acompanhe o blog
nas redes sociais

2.12.19

Algo Sinistro Vem Por Aí [Ray Bradbury]

Ray Bradbury
Cortesia do Grupo Editorial Record

Não é todo dia em que recebemos a oportunidade de conhecer a escrita de um autor tão aclamado por alguma obra (Fahrenheit 451), e esse foi um dos grandes motivos para ler "Algo Sinistro Vem Por Aí", do autor Ray Bradbury.

Algo Sinistro Vem Por Aí
Título: Algo Sinistro Vem Por Aí
Autor: Ray Bradbury
Tradutor: Jorge Luiz Calife
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Terror, Suspense Psicológico
Páginas: 266
Edição:
Ano: 2019
Onde comprar: Amazon

A história tem como cenário uma pequena cidade no interior dos Estados Unidos onde moram nossos protagonistas, Jim e Will (dois amigos/vizinhos adolescentes, que levam suas vidas como quaisquer outros em suas faixas etárias). A rotina dessa pequena cidade começa a mudar quando um circo/parque de diversões chega até ela, recheado de atrações para lá de sinistras: Labirinto de Espelhos, personagens considerados "bizarros" (anão, bruxa, cigana, homem elétrico, engolidor de lava, etc.), e um carrossel amaldiçoado.

Com todas essas novidades, impossível não se encantar ou, no mínimo, ficar curioso para fazer uma visita. Quais os grandes mistérios que envolvem essa trupe? O que esse carrossel é capaz de fazer para ser considerado amaldiçoado? Essas e outras perguntas vão sendo respondidas, juntamente com reflexões acerca dos medos e desejos de todos nós.

Você, leitor, seria capaz de subir em um objeto que faz você envelhecer ou rejuvenescer anos em poucos minutos? Você seria capaz de jogar tudo para o alto (família, amigos, juventude...), para realizar seus sonhos? Questões bastante complexas que faz com que cada um de nós tenhamos uma opinião diferente entre si, mas que não se tornam "certa" ou "errada", ou "bem" ou "mal".

“Charles Halloway segurou o menino mais perto de si e pensou: "O mal só tem o poder que damos a ele. E eu não lhe dou nada. Eu tiro. Definhe, definhe, definhe.” Página 248

Gostei bastante da narrativa do autor apesar dela ser bastante descritiva. Entendo que, em uma trama desse estilo, as descrições das cenas devem ser detalhadas, mas, ao exagerar, a história fica um pouco truncada. E foi essa sensação que senti em alguns momentos. O livro tem um ritmo um pouco mais lento. Em contrapartida, a carga de tensão me acompanhou durante toda a leitura. A cada parágrafo lido, a sensação de que algo iria acontecer era cada vez maior. O autor soube manter essa atmosfera da primeira à última página. O título caiu como uma luva. Encaixou perfeitamente.

“Três da madrugada. Essa é a nossa recompensa. Três da madrugada. A meia-noite da alma. A maré se vai, a alma escapa. E um trem chega na hora do desespero... Por quê?” Página 62

Em relação a parte gráfica, a Bertrand Brasil está de parabéns. Não encontrei erros, a diagramação interna é simples e bem agradável à leitura. Já a capa e o título estão perfeitos. Completamente alinhados com o conteúdo.

Indico a leitura para quem gosta de um suspense psicológico, que faz com o que o leitor analise seus medos e desejos. E também para quem aprecia uma escrita com uma narrativa um pouco mais lenta e descritiva.

comentários pelo facebook:

14 comentários em "Algo Sinistro Vem Por Aí [Ray Bradbury]"

  1. Adorei!!!
    Amo o gênero e já tinha lido uma resenha também bem positiva sobre este livro. Aliás, convenhamos, o trabalho da Editora está impecável né??
    Fiquei lendo a resenha e imaginando o cenário, acho que da terceira temporada, de American Horror History que se passava num circo bizarro..rs
    Claro que já quero demais ter a oportunidade de conferir este livro!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Sinistro mesmo!!!!
    Mesmo com a leitura sem tanta fluidez, a premissa é bem complexa. Os personagens terão que escolher se querem se aventurar nesse circo tão peculiar e aceitar as consequências das suas escolhas

    ResponderExcluir
  3. Dom!
    Gosto quando o livro é bem descrito, mas em excesso, nada presta, né?
    E quanto a lentidão... só lendo para ver, porque adoro esse suspense descrito, e amo circo, painho trabalhou em circo e sou fascinada.
    Sem contar que o autor é tudo de bom.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nardonio
    A primeira vez que vi essa capa eu já gostei dela sem saber da sinopse do livro, como gosto do gênero parece que as capas me atraem mais ainda.
    Gostei da trama que envolve circo, perda de juventude e muitos mistérios.
    Quanto ao excesso de descrição só lendo para saber se vou incomodar, porque eu gosto de cenas assim.
    Espero ler em breve, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Tenho vontade de conhecer a escrita do autor, mas fico receosa por se tratar de um suspense psicológico - não é o meu gênero, me deixa desconfortável.
    Mas as questões que a leitura traz me chama atenção, ainda mais por ser particular e não ter um certo e errado.
    Acho que vou querer ler em algum momento.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá! ♡ Achei a premissa bem interessante, mas não sinto muita vontade de fazer essa leitura, o livro não faz muito meu estilo.
    Acho importante que os escritores saibam descrever muito bem, mas me incomoda quando exageram nesse quesito, pois de fato a leitura acaba se tornando cansativa.
    Achei a capa muito bonita, a editora fez um ótimo trabalho!
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  7. Oiii ❤ As atrações desse parque são realmente sinistras, como um homem que engole lava e um carrossel amaldiçoado. Essas atrações parecem muito bem pensadas, já que nunca li sobre nada parecido.
    Estou curiosa para saber como será para Jim e Will ir a esse parque sinistro.
    Não gosto muito de livros muito descritivos, concordo que descrição é algo importante para uma trama, mas que me cansa quando tem mais do que o necessário.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  8. Olá Nardonio!
    Por meio de uma história singular, o autor consegue introduzir uma série de temas pertinentes para reflexão, em especial as consequências que inevitavelmente surgem com nossas escolhas. Embora a obra tenha de fato um ritmo mais lento, essas descrições minuciosas de Bradbury fazem com que o leitor mergulhe completamente na trama, tornando a experiência rica e profunda.
    Além disso, essa estratégia de ir mostrando a cada parágrafo uma pista do grande twist final torna impossível para o leitor interromper a leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nada dos gêneros Terror e Suspense Psicológico, mas vontade é o que não falta de conhecer.
    Amei a capa, com certeza remete ao tema tratado no livro, já que assim que eu vi me lembrei de parque de diversões e de circo.
    A história em si me chamou muito a atenção, um brinquedo que é tão comum em parques ser amaldiçoado e ter o poder de envelhecer ou rejuvenescer as pessoas.

    ResponderExcluir
  10. Já amei a resenha,é um misto de it a coisa com o filme nós,quero esse livro pra chamar de meu.

    ResponderExcluir
  11. Olá! Eita que ainda não sei se tenho coragem de encarar uma leitura tão intensa quanto essa realmente parece ser daqueles livros que precisamos devorar em uma sentada só, para conseguirmos descobrir o que acontecerá com esses personagens e quais serão as decisões tomadas por eles.

    ResponderExcluir
  12. Olá Nardonio!
    Essa trama envolvendo parque de diversões é de arrepiar, me lembra os desenhos antigos. Como sou medrosa acho que não seria capaz de encarar esses brinquedos, mas confesso que a possibilidade de envelhecer ou rejuvenecer é bem tentadora. Particularmente não gosto muito de tramas lentas, mas sei que esse ritmo é ideal para o suspense. A capa é maravilhosa mesmo ❤.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. O livro parece trazer várias questões para refletirmos, embora o título tenha me deixou de cabelos em pé, fico curiosa para saber a conclusão de uma história tão cheia de suspenses.

    ResponderExcluir
  14. Gostei do que foi apresentado, um livro tenso, mesmo que muito descritivo que torna tudo cansativo, parece que o autor conseguiu manter um ritmo interessante.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir