acompanhe o blog
nas redes sociais

10.7.18

Uma Estranha em Casa [Shari Lapena]

Shari Lapena
Ed. Record, 2018 - 284 páginas
- "Suspense da mesma autora de O casal que mora ao lado. Uma vida da qual você não se lembra. Um passado do qual você não consegue escapar. Karen Krupp acorda no hospital, sem ter a menor ideia de como foi parar lá. Tom, seu marido, diz que a porta estava destrancada quando ele entrou em casa, as luzes, acesas, e que a esposa provavelmente saiu às pressas quando estava preparando o jantar. Karen perdeu o controle do carro enquanto dirigia a toda a velocidade e bateu de frente em um poste. O mais estranho: o acidente aconteceu num dos bairros mais perigosos da cidade. A polícia suspeita de que Karen esteja envolvida em algo obscuro, mas Tom tem certeza de que não. Ele está casado com ela há dois anos, conhece muito bem a mulher. Será mesmo? Vai perguntar tudo a Karen quando chegar ao hospital, depois de dizer que a ama e que está feliz por ela ter sobrevivido, é claro. Mas Tom não obtém resposta nenhuma, porque ela não se lembra de absolutamente nada."

Onde comprar:

Tom Krupp é um contador relativamente bem-sucedido no trabalho. Ao voltar para casa depois de um dia cansativo de trabalho, ele imediatamente pressente que há algo errado: a porta de casa não está trancada como sempre fica, as luzes da casa estão acesas, a comida do jantar foi abandonada às pressas no meio do preparo, o carro de Karen, sua esposa, não está na garagem, mas as chaves de casa e os documentos dela estão na bolsa onde sempre ficam.

A polícia chega rápido, rápido demais até. Mas não é para conversar sobre o desaparecimento da esposa, mas sim para falar que uma mulher desconhecida sofreu um acidente enquanto dirigia o carro de Karen. O acidente ocorreu na região mais perigosa da cidade.

Uma Estranha em Casa

Volte e meia ouvimos falar sobre a tal “receita de bolo” que alguns autores utilizam para fazer histórias “boas” e se manterem publicando continuamente. Às vezes, até dá certo, bastam algumas pequenas modificações para a receita funcionar sem mudar o cerne da coisa.

Não é exatamente isso que acontece em Uma Estranha em Casa, e isso fica muito claro se você já leu O Casal que Mora ao Lado, também da Shari Lapena.

Uma situação estranha que aciona a polícia. Uma protagonista que não se lembra exatamente do que aconteceu. Um marido que acredita cegamente na esposa, mas descobre que ela não é exatamente muito confiável. Aliás, marido esse que, vamos combinar, não é exatamente um marido exemplar. Uma vizinha estranha que, no mínimo, tem muitas segundas intenções escondidas na manga.

“Não conhece a própria esposa. Onde as mentiras começaram? E quando irão parar?”

Pois é. A mesma coisa. As diferenças: em vez de um sequestro, é um assassinato. Em vez de uma mãe com depressão pós-parto, uma estrategista quase bem sucedida.


Luíza Thereza
Capixaba de coração e de nascença, Bacharel em Administração e apaixonada pela literatura desde o primeiro "Era uma vez". Fã incondicional da fantasia e apreciadora inveterada dos romances, os autores Anne Rice, J. K. Rowling e J. R. R, Tolkien ocupam um lugar especial em minha estante.
Cortesia do Grupo Editorial Record
*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

15 comentários em "Uma Estranha em Casa [Shari Lapena]"

  1. Oi, Luíza.

    A perda de memória é um elemento que dá um gás a história. E, nota-se que foi bem utilizada aqui, por trazer mais mistério à trama, quanto a isso. Além de envolver o leitor.

    Afinal, as evidências transparecem conforme o desenrolar do livro. Somado tudo isso, acredito que livros assim, trazem questionamentos de quem realmente somos ou se realmente conhecemos aqueles que estão ao nosso redor.

    Livro super desejado por mim. Espero lê-lo em breve, e gostar, pois não gostei muito de "O Casal Que Mora ao Lado". Eu esperava mais.

    ResponderExcluir
  2. Inovação! Muitos autores deveriam ao menos tentar inovar de vez em sempre.
    Mesmo não tendo lido o primeiro livro da autora, me recordo que na época li muita coisa a respeito desta obra e pelo que lembro ficou muito no meio termo. Uns amaram e outros odiaram.
    Mas com toda certeza do mundo, o enredo é praticamente o mesmo.
    E pelo jeito, vai desagradar tanto quanto ou mais que o primeiro.
    Não digo que não lerei..mas...
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá Luiza!
    Fiquei instigada com esse livro, uma mistura de qro ler e não qro ler, algumas resenhas que acompanhei foram negativas, outras nem tanto, e por incrível que pareça sempre flando do enredo...Não sei por hora eu pegaria pra ler...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    É uma pena que a autora tenha usado a mesma receita pra criar esse livro, livros de suspense tem muito isso, infelizmente. Eu não gosto do gênero mas não leria a obra pelos pontos que citou.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  5. Realmente a criatividade ficou de lado, a premissa é muito boa acho que se a autora tivesse usado outros elementos poderia ter sido um livro bom e diferente de O casal que mora ao lado. Mas eu gostei bastante, é um livro intrigante onde não da pra confiar em nenhum personagem ao que parece.
    Apesar de não gostar desse gênero fiquei curiosa pela leitura.

    ResponderExcluir
  6. Este livro me lembrou A garota no trem,a protagonista também teve uma perda de memória e o livro inteiro foi ela tentando descobrir o que realmente havia acontecido. Provavelmente irei gostar deste livro tanto quanto gostei de A garota no trem, pois fiquei extremamente presa à leitura. Irei procurà-lo depois. Adorei a resenha muito bem redigida...

    ResponderExcluir
  7. Oi Luíza, uma pena a autora não ter conseguido inovar e sim entregar uma história similar a outra dela mesma. Não leio tantos suspenses e assim ainda não li nada dessa autora, mas achei interessante os pontos que você citou e se resolver ler vai ser só questão de escolher uma ou outra história ;)

    ResponderExcluir
  8. Oi Luíza,
    Eu não li - ainda - O casal que mora ao lado, então para mim o enredo é bem original, tanto que coloquei na lista de desejados, que pena que para você a história é basicamente a mesma.
    Eu fiquei bem curiosa quanto aos personagens, sendo sincera eu não desconfio tanto da protagonista, mas sim do marido e dessa vizinha ... Gosto de livros que mantém o suspense até o final, espero que esse seja assim, e em uma próxima leitura que a autora acerte contigo, rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Luiza!
    Gosto muito desse tipo de trilher, embora tenha ficado triste por saber que é mais do mesmo e não tem nada de muito empolgante, além do final previsível.
    Que pena!
    A consciência é o melhor livro de moral e o que menos se consulta.” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  10. Oi Luíza,
    Já li o outro livro lançado dessa autora e gostei bastante, por isso Uma Estranha em Casa me chamou atenção. Thrillers tem sido uma grande aposta para mim e volta e meia me pego lendo histórias muito semelhantes, principalmente quando essas são do mesmo autor. Neste livro a autora apostou em algo que conhecia e nos dá um mistério que talvez não tenha tanto a ser descoberto, mas ainda assim curioso. Mesmo que este livro não seja o mais inovador do gênero, por já conhecer a escrita Shari Lapena quero dar uma chance a ele.

    ResponderExcluir
  11. Já havia visto o livro só pela capa, mas não havia visto a premissa.
    Gostei bastante de todo esse mistério envolvido nessa perda de memória, mas realmente livra o outro livro da autora.
    Adorei a dica e usaria para curar uma ressaca literária, já estou curiosa.

    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  12. Oi Luíza,
    Não li nada da Shari Lapena por enquanto, talvez por isso Uma Estranha em Casa funcione pra mim.
    Curto suspense.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Luiza!
    Não li O Casal que Mora ao Lado, e confesso que se já ouvi falar dele não me recordo no momento... Quanto a Uma Estranha em Casa, me interessei pela trama e fiquei curiosa para saber o que a protagonista esqueceu, e como não li o outro livro da Shari Lapena acredito que não me decepcionarei ao ler Uma Estranha em Casa... Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Pois é, a autora não é a única que utiliza essas tais "receitas prontas". Algo dá certo uma vez e, por fim, a mesma fórmula é repetida incansavelmente em cada novo enredo. O tema é bom, mas para quem acompanha cada todos os livros fica repetitivo e passa a não funcionar como antes. Como não li o livro anterior, acabei ficando curioso.

    ResponderExcluir
  15. Olá! Gosto desse tipo de leitura que ao final da história dá aquela sensação de “eita”, uma pena que esse livro não tenha sido o suficiente para nos proporcionar esse efeito, ainda assim fiquei curiosa para descobrir o que aconteceu.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir