acompanhe o blog
nas redes sociais

14.10.19

Ofélia [Lisa Klein]

Cortesia do Grupo Editorial Record

Você pode não conhecer a história ou achar um tédio toda a escrita rebuscada de William Shakespeare, mas tenho certeza que em algum momento da sua vida já ouviu falar de Hamlet, pode-se dizer que é o enredo mais conhecido do autor, depois é claro do trágico Romeu e Julieta.

Título: Ofélia
Autor: Lisa Klein
Tradutor: Rogério Alves
Editora: Verus
Gênero: Romance Histórico
Páginas: 266
Edição:
Ano: 2019
Onde comprar: Amazon

Shakespeare representa a dramaturgia raiz, uma trama cheia de intrigas, decepções e com aquele final trágico que nos coloca em uma ressaca literária profunda. Esse foi o sentimento que me ocorreu depois de ler a obra. Sabe quando dizem que cada história tem dois lados? pensando nisso resolvi ler ambas as obras, mas já vou adiantando que sem dúvida a minha preferida foi a de Lisa Klein, não apenas pela linguagem que com certeza é mais fluida e clara, mas é impressionante como ela conseguiu pegar um personagem secundário e dar uma representatividade incrível. Confesso que nunca imaginei Ofélia como uma mulher poderosa, fora dos padrões da época.

“Não serei capaz de descansar enquanto esta história permanecer desconhecida. Não tenho paz enquanto esta dor pressionar a minha alma”

É engraçado que nem pensamos na personagem até que Klein da voz a ela, na versão de Hamlet sabemos do profundo sentimento que esses dois carregam, mas fica totalmente ofuscado pela obsessão de justiça e vingança. Vários outros pontos deixam a desejar, não me entendam mal, mas Hamlet não é um personagem muito confiável, distorce muitos pontos, sua mãe, rainha Gertrudes por exemplo no primeiro momento crucificamos suas atitudes, mas quando temos a versão de Ofélia passamos a compreender melhor e até mesmo admirar.

Você deve estar se perguntando “tá, mas e os finais são iguais?” Sim e não, vale ressaltar que Lisa Kllein fez uma releitura da obra original, temos que ter em mente que a história é a mesma, só com perspectivas diferentes, arrisco a dizer que a autora conseguiu ser até ser mais abrangente que a obra original, talvez porque Ofélia não tivesse toda essa sede de vingança que Hamlet tinha.

Indico esse livro a todos que gostam de uma bela trama, com personagens femininos donas de si, a quem leu a obra de Shakespeare com certeza tem que ler essa versão pois tem muitos outros pontos a ser levado em conta, até temos uma surpresinha que Ofélia só nos entrega nos 45min do segundo tempo. E para quem tem curiosidade sobre a história, mas não consegue ler a versão original essa com certeza é uma boa pedida.

Vale ressaltar que esse livro inspirou o filme com o mesmo nome que provavelmente estreia ano que vem, mas para quem é curiosa como eu, já pode dar uma espiada no trailer.

comentários pelo facebook:

15 comentários em "Ofélia [Lisa Klein]"

  1. De mera coadjuvante a protagonista com ares de heroína. Bom saber dessa releitura onde Ofélia ganha merecido destaque.
    Ela me parece ser daquelas personagens que são sonhadoras, românticas mas que luta pelo amor e pelo acredita que é o correto.

    ResponderExcluir
  2. Puxa! Admito que não imaginaria nunca que a autora tivesse conseguido ultrapassar em matéria de construção de personagem e final, um enredo original, ainda mais se tratando de Hamlet.
    E imaginar Ofélia assim,poderosa e de mera coadjuvante a papel principal é um salto bem grande e pelo que li acima, certeiro!
    Sim, andei olhando sobre a adaptação e em breve teremos também a obra adaptada!
    Com certeza, quero muito conferir ambos!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Não tenho muita vontade de ler as obras de Shakespeare, apesar de toda a fama.
    Mas gostei de saber desse livro, você dizendo que a linguagem é mais fácil de compreender, me deixou empolgada. Mesmo com as mudanças que normalmente irão ter em uma releitura.

    ResponderExcluir
  4. Gabriele!
    Gosto muito de releituras justamente pelo fato do escritor, embora usar a ideia original, consegue criar sua própria história e claro que tem de ter transformaçãoes.
    Shakespeare é uma leitura difícil, pelos termos e a forma de pensar, não digo que seja ruim, porque não é, mas tem que ser para quem gosta e espero ter a oportunidade de ler essa releitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Olá! Olha que para mim vai ser uma história totalmente nova, afinal não conheço nada sobre Hamlet (#naomejulguem), o enredo parece ser bastante dramático, mas com uma personagem feminina muito forte, fiquei curiosa para conferir ambas as obras, mas acredito que comece mesmo por Ofélia, por acreditar que esse livro possui uma escrita mais fluída.

    ResponderExcluir
  6. Li algumas obras de Shakespeare,meus favoritos são: a megera domada e Otelo, o Mouro de Veneza .
    Ofélia eu ainda não li,mas se for tão bom quanto os que eu li é super válido ler algo da Lisa Klein.

    ResponderExcluir
  7. Olá! ♡ Confesso que nunca tive muita vontade de ler Hamlet, mas gostei demais da premissa de Ofélia e com certeza vou querer conferir essa trabalho da Lisa Klein, aliás, eu amo releituras ♡
    Eu adorei que a Lisa construiu uma trama cheia de representatividade, com mulheres donas de si. Acho muito importante que tenhamos personagens femininas fortes e que lutam pelo que querem na literatura, no cinema... ♡
    Todas as resenhas que li sobre esse livro até agora foram positivas e percebi que a maioria preferiu a releitura da Lisa do que a obra original. Então estou bem animada para conferir essa leitura, que tenho quase certeza que irei adorar!
    Obrigada pela indicação! Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  8. Conheço a escrita de Shakespeare, mas Hamlet eu sei apenas por alto.
    Amo releituras, então fiquei interessada nessa, ainda mais trazendo uma mulher como personagem principal.
    Ainda não li nada da Lisa, mas conseguiu despertar minha curiosidade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Gabriele,
    De Hamlet só conheço aquela famosa frase “Ser ou não ser, eis a questão”, pois da obra em si não sei nada. Para ser honesta nunca li nada de Shakespeare e o pouco que conheço de suas histórias foi através de adaptações. Já é quase “normal” nos romances contemporâneos termos a história narrada pelos dois lados da relação, então imagino o quão interessante e empolgante deve ser conhecer essa, tão famosa, história pelo ponto de vista de Ofélia. Acho que a autora foi bem ousada na criação dessa obra, pois só o fato de estar retratando uma outra versão de uma trama de Shakespeare já tem um peso enorme. Confesso que fiquei curiosa pelo livro, mesmo não tendo lido Hamlet, algo que, provavelmente, vou mudar se eu for ler Ofélia.

    ResponderExcluir
  10. Eu não li Hamlet, aliás, nenhum dos livros de Shakespeare, exatamente por causa dessa linguagem mais rebuscada. Com certeza quero conhecer a versão da Ofélia e, provavelmente irei me forçar a ler a versão que Shakespeare criou. É bom poder ter os dois contrapontos da mesma estória. Ainda mais colocando a mocinha em evidência. Espero poder fazer essa leitura em breve e já estou aguardando pela adaptação cinematográfica.

    ResponderExcluir
  11. Oiii ❤ Nunca li Hamlet, mas tenho vontade de ler Ofélia, já que gostei que a autora foca na personagem e que parece ter escrito uma ótima releitura para a obra de Shakespeare. Deve ser legal ver como a autora transformou a personagem de Shakespeare em um mulher poderosa e deu uma perspectiva diferente sobre a trama.
    Estou curiosa para saber qual é a surpresa que Ofélia entrega no fim do livro.
    Não sabia que teria um filme baseado no livro, mas gostaria de assistir.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  12. Eu acho bem bacana quando temos uma nova perspectiva de um personagem que já conhecemos de um livro anterior, ainda mais quando o mesmo passa de coadjuvante a personagem principal, acredito que conseguimos entendê-lo melhor, ainda não li nenhuma das obras de Shakespeare, apenas assisti alguns filmes, e por isso fiquei com vontade de conferir essa releitura.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Gabriele
    Não li nada de Shakespeare conheço um pouco de seus livros e peças, tive uma professora que sempre nos apresentava tipo um resumo de algum livro do autor.
    Fico feliz em saber que essa releitura é tão boa quanto a original, com uma Ofélia corajosa, poderosa.
    Quero ler e também assistir só filme pelo trailer parece ser maravilhoso.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, Gabriele
    Li algumas obras de Shakespeare e não gosto da escrita dele e nem dos muitos dramas kkkkk
    Mas Ofélia parece ser mais bonito, fluido e interessante. Uma releitura das boas e com uma visão mais imparcial.
    Vou querer ler sim!
    bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi, Gabriele!
    Nunca li nada de William Shakespeare mesmo conhecendo as obras dele, gostei muito dessa releitura e espero ter oportunidade de conhecer essa história e ano que vem assistir o filme.
    Bjos

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir