acompanhe o blog
nas redes sociais

20.1.20

Sulwe [Lupita Nyong'o]

Lupita Nyong'o
Cortesia da Editora Rocco

Oi pessoal, desde que eu vi que a Rocco iria lançar este livro escrito pela Lupita Nyong’o eu tive vontade de lê-lo. Sobre ela nem preciso comentar muita coisa né... mesmo que você não tenha assistido nenhum filme que ela tenha participado, com certeza sabe que é uma artista fantástica ganhadora do Oscar de melhor atriz coadjuvante, já em seu primeiro filme. Confesso que eu mesma ainda não vi nenhum filme feito por ela, acreditem... nem o pantera negra, mas pretendo assistir, porém mesmo assim tenho uma admiração enorme por ela como pessoa, uma mulher que buscou e conquistou aquilo que sonhava, superou as expectativas creio eu que dela mesma.

Sulwe
Título: Sulwe
Autor: Lupita Nyong'o
Ilustrador: Vashti Harrison
Tradutor: Rane Souza
Editora: Rocco Pequenos Leitores
Gênero: Auto-Estima e Respeito Próprio em Infantil e Juvenil
Páginas: 48
Edição:
Ano: 2019
Favorito
Onde comprar: Amazon

Este livro, é uma história infantil, onde ela se inspirou em sua própria vida, para mostrar que seu valor e sua beleza não está na cor da sua pele. É uma história que serve de inspiração tanto para meninas e meninos, independentes de sua cor, mas que com certeza, ajudará a melhorar o amor próprio e a autoconfiança em meninas que são negras, como é o caso da Sulwe.

“Sulwe nasceu com a pele da cor da meia-noite.”

Sulwe é uma menina que tem a cor da sua pele mais escura que toda a sua família, sua irmã possui um tom de pele que ela diz ser da cor do meio-dia e possuiu vários amigos, enquanto ela não brinca com ninguém e ainda sofre preconceito com a cor da sua pele. Por isso ela está muito triste e resolve tomar algumas atitudes para mudar sua cor e por fim faz uma oração a Deus pedindo para ele realizar o seu desejo.

“– Bem, você é linda aos meus olhos. Mas não pode depender da sua aparência, para que se sinta bonita, meu amor. A real beleza vem da sua mente e do seu coração. Começa pela forma como você vê a si mesma, não como os outros veem você.”

Este livro narra uma parábola muito interessante para ilustrar como cada um tem valor, independentemente de sua característica física. Traz a todos uma lição de amor próprio fantástico que merece ser lido para todas as crianças que de alguma forma se sente feias devido a sua aparência, pode ser a cor da pele, do cabelo, etc.

Por ser um livro infantil a história é bem curtinha, mas a lição e valor dele são enormes, por isso nem posso falar muito, mas afirmo que é uma história que merece ser vista, isso mesmo, vista, as ilustrações trazem uma beleza e acréscimo a história sem medidas, ficou maravilhosas, e lidas por todos.

Há muitos adultos, principalmente mulheres que ainda não se sente bonitas como são. Se valorize, se ame, busque suas qualidades e não suas imperfeições que todos, absolutamente todos têm.

Obrigada a Rocco Pequenos Leitores por publicar no Brasil este livro e nos proporcionar o prazer de podermos vê-lo e lê-lo.

Boa leitura e até o próximo.
Carolina Finco | Blog Pretenses

comentários pelo facebook:

19 comentários em "Sulwe [Lupita Nyong'o]"

  1. Sou apaixonada pelo trabalho como atriz dessa mulher linda! Assisti muitos filmes maravilhosos com ela, por isso, me surpreendi muito quando vi este lançamento e do quanto ele estava sendo elogiado.
    Uma história simples,mas com tanta verdade né? Ela representa não só a dor de muitas pessoas, mas também a esperança de muitas delas!
    Ainda quero muito ter e ler essa obra linda!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro está maravilhoso em todos os sentidos... vale super a pena conferir. Bjs Carol

      Excluir
  2. Que história fofa! E ao mesmo tempo triste.
    Lupita é maravilhosa!!! Incrível como atriz e agora se revelando como uma ótima escritora.
    Fiquei curiosa para ler

    ResponderExcluir
  3. Essa capa é um amor, não é mesmo?
    Histórias infantis sempre me encantam pela mensagem que trazem, e a desse livro é muito importante. Ainda por ser inspirado na vida da Lupita.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ilustração do livro inteiro está lindíssima.. super vale a pena.

      Excluir
  4. CAROLINA!
    Adoro essa questão da diversidade, dos questionamentos e ainda mais porque conta uma história real.
    E mesmo voltado para crianaças, acredito que todos devem ler.
    Dói demais uma angústia infantil e não ter como explicar corretamente para ela.
    Espero o dia de que todos os esteriótipos criados pela sociedade sejam extreminados e não causem sofrimento.
    Livros ilustrados são tão lindos e lúdicos.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro está uma obra prima em todos os sentidos, para todas as idades... também torço para o dia em que a sociedade veja que todos somos iguais, independente do nosso exterior físico. bjs

      Excluir
  5. Sou apaixonada na Lupita, ela é uma atriz incrível, inclusive, Nós é um dos filmes de terror favorito. Fiquei muito feliz quando soube que ela tinha escrito um livro inspirado em experiências reais vividas por ela, acho que deve ser um livro muito importante para se ler, sem falar que é um livro belíssimo. Achei muito interessaste e lembro da Lupita usando um vestido azul em um Oscar, o vestido era lindo e fiquei apaixonada nele na época lembro de querer um daqueles para minha formatura, e ela estava linda, não sei se tem relação mas me fez me lembrar muito desse Oscar e nela com aquela roupa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pode até ter sim.. O livro está lindíssimo em todos os sentido, vale super a pena conferir. Bjs

      Excluir
  6. Olá Carolina!
    Que história linda, com uma mensagem tão maravilhosa quanto. Ainda não vi as ilustrações mas a capa é deslumbrante. Acho muito bacana a autora dividir com o público suas angústias e ainda passar uma mensagem positiva. O único filme da autora que já assisti foi Pantera Negra e adorei a sua atuação, sem dúvida é muito talentosa, e ainda está se lançando numa nova carreira.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é.. ela é uma pessoa bem versátil, e no ramo de profissão dela precisa ser mesmo. Mas vejo este livro como uma forma de se expressar de maneira mais eternizada, afinal as palavras escritas sempre permanecem. Também vejo uma forma mais bonita de compartilhar sua vida de maneira a influenciar positivamente todas as idades. Realmente amei o livro. bjs

      Excluir
  7. Olá! É incrível que um livro tão pequeno (só 48 páginas) possa transmitir tanta emoção, ensinamentos e acima de tudo amor. É aquele tipo de livro que a gente deve ler com os pequenos, ler sozinha, de tempos e tempos, e sempre conseguiremos tirar algo de bom no final né.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu estou doida para ler esse livro. A historia que ela representa e maravilhosa e a forma de que é contada. Gostei muito e espero conseguir ler.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  9. Oi, Carolina
    Que linda resenha!
    Eu já tava com vontade de ler esse livro, agora estou mais ansiosa ainda!
    Aii a Sulwe parece sofrer tanto, mas também aprender muito sobre amor próprio, racismo e etc.
    Parece ser um livro de emocionar mesmo!
    Já quero!
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi, Carolina!!
    Nossa que livro mais lindo!! Sulwe pode ser um livro curtinho de quarenta e oito paginas mais a reflexão e ele traz é tão importante e tocante que com certeza emociona a todos que tem o privilégio de fazer essa leitura, e espero ter essa oportunidade.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Que legal, não sabia que a Lupita também é escritora, e mais legal ainda ser voltado para o público infantil. Mesmo sendo um livro curto, quero muito ler, tenho certeza que e de grande importância.

    ResponderExcluir
  12. Eu sou uma grande fã do trabalho da Lupita nyong'o e não fazia ideia de que ela também era escritora infantojuvenil o que eu achei muito fofo. Comecei a acompanhar o trabalho dela como atriz durante a época do lançamento do filme 12 anos de escravidão

    ResponderExcluir
  13. É a segunda vez que vejo uma resenha desse livro, e apesar de ser um conto bem curtinho achei que carrega uma mensagem emocionante e de grande reflexão.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir