acompanhe o blog
nas redes sociais

18.5.20

O Grande Livro dos Gatos [Vários autores]

O Grande Livro dos Gatos
Cortesia do Grupo Companhia das Letras

Estou passando por uma fase muito peculiar da vida, na qual desenvolvi uma predileção especial por contos. E logo eu, leitora voraz de sagas cujos finais não chegam nunca (sim, estou olhando pra você novamente George R. R. Martin), amante inveterada de livros gigantes em que as historias tem camada e mais camadas e os personagens passam por todo um desenvolvimento pessoal, me vejo aqui, cada dia mais afeita à histórias curtinhas, completamente seduzida pela objetividade dos contos e pela visceralidade das crônicas.

O Grande Livro dos Gatos
Título: O Grande Livro dos Gatos
Autor: Vários autores
Arte de Capa: Ale Kalko
Editora: Companhia das Letras - Selo Alfaguara
Gênero: Contos
Páginas: 216
Edição:
Ano: 2020
Onde comprar: Amazon

O que provocou essa mudança eu não sei, mas provavelmente tem a ver com o fato de que eu mesma tenho me dedicado a estudar e escrever contos e crônicas ultimamente. Acho que uma coisa leva a outra ou outra coisa leva a uma. Não sei dizer. O que sei de fato é que tomei gosto pela coisa, especialmente coletâneas que, como essa, reúnem vários autores. O mais interessante, pra mim é testemunhar essa pluralidade de visões. Autores de épocas diferentes, de gêneros distintos, com vivências diversas com apenas um elemento em comum: um certo fascínio por gatos.

“O gato é um animal críptico e afeito a coisas estranhas, invisíveis ao homem. É a alma do Antigo Egito e o guardião de histórias vindas de cidades esquecidas em Meroé e Ofir. É parente dos senhores da floresta e herdeiro dos segredos da Africa ancestral e sinistra.”

Cada autor tem sua manias e trejeitos e é uma experiência muito enriquecedora ler o que vários autores diferentes tem à dizer sobre um mesmo tema.

O gato, Théodore de Banville
A gata persa da Tia Cynthia, Lucy Maud Montgomery
O paraíso dos gatos,
O gato de botas, Charles Perrault
Penas de amor de uma gata inglesa, Honoré de Balzac
O gato preto, Edgar Allan Poe
Os gatos de Ulthar, H. P. Lovecraft
Sobre os gatos, Guy de Maupassant
O gato, Mary E. Wilkins Freeman
O gato-brasileiro, Arthur Conan Doyle
A fase felina de Maurice, Edith Nesbit
Vida e opiniões filosóficas de um gato, Hippolyte Taine
O gato que caminhava só, Rudyard Kipling
Tobermory, Saki
Tom Vieiro, Mark Twain
Gato, Banjo Paterson
A gata branca, Edith Nesbit

Por exemplo, o conto escrito por Edgar Alan Poe (pai da ficção policial, autor do poema O Corvo) tem aquela atmosfera sombria comum a sua obra. H.P. Lovecraft (autor de O Chamado de Cthulhu e outros contos de terror) trás, como sempre, um macabro flerte com o desconhecido. A história de Sir Arthur Conan Doyle (criador do detetive Sherlock Holmes) entrega marcas registradas do seu trabalho: reviravoltas surpreendentes e soluções baseadas na inteligência dos personagens. Edith Nesbit, que eu não conhecia até então, mas descobri que escreveu vários livros infantis, constrói dois contos com crianças espertas e de imaginação fértil. E por aí vai.

“Mesmo admitindo que o universo tenha sido criado para o homem, e não para o gato e outros animais, o que me parece altamente questionável, ainda deveríamos ao gato grande reconhecimento, porque tudo que o homem civilizado tem de glória, de orgulho e de charme profundo me parece ter sido servilmente copiado do gato”

Destaque especial para o conto A Gata Persa da Tia Cynthia escrito por Lucy Maud Montgomery, autora da série de livros Anne of Green Gables que deu origem à serie Anne with an E (que eu pessoalmente gosto muito e inclusive recomendo! E tem na Netflix). Esse conto da Lucy, os dois escritos pela Edit Nesbit e o escrito por Conan Doyle são os meus preferidos, mas há contos para todos os gostos aqui. Desde a fábula de Charles Perrault O Gato de Botas (que originou todas as representações do personagem que vemos hoje em dia) à uma historinha sobre a domesticação (ou não) dos felinos escrita por Rudyard Kipling (autor de O Livro da Selva que contem entre outros contos, aqueles que deram origem à história de Mogli, o menino lobo).

O Grande Livro dos Gatos é uma excelente coletânea. Leitura leve e dinâmica que eu recomendo em especial para quem é:
1. Amante de gatos (e se vc não gosta de gatos eu tenho séria desconfiança sobre o seu caráter);
2. Aspirante a escritor: muito interessante observar as diferenças de entonação e enredo entre autores tão diferentes tratando sobre um mesmo tema.
3. Apreciador de contos;
4. Fã de qualquer um dos autores que fazem parte dessa coletânea;

Eu felizmente, me encaixo nos 4 grupos supracitados e tô bem feliz com isso. Espero que você faça parte de algum deles também, mas se não faz, leia assim mesmo, vai que é que lendo esse livro você se encontra?

comentários pelo facebook:

17 comentários em "O Grande Livro dos Gatos [Vários autores]"

  1. Talvez nem haja motivos para essa troca.Talvez seja uma fase, talvez seja esse se abrir ao novo, não somente como aprendizado, mas também pelo gosto que vai se aperfeiçoando.
    Sou doida para ler este livro. Primeiro por amar contos, segundo por trazer isso de tantos nomes maravilhosos.
    Um amigo meu costuma dizer que se você consegue o carinho de um gato, é por você ser uma boa pessoa.
    Concordo e assino embaixo!!
    Eu amo.rs(apesar de ainda não ter nenhum, minha cachorra é chata ao extremo)
    Espero ler!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Olá! Hum...então você vai ter sérias dúvidas sobre o meu caráter, pois eu não sou muito fã de gatos... até acho eles fofos, mas desde que fiquem bem longe de mim! Na verdade, esses felinos me dão um certo medo, por isso, a escolha de ficar longe (risos), mas gosto bastante de contos, principalmente quando apresentam uma gama tão diversificada de autores.

    ResponderExcluir
  3. Olá Andressa!
    Eu amo esses felinos domesticados, tem dias que o meu me deixa louca, mas eu amo ele mesmo assim. Claro que já quero ler o livro dedicado aos bichanos, mesmo não sendo muito fã de contos. A diversidade de estilos chama bastante atenção, o que torna a obra ótima para conhecer vários tipos de escrita, como você bem mencionou. Fiquei curiosa pra saber desse gato brasileiro na história de Arthur Conan Doyle.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Lucy Maud Montgomery?!?!?!? Já quero ler. Portanto sou do grupo4!
    Confesso também que leio pouco livros de contos e nem ia me interessar em adicionar o livro na wishlist mas depois que vi o nome da Lucy tudo mudou.
    Gosto de gatos, meu sonho é adotar 2 gatinhas que moram no meu condomínio. Como ainda não posso, o que faço é alimentá-las e fazer carinho.
    Um livro de contos é bem diversificado com textos que agradam e outros não

    ResponderExcluir
  5. Olá Andressa!
    É sempre bom sair da zona de conforto, ainda mais quando passamos a ler algo diferente e a leitura se mostra surpreendente.
    E o bom dos contos é que podemos fazer uma leitura mais pausada, não tem como esquecer o nome dos personagens quando o assunto é calhamaço (quem nunca, né?).
    O conjunto de autores talentosos que compõe o livro já antecipa uma experiência incrível, e ainda mais pela diversidade dos contos, que envolvem felinos nas mais diversas situações.
    Beijos!
    P.S: Essa semana eu sonhei que haviam anunciado a data de lançamento de Winds Of Winter, e é claro que o modo alice está ativado, embora a indagação de que este livro não passa de lenda urbana seja mais real a cada dia HAHAHAHAHA.

    ResponderExcluir
  6. Eu particularmente amo um bom calhamaço, devidamente desenvolvido. Livros com muitos personagens em que acompanhamos seu crescimento e amadurecimento é uma sensação incrível. Livros com uma história, uma trama bem escrita se torna meu Estio de livro perfeito. Eu sempre gosto de intercalar minhas leituras com um bom conto ou crônica, por serem livros curtos se tornam uma leitura bem rapida, e muitas das vezes com histórias cativantes. Esse livro possui uma premissa muito boa, gosto de gatos e esses autores citado acima são Grandes autores. E todos eles envolvidos em uma única obra é de se admirar e comprar logo para ler. Amei esse livro

    ResponderExcluir
  7. ingriD Figueiredo18 de maio de 2020 21:11

    Quando vi o nome do livro achei que fosse sobre animais felinos fofinhos... me enganei lindamente kkkkk

    São tantos nomes de peso que não tenho como ignorar esse livro, e adoro contos.

    ResponderExcluir
  8. Apesar de não fazer com frequência, é bom sair da zona de conforto, não é mesmo?
    Gosto de contos, e pelas suas palavras dá para perceber que é uma boa leitura.
    Só não tenho familiaridade com gatos, mas acho que os contos serão ótimos para conhecer melhor esses felinos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Andressa!
    Felizmente me encontro dentro das 4 premissas também.
    Gosto muito de livros de contos e esse me parece que reuniu autores renomados, falando sobre seus gatos, de forma boa e carinhosa e outros nem tanto, como citou Edgar Alan Poe, ele tem uma escrita bem tenebrosa mesmo.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Olá, Andressa

    Eu não sou muito de ler livros de contos, nunca tive paciência nem vontade de começar uma história que já sei que é curta KKKKK
    Nunca li nada do Edgar Alan Poe, tento muita vontade de ler algo dele, para conhecer sua escrita, já que tem tanta gente sempre falando dele.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu sou apaixonada em gatos, inclusive tenho, são minhas paixões. Já sei que irei amar o livro, outra paixão é Alan Poe, amos seus contos sombrios, e acho que até sei qual conto estará no livro, mas como grande fã não poderei deixar de ter o livro e verificar os contos dos outros autores.

    ResponderExcluir
  12. Oi Andressa,
    Também sou uma leitora voraz de sagas e mesmo que eu diga que vou evita-las não consigo resistir quando vejo o lançamento de uma. Já contos nunca foi o tipo de leitura que me despertava interesse, mas já li alguns, claro. Mas, confesso, que tenho procurado ler histórias mais curtas, pois não é sempre que estou no clima para longos livros. Uma coisa que sempre falo quando leio alguma indicação de obras neste estilo é que esta é a melhor forma de se conhecer novos autores, de dar uma chance a novos gêneros e se aventuras em escritas diferentes. Alguns dos autores dessa coletânea só conheço por nome ou por referências e citações. O único que já tive contato com as obras foi Edgar Alan Poe. Eu adorei a ideia de O Grande Livros dos Gatos, principalmente por trazer tantas histórias diferentes e de gêneros diferentes. É uma ótima recomendação e boa opção para presentear também.

    ResponderExcluir
  13. Ultimamente estou vendo vários livros com a palavra gato na capa, o que me deixa um pouco aflita já que não sou uma grande fã de felinos, mas não teve como não achar essa capa fofa e o fato de esse ser um livro com contos conseguiu me fisgar e coloca-lo na minha lista.

    ResponderExcluir
  14. OLA
    Nao me encaixo nessa lista mas tenho visto livros que falam de gatos ultimamente ,não tenho gatos nem cachorro ,não porque não goste mas é porque acho que animal tem que ter espaço ,como um quintal grande por exemplo .de vez em quando aparece uns gatos da vizinhança aqui em casa.
    quem sabe um dia se tiver uma oportunidade lerei esse conto

    ResponderExcluir
  15. Apesar de não me encaixar bem nesse tipo de leitura ( não sou muito fã de gatos), eu deixo a sugestão anotada, até porque gostos literários sempre estão abertos a mudança.

    ResponderExcluir
  16. Não gosto muito de contos, também não sou muito fã de gatos, acho que o motivo é que nunca pude ter um :(
    Mas achei muito interessante a coletânea de autores presentes no livro, tem vários que tenho muita vontade de conhecer, como H.P. Lovecraft, Edgar Alan Poe e Sir Arthur Conan Doyle. Acho que seria uma boa leitura para conhecer a escrita dos autores e para entrar no mundo do contos.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Andressa
    Também faço parte dos 4 grupos.
    Apesar de não ter gato no momento eu amo gatos ( minha última gata morreu atropelada, chorei 2 dias inteiros). Dei um tempo de ter gato.
    A capa é belíssima!
    Mesmo sem ler e vendo os autores que estão presentes nessa coletânea tenho certeza que vou adorar.
    Não vejo a hora de poder ler, beijos.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir