acompanhe o blog
nas redes sociais

3.2.20

As Três Partes de Grace [Robin Benway]

Robin Benway
Cortesia do Grupo Editorial Record

Relou pipou!!!! Comê que cês tão?
Todo mundo bem? Todo mundo hidratado?
Olha lá, ein? Muito importante esse negócio de hidratação.
E importante também que vocês separem os lencinhos de papel, por que a Robin Benway vai fazer vocês se desfazerem em lágrimas.
Tá bem, talvez não seja pra tanto. Eu admito que tava sensível, tenho andado sensível ultimamente, mas em minha defesa a autora realmente tocou pesado em algumas questões.

As Três Partes de Grace
Título: As Três Partes de Grace
Autor: Robin Benway
Tradutor: Natalie Gerhardt
Editora: Galera Record
Gênero: Drama, Jovem adulto, Romance
Páginas: 322
Edição:
Ano: 2019
Onde comprar: Amazon

Vamos à história.

Grace é um adolescente em um momento extremamente difícil. Ela é jovem demais e inexperiente demais pra lidar com as coisas pelas quais está passando. Então ela inicia uma espécie de jornada de auto conhecimento. Em busca de si mesma e da própria história. Suas origens, seu sangue. Grace é só uma adolescente que acaba de entregar sua filhinha recém nascida pra adoção e agora Grace quer encontrar a única pessoa que ela acredita que entenderia: sua própria mãe biológica.
A primeira coisa que Grace descobre é que sua mãe teve outros dois filhos que, assim como ela, também foram entregues pra adoção.

Maya, a irmã mais nova, foi adotada por um casal de ruivos que teve uma filha biológica (também) meses depois de adotar a menina. Maya com sua pele morena e seus traços latinos, não tem muita certeza de se encaixar nessa família, principalmente agora que estão enfrentando problemas.

Joaquim, o mais velhos dos três, foi o que teve a vida mais difícil. Nunca foi adotado oficialmente, então passou a vida inteira entre orfanatos e lares temporários e sofreu todo tipo de abuso fisico e moral. Por isso, Joaquim fala pouco, tenta sempre não incomodar e desconfia de tudo e de todos.

Juntos, os três vão descobrir o significado de família. E você leitor, vai chorar enquanto eles fazem isso.

A tradução do titulo me incomodou um pouquinho. O titulo original é Far from the Tree, que na minha opinião faz muito mais sentido porque, embora Grace seja o fio condutor inicial, tanto Maya quanto Joaquim tem capítulos de ponto de vista e são personagens complexos e bem construídos.

A capa tá lindíssima, e a caixa do VIB que a gente recebeu (siiiiiim pq a gente é muito chique!) veio com um scrapbook fofíssimo e um marcador de página oficial do livro. Eu tô apaixonada e já separei algumas fotos pra colar lá.

Enfim, recomendo a leitura e espero que gostem tanto quanto eu gosto.
Um abraço enorme pra vocês e até a próxima.

comentários pelo facebook:

8 comentários em "As Três Partes de Grace [Robin Benway]"

  1. Um dos livros que mais desejei ter e ler no final de 2019! Eu amo um bom drama familiar e pelo que li acima, este livro é repleto de emoções do começo ao fim!!
    Está na listinha de desejados e espero ter e ler a obra o quanto antes e conhecer a vida que faz com que estes três se cruzem dessa maneira!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Parece ser uma história bem emocionante. Adoro livros que falem de relações familiares e que tragam irmãos como personagens. Quero muito acompanhar esse relacionamento deles e essa busca pela mãe biológica!!

    ResponderExcluir
  3. Ah, super desejo esse livro!
    Tenho um fraco por dramas familiares, e esse parece ser muito bem construído e tocante.
    Sinto que irei ser conquistada por esses três.
    Suas palavras me empolgaram ainda mais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. As Três Partes de Grace fala sobre pertencimento, família, sobre consequências das escolhas
    Se um dia eu ler, com vi O precisar de lencinhos de papel

    ResponderExcluir
  5. Olá! Já passei por esse livro algumas vezes, mais ainda não tive a oportunidade de ler, acredito que agora também não seja um bom momento, já que estou tão sensível que to chorando até em comercial de margarina (daqui a pouco passa), imagina lendo uma história tão emocionante e reflexiva quanto essa, eu não consigo imaginar quantos dilemas, dificuldades, dor e tristeza esses personagens vão passar, a capa é realmente lida, mas concordo que o título original faz mais sentido.

    ResponderExcluir
  6. Andressa!
    Gosto de livros que trazem essa carga dramática e com ensinamentos.
    Entendo a busca dos filhos por seus pais biológicos, acredito que toda criança adotada, tem o ímpeto de ir em busca das suas origens. Sei disso porque acompanho um caso familiar bem de perto e mesmo com todo amor, a pessoa se sente como se não fizesse parte do lugar, sabe?
    Quero ler.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Oiii ❤ Nossa, nem consigo imaginar como deve ser difícil ter que dar seu bebê para adoção, ainda mais por não saber se ele será bem cuidado ou amado.
    Achei legal que Grace, Maya e Joaquin vão se encontrar, estou curiosa para saber como a relação entre os irmãos vai surgindo e como isso será para cada um deles. E também saber sobre o passado de cada um deles.
    Com certeza vou querer fazer essa leitura, ainda mais por você ter gostado tanto.
    Essa capa está maravilhosa mesmo!
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  8. Já cheguei a ver fotos do livro por aí rsrs, mas nunca cheguei a ler alguma resenha do livro.
    Fiquei com o aspecto que iria gostar muito desse livro, já que adoro ler livros que apresentam ao leitor algum tipo de drama familiar.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir