acompanhe o blog
nas redes sociais

12.9.17

Outros Jeitos de Usar A Boca [Rupi Kaur]

Ed. Planeta do Brasil, 2017 - 208 páginas
- "Maior fenômeno de poesia dos EUA na última década, há mais de 40 semanas no topo das listas de best-sellers. Outros jeitos de usar a boca é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume – publicado nos EUA como “milk and honey” – é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos."

Onde comprar:

"Você tinha tanto medo
da minha voz
que eu decidi
ter medo também"

Primeiramente peço desculpas, porque sei que nada que eu falar vai fazer jus a esse livro .

Dizer que esse livro é intenso chega até ser eufemismo, são 204 páginas de pura reflexão e encantamento. São poemas, a maioria pequenos, mas que transmite uma força muito grande.

O livro é dividido em 4 partes: Dor, amor, ruptura e a cura. Posso afirmar que me vi amando cada parte e me emocionando. Apesar do título sugestivo, o livro é surpreendente, daqueles para fazer você pensar mesmo, não simplistamente no poder da mulher, mas no poder do ser humano, nas marcas que muitos de nós temos em nossa alma. O seguimento que o livro dá realmente é como acontece na vida real. Passamos por momentos que a dor é maior de que qualquer outro sentimento, e por mais que seja insuportável, o amor pode fazer você crescer e livrar-se de tudo o que te faz mal e começar a se curar, a fechar as feridas.

Esse livro mostra todas as formas de amor, mas principalmente o amor próprio, aborda temas que até hoje são evitados pela sociedade, a ausência de um pai, a dor de um estupro, o empoderamento feminino.

Me vi conectada com a autora em diversos momentos, era como se muitas vezes nossas dores fossem as mesmas. Sim, esse livro deixa claro o posicionamento dela referente a nós mulheres, mas ele não se encaixa só para esse grupo e sim para pessoas que tem diversas marcas. Esse é, com certeza, uma quebra tabu! É o típico livro que, ou você ama, ou você odeia, não tem meio-termo. Engana-se quem acha que por ser poema é uma leitura rápida, muitas vezes fiquei horas refletindo sobre o que li, de colocar a cabeça no travesseiro e realmente entender o que a autora quis passar, nas entrelinhas, nas gravuras.

Uma leitura simples, que prende, eu indicaria para pessoas que gostem de poesias, mas também aquelas que gostam de se conhecer melhor, de levar um chacoalhão, de mudar de conceitos, de ver a situação por outros ângulos.

“.....você me diz para ficar quieta porque
minhas opiniões me deixam menos bonita
mas não fui feita com um incêndio na barriga
para que pudessem me apagar.....”

E se eu ainda não conseguir te convencer o quanto esse livro é maravilhoso e que Rupi Kaur colocou todo uma vida em lindas poesias, essas atrizes com certeza vão te convencer.

https://www.youtube.com/watch?v=h-mZA7XuruI


Gabriele Machado
16 anos, paranaense, leitora compulsiva, apaixonada por cachorros, viciada em musica e seriados, junta todos esses adjetivos, PUM! Aqui estou eu, Gaby Machado. Uma sonhadora irreversível, desastrada, pavio curto, falo sem pensar, eclética para tudo! Apaixonada por uma boa dose de cafeína e minha princesa favorita é a Mulan, por quê? Mesmo sendo uma princesa não preciso do príncipe para se salvar.
Cortesia da Planeta Livros Brasil
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

15 comentários em "Outros Jeitos de Usar A Boca [Rupi Kaur]"

  1. Oi Gabriele, amei a resenha e o video, não sou muito de comprar livros de poesia, mas achei a resenha motivadora, assim como parece ser o livro, que leva o leitor a refletir e isso é super importante. Curti, inclui na lista pra tentar ler :)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabriele. Achei realmente o título sugestivo, não fazia ideia que era um livro de poemas. Infelizmente eu não curto livros do tipo, mas ver o empoderamento da mulher através de frases é bem legal, talvez eu leia.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabriele, tudo bem? Poesia nem sempre é rápida mesmo, às vezes é preciso digerir bem o tema e o poema. Eu não conhecia a obra, mas fico feliz que vc tenha gostado!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Adorei conhecer o livro, ainda mais poesias que eu amo dmais, vou qrer ler com toda ctz!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Gabriele!
    Euzinha amo livros de poesias e ando bem feliz por ver que estão voltado ao mercado, porque passaram um tempo sem serem editados.
    Adorei um livro com poemas voltados exclusivamente para o mundo feminino e achei maravilhoso que os temas foram divididos e podemos apreciar cada uma das poesias, lindo mesmo!
    “Conhecimento sem transformação não é sabedoria.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  6. Não sou fã de poemas, mas todo mundo esta falando muito bem desse livro que fiquei curiosa para conhecer, ainda mais por deixar o leitor refletindo, isso é muito bom. E mostra muitas formas de dores e amores.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Gabriele!
    Não me lembro de ter ouvido/lido nada sobre Outros jeitos de usar a boca, e confesso que apesar de não ter o costume de ler livros do tipo que faz nos conhecer melhor, que nos causa um chacoalhão, lendo sua resenha fiquei interessada em conhecer os poemas sobre a dor, amor ruptura e cura de Outros jeitos de usar a boca... Então, valeu pela dica.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Gostei da temática, mas livro de poema não é minha praia.

    ResponderExcluir
  9. Esse livro está sendo muito falado mesmo! Que sinopse interessante. Não gosto muito de poesias, porém essas me pareceram bem profundo!
    Vou adorar ler e refletir sobre as frases.

    ResponderExcluir
  10. Oi Gabi.
    Esse titulo é bem sugestivo e intrigante, eu adorei a ideia do livro e apesar de não curtir muito poemas, me vi em interessada em ler, eu adoro que o livro traz uma lição sobre amor próprio e tudo mais, eu não vejo a hora de ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Já li resenha sobre esse livro e sempre me deixa muito curiosa para ler, apesar de amar bastante poesia, nunca fui muito de ler livros assim, mas esse me encantou pelas frases que você colocou. Realmente trás temas tabus onde está num silencio absoluto na sociedade. Amei o livro e já estar em minha lista de leitura!

    ResponderExcluir
  12. Boa escolha do trecho escolhido pra iniciar, já vi alguns desse livro, mas esse ainda não conhecia.
    Outros Jeitos de Usar a Boca da Rupi Kaur parece interessante, curto poesia e já coloquei em minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bom?
    Quando vi a capa e o titulo pensei, cara sobre o que é esse livro, não deve ser legal não, mas depois de ler a resenha e saber que ele é todo em poesia, me animei para a leitura e sem contar que temos ai como você disse, poesias que nos fazem nos conhecermos melhor, estou ansiosa para ler e tenho certeza de que as poesias me farão refletir muito.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  14. Oi, Gabriela!!
    Gostei muito da resenha e já faz um tempo que não leio nada de livros que tenham poesia, e achei lindo o vídeo!! Obrigada pela indicação!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  15. Oi Gabriele,
    O título é mesmo sugestivo, mas isso só faz minha curiosidade aumentar para entender o porque de sua escolha, mesmo poesia não sendo um gênero que leio. O amor é um sentimento que tem muito a oferecer na literatura, pois pode ser explorado em suas diferentes formas que ocorre e com ele ou através dele, o ser humana vivencia outros sentimentos, alguns bons outros ruins. Acho que o fato da autora ter conseguido externar os sentimentos de forma tão convicta para o leitor é admirável e para o que ela propõe para o livro, é essencial.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir