acompanhe o blog
nas redes sociais

22.6.20

Modern love: Histórias reais de amor, perda e redenção [Daniel Jones]

Daniel Jones
Cortesia da Editora Rocco

Modern Love começou em 2004 como uma coluna no The New York Times, o objetivo era contar histórias reais sobre relacionamentos humanos, o amor em seus mais diversos formatos e tamanhos, como experimentado pelas pessoas no dia-a-dia. De lá pra cá, muitas histórias foram contadas. Em 2019, algumas das histórias publicadas foram compiladas no livro homônimo pelo editor e criador da coluna, Daniel Jones. No começo de 2020, a Rocco publicou por aqui (um beijo, Rocco) e é esse livro que eu venho indicar hoje. Fervorosamente, como de costume.

Modern love
Título: Modern love: Histórias reais de amor, perda e redenção
Autor: Daniel Jones
Tradutor: Ana Rodrigues
Editora: Rocco
Gênero: Crônicas, Não-ficção
Páginas: 304
Edição:
Ano: 2020
Favorito
Onde comprar: Amazon

Esse livro trás uma diversidade de histórias e uma pluralidade de olhares sobre o amor incríveis. Pessoas de idades, sexos e vivências diferentes contando um pouquinho sobre suas relações, sejam elas românticas ou fraternais.
Algumas histórias tão absurdas que você só consegue pensar “isso tem que ter acontecido, nenhum escritor teria coragem de inventar algo assim” e outras tão triviais e palpáveis que poderiam ter acontecido comigo ou com você, mas todas elas são, sem excessão, extremamente reais.

Os textos são curtinhos (uma média 6 à 7 páginas por história) e organizados em quatro partes, sendo elas:

Em algum lugar lá fora: histórias sobre relacionamentos mais fugazes. Ficadas de uma noite, casos passageiros, amizades daquelas que são muito importantes durante um tempo e depois se vão.
Acho que amo você: eu não sei muito bem como definir os textos contidos nessa parte. Como em todo o resto do livro são historias muito distintas entre si. Mas eu diria que essa parte é sobre grandes amores, daqueles que a gente vê nos filmes e nos livros e fica torcendo pra acontecer com a gente. Isso no entanto, não me soa muito justo porque, a meu ver, todos os amores do livro são de certa forma grandes amores.
Segurando firme nas curvas: essa parte é sobre percalços e dificuldades. Sobre amar a si mesmo ou ao outro, mesmo quando é difícil fazer isso.
Assuntos de família:
as histórias desse tópico falam muito sobre relacionamentos familiares, sejam eles no sentido mais tradicional (laços criados pela genética) como também no sentido de entender que família também pode ser uma escolha.

Daniel Jones

O livro contém textos publicados ao longo desses quinze anos, entre a data lançamento da coluna e a publicação da coletânea e no fim de cada relato existe um parágrafo contando um pouquinho sobre como a pessoa que o escreveu está hoje em dia, além da data original de publicação no jornal.

E essa é uma das coisas que eu mais gosto sobre esse livro porque eu amei descobrir como terminaram algumas daquelas e histórias, ou como a pessoa que escreveu conseguiu superar e seguir em frente, ou como a descoberta do amor próprio trouxe frutos incríveis…

“O amor maduro é diferente. Na casa dos setenta e oitenta anos, já passamos por altos e baixos suficientes na vida pra saber quem somos, e aprendemos sobre compromisso. Sabíamos alguma coisa sobre a morte, porque já tínhamos visto pessoas amadas morrerem. A linha de chegada estava se aproximando. Porque não deixar o coração desabrochar mais uma vez?”

A coletânea inspirou a série de mesmo nome que saiu no final do ano passado pela Amazon Prime. A antologia conta com oito episódios individuais (sendo cada um sobre um história diferente) e possui um elenco de peso que inclui nomes como: Anne Hathaway (numa das melhores atuações da carreira dela), Dev Patel, Tina Fey, Cristin Milioti entre outros. A adaptação foi muito bem feita, a série é lindíssima e vale muito a pena dar uma conferida. Sério, vai lá ver.

Eu assisti a série antes do livro ser lançado aqui no Brasil, então já comecei a leitura com a expectativa lá no alto. Mas ainda assim posso dizer que o livro superou minhas expectativas. Pra ser bem sincera, nem acho que as histórias escolhidas pra adaptação são as melhores. Pelo menos não todas elas. Há histórias mais interessantes (na minha opinião, claro), o que é ótimo porque a segunda temporada da série já foi confirmada :)

Modern Love entrou direto pra minha lista de livros preferidos. Poucas vezes na vida eu me senti tão bem representada de tantas formas diferentes em uma leitura. E poucas vezes eu chorei tanto também.

Modern love

Eu provavelmente já disse isso aqui no blog, mas a coisa que mais gosto na literatura (e em qualquer outra forma de arte, pra ser sincera) é do sentimento de que eu não sou um alecrim-dourado-que-cresceu-no-campo-sem-ser-semeado. Eu explico: todo mundo tem problemas, tá todo mundo lutando as próprias batalhas e todo mundo se sente meio perdido de vez em quando, eu não sou a única a me sentir assim e isso é libertador. Pelo menos pra mim. No caso desse livro em específico: todo mundo ama ou já amou alguém.

No fim das contas estamos todos procurando nos conectar ou tentando manter conexões com outras pessoas ou com a gente mesmo. E é difícil se conectar, porque o amor exige vulnerabilidade e é preciso coragem pra mostrar-se vulnerável.

Bom, vou encerrar por aqui por que estou começando a soar piegas, mas deixo a recomendação para que você dê uma chance a Modern Love.
Um abraço e até a próxima.

23 comentários em "Modern love: Histórias reais de amor, perda e redenção [Daniel Jones]"

  1. Quando comecei a ler a resenha, fiquei pensando onde eu já havia visto o nome. A série!!!!Eu cheguei a baixar ela, mas ainda não cheguei na fila certa.rs(eu vejo coisa demais e sempre vou deixando algumas para trás)
    Ninguém está imune à vida e aos sentimentos e isso é maravilhoso!!! Por isso, já adorei ler sobre o livro e para ser assim, tão especial a você, acredito que vá fazer muito bem a mim, ainda mais nesse tempo sombrio!!!
    Com certeza, verei a série e agora, vamos de livro pra lista de desejados!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Olá Andressa!
    Vendo vídeos aleatórios no YouTube eu conferi o trailer da série (porque tinha Hathaway no elenco), porém deixei passar e não assisti. Mas pela resenha parece que a obra que inspirou a adaptação parece ser extremamente delicada e cheia de sentimento.
    De fato, o amor se mostra de muitas maneiras e em situações inusitadas, e o livro nos mostra que que a vida continua, numa eterna correria frenética na qual amores e amores estão inseridos.
    A parabenizo pela linda resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  3. Achei a premissa desse livro ótima ainda mais hisotiras que aconteceram e acontecem nos dias de hoje, isso é muito incrível. Achei um máximo contar histórias de sentimentos e relações de amor ou fraterno e isso deve ser lindo narrado nessas páginas, ainda mais por se tratar de poucos páginas cada uma. Amei a resenha e já vou procurar saber mais sobre, e confesso que olhando a capa eu não compraria se visse em uma livraria, mas agora sabendo do que se trata adorei demais

    ResponderExcluir
  4. Olá, Andressa

    Eu assisti a série esses dias, e sou completamente apaixonada por ela!
    Super recomendo a todo mundo e agora quero muito ler o livro, HAHAH
    Já tava querendo ler, e depois dessa sua resenha só aumentou KKKK

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. ola
    não conhecia esse livro e a serie ,gostei da premissa do livro com historias reais
    sim todos temos problemas ,dilemas ,ninguem é perfeito dica anotada .

    ResponderExcluir
  6. Olá! Com certeza esse é um livro que vai para a lista de desejados (e já estou indo procurar a série para assistir), acho que a parte que eu mais vou gostar é saber como estão hoje as pessoas envolvidas em cada história.

    ResponderExcluir
  7. Andressa!
    Livros que falam sobre amor, seja lá de que forma for e como terminam (ou começam...), é sempre um livro inspirador de ser lido.
    Confesso que não conhecia o livro e nem sabia que havia uma série baseada nele.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Oi Andressa!
    Nada melhor que falar e ler sobre o AMOR! Especialmente nesses tempos difíceis.
    Modern Love fala de todos os tipos e etapas do Amor e isso gera uma super identificação com quem lê.
    Ainda com mais vontade de ler o livro

    ResponderExcluir
  9. Esse livro parece ser uma graça! Interessante ele ter sido inspirado/escrito a partir de uma coluna de um jornal tão famoso. Não cheguei a ver a série, mas que bom que tanto ela quanto o livro superaram suas expectativas. Também adoro me conectar com os livros e perceber que não estou sozinha. Sobre o amor, a conexão e a vulnerabilidade.. Você disse tudo.

    Beijos,
    Amanda Almeida

    ResponderExcluir
  10. Oi Andressa,
    Quando vi o anúncio da série se cara fiquei com vontade de assistir, mas eu não sabia que as histórias haviam sido adaptadas de um livro e que trazia histórias reais. Modern Love, com certeza, trás um enredo diferente, tanto pelo o que é escrito quanto pela forma de narrativa. Adoro ler relatos verdadeiros sobre relacionamentos, tanto familiares, de amizade ou amorosos, pois isso trás, na maioria das vezes, esperança e compreensão. Se eu já estava com vontade de assistir a série, agora quero, também, ler este livro e ter a oportunidade de conhecer tantas histórias inspiradoras.

    ResponderExcluir
  11. Olá Andressa!
    O livro parece ser fantástico, ao nos mostrar todas as formas de amor que existem com história reais de gente como a gente (também prefiro que as representações sejam realistas, como você disse, todo mundo tem problemas). Acho que vou gostar mais das histórias sobre amor próprio, eu tenho um certo problema de autoestima por isso procuro inspirações pare melhorar a relação comigo mesma. Que incrível essas informações do que aconteceu depois no final das histórias, eu ia ficar louca sem saber o que aconteceu com as pessoas. Não sabia da existência da série, mas já vou correndo conferir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Amei sua resenha!
    Assisti a série e gostei bastante, principalmente o final. Imaginava que o livro seria parecido, mas é bom saber que traz outros contos.
    Fiquei curiosa pra conferir essas histórias, ainda mais que achou algumas melhores.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Estou querendo fazer essa leitura desde o momento que assisti a série e adorei a maneira como o amor moderno foi abordado.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Andressa!
    Eu amo crônicas, é minha parte favorita de um jornal, e falando de amor então, nem se fala...
    Não conhecia Modern Love, estou meio de fora sobre lançamentos - mesmo esse livro ter sido publicado no começo desse ano... - mas já estou adicionando na minha lista de leitura, achei interessante que no fim de cada relato há uma atualização de como a pessoa que escreveu está atualmente, minha curiosidade agradece esse detalhe rsrs
    Que legal, existe uma série! Mas vou deixar para procurar depois de ler o livro, em se tratando de adaptações prefiro assim.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Olá, Andressa
    Ainda não vi a série porque quero ler o livro primeiro, mas você disse que viu primeiro e não atrapalhou sua leitura. Talvez vejo a série antes, pelo propaganda que Amazon Prime faz ela parece ser uma série linda.
    Falar de amor é ser piegas mesmo e daí kkk.
    Mas gostei de saber que o livro trás vários tipos de amor, relações e mostra como as pessoas ficaram depois dessas experiências amorosas.
    Não vejo a hora de poder ler, beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oiii ❤ Achei tão legal que o livro é um compilado de textos de uma coluna do The New York Times. Não sabia que o jornal tinha uma coluna tão legal que falava sobre histórias de amor reais.
    Parece incrível ler essas histórias sabendo que realmente aconteceram. Gostei que não se trata apenas do amor no sentido romântico, mas sim em vários sentidos.
    Bom saber que também tem uma série, fiquei interessada em conferir tanto o livro quanto ela.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá! ♡ Ahhh, que resenha linda!
    Ainda não conhecia esse livro, mas vou tratar de me informar mais sobre ele, já quero ler. Achei tão bacana o livro relatar várias histórias de amor, em suas mais variadas formas, além da gente poder saber como a pessoa da história está hoje em dia.
    Com certeza vou fazer essa leitura e depois maratonar a série, que parece tão maravilhosa quanto ♡
    E eu simplesmente adorei esse trecho da resenha: "E é difícil se conectar, porque o amor exige vulnerabilidade e é preciso coragem pra mostrar-se vulnerável." ♡
    Obrigada pela indicação, esse livro vai direto para minha lista de desejados!
    Beijos! ♡

    ResponderExcluir
  18. Estou louca para ler o livro e assistir a série. Fiquei super curiosa, ainda mais por se tratar de histórias de amor reais, gosto de histórias reais. Acho que esse é um daqueles livros que despertam algo na gente quando lemos. Ansiosa por essa leitura!!

    ResponderExcluir
  19. Agora fiquei com vontade de ler o livro 😂 parabéns pela resenha! 😂📚
    Me parece bem interessante, verdadeiro e fofo.
    A capa não é tão bonita, mas a premissa é. Quando eu ler o livro (não sei quando 😂), desejo assistir também a série. 📚

    ResponderExcluir
  20. O nome do livro realmente não me era estranho! Eu adorei saber da existência de Modern Love em livro, me interessei muito pela premissa. A divisão em 4 partes me pareceu bastante apropriada, principalmente em casos de pessoas que gostariam de ler as matérias de forma isolada e não contínua. A proposta é muito boa! Quero muito conhecer mais das histórias e saber como estão hoje em dia.

    ResponderExcluir
  21. Eu gosto muito desse tipo de leitura que acabam nos aproximando da história, seja por ter passado por algo semelhante ou conhecer alguém que passou, além disso, acaba trazendo também algumas saídas diferentes das quais eu optei para o desfecho de uma mesma história! Adorei a dica e já quero muito conferir tanto o livro quanto a série.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Andressa
    Eu não conhecia o livro, mas já quero!
    Acho que vou amar e me emocionar!
    Muito legal reunir essas histórias sobre o amor e seus perregues, e ainda falar como o dono da história está atualmente.
    Parece ser sensível e divertido.
    Assim que der lerei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Que livro emocionante, com histórias curtas, porém lindas. Ei me amarro em livros assim, so não curti a capa, achei muito seca para a grandiosidade das histórias contadas.

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir