acompanhe o blog
nas redes sociais

1.4.15

[Bookserie] Engenharia Reversa: Glossário



Engenharia Reversa


Glossário


Nota: Este glossário pretende ajudar os leitores a entender os termos técnicos da história. Ele será aprimorado à medida que novos termos surgirem.

Biocrom

Sistema de segurança usado para proteger dados dentro dos Bio-Computadores e de CND's de pessoas importantes . O Biocrom usa uma proteção baseada nas memórias sub-conscientes do usuário, tornando quase impossível uma invasão no sistema.

Bio-programa

São programas de computador que rodam nos CND's e nos bio-computadores, são capazes de utilizar células humanas para armazenar e processar dados, podem, inclusive, afetar o funcionamento de diversos órgãos do corpo. Existem bio-programas para os mais variados fins, desde programas de aprendizado até vírus mortais.

Bio-Computadores

São grandes unidades de processamento de dados dotadas de uma parte biológica e outra cibernética. No início, essas máquinas híbridas eram capazes apenas de processar grandes massas de dados e tomar decisões baseadas em redes neurais vivas. A medida que a tecnologia evoluiu, foram criados modelos capazes de análises emocionais, aprendizado e processamento quântico. Essa geração foi chamada de EBC (Emotive Bio Computer), sendo capazes de sentir emoções como um mamífero. A invenção dos EBC's causou uma tremenda comoção na comunidade científica, gerando debates inflamados que se espalharam por todas as esferas da sociedade. Ao final, decidiu-se que tais máquinas representavam uma ameça para a humanidade, e que todas deveriam ser desativadas e destruídas o mais rápido possível. Toda a geração EBC foi então desligada e derretida em fornalhas industriais. Milhões de pessoas ao redor do mundo protestaram contra essa decisão, em vão. Hoje só restam os modelos ditos frios, que processam milhões de tera-bytes em milissegundos e tomam decisões importantes usando suas redes neurais evolutivas, porém desprovidas de auto-aprendizado e de desenvolver emoções.

Bio-Hackers

É o individuo versado na invasão de bio-computadores e CND's. Entretanto, devido as fortes defesas erguidas pelas Corporações Globais para proteger os bio-computadores, a grande maioria dos bio-hackers se especializa em invadir CND's. Um bio-hacker é um individuo bastante perigoso, sendo a atividade classificada como altamente ilegal e muitas vezes como terrorismo individual. Um bio-hacker é capaz de obter total controle sobre uma pessoal, podendo modificar suas funções vitais, manipular seu DNA , alterar aspectos psicológicos e mentais, implantar e remover memórias e até mesmo aprimorar o funcionamento do corpo. Não é fácil se tornar um, mas o que conseguem e são bem sucedidos chegam a ganhar milhões em trabalhos ilegais para o submundo. O bom bio-hacker precisa dominar tanto a informática quanto a bio-engenharia, especialmente a bio-programação - a arte de criar bio-programas. A principal diferença entre um hacker e um bio-hacker é que o primeiro foca-se apenas na eletrônica e na cibernética, embora use os mesmos equipamentos de base bio-tecnológica, como o CND, para realizar seus trabalhos.

CND

Sigla para Cybernetic Neural Datastream. Um computador que é diretamente implantado no cérebro do usuário, usando as células cerebrais como memória de armazenamento de dados e também como micro-processadores. O CND possui uma unidade de computação de imagens (GPU) que projeta telas virtuais diretamente na retina do usuário. Ele é capaz de se conectar à qualquer dispositivo digital ou bio-digital usando o protocolo WiMAX3, mas o núcleo do sistema só pode ser acessado através de uma ligação física por um cabo de fibra-óptica tipo IV, para tal existe uma pequena entrada iUSB, que fica localizada atrás da orelha direita do usuário.

FlyMob

Com o aumento expressivo da população e o crescimento das cidades, ficou evidente que o sistema de transporte entraria em colapso. A indústria então voltou seus esforços para o desenvolvimento de veículos capazes de voar a baixas altitudes, uma idéia inspirada nos antigos drones urbanos. Em pouco tempo os primeitos modelos comerciais foram colocados no mercado, utilizando poderosas helíces na parte de baixo do veículo e turbinas para propulsão em vôo horizontal. Hoje existem FlyMobs de todos os tipos e tamanhos, utilizados nas mais variadas funções. Alguns modelos militares são praticamente naves de combate, que só não conseguem viajar para fora da Terra, outros, são pequenos e rápidos. Existem também os modelos inspirados nas antigas motocicletas, com capacidade para dois passageiros e com uma excelente capacidade de manobrabilidade, são os mais caros e mais cobiçados.

GC

GC, do inglês "Global Corporations", é a sigla para as Corporações Globais, empresas multi-nacionais que se fortaleceram após a Guerra do Milênio, assumindo gradualmente o controle da várias cidades nos países sub-desenvolvidos e nos territórios afetados pela escassez do pós-guerra. Possuem suas sedes nos países do bloco econômico GFA, e muitos especulam que são na verdade controladas por poderosos bio-computadores.

Goozes

Termo pejorativo usado no mundo dos hackers e bio-hackers para classificar os colegas de profissão que trabalham para as autoridades ou para as corporações. Também é empregado contra rivais em disputas no mundo virtual ou no mundo bio-digital.

KDCode

O KDCode foi um bioprograma originalmente baseado nas pesquisas do cientista russo Branislav Kirillovsky. O software foi o primeio e único a conseguir invadir um sistema protegido pelo Biocrom, utilizando como base um neurotransmissor humano, a endorfina. As pesquisas foram destruídas e o cientista foi assassinado, porém, existem indícios de que cópias secretas do KDCode circulam pelo submundo.

UNI-Tron

É a polícia organizada e mantida pelas Corporações Globais. Inicialmente criada para fiscalizar o uso da tecnologia bio-digital e combater os crimes virtuais, com o tempo ela passou a encorporar outras forças, como a Interpol e as polícias federais dos países membros da GFA. Hoje a UNI-Tron é a principal e maior força de segurança que atua nas cidades-estado corporativas, tendo sua sede localizada em Londres, no Reino Unido.

GFA

É a sigla em inglês para "Global Freetrade Alliance", um bloco econômico-militar que surgiu após a Guerra do Milênio com o objetivo de proteger os países membros dos efeitos terríveis do pós-guerra, é composto pelos seguintes membros: União Européia, Rússia, Japão, Taiwan, Oceania e Coréia Unificada.
Seu braço militar é a NATO (OTAN), que atua na proteção dos países membros e é controlada diretamente por um conselho político. A GFA possui fortes laços econômicos com todas as cidades-estado controladas pelas GC, e tende a criar acordos mais duradouros com os territórios independentes e cidades-estado não controladas por Corporações Globais.
É sabido que os maiores níveis de desenvolvimento sócio-econômico encontram-se nos países e cidades pertencentes ao bloco, porém, em algumas cidades os mecanismos de controle da população são muitas vezes classificados como tirânicos, como por exemplo a lei que impõe o uso de CND's para todos os cidadãos desde o nascimento.

[Anterior] [Próximo]

Aspirante a escritor, inquieto por natureza, ainda tenho vontade de mudar o mundo ou pelo menos colocar um monte de gente para pensar. Viciado em livros, games, idéias loucas e sempre procurando coisas que desafiem minha imaginação.

comentários pelo facebook:

28 comentários em "[Bookserie] Engenharia Reversa: Glossário"

  1. Nossa, achei bastante interessante , mas antes preciso é me inteirar da história pra depois poder voltar ao glossário rsrs

    ResponderExcluir
  2. Que legal isso!!!

    Gostei!!!! :))

    Bjkssssss

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Muito legal a ideia do glossário e ajuda muito mesmo na compreensão desses termos. :)

    ResponderExcluir
  4. olá, boa tarde, eu gostaria de pedir umas dicas a vcs, acabei de fazer um blog sobre leitura e não sei bem oq fazer, eu adoro esse blog de verdade, me ajudem! desculpem pelo o spam
    http://shhhheuestoulendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. O Glossário é muito importante para entendemos melhor o conteúdo da estória.

    ResponderExcluir
  6. Oi Andre,
    Super interessante... *--*
    Adorei o post!!
    Beijos,

    Livros Para o Chá das Cinco│Espero sua visita :3

    ResponderExcluir
  7. André!
    Ficção muito bem montada e interessante.
    Unir tecnologia com ficção é uma sacada maravilhosa.
    Parabéns!
    “Que o coelhinho traga muito mais que ovos de chocolate! Que ele lhe traga muita paz, amor, saúde, felicidade, compreensão e carinho. Feliz Páscoa!”.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. O CND seria implantado ao nascer ou o indivíduo precisaria estar fisicamente preparado?

    ResponderExcluir
  9. Olá pessoal. Espero que o Glossário realmente ajude a entender mais a história e também a melhorar o "clima" para a leitura. E boa Páscoa para todos(as)!

    ResponderExcluir
  10. @Auane Silva Ele é implantado quando a pessoa nasce. Antes era uma opção, mais depois das crises que atingiram o mundo tornou-se uma imposição das autoridades.

    ResponderExcluir
  11. OK, obrigada. As explicações estão ótimas!

    ResponderExcluir
  12. Essa foi uma "jogada de mestre", André! Muito bom mesmo.
    Num universo tão diferente, com termos técnicos e tudo mais, uma glossário cai muito bem. Gostei das explicações e quando eu reler a história, com certeza, terei uma experiência bem mais proveitosa.
    bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Achei interessante, nunca li nada do tipo.
    Ótimas explicações, sempre é bom conhecer um pouco sobre o que vai ler.
    Espero poder entender melhor a historia.

    ResponderExcluir
  14. Confesso que o glossário me ajuda bastante nas leituras e os consulto sempre para entender a história, pois sem eles fico perdidinha rsrs.
    PS:Eu já disse que acho linda a capa de Engenharia Reversa?!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  15. Muito legal!

    Uma boa páscoa,
    Isi www.diariodaisi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Então, gente. Tava pensando se uma descrição dos personagens também seria legal, alguns livros de ficção possuem isso, não sei se tem muitos personagens e se as vezes confunde, o que acham ?

    ResponderExcluir
  17. Assim fica bem mais fácil entender a estória. Gostei muita da explicação.

    ResponderExcluir
  18. Olá, ainda não estava lendo a book série, por causa desse post me interessei por ela e comecei a ler, estou apaixonada, achei muito interessante, e percebi a importancia desse glossario!!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  19. @Gabriela Vidal
    Seja bem vinda, Gabriela! Espero que goste! Abraços

    ResponderExcluir
  20. Olá André,
    Nossa, gostei demais dessa bookserie. Apesar de ser ficção, são definições muito bem estruturadas. Além de ter adorado essa capa.
    Abraços,

    Rodolfo
    Atributos de Verão

    ResponderExcluir
  21. @Gladys Sena
    Qualquer sugestão ou crítica é sempre bem vinda!

    ResponderExcluir
  22. Acho super importante os glossários nos livros, principalmente quando as histórias tem tantos termos que foram criados pelo autor, ou que são específicos de determinada área não tão popular assim. Não sei muito bem, mas, no caso de uma Websérie em que são publicados um capítulo por vez, acho que o glossário deveria ser o primeiro a ser publicado.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  23. Bem legal, as vezes começo a ler um livro e desisto pela linguagem, que eu nada entendo. Gostei que você explicou direitinho. E por causa do post até me pretendo ler a booksérie, só pra compensar todo o trabalho que você teve <3

    ResponderExcluir
  24. @Nardonio
    Concordo! O que aconteceu foi que comecei a escrever o livro sem realmente saber o que iria acontecer, aí, devido as feedbacks aqui do blog percebemos que o glossário era super necessário. Agora a gente já sabe, em uma próxima bookserie de fantasia/FC o glossário será realmente o primeiro a ser publicado! Thanks man!

    ResponderExcluir
  25. @Liih Ferreira
    :)
    Fique à vontade, Liih, realmente dá trabalho, porém, é muito gratificante ver o capítulo pronto e mais ainda ver a reação dos leitores. Espero que você curta a leitura, e não se esqueça de dizer o que achou!
    abraço!

    ResponderExcluir

Qual sua opinião sobre o livro? Compartilhe!

Tecnologia do Blogger.
siga no instagram @lerparadivertir