acompanhe o blog
nas redes sociais

19.9.14

A Namorada do Meu Amigo [Graciela Mayrink]

A-Namorada-do-Meu-Amigo-Graciela-Mayrink
Ed. Novas Páginas, 2014 - 336 páginas:
      Quando voltou das férias de verão, A máquina de contar histórias Cadu não imaginava a confusão em que a sua vida se transformaria. Era para ser um ano normal, mas ele entrou em uma enrascada e está correndo o risco de perder a amizade do cara mais legal do mundo. O que fazer quando a namorada do seu amigo vira uma obsessão para você? Os churrascos da turma da faculdade talvez ajudem a esquecer Juliana, e, se depender do esforço do divertido Caveira, não faltarão garotas gente boa para preencher o coração de Cadu. Mas não adianta forçar... Quem consegue mandar no coração? 

Onde comprar:



Graciela Mayrink é uma escritora brasileira e "A namorada do meu amigo" é seu segundo livro. Como ainda não tive a oportunidade de ler "Até eu te encontrar", o primeiro livro dela, não sabia o que esperar da história, mas me surpreendi de forma muito agradável.

"A namorada do meu amigo" é um livro muito rápido de se ler porque o texto flui muito bem e vai envolvendo o leitor no enredo.

Aqui temos a história de três amigos de infância que, de tão unidos, são conhecidos na cidade como "Os três Mosqueteiros". Quando eles têm cerca de vinte anos, as coias começam a mudar porque tem início a fase dos namoros, mas eles sempre colocam a amizade acima de tudo.

Apesar disso, Cadu, o mais tímido, acaba se apaixonando por Juliana, namorada de Beto, o conquistador da turma e a partir daí se desenrola toda a história, onde Caveira, o mais engraçado dos três, também acaba envolvido nessa confusão de amores.

Um diferencial do livro é que ele é narrado em primeira pessoa, do ponto de vista do Cadu e isso me chamou a atenção porque normalmente temos o ponto de vista das meninas e foi bem interessante ler uma história baseada em sentimentos, mas do ponto de vista de um garoto.

Não ficamos indiferente aos personagens: dá para se encantar com a delicadeza do Cadu, se irritar com a possessividade do Beto e se divertir com as trapalhadas de Caveira, tudo de uma forma bem escrita, daquele jeito que a gente nem vê o tempo e as páginas passarem.

Recomendo a todos que gostam de uma história leve, com momentos que fazem suspirar e ter a impressão de que é um amigo que está nos contando suas aventuras ou desventuras, por que não?

"Os momentos de decisão são importantes em nossa vida, mas nem sempre significam algo bom ou fácil". E com isso vem o crescimento e o amadurecimento.


Cortesia da Editora Novo Conceito

Paranaense, administradora financeira e mãe. Não consigo imaginar minha vida sem os livros e leio por puro prazer, vivendo histórias e conhecendo novos lugares e pessoas a cada página aberta.

*Sua compra através dos links deste post geram comissão ao blog!

comentários pelo facebook:

17 comentários em "A Namorada do Meu Amigo [Graciela Mayrink]"

  1. Não me interessei muito pela premissa da história, por isso, no momento, não pretendo ler.
    Mas achei bacanas os pontos positivos que você citou, por exemplo, a empatia entre o leitor e os personagens, a leitura dinâmica e rápida, e também a história ser contada pelo ponto de vista do Cadu.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. O livro não me pareceu muito interessante no início, por ser romance daqueles clichês. Mas depois de ler sua resenha me dei conta de que ele é um pouco melhor do que pensei que fosse, talvez tenha sido meio preconceituosa. Vou ler só para tirar a dúvida hahahaha

    ResponderExcluir
  3. bem... infelizmente sou um poço de preconceito em relação a romances.... e esse me parece meio clichê... mesmo a narrativa sendo no ponto de vista masculino... já quebrei minha cara alguma vezes com romances que gostei bastante.... quem sabe um dia esse ai não faça isso...

    ResponderExcluir
  4. ponto de vista masculino para um chick-lit, algo diferente. o amadurecimento em primeira pessoa costuma me atrair, então vou deixar anotadinho por aqui, mas por enquanto vou diminuir a pilha que tenho, querida Van.

    ResponderExcluir
  5. Não conheço a escrita da Graciela, mas tenho vontade. Nesse livro, o que achei interessante é que ela criou personagens bem reais. Tenho certeza que nos nossos grupinhos de amigos, sempre temos esses perfis que ela retratou nesse livro. Todos nós temos aquele amigo(a) mais tímido, mais divertido, mais safado, e por ai vai.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  6. Já tinha lido o primeiro livro dela e achei ele um livro bom e leve... O livro por um ponto de vista masculino é legal, apesar de ter dado 3 estrelas para o outro livro dela leria esse por ser exatamente uma leitura leve e de uma autora brasileira :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Legal! Não conhecia o livro, as vezes quero leituras, assim, leves e descontraídas. Possivelmente, entrará na minha lista de leitura!

    ResponderExcluir
  8. Eu amo livros que me fazem suspirar, tipo, muito! Se tiver a oportunidade, com certeza lerei este, e conhecerei o trabalho de outra autora nacional :)

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu jurava que era aqueles romances água com açúcar sem diferencial nenhum, não imaginava mesmo que era narrado em primeira pessoa por um homem. Gostei disso. A história ainda sim parece ser bem gostosinha de ler. Mas sem grandes acontecimentos. Já fui com a cara do Caveira, parece ser um personagem bem engraçado. Eu adoro! haha
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Eu sinceramente não curti tanto assim a ideia desse livro, não sei como é o final mas acho meio ruim essa coisa de se apaixonar pela parceiro do melhor amigo, acho que pesa muito na amizade. O fato de ser contado por um menino é até interessante.

    ResponderExcluir
  11. O livro parece ser bem bacana, daqueles que você lê em uma tarde, bem rapidinho. O fato de se narrado por um homem é bom. Estou acostumada a ler bem mais a mulher como narradora. Leria sim A Namorada do Meu Amigo, apesar de achar que o final deve ser bem óbvio e eu gosto de ser surpreendida quando leio.

    ResponderExcluir
  12. Um romance leve é sempre bom para aqueles fins de tardes e para nos fazer relaxar. Parece envolvente e uma leitura bem rápida.

    ResponderExcluir
  13. Achei a estória bem leve e divertida e bem realista.
    Acho que isso acontece muito e o livro pode até ajudar quem passa por isso.
    Eu li comentários não tão positivos do outro livro da autora e não esperava muita coisa deste.
    Não tem nenhum elemento surpreendente, mas como vc comentou é uma leitura rápida que flui muito bem, e às vezes, ler livros assim é bom!

    ResponderExcluir
  14. Ainda não conheço a escrita da autora.
    Ma parece que seus livros são mais voltados para o público teen. Os personagens são sempre jovens e a trama despretenciosa...

    ResponderExcluir
  15. Também não tive a oportunidade de conhecer a escrita dela ainda, mas são dois livros que eu quero muito... Esse a namorada do meu amigo tem um tempão que eu estou de olho e esperando o momento que conseguirei arranjar um tempinho pra ler... Deve ser uma confusão doida um amigo apaixonado pela namorada do outro kkk Louca pra descobrir o desenrolar da história e pra ver o que o Caveira apronta...
    Kisses =*

    ResponderExcluir
  16. Parece um livro leve para o ffim de semana, se tiver oportunidade vou ler. Eu tenho o outro livro da autora, mas ainda não li.

    ResponderExcluir
  17. Nao conheço a autora, mas gostei de saber que é narrado por um personagem masculino, sinto que isso não e muito explorado no mundo da leitura! Mas não me interessei pelo livro por causa da premissa dele!

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir