acompanhe o blog
nas redes sociais

5.2.20

Vermelho, Branco e Sangue Azul [Casey McQuiston]

Casey McQuiston
Cortesia do Grupo Companhia das Letras

Anunciar quem você é para o mundo é apavorante. E se o mundo não gostar de você?

(Becky Albertalli, autora de Com Amor, Simon)

Sair do armário pode ser assustador para qualquer um, agora, imagine para o primeiro-filho da presidente dos Estados Unidos e para o Príncipe de Gales que vivem cercados de paparazzi e que qualquer deslize pode criar sérios problemas políticos.

Vermelho, Branco e Sangue Azul é o livro de estreia da americana Casey McQuiston e conta o romance entre Alex, filho da primeira mulher eleita presidente dos Estados Unidos, e Henry, o príncipe mais adorado do mundo.

Vermelho, Branco e Sangue Azul
Título: Vermelho, Branco e Sangue Azul
Autor: Casey McQuiston
Tradutor: Guilherme Miranda
Editora: Seguinte
Gênero: Romance, LGBTQ, Young Adult
Páginas: 456
Edição:
Ano: 2019
Onde comprar: Amazon, Submarino

A imprensa americana sempre comparou Alex com Henry e ele nunca suportou isso. Alex detesta o príncipe mais novo da Inglaterra desde a primeira vez que o viu pessoalmente. Alex e Henry discutem durante o casamento do príncipe Phillip e acabam derrubando o bolo do casamento real. Para evitar um desastre diplomático, os dois jovens são obrigados a aparecerem em público fingindo ser grandes amigos.

Desses encontros nasce uma verdadeira amizade baseada na empatia. Os dois sabem o que é viver em uma posição onde ninguém pode ser quem realmente é. Henry está na linha de sucessão do reino mais famoso do mundo e precisa manter a boa imagem da coroa. A mãe de Alex está concorrendo à reeleição presidencial nos Estados Unidos e ele não pode colocar tudo a perder. O que fazer, então, com esse sentimento que cresce a cada instante?

“Você ocupa meus pensamentos demais para me permitir pensar em qualquer outra coisa – você distrai minha mente não apenas o dia todo, mas invade o meu sono. ”

O hype de Vermelho, Branco e Sangue Azul foi muito grande nas mídias sociais e, nesses casos, sempre fico com medo de me decepcionar durante a leitura. Felizmente, isso não aconteceu com o sexy e divertido romance de Casey McQuiston, publicado pela Editora Seguinte.

O trabalho de tradução feito por Guilherme Miranda merece destaque porque o texto original apresenta tanto o inglês britânico, mais culto, quanto o inglês americano sulista do Texas. Sem o devido cuidado, o texto em português poderia ficar caricato.

As questões políticas que acontecem nos bastidores desse romance LGBTQ+ deixa tudo mais interessante. A autora criou um universo paralelo bem mais otimista do que a política preconceituosa do presidente Donald Trump. Temos uma mulher democrata no poder dos EUA. Além disso, a primeira família é descendente de imigrantes.

A única coisa que não gostei tanto foram os capítulos longos e a narrativa um pouco truncada do início, mas nada que atrapalhe a leitura desse romance entre a Casa Branca e o Palácio de Buckingham.

Vermelho, Branco e Sangue Azul venceu o Goodreads Choice Awards 2019 nas categorias de Melhor Romance e Melhor Estreia de Autor.

Com amor, André

comentários pelo facebook:

9 comentários em "Vermelho, Branco e Sangue Azul [Casey McQuiston]"

  1. Mesmo não tendo lido tantos livros do gênero, confesso que ando adorando essa legião de fãs que o gênero tem alcançado. Importante?? Demais!!!
    Ainda mais quando uma obra é escrita com tanta delicadeza. Este livro tem sido elogiado demais, não somente por trazer um amor tão bonito assim, em matéria de descrição, sensibilidade, mas também por trazer esse lado político ali, em contraste!
    Espero poder conferir a obra em breve!!
    E oh, Viva o Amor!!!

    Beijo
    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Olá! Estou bem curiosa para conferir essa história, achei a proposta da autora muito bacana, parece ser uma história divertida, e que também nos fará refletir sobre um tema, ainda não respeitado por muitos, se para pessoas comuns já é difícil lidar com toda essa pressão e preconceito, nem consigo imaginar como será para os membros da realeza e da representante da nação mais poderosa do mundo.

    ResponderExcluir
  3. Ahhh!! Tô louca por esse livro!!!!
    Quem não curte um romance fofo com pegada de Amor impossível?
    Sempre tive fascínio pela realeza britânica. E também pelo EUA. Então pra mim é o melhor dos dois mundos.
    Para Alex é mais fácil assumir o que ele sente, já Henry vive em um mundo quase mágico, que exerce fascínio, ainda ligado a antigas traduções.
    Enquanto lia a resenha, fiquei imaginando se existe algum Henry na vida real lá na Inglaterra. 
    Quanto ao casal já Shippo.

    ResponderExcluir
  4. André!
    Nossa! Fiquei imaginando a barra para o lado de Henry, ser o perfeitinho e não poder assumir seu romance gay…
    Quero acompanhar essa saga dele edos outros personagens para ver no que vai dar.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Oi André,
    De cara já amei a sinopse deste livro, pois amo um bom romance e nunca li nenhum que trouxesse a realeza inglesa e a política americana. A posição em que os personagens se encontram limitam um pouco suas liberdades, um por vir de uma família que preza o tradicionalismo e crenças ultrapassadas e o outro por ter que lidar com a possível rejeição da sociedade e como ela viria afetar sua família (afinal de contas, política tem esse lado). Todo o dilema já me deixou aflita em só imaginar a situação de ambos, que vivem uma paixão que deveria ser exposta para o mundo, mas não podem. Eu não tenho dúvidas de que irei gostar desse livro, por isso já o acrescentei a minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  6. Esse livro é muito mais do que um hype, né?
    Li sem tanta expectativa e acabou ganhando o meu coração.
    Henry e Alex são cativantes.
    Não gosto de capítulos longos, mas essa história me envolveu tanto que nem liguei pra isso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Nossa, nunca li nada parecido. Achei muito legal o autor mostrar essas duas formas diferentes de poderes em uma história, gosto disso. Quero muito saber como esses dois vão lidar com todo esse peso que colocam neles por serem filhos de pessoas com cargos tão importantes!!

    ResponderExcluir
  8. Oiii ❤ Primeiramente, acho essa capa maravilhosa, adoro como as cores se combinam.
    Estou curiosa sobre essa cena em que Alex derruba Henry no bolo, deve ser ótima. Quero ver também como eles vão parar de se odiar e vão começar a criar afinidade.
    Espero que os personagens possam viver seu romance sem ter que se ater as convenções idiotas da sociedade.
    Beijos ❤

    ResponderExcluir
  9. Não cheguei a ler o livro ainda, mas já sou apaixonada pelo o enredo de tanto que a li resenhas desse livro e pelos muitos comentários positivos que vi dele.
    Nunca cheguei a ler um livro com temática LGBTQ+, e como gostei muito do enredo, acho que esse seria um bom livro para me aventurar no gênero.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir