de infância e belo guarda real Jacin. Mas “Winter” não é tão frágil quanto parece, e, junto com a ciborgue Cinder e seus aliados, a jovem princesa é capaz de ini¬ciar uma revolução e vencer uma guerra que já está em andamento há muito tempo. Será que Cinder, Scarlet, Cress e “Winter” podem derrotar Levana e encontrar seus finais felizes?

Onde comprar:

Ei gente! A sensação da finalização de uma boa série de livros é um tanto contraditória. Primeiro, temos aquela necessidade enorme de entender e saber tudo o que vai acontecer com os personagens e a história em si. Depois, vem aquela nostalgia de que tudo acabou muito rápido e nada de novo será feito – possivelmente – daquele universo que você tanto gosta. As Crônicas Lunares me causou esses dois efeitos com a finalização da leitura de Winter. A série acabou, me senti órfã, mas compreendi no fundo que ali era o fim feito de uma forma bem correta.

Para quem ainda não leu a série, essa resenha possivelmente conterá spoilers, então fiquem ligados. Em cada volume da série temos o ponto de vista e releitura de um conto de fadas diferente, é o quarto volume seguiu os mesmos moldes. Dessa vez, conhecemos Winter, princesa lunar que sofre de um mal – por conter e reprimir seus poderes, a personagem acaba tendo surtos mentais bem sérios, como alucinações bem vívidas. E essa foi uma das características que mais se pode ter como ligação ao conto de fadas em que foi baseado. Winter é essencialmente uma princesa. E isso não mudou em momento algum durante a leitura. Ela possui surtos de heroína, mas não perde a majestade e bondade que presume-se que uma princesa deve possuir.

Concomitante a apresentação da história de Winter, temos o final da jornada de Cinder – Rainha Selene – contra os planos maquiavélicos da Rainha atual de Luna, Levana. Além, é claro, da continuidade da aparição de Scarlet e Cress. Acho que esse é o grande trunfo da autora ao longo de todos os livros: manter todas as protagonistas unidas e representadas em todos os livros, independentemente de uma “principal”. Definitivamente aqui o “Girl Power” é colocado em evidência e mostra o quão ela foi inteligente. São sutis os elementos de releitura dos Contos de Fadas em Winter como todos os outros. Me peguei sorrindo e fazendo ligações em cada um deles.

Apesar disso, o livro não é só um mar de rosas. Tenho bastante certeza que ele funcionaria com umas 150 páginas a menos. Existem muitos capítulos até mesmo desnecessários durante a trama e sua finalização. Por isso que minha leitura acabou ficando bem lenta em algumas partes. Ela engatou mesmo depois da metade dele. E os momentos de ação espalhados da metade para lá com certeza foram um grande fator para que eu fosse mais dinâmica.

De todos os personagens, ainda tenho Cress e o Capitão Thorne como favoritos, mesmo tendo cada um deles uma característica boa. Achei as conclusões na medida e satisfatórias para o que tivemos desde o primeiro livro. Vou sentir muitas saudades da escrita da Marisa Meyer e espero profundamente que ela traga novos trabalhos tão bons quanto As Crônicas Lunares foi.

 Cortesia da Editora Rocco
Aline Polito
Fonoaudióloga, capixaba e leitora. Adora seriados, música, artesanato e deixa um pedacinho do seu tempo para se dedicar a blogar. Pretende viajar o mundo, ter uma pequena biblioteca e um telescópio. Sonhadora e inconstante.
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

11 comentários:

  1. Oi Aline, apesar dos apesares que o livro apresenta, eu estou pensando em lê-lo em janeiro, não sei, estou analisando ainda. Não gosto quando o livro, como você disse, poderia passar tranquilamente sem um número alto de páginas.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. Olá xará!
    Amei a resenha! Desde que comecei á acompanhar resenhas da série estou encantada!
    Qro mto conhecer, espero conseguir logo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Aline!
    Bom quando uma série termina e nos sentimos satisfeitos com ela, apesar de suas ressalvas.
    Não tive oportunidade de ler nenhum dos livros da série, mas bem fiquei interessada e quem sabe uma horas dessas adquiro?!...
    “Desejo a você e a sua família um Natal de Luz! Abençoado e repleto de alegrias. Boas Festas!”
    (Priscilla Rodighiero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Não me recordo de nada sobre a série As Crônicas Lunares no momento, vou dá uma pesquisada nos livros anteriores para saber um pouco mais, se me interessar vou querer ler com certeza.
    Ps: que bom que o final da série não deixou nada a desejar.

    ResponderExcluir
  5. Já estou a algum tempo querendo ler a série de As Crônicas Lunares, lendo sua resenha só fiquei mais ansiosa ainda, adoro esse estilo de histórias, e acredito que irei gostar muito de ler esses livros, inclusive Winter.

    ResponderExcluir
  6. Eu adoraria conhecer essa série de livros, ainda mais agora que eu sei que é realmente boa. Adoro livros de releitura, sempre me divirto muito com a maneira diferente de ver as histórias já conhecidas. Alguns autores realmente aumentam as páginas sem necessidade para os livros parecerem maior, mas fazer o quê.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Aline!!
    Sempre tive curiosidade sobre essa série mas infelizmente não li ainda!! Mas gostei muito da resenha e quero ler As Crônicas Lunares em breve.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Ainda não li nenhum livro da série, mas tenho muita curiosidade de ler desde que se lançou o primeiro volume, achei super banca e diferente a forma como a autora optou por fazer as releituras, não li nada do tipo futurístico.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  9. Olá...
    Adorei sua resenha e o fato de a série "As Crônicas Lunares" trazer o ponto de vista e releitura de um conto de fadas diferente, fico bastante curiosa para fazer a leitura dessa série, mesmo sabendo que pode não me surpreender tanto... Tenho outras prioridades de leitura no momento, mas espero poder ler essa série em breve.
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  10. A série crônicas Lunares tem elementos que me agradam,infelizmente não tive oportunidade de ler nenhum ainda.Winter encerra a série então?!
    Adoro uma boa releitura de contos de fadas.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Quero muito ler As Crônicas Lunares, acho que é uma das releituras dos contos de fadas mais diferente que já vi e a autora consegue nos conquistar com esse universo fascinante que ela cria, também adorei essa união entre as meninas e essa serie está na minha lista de leitura !

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

 
Ler para Divertir © 2015 - Blog no ar desde 31.10.2010
topo giovana joris • design e código gabi melo