acompanhe o blog
nas redes sociais

11.12.17

O Urso e o Rouxinol [Katherine Arden]

O Urso e o Rouxinol
Ed. Fábrica 231, 2017 - 320 páginas
- "Guerra dos tronos encontra Mitologia nórdica, bestseller de Neil Gaiman, neste conto de fadas ambientado na Rússia medieval. Romance de estreia da norte-americana Katherine Arden, que morou dois anos em Moscou.
O urso e o rouxinol mistura aventura, fantasia e mitologia ao acompanhar a jornada da jovem Vasya, criada, junto aos irmãos, num vilarejo próximo de uma floresta, e que cresceu ouvindo de sua ama contos e lendas sobre criaturas que vivem nas matas e que precisam receber oferendas para manter o mal adormecido em seu interior. Mas a chegada de Anna, madrasta de Vasya vinda da capital, de hábitos católicos, e de um padre ortodoxo que resolve instituir as práticas cristãs no vilarejo, provoca uma mudança na rotina da menina e abre as portas para uma terrível catástrofe. Sensível e determinada, Vasya é a única que consegue enxergar e conversar com esses seres fantásticos e torna-se a última esperança para salvar o povoado onde nasceu da destruição."

Onde comprar:

Muito bem, agora esqueça tudo que acabou de ler no resumo à cima e foca na minha resenha :D
Tá, não precisa esquecer tudo. Mas sabe aquela primeira parte ali em cima sobre Game of Thrones e Mitologia Nórdica? Lorota de editor. Aposto uma mariola que quem escreveu a resenha não leu nada das Crônicas de Gelo e Fogo, muito menos o livro do Gaiman. Arriscaria dizer que não leu esse aqui também.

Mas não se preocupe, eu li os sete livros (5 de GoT, 1 do Gaiman e esse) e vou te ajudar a entender a relação entre eles :)
Certo, a relação no caso é: nenhuma. É isso mesmo que você acabou de ler. A relação entre esses livros é nula. Zero. Neca de pitibiriba.
Essa aí uma daquelas frases que colocam na sinopse pra atrair os fãs dos universos citados. Então, se a história se passar em algo que lembre a era medieval (sem energia elétrica, sem automóveis e sem Whats App) é automaticamente indicado para fãs de GoT. Agora, se estamos falando de deuses antigos, certeza que tem à ver com a obra do Gaiman. Ou com Percy Jackson, vai depender da localização geográfica da história.

Então esqueça a relação. Não precisamos dela pra entender ou gostar do livro. E mais importante: o livro não precisa dela, a história se sustenta por si só. Feito o desabafo, vamos em frente!

Katherine Arden

Recapitulando:
Em uma aldeia no norte do que hoje é a Rússia, uma velha ama conta histórias sobre espíritos que habitam as florestas, reis do inverno e magias antigas para entreter os filhos do senhor daquelas terras nas noites frias de inverno.

Para Vasilisa, essas são mais do que histórias. Ela consegue ver os espíritos que guardam sua casa, assim como os espíritos que vivem na floresta ao redor. E Vasya mais que ninguém entende a importância dos antigos rituais e das oferendas pra manter os bons espíritos por perto e o mal afastado.

Mas a chegada de uma madrasta cristã e, posteriormente, de um padre ortodoxo, vai abalar as crenças costumes não só da família de Vasya como te todo o vilarejo.

O Urso e o Rouxinol

Gente que história maravilhosa! Tô muito encantada!

Tem tanta coisa legal sobre O Urso e o Rouxinol que eu nem sei por onde começar!

Tá, vamos lá!
Pra começo de conversa, o livro trás doses cavalares de folclore Russo, o que, vamos combinar, já é legal por si só. Quando foi que você leu (ou pelo menos viu) um livro sobre mitologia eslava pela última vez? Pois é, não é assim tão comum.

Temos muita coisa sobre mitologia grega, algumas coisas sobre mitologia nórdica e até até um pouquinho sobre mitologia egípcia, mas a coitada da mitologia eslava tá por aí relegada às traças e à bibliotecas na Russia, Iugoslávia, Polônia e em outros países que compartilham (ou compartilhavam) dessas crenças, imagino eu. E tem tanta coisa interessante! Tantas figuras icônicas… Fiquei interessada e vou buscar mais coisas a respeito.

“A tempestade está vindo, e o gelo não será comparável a nada. A coragem a salvará. Se o seu povo está com medo, então está perdido.”

Outro ponto forte desse livro é a Vasya. Pensa numa heroína forte, determinada e corajosa. Pensou? Agora duplica tudo você vai ter uma ideia do que é essa personagem. Ela vai desafiar as ordens da madrasta, as orientações do padre e as expectativas de toda a aldeia. Nossa protagonista não está interessada em ser uma jovem comportada, nem em se tornar a esposa exemplar de alguém. Vasya é destemida e está disposta a salvar sua gente, mesmo que eles não estejam colaborando.
Eu já disse algumas vezes aqui que poucas coisas me atraem mais em um livro do que uma personagem feminina bem escrita. E a Vasilisa é uma heroína admirável que desafia os costumes da época e luta pelo que quer.

Como pano de fundo da trama principal temos os conflitos próprios da época. Isso está bastante presente nas passagens que tratam da religião propriamente dita. Vemos uma Rússia em processo de cristianização, ainda com os deuses antigos convivendo e disputando espaço com o Deus Cristão, os santos e o próprio Cristo no imaginário das pessoas.
Há também uma discussão sobre o papel da mulher. Seus direitos (quase insistentes) e seus deveres nessa sociedade e Vasya, como contraponto, rompendo com as expectativas impostas a ela.

Katherine Arden

A autora, Katherine Arden, é americana, mas fez intercâmbio na Rússia e se apaixonou pelo folclore local. Foi daí que nasceu esse livro e suas continuações.

Siiiiim, tem continuação!
Eu ouvi um amém?
Pensou que tinha acabado, né? Pois não acabou.
Aparentemente será uma trilogia. O volume dois já foi lançado na gringa, mas ainda não chegou em terras tupiniquins, o três ainda não foi publicado, segundo o Skoob. Espero que a Rocco não demore a publicar o segundo livro e nem deixe de publicar o terceiro (por favor, Rocco, nunca te pedi nada). Tô ansiosa pela continuação, e mais ansiosa ainda pra contar pra vocês o que eu achei.

Por mim esse livro podia virar filme agora mesmo (alô Netflix). Eu ia amar!

O Urso e o Rouxinol

Espero que você tenha reparado que dei 5 estrelas pra esse livro, porque ele vale cada uma delas.

Recomendo fortemente a leitura!
Então, é isso, vou ficando por aqui.
Até mais ;)


Andressa Freitas
Mineira, aspirante à escritora e estudante de cinema. Se pudesse moraria em uma biblioteca, como não posso, estou empenhada em transformar minha casa no mais próximo disso possível. Viciada em séries e filmes, adoro ler, comer e viajar. Nerd assumida, fotógrafa de profissão, amo aprender coisas novas e imaginar histórias alternativas pra absolutamente tudo.
Cortesia da Editora Rocco
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

18 comentários em "O Urso e o Rouxinol [Katherine Arden]"

  1. Andressa que lindo!!!
    Eu conhecia por nome só, primeira resenha que leio e que já me convenceu a ler viu, parabéns!!!!
    Essa capa tá lindona!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Resenha animada Andressa e logo fiquei interessada rsr. Realmente ainda não tive oportunidade ler um livro sobre a mitologia eslava (ao menos não que me lembre) e isso por si só já é interessante, ai junta isso com uma protagonista cativante e a história parece funcionar muito bem. Não acompanho Got e ainda não tive oportunidade de ler nenhum do Neil então as referências do resumo não fizeram diferença pra mim, mas sua resenha sim e surgindo a oportunidade vou querer ler essa história com certeza ;)

    ResponderExcluir
  3. Olá Andressa! Realmente não conheço e nunca nem vi um livro de mitologia eslava, e acredito que deve ser tão rica quanto as outras. Como uma boa fã de mitologias já me interessei pelo livro e com essa protagonista forte, destemida e admirável dá até gosto de ler. Precisamos divulgar para que a história faça sucesso e a editora publique os outros também. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Andressa. Não gosto de mitologia/folclore, mas pela tua empolgação, o livro parece ser encantador! Só achei essa capa horrível, a original é melhor.

    ResponderExcluir
  5. Sou apaixonada por livros assim, que mergulham fundo em outros tipo de cultura e de quebra, ainda trazem personagens desenhados para estarem ali.
    Só achei engraçado o início da resenha, tipo, fazem de tudo para "vender" a história,mas se esquecem que há leitores de fato esperando o livro e claro, sabendo bem do que se trata.rs
    A capa é outro show à parte e preciso muito conhecer esta personagem forte e determinada.
    Mitologia sempre rende excelentes histórias.
    Vai para a lista de desejados com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá, é típico das editoras vender os livros baseando-se em best-sellers para atriar púbico, mas aqui essa apelação de relacionar GoT a essa obra passa dos limites, né? Não conheço nada do folclore eslavo e por isso mesmo o livro já entrou na minha lista de desejados, mas só vou lê-lo assim que a edita mostrar sinais de que publicará o segundo, pois não quero ficar sofrendo em espera. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. O URSO E O ROUXINOL ,nunca li,sobre GOT acho que sou a única pessoa que odiou a serie, tentei digerir todas as temporadas e simplesmente não desceu,não curto mitologia...

    ResponderExcluir
  8. Andressa!
    Difícil ver um livro com ambientação na Russia, principalmente um livro de fantasia que traz a história da dinastia de uma família e uma personagem que convive com seres fantásticos.
    Achei todo enredo muito interessante e fiquei curiosa pela leitura.
    E pela sua empolgação o livro deve mesmo ser ótimo!
    Desejo uma ótima semana!
    “ Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor.” (Hamilton Wright Mabi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  9. Parece interessante, gostei por ter folclore Russo não sei nada sobre ele, mas gosto de conhecer. Nossa três mitologias envolvido deve ser uma leitura bem atraente que prende do começo ao fim. A personagem é das boas, muito determinada adoro quando elas são assim.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Andressa!
    Assim como você também gosto de personagem feminina forte, determinada e corajosa igual a Vasya, mas confesso que achei meio confusa a trama de O Urso e o Rouxinol, prefiro histórias mais simples, sabe?! Por isso esse é um livro que eu não leria...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Que resenha incrível, gostei muito dele. A historia do livro, tem uma pegada bem diferente e legal, com uma historia onde deixa o leitor bem curiosa com tudo que há nele. Gostei muito e ja anotei na lista de leitura.

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  12. Achei muito bonita a capa deste livro, achei bem interessando o livro trazer o folclore Russo na história, gosto de livros com histórias que contém mitologia, que bom que a personagem é forte e bem escrita, gosto de histórias com este tipo de personagens.
    Que bom que este livro terá continuação e aparentemente será uma trilogia, pretendo ler O Urso e o Rouxinol em breve.

    ResponderExcluir
  13. Olá! Adorei a sua resenha, fiquei bem curiosa para conhecer mais sobre a mitologia eslava, deve ser um livro muito rico e bastante interessante, a Vasya também parece ser uma personagem incrível, muito forte e determinada, com certeza vou querer conferir esse e os próximos.

    ResponderExcluir
  14. Oi Andressa.
    Ótima resenha, eu adorei essa premissa, fico feliz em ver que a personagem é bem forte e determinada, isso sempre me agrada muito, não sou muito ligada a mitologia nem nada do tipo, todavia ainda assim quero muito ler o livro, pois sei que irei desfrutar bastante da leitura.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Oi Andressa,
    Rs, lorota do editor a parte da mitologia nórdica e GoT?Bom ter uma leitora pra alinhar as minhas expectativas com o conteúdo, sua resenha trouxe um gostinho bom do que esperar dessa obra.
    Ponto muito positivo o folclore russo, fiquei curiosa pra conhecer!Adoro mitologia, ainda mais quando não é tão explorada assim.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Andressa!!
    Muito interessante essa estória que tem como tema o folclore da Rússia, essa é a primeira vez que vejo algo sobre esse livro mas já estou apaixonada!! E espero que não demore a ser lançado os próximos livros.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  17. Eu cheguei a conhecer esse livro por causa de um marcador na Bienal do Livro do RJ e achei a capa linda. Por isso fiquei curioso sobre o que a história retratava. Na verdade fui surpreendido, pois a história é bem diferente do que eu imaginava, principalmente que nos mostra um pouco sobre o folclore russo. Nem sabia que se tratava de uma trilogia, pois eu também imaginei que seria livro único, curioso sobre o que os outros dois livros contam, rs.

    ResponderExcluir
  18. Olá Andressa ;)
    Conhecia o livro só de vista, e gostei da premissa. Adorei que fala sobre a mitologia eslava, que como você disse não vemos muitos livros com essa temática.
    Adoro protagonistas que sabem o que querem e não ficam enrolando, por isso gostei bastante da personalidade da Vasya. E que legal que também há na obra essa discussão sobre o papel da mulher, na sociedade em que o livro se passa.
    Adorei sua indicação, já quero ler ;)
    Bjos

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir