acompanhe o blog
nas redes sociais

22.1.20

A Lista Negra [Jennifer Brown]

Jennifer Brown

A Lista Negra é uma obra que toca em diversos tópicos delicados: saúde mental, bullying, morte e atentados. Sendo assunto presente em qualquer noticiário, todos tem uma opinião sobre ou algum pensamento em relação a toda problemática envolvida em casos como estes. Mas, e quando o autor de um atentado é o seu namorado?

A Lista Negra
Título: A Lista Negra
Autor: Jennifer Brown
Tradutor: Claudio Blanc
Editora: Gutenberg
Gênero: Ação e Aventura
Páginas: 272
Edição:
Ano: 2012
Onde comprar: Amazon

Val e Nick formam um casal comum. Atormentados pelos problemas de ensino médio e também perseguidos por colegas de classe, mas ainda assim comum. Eles dois são muitos similares em diversas questões, e uma delas é na necessidade de lidar com todos aqueles que insistem em fazer com que seus dias na escola sejam um inferno.

Através de um caderno batizado de A Lista Negra, Valerie e Nick mantém registros de todos aqueles que contribuíram para a sua infelicidade em terreno escolar. Depois de Nicki entrar no refeitório com uma arma na mão e atirar em todos aqueles presentes na lista, a vida de Val nunca mais será a mesma.

“E foi assim que começou a famosa Lisa Negra: como uma piada. Uma forma de descarregar a frustração. No entanto, ela acabou se transformando em algo que eu nem imaginava.”

O livro aborda esses temas com extrema clareza e sem tentar camuflar algo óbvio: atentados em escola são problemas bem mais complexos do que parecem. Enquanto todos enxergam Nick como um monstro, Val ainda o vê como seu namorado amoroso e protetor. Ela sabe que ele cometeu algo horrível e gostaria de ter evitado, mas mesmo assim não consegue odiá-lo. Ela poderia ter evitado aquilo? Ela indiretamente o encorajou sem saber?

A narrativa de A Lista Negra transita entre o passado o presente, mostrando também a volta de Val para a escola e sua tentativa de lidar com todo o trauma que acontecera naquele prédio apenas alguns meses antes. Tudo tinha mudado e ninguém a veria como a mesma pessoa de antes novamente.

Confesso que não me encanta muito todo esse vai e volta no decorrer da trama, e isso é mais frustrante do que misterioso, mas mesmo assim é algo que dá para relevar durante a leitura. Com temas importantes e uma história interessante, A Lista Negra é um bom livro que te faz pensar, mesmo sendo focado ao público jovem.

Você não consegue ver o "vilão" com um olhar de ódio, mas também não consegue o enxergar apenas como uma vítima. São diversas camadas de profundidades diferentes que ocasionaram na morte de diversos adolescentes. Como isso poderia ter sido evitado? Estaria isso acontecendo embaixo de nossos narizes?

comentários pelo facebook:

13 comentários em "A Lista Negra [Jennifer Brown]"

  1. Fui lendo a resenha e olhando meu exemplar ali na estante!Me recordo que quando foi lançado eu fiquei tão doida para ler, que comprei o meu e paguei um absurdo.rs(dias depois, ele entrou numa promoção)
    Eu não achei ruim isso de misturar os tempos não. Sei lá, acho que fez parte do enredo. Tipo, mexer de fato com a mente de quem está lendo!
    Dá um nó na garganta em certos momentos e fico em dúvida se há realmente vilões, mocinhos, culpados e inocentes em assuntos assim.
    Não dá para condenar todos, mas também não dá para inocentar todos.
    Complicado e deu até vontade reler, vai que formo uma opinião? rs
    Beijo


    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. A Lista Negra é um livro intenso! Com uma alta dose de carga emocional e psicológica.
    Mesmo que queiramos culpar Nick ou a própria Val, não conseguimos. Ali cada personagem tem um lado vítima e um lado vilão.
    O livro aborda temas importantes que devem ser amplamente discutidos.

    ResponderExcluir
  3. Olá Samuel!
    O livro tem uma trama bem intensa, mal posso imaginar o drama vivido por Val, mas a perspectiva de tentar identificar o comportamento que leva a algo extremo como isso é muito importante de ser conhecida e saia um pouco do escuro no que diz respeito ao tema. O linha temporal irregular pode ser um pouco confusa mesmo, mas ao decorrer da leitura o leitor se acostuma.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Samuel!
    Deve mesmo ser um livro doloroso e até certo ponto, incompreensível para quem está de fora da situação.
    Tem vários aspectos psicológicos que interferem na mente de quem sofre os abusos em um relacionamento e com toda certeza, nós que nunca passamos por isso, fica difícil de compreender, mas quem passa, tem lá seus inúmeros motivos para aceitar e continuar...
    Deve ser um grande drama o livro e muito sofrimento.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita vontade de ler esse livro.
    Li Mil palavras da Jennifer, e eu gostei.
    Ela traz temas fortes e necessários de serem abordados.
    É uma pena que a narrativa tenha deixado a desejar em alguns pontos.
    Essa questão do personagem não parecer vilão e nem vítima me intriga.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Estou querendo ler esse livro a um tempo, lembro de várias pessoas me recomendando. Parece ser um livro bem intenso, mas importante de se ler por abordar um tema tal real. Esse livro me fez lembrar do filme Precisamos Falar Sobre o Kevin, que é uma adaptação cinematográfica, mas ainda não tive a oportunidade de ler o livro. Acho que primeiro vou da oportunidade para A lista negra, pelas várias recomendações.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Embora seja um livro um que já foi publicado há algum tempo, ele continua na minha lista de desejados, justamente por tratar de um assunto, infelizmente bastante atual e difícil de lidar, e que está bem ligado a área na qual eu trabalho (em uma escola), e essas perguntas de quem são os verdadeiros culpados, como poderíamos ter evitado isso, como não percebemos tal comportamento são ainda mais difíceis de serem respondidas.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Uns dos livros que faz parte da minha lista desejados. A trama é bastante forte e envolvente, sabemos que atentado a escolar são assuntos sérios e fiquei interessada por essa leitura. Espero conseguir ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  9. Oi, Samuel
    Gostei demais da sua resenha, li A lista negra ano passado e concordo com você!
    São várias opiniões e reflexões que vamos adquirindo conforme a leitura.
    Eu acho que o Nick foi monstruoso mas também foi vítima do bullying. Acho que sem cuidados mentais é difícil das pessoas continuarem boas e honestas quando são vítimas de traumas fortes.
    Não que justifique o que ele fez, mas esse livro humanizou a todos. E sim, acho que um colega nosso pode fazer algo do tipo por estar tão perdido em meio à própria dor.
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi, Samuel!
    A lista negra está na minha lista já tem um tempo e acho um livro bem interessante que fala de temas bem importantes que são o bullying e os atentados em escola. E sem dúvida o Nick foi um mostro mas também foi vitima nessa história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. É um livro bem cotidiano no nosso mundo atua. Tenho certeza que a autora tem muito a apresentar nesse livro com temas tão difíceis. Nao gosto muito de livros com vai e volta, se torna cansativo, mas gostaria de ler esse livro e entender um pouco o qie acontece atualmente.

    ResponderExcluir
  12. O que eu gostei muito no livro foi por ele abordar a questão dos tiroteios em massa em escolas nos Estados Unidos e você tem uma noção do com sério os rumos do bullying na vida de uma pessoa pode se tornar Eu adorei trabalhar esse livro no meu clube do livro em virei uma grande fã da autora Que por sinal é psicóloga

    ResponderExcluir
  13. Nunca li um livro que retratava um tema importante e ao mesmo tempo pesado e delicado de se discutir.
    Mas achei importante e interessante o tema escolhido pela autora, já que aconteceu vários episódios como esse no mundo e acho bem importante a discussão do tema.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir