acompanhe o blog
nas redes sociais

16.5.18

Em Outra Vida, Talvez? [Taylor Jenkins Reid]

Ed. Record, 2018 - xx322 páginas
- "Hannah Martin está perdida. Aos 29 anos, já morou em várias cidades e trabalhou em incontáveis lugares – mas nada disso a ajudou a decidir que rumo dar à vida. Depois de sofrer uma decepção amorosa, ela resolve voltar para Los Angeles, sua cidade natal, pois acha que, com o apoio de Gabby, sua melhor amiga, finalmente, vai conseguir colocar a vida nos trilhos. Para comemorar a mudança, nada melhor do que reunir velhos amigos num bar. E é lá que Hannah reencontra Ethan, seu ex-namorado da adolescência. No fim da noite, tanto ele quanto Gabby lhe oferecem carona.
Que dúvida!
Será que é melhor ir embora com a amiga?
Ou ficar até mais tarde com Ethan e aproveitar o restante da noite?
Em realidades alternativas, acompanhamos os dois cenários, com desdobramentos bem diferentes na vida de Hannah e de todos que fazem parte dela. Será que tudo o que vivenciamos está predestinado a acontecer? O quanto disso é apenas sorte? E, o mais importante: será que almas gêmeas realmente existem? Hannah acredita que sim. E, nos dois mundos, ela acha que encontrou a sua."

Onde comprar:

Olá pessoal! Recebemos o livro de hoje por meio da parceria com a Editora Verus. E antes mesmo de ler sobre o enredo do livro, já estava apaixonada pela capa. Achei super fofa, e vocês?


Mas vamos lá, no livro “Em Outra Vida, Talvez?”, a autora Taylor Jenkins Reid (primeiro livro da autora publicado no Brasil) apresenta aos leitores as possibilidades que podem surgir dentro dos “e se”, sabe aquela coisa de: “E se isso acontecesse?”

Em Outra Vida, Talvez?”, conhecemos Hannah. Ela está quase chegando nos 30 anos e sua vida é uma constante mudança. Uma hora está em um lugar, outra hora em ouro lugar. Segundo Hannah, ela está sempre buscando dá sentido à sua vida. Mas, a verdade é, ela é mais perdida da vida!

Porém isso começa a mudar quando Hannah sofre uma grande desilusão amorosa, ela resolve voltar para Los Angeles – cidade em que nasceu, para tentar (mais uma vez, novamente, de novo) recomeçar sua vida.

Hannah ficará um tempo na casa de sua melhor amiga Gabby. Para comemorar a chegada da sua amiga, Gabby resolve fazer uma “festinha” como os seus antigos amigos. Entre eles, o antigo namorado de Hannah, o belo Ethan.


A história realmente começa a partir do encontro no bar. Hannah se pega dividida entre duas opções: continuar no bar com Ethan e descobrir o que ainda pode haver entre eles ou ir embora com Gabby, e deixar a possibilidade com o ex mais ao acaso.

Este e o ponto que a narrativa se divide entre duas realidades alternativas. Os capítulos passam a ser intercalados entre dois “e se”, ou seja, entre dois caminhos que Hannah poderia ter escolhido.

Com uma narrativa em primeira pessoa, a história flui super bem. A escrita da autora Taylor Jenkins Reid é bastante simples e rápida, com capítulos curtos, fazendo com que a compreensão do enredo seja fácil.

Não posso ficar contando muito sobre a história, pois uma coisa falada a mais pode dar um MEGA SPOILLER!


Resumindo, “Em Outra Vida, Talvez?” foi uma leitura agradável, mesmo não sendo um livro que marque minha vida para sempre. Mas, foi uma leitura gostosa e com algumas reflexões a respeito da vida. Confesso que tive a minha alternativa de vida predileta e no final ignorei a outra rs’. Torci muito pelas personagens, e principalmente a mensagem que a autora deixa para o leitor. Só não gostei que os capítulos não tinham indicação de qual seria a alternativa que estávamos lendo. Mas não foi nada que atrapalhasse a leitura e seu entendimento.

Bom, vou ficando por aqui. Vocês já leram o livro? Gostaram? Caso não o que acham do enredo da história?

Beijos, até mais!


Renara Pavez
Capixaba, pedagoga, casada com o David - amor da minha vida!, um pouco "avoada", adoro mudar o assunto da conversa "do nada". Louca por livros desde a infância, não sei viver sem ter um livro nas mãos. Gosto de ler de quase tudo (não rola terror comigo, não me julgue!) Quote da minha vida: 'Somos letras e números, opostos que se completam, a multiplicação e a narração. O amor em todas as formas.' Cinthia Freira, Meu Erro
Cortesia do Grupo Editorial Record
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

26 comentários em "Em Outra Vida, Talvez? [Taylor Jenkins Reid]"

  1. Eu acredito que de vez em sempre, a gente precisa aprender a se desligar de roteiros mais complexos e se jogar em algo mais leve e despretensioso.
    E parece que o livro acima é assim, bem leve e sem muita pretensão, apenas a de distrair e fazer a gente também ficar se perguntando: E se?
    Opções!
    Nossa vida é feita de escolhas, umas fáceis e outras nem tanto.
    Quero muito ter a oportunidade de ler o livro sim.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É justamente isso mesmo. Foi uma bela leitura para relaxar. Leia mesmo. Bjos

      Excluir
  2. Oi, Renara.

    Achei essa espécie de processo criado pela autora, é bem único. Essas possíveis possibilidades é que dá um toque a mais no livro, trazendo incertezas e até mesmo apreensão, quanto à escolha da Hannah e um possível final inesperado.

    Também gostei bastante da capa, acho que remete bem a história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei muito da escrita da autora e a maneira como ela levou a história. Uma leitura que vale a pena.

      Bjo

      Excluir
  3. Oi Renara,
    Já li um livro com essa pegada de dois caminhos e mostrando cada um deles, só no lembro o nome. Acho bem legal e já adicionei esse na minha lista.

    ResponderExcluir
  4. Oi Renara.
    Desde que vi o anúncio desse lançamento, sabia que essa série uma leitura interessante,eu gosto da ideia de o leitor poder ver qual foi a melhor alternativa para personagem e fico feliz em saber que você conseguiu tirar boas reflexões a respeito da história, por outro lado, tenho um pouco de receio dessas duas alternativas ser confusas para minha cabeça, no entanto, ainda estou disposta a me arriscar e embarcar na jornada dessa personagem.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, no começo tive a o mesmo medo, mas a maneira que a história foi escrita não fica confuso não.

      Excluir
  5. Oi Renara, a capa é mesmo fofa, tem cara de Chick Lit. Achei a trama interessante, ainda não li nenhum livro que explorasse duas opções de uma decisão e achei isso diferente, não consegui decidir ainda se isso é bom ou ruim rsrs. Ainda assim, curti a resenha e a dica de leitura, pode ser que mais a frente eu resolva me arriscar ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz que gostou da dica. Se resolver ler, volta aqui no post e me conta que achou.

      Excluir
  6. Oi Renara,
    Todo mundo em algum momento se pega pensando como seria a vida se tivesse feito uma escolha diferente em determinada situação e o pensamento vem ainda mais forte quando nos deparamos com resultados nada satisfatórios de certas escolhas. De uma forma bem diferente a autora conseguiu abordar assuntos muito interessantes e que irá fazer o leitor se identificar com a protagonista em algum ponto. Hannah trás o retrato da realidade de muitas pessoas que ainda não conseguiram se encontrar, mas que terão que passar, em algum momento, por uma escolha que poderá definir o resto de sua vida. Adorei receber essa recomendação e deixarei anotada para uma leitura futura.

    ResponderExcluir
  7. Oi Renara! Já estou apaixonada pela capa e sinopse também! Parece uma boa história, com uma protagonista bem carismática e uma leitura bem gostosa mesmo. Agora confesso que fiquei um pouco desconfiada com o final, mas quero ler mesmo assim!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Olá Renara!
    Conheci o livro essa semana e gostei, parece ter uma leitura bem fluída, gosto de livros do gênero então já add aos desejados, espero curtir qdo surgir oportunidade. Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Achei muito bacana a resenha,pena a vida não ser como no livro,a gente ver as duas possibilidades viver as duas opções e escolher a melhor...

    ResponderExcluir
  10. Devo admitir,quando vi a capa pensei Sophie Kinsella,amo chick lits e queria saber se esse livro é. gosto muito de livros que exploram o cotidiano com uma pitada de humor.

    ResponderExcluir
  11. Olá Renara
    O livro me parece ser bem reflexivo, e até mesmo dramático. Essa é minha primeira experiência com livro e autora, me parece ser uma obra interessante, com um enredo bem original...

    ResponderExcluir
  12. Eu também gosto da capa. Acho ilustrações muito melhor do que quando colocam fotografias. Eu já tinha lido sobre esse livro, mas não me lembrei pelo título. Somente quando li a resenha acabei percebendo pelos detalhes. Acho muito interessante esse enredo e essa divisão em possíveis desfechos. Adoraria ler.

    ResponderExcluir
  13. Renara!
    Gosto dos livros baseados em fatos e ter um livro baseado na física quântica, é fenomenal.
    Como Carbono Alterado, tenho a maior vontade de ler.
    Acredito muito em universos múltiplos, por que não?
    Fiquei bem interessada.
    Você conhece o livro O Tao da Física? É sobre física quântica e explica muito desses eventos múltiplos.
    “Eu gosto de escutar. Eu aprendi muito escutando cuidadosamente. A maioria das pessoas nunca escuta. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  14. Olá! Nossa fiquei bem curiosa para descobrir esse “Mega Spoiller”, gostei da proposta do livro, a capa é muito linda mesmo, e parece ser bem interessante acompanhar o que acontece com esse “e se” quando nos encontramos divididos entre duas opções.

    ResponderExcluir
  15. Adoro uma leitura "boba" e tranquila entre um livro pesado e outro <3 Esse aí ainda não li!

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Gostei muito do livro, tem uma historia muito leve e com ensinamentos bem basicos né. Adorei muito e também gostei bastante em conhecer a autora. Já anotei na listinha de compras!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  17. Oi, Renara!!
    Gosto de ler livros quando o autor apresenta dois caminhos alternativos e sem dúvida uma decisão pode mudar a vida completamente!! Adorei a indicação.
    Bjoss

    ResponderExcluir
  18. Oi, Renara
    Eu gosto muito de enredos assim, sempre quis ler um livro do tipo e acho que a autora acertou trazendo essas duas realidades. Eu espero ler o quanto antes e gostar!
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  19. Oi, Renara!
    Não conhecia Em Outra Vida, Talvez?, e apesar de ter achado bem diferente o enredo, a forma como a história de Hannah é contada com capítulos intercalados entre duas realidades alternativas, não fiquei interessada para saber qual a escolha que a Hannah toma no final... Mas concordo com você em relação a capa, é muito fofa! ❤
    Abraços!

    ResponderExcluir
  20. Super me identifiquei com a Hannah em relação a não saber muito bem o que fazer da vida e com isso fiquei muito curiosa pra ler, acho que retrata o que muitas pessoas enfrentam nos dias de hoje. Eu acho que os reencontros amorosos são um cilada hahaha pra mim, se não deu certo uma vez não era pra ser. Mas como adoro um romance aposto que vou me pegar torcendo pra que ele e o Ethan terminem juntos e felizes <3

    ResponderExcluir
  21. Gostei bastante dessa abordagem do dua realidades diferentes, e se eu fosse só pela sinopse seria um livro que eu não escolheria assim como leitura.
    Acho bem legal essas duas opções, que nos fazem pensar como poderiam ter sido tal coisa se a escolha fosse diferente. Acho essa teoria de universos múltiplos fantástica.
    Adorei a capa.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  22. Olá, Renara!
    Não conhecia esse livro, depois que li sua resenha pesquisei sobre ele. Desculpa mas vou te fazer uma pergunta o livro é publicado pela Editora Record? no post você diz que recebeu como cortesia da Editora Verus.
    Gostei muito do livro com essas realidades diferentes quero muito ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir