acompanhe o blog
nas redes sociais

6.4.20

O Amor Não é Óbvio [Elayne Baeta]

Cortesia do Grupo Editorial Record

Utilizando as palavras da própria autora Elayne Baeta que traduzem o que é amor “...devastador, enlouquecedor, enriquecedor, arrebatador, ardente, intrigante, divertido, compreensivo, imprevisível e, às vezes, quem sabe, até mágico e surreal como cenas de novela...” as mesmas palavras podem descrever o que é a historia desse livro, na minha opinião.

Título: O Amor Não é Óbvio
Autor: Elayne Baeta
Editora: Galera Record
Gênero: Romance LGBTQ
Páginas: 392
Edição:
Ano: 2019
Onde comprar: Amazon

Com o amadurecimento de Iris e acompanhando a jovem abrir os olhos para algo que sempre fez parte da sua vida, mas que a mesma ignorava, a história de Iris de 17 anos mostra a realidade de muitos indivíduos e a descoberta não só do quão complexo são as relações, mas com quem nos relacionamos.

A jovem que ficava as margens anseia por algo que acredita ser o ideal, que era mostrado pelas mídias como o correto, bom ou até a única opção. Os sonhos juvenis acabam se realizando, será mesmo que o que queremos é o que precisamos?

“Eu repeti mil vezes que não gostava de garotas. Neguei todas as investidas, todos os flertes, todas as suposições que envolvessem isso. Olhei no fundo dos olhos de meninas que eu beijaria e disse que elas estavam doidas, porque eu não gostava de garotas. Tentei tanto convencer o mundo todo disso, na esperança de assim me convencer também.”

Outra questão que o livro trás é, o quanto conhecemos as pessoas com quem nos relacionamos mesmo aquelas muito próximas, quantas vezes estamos tão cegos por nossos próprios problemas que não conseguimos ver o que o outro precisa de algo simples como atenção, como ser ouvido.

A história dessa jovem faz refletir o crescimento próprio e as descobertas que a vida nos guarda, mas principalmente que o amor não tem gênero, não é sexo e não é corpo, é algo que cresce sem preconceitos e que fortalece o que realmente somos. Saber enxergar o outro faz conhecemos a nós mesmos.

“No fundo do fundo do nosso âmago, a gente sabe quando está fugindo de algo, na mesma intensidade que a gente sabe que uma hora terá de encarar isso.”

Por fim, uma história como muitas por aí, mas pouco contada nos livros e outras mídias, algo que já faz parte das nossas vidas, mas que alguns teimam em não querer enxergar.

comentários pelo facebook:

17 comentários em "O Amor Não é Óbvio [Elayne Baeta]"

  1. Oi, Tainá
    Fiquei encantada com esse livro desde que vi seu lançamento, consegui ele em uma troca.
    Ainda não li, mas vou fazer o possível para ler nesse mês.
    Vi muitas pessoas comentando que não gostaram da capa, eu particularmente adorei a capa com uma paleta de cores incríveis e a ilustração é linda.
    O enredo é leve, com uma história divertida e envolvente, mas também tem pontos importantíssimos sobre a descoberta da sexualidade, as dificuldades para se aceitar e se entender.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Me parece ser uma leitura leve, divertida e envolvente. E que ao mesmo tempo fala sobre descobertas, aceitação.
    Já está na wishlist.

    ResponderExcluir
  3. Este livro deu o que falar desde seu lançamento. Eu ainda não pude ler, mas pretendo em breve.
    Esse jeito de tratar assuntos importantes de maneira mais leve e juvenil, me agrada bastante!
    Sei lá, quem dera livros assim pudessem chegar nas mãos dos mais jovens nessa fase de descobertas.
    Acho que seria de suma importância!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  4. Tania!
    Não tenho paciência para esses conflitos adolescentes, sabe? Tenho de estar de 'boa paz' para ler um livro desses, mas gostei do plot e fiquei curiosa pelo mistério dessa Edra .
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    O amor é raro e estranho. Não sabemos como defini-los. Eu meio que passei dessa fase sabe, já não sou muito desses problemas juvenis. Fiquei bem interessada pelo livro, tem uma premissa ótima, só não sei se leria.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  6. Amei o trecho inicial da resenha! Me deixou com mais vontade de conhecer essa história.
    Muito bom saber que é uma leitura traz reflexões; e pelo visto Elaine soube como trazer visibilidade para essa realidade que muitos tentam fechar os olhos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! A história parece ser simpática, cheia de clichês e com certo toque de nostalgia para aqueles (como eu), já passaram por essa fase, não curti muito essa capa, mas acredito que vai ser enriquecedor acompanhar essa história.

    ResponderExcluir
  8. Oi Tainá,
    Adoro tramas que nos trazem realidade e elementos no qual possamos nos identificar. Amor é uma tema que rende muitas discussões e permite ao autor explorar todas as suas facetas, sejam as positivas quanto as negativas e trazendo uma protagonista adolescente, na minha opinião, é a melhor forma de mostrar tudo isso. Eu já tinha visto a capa deste livro por aí, mas confesso que não fazia ideia sobre a profundidade de sua trama, mesmo o título sendo bem revelador. Adorei receber essa indicação e, certamente, é um ótimo livro para colocar na lista de desejados.

    ResponderExcluir
  9. Olá Tainá!
    Adorei a descrição que a autora fez do amor, ele é tudo isso e muito mais e merece ser vivido por todas as pessoas. Ainda não conhecia o livro e acho bem bacana essa representatividade no mundo literário. Pela resenha pude perceber que a protagonista vive muitas angústias, deve ser muito interessante acompanhar a aceitação e descoberta da sua sexualidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. ola
    não é facil entender as pessoas principalmente os jovens
    eu tenho tres filhos jovens em casa e sei o quanto é necessario saver ouvi-los
    ainda não li esse livro mas tenho vontade

    ResponderExcluir
  11. Confesso que esse não é o tipo de livro que estou acostumada a ler agora. Apesar da sua ótima resenha, não é um livro que me chama muito a atenção, mas quem sabe um dia eu não fique curiosa o bastante para conhecer mais sobre a história da Iris...

    ResponderExcluir
  12. Confesso que esse não é o tipo de livro que estou acostumada a ler agora. Apesar da sua ótima resenha e das reflexões que o livro traz, não é um livro que me chama muito a atenção, mas quem sabe um dia eu não fique curiosa o bastante para conhecer mais sobre a história da Iris...

    ResponderExcluir
  13. Apesar da capa, parece ser uma história bem gostosa de ser lida, que nos permitirá somar alguns ensinamentos, tudo com uma escrita leve e fluída.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Tainá!
    O período da adolescência e suas descobertas e conflitos não me chamam a atenção nos livros, sabe?! Confesso que não tenho paciência para acompanhar essa fase... Mas acredito que O amor não é Óbvio é uma ótima dica para quem gosta do gênero. Bjos!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Tainá
    Eu já queria ler esse livro, agora estou ainda mais ansiosa.
    Gostei muito da sua resenha. Deu pra ver que é um livro bonito, fofo e que mostra que o amor tem que ser puro e verdadeiro, sem preconceitos ou estereótipos.
    Assim que der lerei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Eu amei bastante a proposta do livro mas não sei por que o livro não conseguiu ser tão incrível quanto prometia ponto final pretendo ler o livro novamente para ver se a minha opinião muda mas eu fiquei um pouquinho decepcionada

    ResponderExcluir
  17. Nunca li um livro com essa temática, acho que é por isso que me interessei tanto pelo livro desde que vi o seu lançamento.
    Vi vários comentários positivos sobre a obra, principalmente de como a autora aborda o tema. Espero ler o livro em breve.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir