acompanhe o blog
nas redes sociais

8.3.12

O Senhor dos Anéis [J.R.R. Tolkien]

Ed. Martins Fontes
       Criei um Mundo Secundário no qual sua mente pode entrar. Dentro dele, tudo o que ele relatar é "verdade": está de acordo com as leis daquele mundo. Portanto, acreditamos enquanto estamos, por assim dizer, do lado de dentro – Tolkien

Continuando com a lista dos 100 melhores do século, resolvi comentar do famoso “O Senhor dos Anéis” que até hoje me abstive, pois sei que vai dar muito o que falar. Com certeza esta série composta de 3 livros (sem contar com “O Hobbit”) é do tipo ame-me ou odeie-me. E eu me encaixei no segundo grupo.
Não vou dizei que odiei os livros, isso também é forte demais, mas não gostei. Para ser totalmente sincera, nem acabei de ler o terceiro livro até hoje, e olha que fantasia é um dos meus gêneros favoritos.
O que me desagradou nos livros? Primeiro achei a trama chata, nada nela me prendia, os 4 personagens principais (ou quase todos eles) eram desinteressantes, os nomes dos personagens foram muito difíceis de guardar, as vezes não sabia mais quem era quem. Enfim, quase li por obrigação.
Acho que existem 2 tipos de livros, aqueles que nada agregam de valor cultural mas que divertem (IAN, por exemplo) e os que são até leituras difíceis, mas que nos enriquecem culturalmente (Cem Anos de Solidão, como exemplo). Esta coleção não se encaixou em nenhuma das duas coisas. Realmente não concordo que entre na lista dos 100 melhores.
O livro que gostei um pouco mais foi “O Hobbit”, mas também não foi nenhuma paixão.
Agora aguardo a defesa dos integrantes do grupo dos que amam a série, pois o interessante nesta vida são as diferenças. Se todos gostassem do verde o que seria do amarelo?.

Sinopse:

O Hobbit
Prelúdio de O Senhor dos Anéis.  Bilbo Bolseiro é um hobbit que leva uma vida confortável e sem ambições, raramente aventurando-se para além de sua despensa ou sua adega. Mas seu contentamento é perturbado quando Gandalf, o mago, e uma companhia de anões batem em sua porta e levam-no para uma expedição.
Ano: 1937 - No. Páginas: 320

O Senhor dos Anéis: a Sociedade do Anel
Continuação de "O Hobbit" e início da trilogia "O Senhor do Anéis", o livro revela como surgiram os anéis mágicos e como um grupo de magos, elfos e outros seres se formou para impedir que o maligno Sauron dominasse toda a Terra Média.
Ano: 1954  - No. Páginas: 434

O Senhor dos Anéis: As Duas Torres
No segundo volume da trilogia "O Senhor dos Anéis", Tolkien conta como Gandalf, o mago líder da Sociedade do Anel, enfrenta uma poderosa criatura do fundo da terra.
Ano: 1954  - No. Páginas: 364

O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei
Volume final da trilogia "O Senhor dos Anéis" em que o escritor narra como acabou a Guerra do Anel, o que aconteceu no confronto dos homens com os exércitos de Mordor e Saruman e o destino de Gollum e do Um Anel.
Ano: 1955  - No. Páginas: 364



comentários pelo facebook:

26 comentários em "O Senhor dos Anéis [J.R.R. Tolkien]"

  1. Haha, só li O Hobbit (como vc já deve saber =P) e vou dizer que concordo com você apesar de não ter tentado O Senhor de Anéis (e nem quero mais). Sei lá, acho que é um pouco de exagero dos fãs... Entende? Passei anos ouvindo que Tolkien é isso, Tolkien é aquilo... Mas francamente, já conheci escritores melhores! #Prontofaley Para mim não adianta nada uma história rica em detalhes mas pobre de caracterização de personagem (isso se referindo ao Hobbit). Não adianta nada não prender a atenção do leitor, conquistar o agrado dele pelos personagens, que são muito pouco carismáticos (menos o Gandalf hehe). Para mim isso não vale nada, de verdade. Ele pode ter criado um mundo paralelo e blá blá e tudo os que o puxa-saco dele gosta de falar, mas agora eu compreendo porque ele NÃO ganhou o prêmio Nobel de Literatura =P #momentohater

    Falei demais kkkkkkkkk

    Bjos!!!

    www.silentmyworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. AH, NÃO ACREDITO!!!
    Você tem a mesma opinião que EU!
    Posso dizer que sim, eu odeio essa trilogia/série, sei lá oq rs.
    Li mais por obrigação, bem arrastado, não entendo até hoje, oq tanto o pessoal ama essa coleção, sim Tolkien é inteligente? Muito, só que poxa a leitura segue de um jeito muito ruim, muita enrolação, MUITO detalhes DESNECESSÁRIOS, tantas coisas que nem quero ficar comentando rs, os filmes pelo menos tira toda enrolação e fica mais no ação, se tornando mais fácil de assistir, até hoje não li O Hobbit e nem os outros, mas sério não tenho nenhuma vontade de ler '-'
    O bom desse tópico é saber a opinião dos demais, que gostam. ;D

    OBS:Cada vez mais viro fã da Gi kkkkkkkkk :P

    ResponderExcluir
  3. Sou do grupo de defesa... o universo criado por Tolkien é algo espetacular, desde as línguas até os territórios, tudo com riqueza de detalhes. Gostei da fantasia e como bom linguista, da vocalização dos idiomas. Demorei horrores para ler, porque eu ficava voltando aos mapas e ao glossário para entender melhor cada povo. São livros assim que realmente me fazem alucinado pela literatura, tão alucinado que passei a comprar biografias do autor. Sei que existem passagens enfadonhas, arrastadas e até infantis, mas fazem parte de um algo maior, como se fossem colagens, um mosaico. Também li O Hobbit e O Silmarillion (um livro até mais difícil, mas que faz parte da mesma mitologia criada por Tolkien). Agora, não posso me furtar de falar na trilogia de Peter Jackson, pois sua versão dos livros é absolutamente perfeita, não poderia ser feita por outra pessoa, que não um fã confesso da saga. Sempre recomendo esta leitura para quem gosta de RPG, pois é um universo totalmente maleável, que sei levou anos e anos de pesquisa sobre a mitologia nórdica, entre outras. Nota 10!

    ResponderExcluir
  4. Eu vou falar do ponto de vista dos filmes, porque ainda não li os livros e já explico o porquê. Quando vi os filmes, também achei muita descrição para pouca ação. Não vi carisma nos personagens e o Gandolf, que deveria ser o Mago, na verdade não teve força alguma para ajudar quando precisava. Depois de ver os filmes, meio que desanimei de ler os livros (ainda não desisti da ideia), mas não tenho aquela vontade toda por já saber que vai ser lento, pesado. Que é uma história fantástica, sem dúvida, mas talvez desnecessariamente fixada em detalhes. Pra mim, os personagens que me chamaram a atenção foram os elfos e o Smigol. Enfim, eu também não serei uma defensora da série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. er... Se basear em filme para tecer uma crítica ao livro é meio... Vazio.
      Sem falar em uma serie de filmes indicado a vários oscares e inclusive um dos filmes ganhador de "Melhor filme".
      Pois tem livros ótimos que os filmes foram uma porcaria, só basta ver Eragon cujo livro é perfeito e fizeram algo ridículo.
      E sabe? Eu sempre leio o livro antes do filme assim posso criticar com alguma base! Não consigo julgar um livro por um filme! Não dá!

      Excluir
  5. Ainda não li o Senhor dos Anéis, por falta de oportunidade. Mas eu também sou do grupo de defesa. Tolkien conseguiu criar um universo nunca antes imaginado, ele é o alicerce dos grandes livros de fantasia. E quanto a leitura(só li Hobbit), ela é simples pois foi feita para seus filhos e não para vender. Enfim Tolkien é e sempre será um dos pilares da literatura mundial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, alias... Muitos dos autores atuais de sucesso no gênero fantasia se basearam no Tolkien para a escrita de suas obras. Achei meio estranho a autora desse comentário dizer que gosta de fantasia e não fazer a ligação a obras como Eragon, Guerra dos tronos, A torre negra, a serie da espada de Shannara (só alguns exemplos) de autores que disseram que suas obras se inspiraram em Tolkien.

      Excluir
  6. Eu gostei dos livros, mas te entendo. A leitura é arrastada mesmo e não é tão empolgante. Tolkien apenas contou uma história sem se preocupar muito com o quanto o leitor poderia se identificar com os personagens. Eu mesmo não me identifiquei com nenhum deles, a não ser o Gollum que despertou uma certa empatia haha.

    O Hobbit é bem diferente dos outros livros. E gosto mais dele. Então, se você nem terminou de ler O Retorno do Rei, eu não aconselho nem a pegar O Silmarillion. É muito mais arrastado e "chato". Sempre pego para ler e não termino. Mas um dia chego lá, é sobre a criação da Terra Média e todas as lendas e tal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, o hobbit ele escreveu para crianças, se eu não me engano, a ideia para a escrita do senhor dos aneis veio bem depois.
      Sem dúvida o foco era diferente...
      Agora eu tive empatia com todos os personagens. Achei o mundo e o desenvolver da história envolvente e interessante e olha que li quando tinha 11/12 anos e reli o primeiro livro (sociedade do anel) uma três vezes e até decorei alguns poemas e canções.

      Excluir
  7. Dei de presente de um ano de namoro para o meu marido "O Hobbit", o doido ainda nem leu. Vou me apoderar dele para ler, já que no final do ano teremos o filme! *O*

    Um beijão,
    Pronome Interrogativo.
    http://www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  8. Eu já tentei começar a lê-los, mas em uma época que todos os livros que eu lia eram Romances e eu era mais novas, sendo assim o livro não conseguiu me prender me fazendo larga-lo logo no começo (alem do mais tinha medo do elfinho o.O), mas a trilogia é uma leitura que que eu quero fazer por todo mundo (ou quase todo mundo) admirar o universo único que ele criou.
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

    ResponderExcluir
  9. Bem, você foi mais longe do que eu. Não passei do primeiro. E olha que já li verdadeiras bíblias literárias, hehe. Na verdade comprei toda a coleção pra ver se animava depois de ver os filmes. Pensando bem, a culpa deve ser toda do Jackson... como alguém pode se empolagar com os livros depois de ver os filmes? Acho que deve ser a única saga literária que o filme foi melhor que o livro. Não nego a importância de Tolkien, mas acho que sou um tipo de leitora que prefere uma narrativa um pouco menor descritiva e com mais ação.
    Bj

    ResponderExcluir
  10. Nossa!!! Adorei!! Exatamente como imaginei que seria, só me surpreendeu um pouco que mais gente pensa como eu. Sabia que o Rodolfo ia defendê-lo, pelo valor literário da obra. Realmente ele foi precursor de um universo paralelo que é totalmente copiado em outros livros. Isso tem o seu valor, sim.
    Obrigado pela participação de todos com ótimos comentários. Foi realmente debate super legal.
    um abraço
    Gisela

    ResponderExcluir
  11. É querida Gi, sou leitor das antigas rs. Ainda gosto de cenários extremamente detalhados, aqueles em que se descreve a queda de um folha no outono, coisa de quem lê livro japonês. Ainda bem que cada um tem seu próprio gosto e se adapta a determinados estilos. O importante é a leitura, o gosto pela viagem que ela nos proporciona e nesse quesito todos estamos de parabéns!

    ResponderExcluir
  12. olha só...acho que eu tenho uma grande diferença entre os nerds (porque as vezes me chamam disso) que eu NÃO curto senhor dos anéis! Podem falar o que for, desde que assisti aos 3 filmes (com muito sacrificio e palitinhos nos olhos pra não dormir) fiquei traumatizada! O_O serinho!
    PPercebi que não gosto de elfos, de criaturas mágicas, carinhas de pé peludo, e coisas do genero! Peguei um certo horrorrrr a qualquer livro que tenha um mapinha de "uma cidade imaginária " nas primeiras páginas...podem me chamar de preconceituosa, eu sei (já que não li o livro ainda...talvez nunca leia) mas é isso que sinto realmente. Porém sei perfeitamente que não é um livro ruim, só nao é o meu estilo. Porém, por incrivel que pareça, eu li a sinopse do Hobbit, me pareceu divertido, não tem aquela linguagem pesada e cheia de nomes de lugares e pessoas dificeis de se ler. Deve ser uma leitura bem mais leve. Mas de qualquer jeito, todos eles estão ali na minha estante ( a pedido da minha irma) e disponiveis para minha leitura em algum momento de surto de personalidade heuahuehuehuae

    ResponderExcluir
  13. Eu sou um dos fanáticos pela serie, em mim a serie chamou muita atenção, o dificil é a riqueza de detalhes em que em alguns pontos é demais. Li os 3 livros da Comitiva do Anel (umas 2 ou 3x) e o hobbit tambem. Axo que na lista devia estar o Sillmarillion que na minha opiniao e parte fundamental na historia da trilogia (apesar de ser uma leitura um tanto quanto dificil).

    ResponderExcluir
  14. Bem, bem, bem...
    Estou no seu time, Gisela, também abandonei esta série! huauhauua
    Mas, ainda assim, tenho enorme respeito por ela, e também certa gratidão, por estar entre os poucos livros lidos pelo meu namorado (junto com ícones como Nárnia, Harry Potter, Rick Riordan, entre outros).
    Se for um livro para formar leitores, já é mais que válido, pois foi o que aconteceu com meu namorado e alguns amigos dele: Iniciaram com este e estão, aos poucos, continuando com o hábito saudável da leitura...
    Bjus

    ResponderExcluir
  15. Eu não tenho vontade de ler essa série, porque acho que se leria estaria no mesmo time que você, tenho quase certeza de que não iria gostar!

    ResponderExcluir
  16. sou fa de J.R.R. Tolkien,quero ler esses livros!!!!!!!

    ResponderExcluir
  17. Em breve pretendo iniciar a leitura desses livros,porém tenho q terminar alguns que estão na minha estante.

    ResponderExcluir
  18. Só acho que você tá acostumada demais com os filmes e não viu a real beleza dos livros, que realmente são só para mentes bem estruturadas que sabem apreciar Tolkien, não gosta de Tolkien quem não leu ou quem leu e não sabe o quão perfeito ele é. Ou seja, leu e não ganhou conhecimento por bobagem própria.

    ResponderExcluir
  19. Bem... respeito a sua opinião mas vale enfatizar que obra de tolkien serviu de base para muitas das grandes obras de fantasia que existem atualmente.
    Acho o comentario desta materia em especifico feito de forma muito superficial e nao dando o devido valor a obra e sua importância para todo um gênero.

    ResponderExcluir
  20. Você não conseguiu gravar nomes simples dos personagens, não se encontrou em nenhum deles, fez uma crítica superficial de livros que junto dão mais de 900 páginas, é um pouco difícil até de levar a sério.
    O autor criou sozinho um mundo, várias cultural, abriu as portas para outros autores, dentro desses livros contém amizade, amor, suspense, terror, magia, cultura...entre outros tipos de leitura.
    O fato dele ser bem descrito e por ele ter sido voltado a um publico juvenil, onde o autor quis apurar a imaginação dos mesmo e não deixar jogado como tantos outros livros que li atualmente.

    ResponderExcluir
  21. Gente, pensei muito na época que coloquei este texto justamente porque sei do valor inestimável desta obra e deste autor. Reli meu texto e acredito que não denegri a obra, só coloquei minha opinião, pois realmente não gostei dos livros. Mas pretendo ler novamente, pois muitas vezes numa segunda leitura vencemos algumas dificuldades. E acreditem, não é nada fácil admitir que tive dificuldades na leitura de um clássico aclamado mundialmente. Mas nunca quis ofender ninguém com esta postagem, muito pelo contrário, acredito que toda obra tem seu valor, principalmente esta.
    Gisela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mimimi não li e falei mal mimimi foi isso que pensei ao ler seu post viu. Poderia nem ter comentado mal se nem leu sabia? Pouparia esse momento vexame.

      Excluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir