acompanhe o blog
nas redes sociais

14.6.19

Até o Fim [Harlan Coben]

Harlan Coben
Cortesia da Editora Arqueiro

Uma das coisas que eu mais gosto no autor é a escrita fluida e envolvente. Ele possui o poder de fazer a gente mergulhar na história de tal forma que a leitura voa. Apesar da trama não ser excepcional, fui completamente fisgada e envolvida para tentar descobrir o que aconteceu.

Até o Fim
Título: Até o fim
Autor: Harlan Coben
Tradutor: Marcelo Mendes
Editora: Arqueiro
Gênero: Thriller e Suspense
Páginas: 272
Edição:
Ano: 2019
Onde comprar: Amazon

No final do ensino médio, Léo e a namorada Diana morreram nos trilhos da ferrovia. Nap, irmão de Léo, nunca esqueceu esse acontecimento e mesmo depois de tantos anos, ainda tenta entender o que de fato aconteceu, ainda mais porque sua namorada Maura desapareceu logo depois. Após quinze anos, agora sendo um detetive, ele finalmente vai ter a chance de desvendar aquele acontecimento fatídico quando as digitais de sua namorada desaparecida aparecem em uma investigação de assassinato.

“Quando temos uma ferida aberta, pelo menos temos alguma coisa. Quando a ferida se fecha, sobra o que? A gente segue adiante, só que não era isso que eu queria.” (p. 52)

Nap é um personagem peculiar. Toda a história é narrada como se ele estivesse conversando com o seu falecido irmão e ao estarmos acompanhando a história pelo seu ponto de vista, podemos perceber o quanto a morte do irmão mexeu com ele e o tornou o homem solitário que é agora. Através das digitais encontradas em uma cena de crime e o fato de vários colegas do ensino médio estarem sendo mortos depois de quinze anos, Nap começa a se envolver na investigação e a finalmente montar todas as peças sobre o último dia de vida do irmão.

Senti que essa vontade de descobrir mais sobre a morte do irmão - que foi considerado suicídio pelos policiais e uma teoria que ele jamais acreditou - se tornou uma obsessão, ainda mais quando lhe diz respeito a sua antiga namorada. Maura continua sendo uma parte central da sua vida, e em vários momentos esse foco deixou a história cansativa e entediante. Apesar do foco na investigação, temos um grande vislumbre de como foi a vida de Nap nesses anos e é latente o quanto ele continua vivendo no passado, sendo uma pessoa de poucos amigos e focado apenas em resolver a morte do irmão e o desaparecimento de Maura.

O autor mescla acontecimentos reais à ficção, o que constrói um cenário rico e traz muitas informações interessantes. A trama não tem muitas cenas chocantes, mas pela narrativa ser envolvente, a gente continua imerso em juntar os pontos e finalmente entender tudo o que aconteceu.

O final é bem legal, mas não é surpreendente. Não imaginei nada daquela resolução e parando para pensar percebi que não tive nenhuma teoria ao longo da leitura, simplesmente seguia o fluxo. Apesar disso, eu gostei bastante da forma como o autor trouxe as informações e como encaixou todas as pontas soltas. É um livro que recomendo a leitura, principalmente para quem quer começar a ler o gênero. Não é uma trama cheia de pistas e quebra-cabeças, mas vai te prender e conquistar.

comentários pelo facebook:

12 comentários em "Até o Fim [Harlan Coben]"

  1. Eu estou maravilhada com essas roupagens novas em alguns dos livros do Coben!
    Sou apaixonada pelas letras do autor(eu a torcida do Flamengo né? rs) mas ele consegue construir cenários únicos, personagens únicos e reviravoltas impressionantes.
    E sim, ele tem esse dom peculiar de jogar o leitor dentro do enredo de tal maneira que a gente se sente parte do enredo, envolvendo-se em cada cena, trama e até nos sumiços.
    Quero demais pular nessa investigação e saber de verdade o que aconteceu!
    Beijo

    ResponderExcluir

  2. Só vejo elogios a escrita de Coben nos igs literários. Ainda não li nada dele. 
    Achei uma premissa bem amarrada, Nap se vê sem o irmão e a namorada sem saber o que aconteceu realmente. 
    Muito estranho esse sumiço da Maura hein? Xeroque Rolmes dentro de mim já criou algumas teorias kkk

    ResponderExcluir
  3. Olá Gabriela!
    Para os íntimos do gênero, talvez Até o Fim não seja um livro que trará um entretenimento o significativo, contudo é fato que a escrita dinâmica do autor torna a obra atrativa para aqueles em busca de uma leitura agradável, porém não muito surpreendente. Essa parte da obsessão do protagonista em desvendar o ocorrido é muito bem trabalhada por Coben, que consegue passar exatamente a sensação de ser marcado por um acontecimento trágico.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. acredita que até hj nunca li nada do autor?sempre tive mt curiosidade com os livros dele, adorei a resenha desse

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  5. Olá Gabriela,
    Só li um livro desse autor, e achei muito bom, mas confesso que não fiquei não intrigada para ler esse. Não costumo ler livros de investigação, então acho que isso já pesou um pouco.

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li esse livro do Coben, mas os livros que eu li sempre me envolveram completamente. O autor tem uma receita infalível para esse gênero de leitura.
    Gosto muito dessas novas capas que a editora está trazendo. Quero muito poder ler e logo. Fiquei interessada em desvendar esse mistério quanto à morte do irmão do Nap e o desaparecimento da sua antiga namorada.

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nada do Harlan, mas fiquei encantada com essas novas capas.
    Não é um gênero que estou familiarizada, então é legal saber que é bom para iniciantes. Mas vejo que a leitura não é extraordinária, nem nada do tipo, né?
    Fico feliz que tenha te envolvido.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá! Taí outro autor que tenho na minha estante, mas ainda não tive a oportunidade de ler, mesmo ele sendo tão elogiado, gosto muito desses enredos cheio de mistérios, mesmo quando não nenhuma das minhas teorias estejam corretas.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu tenho uma certa curiosidade para ler os livros desse autor. Adoro muito esse gênero de investigação, ainda mais por ser uma mistura de suspense e mistério. Espero ter a oportunidade de ler em breve.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  10. Oi Gabriela,
    Já li obras do Harlan, pena que o final não é surpreendente, prefiro os mais complexos com pistas ao longo da trama de enlouquecer, mas como gosto do gênero vale a pena a conhecer.

    ResponderExcluir
  11. Olá Gabriela!
    Eu sempre ouço elogios a esse autor e estou curiosa para ler alguma de suas obras. Realmente um personagem muito obsessivo pode deixar a história maçante mas gosto do suspense e da procura pela verdade. Espero poder conferir me breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Gabriela,
    Harlan Coben é um autor que sempre vejo boas recomendações das obras e mesmo amando o gênero que ele escreve ainda não nenhum de seus livros. Até o fim tem uma premissa instigante e o trauma é um bom ponto de partida para este livro. Nap vivenciou algo horrível e entendo o porque dele querer tanto um encerramento (mesmo esse beirando a obsessão), pois é muito difícil para qualquer pessoa lidar e/ou aceitar a morte de um ente querido. Como já li muitos livros do gênero sei que muitas vezes a forma que o autores conduzem as investigações são muito irrealistas e tornam a leitura difícil de acompanhar, mas pelo que entendi Harlan consegue criar boas conexões e fluxo na história e isso já um ótimo incentivo para eu realizar esta leitura.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir