acompanhe o blog
nas redes sociais

13.1.22

Acorda Pra Vida, Chloe Brown, Vol. 01 - As Irmãs Brown [Talia Hibbert]

Acorda Pra Vida, Chloe Brown

Cortesia do Grupo Companhia das Letras

Quem acompanha minhas resenhas por aqui, sabe que eu muito raramente leio/resenho romances. E não é que eu tenha qualquer tipo de preconceito com o gênero. O livro que estou “escrevendo” há anos pode ser descrito como um “romancezinho-de-vida-cotidiana-com-foco-no-desenvolvimento-dos-personagens-mas-sem-grandes-acontecimentos”, ou como “uma história banal sobre melhores amigos que se apaixonam”, você escolhe (isso se algum dia esse livro chegar a ver a luz do dia e se por ventura você decidir lê-lo). Então, se tem alguém que não pode (e não vai) criticar romances, essa pessoa sou eu.

Aliás, vou entregar minha idade aqui e dizer que passei a maior parte da minha adolescência lendo todo e qualquer livro escritos sob os selos Júlia, Sabrina e Bianca que conseguia encontrar. Inclusive eu tinha um acordo com o dono da banca de livros usados perto do colégio que me permitia trocar os livros sempre que eu terminava de ler, geralmente dois livros por um, mas era comum eu ganhar algum livro de brinde ou o moço simplesmente me deixar trocar os livro por outro.

É claro que isso foi em outro tempo, quando livros água-com-açúcar não davam origem à séries multimilionárias nos streamings por aí e as encadernações eram feitas em tamanho de bolso e com papel de baixa qualidade. Eu era uma consumidora voraz desse tipo de literatura e não me envergonho nem um pouco disso. Não hoje em dia, pelo menos, porque obviamente eu tive uma fase jovem-adulta-tentando-parecer-culta na qual só eu sei me permitia ler clássicos aclamados.

As Irmãs Brown
Título: Acorda Pra Vida, Chloe Brown
Autor: Talia Hibbert
Tradutor: Lígia Azevedo
Série: As Irmãs Brown
Editora: Paralela
Gênero: Comédia Romântica
Páginas: 296
Edição:
Ano: 2021
Onde comprar: Amazon

Mas essa fase também passou e hoje em dia eu leio absolutamente qualquer coisa que tenha vontade e aconselho todo mundo a fazer o mesmo. A vida é curta demais pra desperdiçar lendo algo retirado de listas impessoais publicadas em revistas de renome…

“Se estivesse em musical brega – do tipo que sua irmã mais nova, Eve, adorava –, aquele seria o momento em que ela chegava ao fundo do poço. Chloe estaria a poucas cenas, a uma música inspiradora sobre determinação e acreditar em si mesmo, de uma epifania. Talvez devesse seguir o exemplo daqueles musicais.”

Me perdi em divagações quando deveria estar falando sobre o livro em si. Então, pra esse texto não ficar muito maior do que já está, vou seguir o exemplo da protagonista e fazer uma lista!

Motivos pelos quais você devia ler Acorda Pra Vida, Chloe Brown:

- Uma protagonista com a qual é fácil de se identificar: quem nunca sentiu que precisava mudar de vida e fazer as coisas de modo diferente que atire a primeira pedra. Chloe, nossa heroína, está com a autoestima em baixa por causa do fim de seu ultimo relacionamento (quem nunca, né?) e acabou de passar por um evento que a fez contemplar a fragilidade da vida. Aí, ela decide criar uma lista pra si mesma de coisas que gostaria de fazer antes de morrer.

- O protagonista masculino: pra realizar os itens da sua lista, Chloe vai contar com um vizinho que além de lindo, é legal, atencioso e prestativo. Não a primeira vista, obviamente. No começo ele parece ser só bonito, inteligente e irritante, mas depois a gente descobre, junto com a Chloe que ele é mais profundo e maravilhoso do que parece.

- Representatividade: a protagonista é uma mulher negra, gorda, que sofre de uma condição debilitante e tem problemas com sua autoimagem. Mesmo que você não se identifique com nenhuma dessas coisas, dê uma chance, pode ser legal ver as coisas de um perspectiva diferente da sua.

- Personagens bem construídos: ninguém aqui é perfeito e todo mundo tem uma personalidade, e elas nem sempre são do tipo fácil ou agradável. Ambos os protagonistas tem uma história pregressa e traumas com os quais precisam lidar, mas além deles, a maioria dos outros personagens que aparecem dão a impressão de serem complexos e tem mais pra contar. Em especial as duas outras irmãs de Chloe, sobre as quais existem outros livros que eu tô doida pra ler. Sim, é uma trilogia!

- Problemas reais: 98,4% dos relacionamentos terminam por falta de comunicação e o grande vilão desse romance contemporâneo, não podia ser outro. Trauma também é um fator a se considerar, mas a dificuldade em se comunicar é quem gera o verdadeiro conflito. E sim: eu inventei essa estatística. Não faço ideia da porcentagem de casais que se separam por falta de comunicação, mas acho o numero 98 interessante, embora desconfie que outros problemas tenham parcelas significativas nos fins de relacionamento por aí.

- A escrita: a autora escreve de forma ágil e bem humorada o que torna a leitura super leve, mesmo quando a historia aborda temas um pouco mais pesados como relacionamentos abusivos, mortalidade, doença…

- Um protagonista gato: eu sei que já disse que ele é lindo, mas queria reforçar a ideia e deixar registrado que ele tem o hábito de pintar sem camisa e com a janela aberta. Inclusive, se você souber onde posso arranjar esse tipo de vizinho, me avise, por favor.

- Um gato fofinho: do tipo de quatro patas, mesmo. Não me julguem, eu gosto de gatos. Dos dois tipos citados nesse texto.

- Eu estou te recomendando, ué: você deveria me usar como referência para sua escolhas literárias. Assim eu mantenho meu emprego como resenhista desse blog (mesmo que de vez em quando eu atrase minhas resenhas por estar no meio de uma crise existencial e odiando absolutamente tudo que eu escrevo).

Acorda Pra Vida, Chloe Brown é um romance divertido do tipo que restaura a fé na vida e mostra que coisas legais podem acontecer se você se abrir pra vida e se permitir experimentar coisas novas. Uma ótima pedida pra quem tá precisando distrair a cabeça e se inspirar.

Bom, eu vou ficando por aqui. Espero que você você encontre no seu coração espaço para me perdoar pela divagação sobre minha vida no comecinho do texto. Tenho o péssimo hábito de me estender, mas juro que vou tentar melhorar.

É sério. Tá na minha lista de coisas pra fazer esse ano.

Infelizmente, não vou poder contar com um vizinho impossivelmente bonito pra me ajudar a cumprir essa meta, aparentemente. O que é uma pena, porque acho que isso tornaria as coisas beeeeeem mais interessantes…

10 comentários em "Acorda Pra Vida, Chloe Brown, Vol. 01 - As Irmãs Brown [Talia Hibbert]"

  1. Oi, Andressa! Está perdoada pelas divagações rsrs. Adorei a resenha no formato de lista. Parece ser daquelas histórias que a gente se identifica com pelo menos um dos acontecimentos. Personagens reais, assuntos importantes e uma escrita leve... Gostei!

    ResponderExcluir
  2. Eu simplesmente amoooo livros assim, Andressa! E Chloe se tornou favorito.
    Super concordo com todos os motivos que você citou

    ResponderExcluir
  3. muié, já eu sou a pessoa dos romances. Estou com 25 anos e nunca passei pela fase "culta", sempre li todos os gêneros e nunca me deixei levar pelos julgamentos (sabemos que tem ne? já senti isso na pele e sinceramente, estou nem aí HAHAHA)
    Amei os motivos para ler o livro!! :)

    ResponderExcluir
  4. Eu amo ler divagações rsrsrs
    Há uma certa identificação rs e eu amo muito quando isso acontece.
    Também admito que não sou aquela devoradora de romances(meu foco sempre foi o medo e o lado ruim do ser humano) mas sim, é preciso abrir espaço e esse livro está na estante há um tempinho(ganhei ele aqui no blog rs)
    Vai ser lido, ainda esse ano(nem leva em conta que só chegamos ao meio de Janeiro, por favor)
    Mas espero que mesmo também sem um vizinho, eu consiga cumprir um pouquinho do que me prometi rs
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  5. É bom ler de vez em quando um romance leve, daquele em que de uma forma ou de outra você se vê na história por se identificar com algo. Tipo de livro bom para curar ressaca literária.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu amei suas divagações, ficaria horas lendo sem o maior problema haha. Li poucos romances de época, mas foram leituras agradáveis, e tenho saudade dessa época, pena que descobri quando já estava pra acabar. Eu tenho vontade de ler esse livro, mas sem tanta expectativa. A protagonista me chama atenção, a representatividade, os problemas reais e o mocinho. Gostei desse formato de listas.

    Beijos

    P.S. Que a Gisela perdoe seus atrasos
    P.S.S. Espero que suas crises possam passar. ♡

    ResponderExcluir
  7. Andressa!
    Desde meus 13 anos adoro os 'romances de banca' e já estou com 56 anos e continuo indo nos sebos em busca dos livrinhos, simplesmente amo.
    Claro que a Gi vai deixar você aqui, mesmo com seus atrasados, suas resenhas são ótimas. E depois de listar tantos bons motivos para ler esse livro, nem tem como, né?
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Eu já vi muita gente falando desse livro, então minha vontade de ler é grande!
    Amei o formato do post KKKK Aumentou minha vontade de querer ler ele

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Andressa!
    Amo romances, é o gênero que predomina em minhas leituras, e como uma boa leitora de romances já fiquei curiosa sobre o seu livro rsrs, espero que ele seja finalizado/lançado algum dia.
    Ah, sou completamente apaixonada pelos livros de banca, começou na minha adolescência também, tenho até uma "pequena" coleção 😁😍
    Sempre fui uma leitora de ler de tudo, dos livros de banca a clássicos literários, e concordo completamente com você, devemos ler o que tivermos vontade .
    Em relação a Acorda Pra Vida, Chloe Brown, como eu disse, amo romances, ainda mais quando é um romance divertido do tipo que restaura a fé na vida.
    Bjos, amei sua resenha!

    ResponderExcluir
  10. Olá Andressa!
    Que delícia de resenha! E acho que suas divagações tornaram ela mais interessante rsrs. Olha, também estou à procura desse tipo de vizinho há um boooom tempo, mas não perco a esperança. Adorei a representatividade e a autenticidade dos personagens. Depois de uma indicação dessas o livro já tá na lista.
    Beijos

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir