acompanhe o blog
nas redes sociais

22.6.17

Belas Maldições [Terry Pratchett e Neil Gaiman]

Ed. Bertrand Brasil, 2017 - 350 páginas
- "Um descendente direto de O Guia do Mochileiro das Galáxias escrito por dois dos maiores autores britânicos de fantasia. O mundo vai acabar em um sábado. No próximo sábado, e ainda por cima antes do jantar. O que é um grande problema para Crowley, o demônio mais acessível do Inferno, residente na Terra, e sua contraparte e velho amigo Aziraphale, anjo genuíno e dono de livraria em Londres. Depois de quatro mil anos vivendo entre os humanos, eles pegaram um gosto pelo mundo, e o Armagedom lhes parece um evento bastante inconveniente. Então, para evitar o fim do mundo, precisam encontrar a chave de tudo: o jovem Anticristo, agora um menino de 11 anos vivendo tranquilamente em uma cidadezinha inglesa. Em seu caminho, acabarão trombando com uma jovem ocultista, dona do único livro que prevê precisamente os acontecimentos do fim do mundo, caçadores de bruxas ainda na ativa e, quem sabe, até os Quatro Cavaleiros do Apocalipse. Mas eles precisam ser rápidos. Não é só o tempo que está acabando."


Onde comprar:

As justas e precisas profecias de Agner Nutter, Bruxa

Gaiman é (pelo menos tem sido pelas últimos dois meses) meu autor predileto (o que não é motivo pra se ficar muito animado porque: 1. isso muda de tempos em tempos 2. minha opinião não é assim tão relevante). Isso se deve, em grande parte ao estilo de escrita dele. Não interessa sobre o que esse homem tenha escrito, eu vou querer ler simplesmente porque estou encantada com seus dotes literários, ou porque adoro piadinhas. Não decidi ainda. Provavelmente por ambos os motivos.


Mas esse livro aqui é de antes do Neil Gaiman ser o Neil Gaiman. Antes de Sandman ser um sucesso. Antes que eu descobrisse outra forma de me comunicar que não fosse através de berros (o livro, assim com eu, é de 1990). Esse é o primeiro romance de Gaiman, e foi escrito à quatro mãos com Terry Pratchett (que nessa época também não era “O Terry Pratchett”). Ainda assim, é um livro excelente! A obra é extremamente coesa e é praticamente impossível identificar o que cada um escreveu.

Na contra-capa, como em toda contra-capa, tem aquelas frases típicas de contra-capa, fragmentos retirados de críticas positivas (geralmente de um grande jornal ou autor) que ajudem a vender o livro. Devo dizer que nunca li uma contra-capa tão verdadeira e fiel ao conteúdo do livro.


Em primeiro lugar, por que o livro é realmente muito engraçado. Tem umas sacadas geniais, precisamente o tipo de “humor inglês” do qual eu sou absolutamente fã. Depois porque é possível ver claramente influências como Douglas Adams (que já foi meu autor predileto por um tempo) e Monty Python (se você assistiu “A vida de Bryan” sabe exatamente do que estou falando).

Eu tenho um fraco por bons diálogos, ironias, e histórias-que-poderiam-ser-chatas-ou-banais-mas-se-tornam-verdadeiros-estudos-de-caso-engraçadíssimos-sobre-a-natureza-humana (vide Douglas Adams) e esse livro é exatamente um compilado disso.


Imagine o seguinte cenário: O armagedom/apocalipse/fim-do-mundo está para começar, o anticristo foi enviado ao mundo, para ser educado pelos onze anos seguintes nos princípios da maldade e então iniciar o maior e mais definitivo de todos os cataclismas… Mas (por uma confusão envolvendo freiras satânicas) foi parar na família errada e criado exatamente como qualquer outra criança inglesa.

Crowley (demônio responsável pela adoção da criança e, outrora, serpente do paraíso) e Aziraphale (anjo do Senhor), ambos vivendo na terra desde o princípio dos tempos se meio que se apegaram ao estilo de vida mortal e não estão nada contentes com o fim iminente. Então decidem tentar “boicotar” o armagedom, sem é claro, chamar a atenção dos respectivos superiores.

No entanto, (por causa da supracitada confusão envolvendo freiras satânicas) eles não fazem ideia de onde o jovem anticristo possa estar.

“Existe um truque que se faz com um ervilha e três copinhos que é muito difícil de acompanhar. Uma coisa parecida, apostando muito mais que um punhado de trocados, está para acontecer"

Agora some a isso uma bruxa, caçadores de bruxas, uma médium/jezebel-pintada, os quatro cavaleiros do apocalipse (devidamente repaginados), algumas crianças (entre elas o próprio anticristo), um cão (infernal, ainda que não muito assustador), vários eventos estranhos próprios dos últimos dias e, é claro, justas e precisas profecias de tudo isso escritas por uma bruxa trezentos anos antes.


Belas Maldições foi publicado aqui no Brasil no começo dos anos 2000 pela própria Bertrand que o está republicando agora. Essa nova edição traz algumas correções na tradução e uma nova capa, que aliás, tá muito linda. É um livro maravilhosamente escrito e entrou direto pra minha lista de favoritos. Os personagens (embora sejam muitos) são bem desenvolvidos, cativantes e donos personalidades únicas e marcantes. As piadas são ótimas e algumas são recorrentes (como a das fitas deixadas em um carro por mais de 15 dias, ou sobre a inefabilidade dos planos divinos) e vão ser citadas durante toda a história. As notas de rodapé são um espetáculo à parte, recomendo veementemente que você não deixe de ler nenhuma delas.


Essa não é uma indicação de leitura, essa na verdade é uma intimação de leitura, ou melhor: uma previsão de leitura. Não sei se você sabe mas, recentemente descobriu-se que, entre os manuscritos não publicados de Agnes Nutter, existe uma passagem sobre você ler esse livro ainda essa semana (até porque pode ser que o mundo acabe no próximo sábado, antes da hora do jantar), e como são profecias justas e precisas, já sabemos que não será possível evitar.

Abraço e até a próxima!


Andressa Freitas
Mineira, aspirante à escritora e estudante de cinema. Se pudesse moraria em uma biblioteca, como não posso, estou empenhada em transformar minha casa no mais próximo disso possível. Viciada em séries e filmes, adoro ler, comer e viajar. Nerd assumida, fotógrafa de profissão, amo aprender coisas novas e imaginar histórias alternativas pra absolutamente tudo.
Cortesia do Grupo Editorial Record
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

23 comentários em "Belas Maldições [Terry Pratchett e Neil Gaiman]"

  1. cara Andressa, eu estou rolando de rir com sua resenha, menina você já pensou em escrever alguma coisa? pois deveria, você escreve de forma hilária, adorável. eu tenho este livro em minha estante (sou daqueles que compra um monte e vai lendo aos poucos, passo tartaruga), então já reservei ele pra uma leitura próxima, pode colocar aí que a culpa foi sua. dica legal demais e resenha inspirada. parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Andressa!
    Sua resenha foi bem ao estilo do livro: carregadas de piadinhas irônicas..., adorei!
    Fato é, não apenas pelo autor(es), mas pelo próprio enredo, porque gosto demais de livros que envolvem anjos (e demônios) e por toda confusão feita na troca do local onde ele deveria ser criado e ainda pela forma hilária com que foi escrito, mercece sim ser lido e fiquei bem curiosa, viu?
    Boas festas juninas!!!!
    “O que importa afinal, viver ou saber que se está vivendo?” (Clarice Lispector)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Andressa, com essa indicação/intimação/previsão de leitura haha fica difícil não se interessar pela história. Já ouvi falar muito bem do Neil e apesar de ainda não ter tido contato com sua escrita também tenho fraco por bons diálogos e por boas resenhas rsrs. Curti demais a dica e espero ter a oportunidade de conferir a história também ;)

    ResponderExcluir
  4. Oi Andressa ;)
    Achei engraçada a trama do livro, e não conhecia ele mas me interessei demais.
    Ainda não tive oportunidade de ler nada do Gaiman, mas sempre ouço falar desse estilo de escrita dele maravilhoso, ai sempre fico interessada em pegar um livro dele!
    Já me senti intimada mesmo a ler kkkk já coloquei na lista de leitura, obrigada pela dica!
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Sua escrita é hilária, que por sinal nos deixa morrendo de amores pelo livro em questão e este livro em especial é bem interessante, gostei muito da premissa e da ideia do livro, nunca li Geiman, mas sempre me falaram que ele é bem interessante de se ler. Confesso que será o primeiro que irei ler dele, só espero gostar como você gostou rsrsrs

    Grande abraço,
    Victor N Souza
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Comecei a ler Neil Gaiman esse ano por Coraline e O mistério da estrela. Amei as duas leituras, principalmente a segunda <3
    Estava na dúvida sobre qual seria meu próximo livro dele, mas acho que vai ser Belas Maldições. Adorei a resenha, muito engraçada e conseguiu transmitir bem o estilo do livro <3
    Espero ter a oportunidade de ler em breve!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Bom, ainda não li nem um livro do autor Neil Gaiman, mas até fiquei curiosa em ler algum livro depois de ler seus comentários positivos refente a escrita do autor, sem dúvidas pretendo ler este livro, a história parece ser muito boa e fiquei muito curiosa para conferir esta história e a escrita deste autor.

    ResponderExcluir
  8. Impossível não se apaixonar pelo autor, também não me interessa sobre o que se fala em seus livros eu quero ler e descobrir cada mundo que ele cria, ainda penso em comprar muitos livros do autor mais na frente e conhecer esse também.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Andressa,
    Adorei a sua resenha! Estou com saudades, você anda um pouco sumida do Clube do Livro.
    Nunca li nada do Gaiman. Acho suas histórias um pouco viajantes demais, mas não seria isso um pré-conceito, visto que ainda não li nenhum livro seu? Talvez, esse seja um bom livro pra conhecer a escrita desse autor. Quem sabe não me arrisco, mas com certeza não vai ser antes deste sábado. Rrsrsrs.
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos
    www.garotosperdidos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andressa, tudo bem! Eu só li dois livros do Gaiman e gostei muito tanto que já fiquei interessada nesse e tb pq tenho curiosidade em ler algo do Terry Pratchett! Com certeza já está adiconado na minha lista de leituras!

      Bjs, Mi

      O que tem na nossa estante

      Excluir
  10. Quero muito esse livro,o Gaiman tem um lugar especial na minha estante,só a capa que prefiro da edição antiga.
    Pela resenha já senti todo o clima engraçado da história,bem do estilo que gosto.
    " ... existe uma passagem sobre você ler esse livro ainda essa semana" hauhuah,adorei,se Agnes Nutter previu isso,como escapar?

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não li nada do Terry Pratchett mas sou fã de carteirinha do Gaiman e pretendo ler tudo o que ele escrever :) O belas maldições está na minha lista tem um tempo só que eu ainda não tinha lido nenhuma resenha. A parceria parece que deu bem certo e no final o fato de um livro de fim do mundo ter se tornado um livro tão divertido só me faz querer ler mais

    ResponderExcluir
  12. Olá! Este livro está na minha lista tem um tempão, mas ainda não tive a oportunidade de lê-lo, mas depois dessa resenha vou ter que mudar essa situação... a história parece ser bem diferente das que eu já li e sua resenha me deixou com aquele gosto de quero mais, parabéns.

    ResponderExcluir
  13. Olá!!
    Eu nunca tinha ouvido flar desse livro, gostei mto!
    O enredo me chamou bastante atenção tbm, a escrita parece ser bem legal...
    Qro ler!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Andressa. Adorei conhecer um pouco mais desse livro, a história parece muito legal misturada a todas essas sacadas irônicas então deve ser bem gostoso de ler mesmo. Vou adicionar na minha lista de Skoob depois dessa intimação e quando tiver a oportunidade com certeza irei comprar.

    ResponderExcluir
  15. Oi Andressa.
    Eu sempre tive muita curiosidade em conhecer a escrita do Neil Gaiman, já que ouvir maravilhas sobre elas, achei a premissa do livro bem intrigante a coisa toda do Armagedom é bem bizarro de uma maneira interessante confesso, enfim eu curtir bastante o pouco que descreveu sobre a história, espero em breve está desfrutando dessa leitura.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Gosto de histórias que envolvem anjos e profecias, além de ser divertida fiquei imaginando a confusão que deve ser boicotar o armagedom e encontrar o anticristo. Achei um livro diferente é ainda não li nada desses autores.

    ResponderExcluir
  17. Oi Andressa,
    Ainda não conheço a escrita de Neil Gaiman, mas acho que o que mais chama atenção dos leitores sobre sua escrita é sua capacidade de criar histórias de gêneros diferentes e todas com um grande impacto de narrativa. Belas maldades trás em sua trama elementos reais da cultura religiosa e unido a isto, alguns elementos fantasiosos, criando uma história única e que chama bastante atenção. Poderia ser um livro polêmico se os autores não tivessem tratado tudo de uma forma mais descontraída e, consequentemente, interessante. Ainda não sei qual livro do Gaiman lerei primeiro, mas este é, sem dúvidas, um grande candidato.

    ResponderExcluir
  18. Parece até perseguição, nunca li nenhum livro do Neil Gaiman, mas todo dia eu vejo uma resenha de um livro diferente dele - positivas - e quando consegui coragem li só um capítulo de Deuses Americanos e não me identifiquei.
    Não sei se gostaria de ler esse, por mais que eu goste de histórias engraçadas.
    Mas gostei bastante do humor que você trouxe a resenha.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Andressa!!
    A história e muito interessante acho que nunca li nada dos autores. Fiquei muito surpresa por o livro ter sido publicado em 2000. Espero ter oportunidade de ler esse livro.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  20. Adorei a resenha Andressa, e apesar dessa intimação vou me ariscar a não seguir a profecia haha vai ser impossível ler esse livro até sábado, antes do jantar, mas já estou prevendo que vou ler algum dia, pois fiquei super intrigada com esse enredo de fim de mundo cômico, quero saber o que esses dois personagens tão contraditórios vão aprontar, afinal não é todo dia que lemos um complô entre um demônio e um anjo para boicotar o fim do mundo haha
    Também adoro os diálogos repletos de humor irônico dos ingleses e como só li apenas um livro do Neil Gaiman esta mais do que na hora de ler mais um.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi, Andressa!
    Também gosto de livros com sacadas geniais, com bom diálogo e ironias, mas não curto livros que possuem tantos personagens como Belas Maldições possuem, sempre acabo confusa com livros assim, mas como tenho vontade de ler algum livro do Gaiman - sim, nunca li nenhum livro dele - quem sabe eu comecer por Belas Maldições?!

    ResponderExcluir
  22. Olá,
    Gostei do livro, tem uma capa muito interessante. A premissa do livro é muito boa apesar de algumas vezes fica confusa com a resenha do livro é sobre a história mas deu para captar alguma coisa. Gostei bastante da capa dele.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir