acompanhe o blog
nas redes sociais

16.8.17

Um Tom Mais Escuro de Magia, Vol. 01 [V. E. Schwab]

Um Tom Mais Escuro de Magia
Ed. Record, 2016 - 420 páginas
- "Kell é um dos últimos Viajantes — magos com uma habilidade rara e cobiçada de viajar entre universos paralelos conectados por uma cidade mágica. Existe a Londres Cinza, suja e enfadonha, sem magia alguma. A Londres Vermelha, onde vida e magia são reverenciadas, e onde Kell foi criado. A Londres Branca: um lugar onde se luta para controlar a magia, e onde a magia reage, drenando a cidade até os ossos. E era uma vez... a Londres Negra. Mas ninguém mais fala sobre ela. Oficialmente, Kell é o Viajante Vermelho, encarregado das correspondências mensais entre a realeza de cada Londres. Fugindo para a Londres Cinza, Kell esbarra com Delilah Bard, uma ladra com grandes aspirações. Magia perigosa está à solta e a traição espreita em cada esquina. Para salvar todos os mundos, Kell e Lila primeiro precisam permanecer vivos."

Onde comprar:

Um Tom Mais Escuro de Magia é o primeiro livro que leio da autora Victoria Schwab, que tem uma escrita bem peculiar e bastante prazerosa, proporcionado uma leitura no mínimo instigante para aqueles que são fã de livros de fantasia com bastante aventura.

O interessante nos livros de fantasia é a novidade, temos que aprender como tudo funciona durante a leitura do livro, no começo apenas nos familiarizamos e entendemos as regras e depois, quando tudo se encaixa, percebemos a beleza de uma nova criação. Acho que é por isso que gosto tanto de fantasia, fico ávida para desvendar todas as miudezas do que me é apresentado.

A história se passa em 1819, logo no inicio conhecemos o jovem Kell, ele tem magia e se apresenta como um dos últimos de sua espécie. Kell é um Antari, um mago de sangue e atualmente só existiam ele e Holland com este tipo de poder, que, diga-se de passagem, é muito respeitado e cobiçado. Os dois são os únicos que podem transitar entre as três Londres.

É isso mesmo, neste mundo mágico existem três Londres e para diferencia-las, Kell apelidou cada uma de acordo com suas características, Cinza para a cidade sem magia, Vermelho para o império vigoroso e Branco para o mundo faminto. Dizem que também existia a Londres Preta, uma lenda, uma história de ninar.

"- Existem quatro mundos - explicou ele. - Pense neles como casas diferentes construídas sobre a mesma fundação. Os quatro têm um pouco em comum, exceto pela geografia e pelo fato de que cada um tem uma versão desta cidade, que cresceu em torno deste rio, neste país insular. E, em cada um deles, essa cidade se chama Londres."

Cada uma destas Londres possui um monarca e Kell é como um embaixador, que transita entre as cidades levando as correspondências entre seus reis. Mas Kell não faz somente isso, apesar de não necessitar, talvez porque se sinta entediado, Kell contrabandeia pequenos objetos entre estas Londres, ato que é totalmente proibido, até que num pequeno descuido, Kell leva para a Londres Vermelha, seu lar, algo poderoso e potencialmente maligno, uma prova da existência da terrível Londres Preta.

Um Tom Mais Escuro de Magia

Em fuga para Londres Cinza, Kell tem seu perigoso artefato roubado pela ladra Lila, uma jovem de dezenove anos que faz o que for preciso para se manter viva, que acaba se envolvendo num problema que ela nem imagina, mas que vai lhe proporcionar a aventura que sempre sonhou. Juntos, Kell e Lila enfrentaram muitos desafios para salvar as Londres de uma poderosa magia.

Não vou falar muito mais que isso do livro pois, como já disse, o gostoso em literaturas fantásticas é o prazer das descobertas, então deixo para vocês esta tarefa ao ler o livro. O que me impressionou neste livro foi o perfil da personagem feminina, Lila, pois ela foge totalmente do estereótipo comum, Lila, além de forte e determinada, batedora de carteiras e assassina por sobrevivência, possui sonhos bem peculiares para uma moça, pois deseja ter seu próprio navio para poder conhecer o mundo. Ela não se subjuga a ninguém e é muito inteligente e irônica.

"- Você não sabe nada sobre esses mundos, disse Kell.
- Claro que sei - retrucou Lila com animação. - Existe a Londres Sem Graça, a Londres de Kell, a Londres Assustadora e a Londres Morta - recitou ela, enumerando-as nos dedos. - Viu? Eu aprendo rápido."

Já Kell, apesar de todo o seu poder, é ingênuo, por ter um coração puro, acredita nas pessoas, o que muita vezes o põe em perigo. Ele não se lembra dos seus pais, nem de onde veio e isso o incomoda muito. Kell serve a Londres Vermelha enquanto Holland serve a Londres Branca, um lugar dilacerado pela violência e poder, uma cidade mortal, governada pelos cruéis irmãos Astrid e Athos.

Outro personagem importante é Rhy, o jovem príncipe da Londres Vermelha, amado pelo seu povo, é bonito e gentil, encarnado o papel de libertino, mas que por trás do sorriso carismático e do ar galanteador, possui uma mente afiada e de boa índole.

Este é o primeiro volume de uma trilogia, que para ser perfeito faltou apenas uma pitada de romance, mas acredito que isso será resolvido nos próximos volumes, dado seus acontecimentos finais e por isso estou ansiosa para seu lançamento que se dará na Bienal do Livro no Rio de Janeiro.

E A autora vem para a Bienal do Livro no Rio de Janeiro! \o/
Animados para mais esta grande emoção?


Gisela Menicucci Bortoloso
Capixaba, leonina, analista de sistemas e mãe. Apaixonada por livros, sou uma leitora compulsiva e como o tempo é curto, leio em todo o lugar: esperando o elevador, dentro do ônibus, no salão de beleza... Ler é meu prazer e minha paixão!
Cortesia do Grupo Editorial Record
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

16 comentários em "Um Tom Mais Escuro de Magia, Vol. 01 [V. E. Schwab]"

  1. Oi Gisela! Tudo bem?

    O livro tem uma capa bem chamativa e que requer interpretação junto a premissa que também me instigou bastante. Tive a impressão de já ter lido o livro, mesmo só tendo o visto nas redes sociais. Gostei muito do título com certeza se eu tiver oportunidade de ler,vou venerá-lo por merecimento. rsrsrs

    A sua resenha está ótima, adorei!

    Grande abraço,
    www.cafeidilico.com

    ResponderExcluir
  2. cara Gi, este livro me parece ser deliciado, já fiquei encantado pela sinopse e sua resenha vem redondinha. quando aparece um escritor/escritora talentoso e com imaginação fértil já quero logo lê-lo. fantasias não se esgotam nunca né mesmo? fiquei curioso quanto a holland e rhy, e quando resenha e sinopse conseguem nos deixar curioso é porque o livro vale a pena. adorei a premissa, dica mais que anotada!

    ResponderExcluir
  3. Oi Gisela, primeira resenha que leio desse livro e curti muito o pouco que você entregou dessa história e fiquei bem curiosa pra saber mais sobre todas as Londres criadas pelo autor. Como eu gosto de personagens descritas como fortes e incomuns, já gostei de Lila e os outros personagens também parecem ser carismáticos. Acho que sentiria falta do romance, mas como é uma trilogia e tenho esperança que isso ainda seja trabalhado nos próximos volumes como você citou ;)

    ResponderExcluir
  4. Oi Gi.
    Uma pena que faltou romance né, vamos torcer para que nos próximos livros tenha, eu já tinha ouvido falar do livro e confesso que até agora ele não tinha chamado minha atenção não, entretanto agora sim estou bem curiosa para ler e concordo com você, ler livros com essa temática o que conquista mesmo é a descoberta.
    bjs.

    ResponderExcluir
  5. Gi!
    Gostaria de me aventurar na leitura desse livro carregado de ação, mistério e suspense e poder conhecer as quatro Londres, junto com os antari que restaram.
    Deve ser um ótimo livro.
    “Para cultivar a sabedoria, é preciso força interior. Sem crescimento interno, é difícil conquistar a autoconfiança e a coragem necessárias. Sem elas, nossa vida se complica. O impossível torna-se possível com a força de vontade.” (Dalai Lama)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  6. Gostei da resenha, mas não leria.
    Fantasia não é minha praia. Já li alguns e não gostei muito.

    ResponderExcluir
  7. Oi Gisela,
    Já tenho um livro da Victoria Schwab, mas ainda não tive a oportunidade de ler. A autora se tornou bastante conhecida no país depois do lançamento de Um tom mais escuro de magia e isso me deixou bem curiosa para conhecer sua escrita, pois quando magia e fantasia se encontram e uma história é bem construída fica difícil não me interessar por ela. O universo criado trás muitos elementos interessantes, como a ideia de que existem universos paralelos ou que alguém (neste caso o protagonista Kell) possa transitar entre eles. Há uma certa complexidade na trama, mas espero que ao realizar a leitura isso conte a favor da trama e a narrativa seja envolvente e surpreendente.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Gi
    Uma fantasia com 4 mundos, são 4 Londres distintas e magia?!Adorei, pela sinopse faz muito meu estilo de leitura,é interessante se passar em 1819, o ar de Londres dessa época dá um toque charmoso.
    Ainda não conheço a escrita da Victoria Schwab e esse parece ser um bom começo.
    Espero ver suas impressões do segundo volume.

    ResponderExcluir
  9. Esse livro já esta na minha listinha de compras, adoro fantasia e aventura então foi feito pra mim kk. Fiquei bem curiosa com essas Londres e com o poder de alguém poder viajar entre elas. Parece ser uma leitura que envolve o leitor em busca de cada virada de página para saber o que vai acontecer, como gosto de um romance nas historias também sentirei falta, mas na torcida para que saia um no próximo volume rs.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Gostei bastante do enredo do livro, adoro fantasias, e essa parece estar repleta de aventuras, é muito legal aprender sobre um novo lugar, costumes, apesar de fazer parte de uma trilogia, espero ler o livro, e também estou torcendo pelo romance, pois não há combinação melhor do que fantasia e romance.

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bom?
    É a primeira vez que vejo falar do livro, e pelo visto é muito bom, fiquei curiosa para saber mais sobre essas Londres existente, e as aventuras vividas, gosto muito de fantasia, então esse livro tem tudo para me agradar, e tomara que role um romance nos outros livros né, sempre é bom hahaha.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Já sou apaixonada por Londres, e um livro que se passa em Londres, com certeza quero ler. A trama do livro é incrivél, uma fantasia tão diferente que te faz imagina como seria esse mundo magico. Os personagens são interessante tem uma personalidade incrivél, gostei muito e com certeza já entrou na lista de leitura.

    ResponderExcluir
  13. Estou muuuito curiosa por este livro, desde que li uma resenha sobre ele.
    A premissa me atraiu bastante, apesar que no começo da leitura imagino que a historia demore um pouco e eu ainda ficar meia perdida entre as londres mas tenho certeza que irei me apaixonar pela história!
    Adorei a resenha.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Oi, Gisela!
    Achei bastante interessante esse detalhe sobre as quatro Londres - Londres Cinza, Londres Vermelha, Londres Branca e Londres Negra -, e gostei da personalidade da Lila e sua versão das quatro Londres rsrs, acredito que irei gostar dela caso eu leia essa trilogia futuramente, pois apesar de ter achado interessante esse primeiro livro vou esperar os lançamentos dos outros dois volumes e ler resenhas sobre eles para decidir se lerei essa trilogia ou não...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Gi!!
    Acho bem interessante a proposta da autora de trazer para estória três(ou quatro) Londres diferentes e cada uma delas com uma característica bem marcante. Gosto muito da ideia do livro ser de fantasia mais recheado de aventuras!! Sem dúvida espero ansiosa o lançamento do próximo livro.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  16. Mas um pra minha lista, e logo dessa autora que cada vez fico mais curiosa pra saber o que tem de tão maravilhoso.
    Pena que vou só acompanhar de longe a Bienal :'(

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir